Policiais de Campo Largo frustram tentativa de fuga de 12 presos

30 agosto, 2016 às 18:38  |  por Redação Bem Paraná

Policiais da Delegacia de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, descobriram um túnel que estavam sendo cavado por presos em uma da celas.
Segundo as informações da Rede News 24 Horas, 12 presos ganhariam as ruas, caso a tentativa de fuga não fosse flagrada.

campo largo

 

 

 

 

Caminhão envolvido no acidente da BR-277 trafegava em alta velocidade

30 agosto, 2016 às 18:21  |  por Redação Bem Paraná

Laudo produzido pela Polícia Científica do Paraná, referente ao acidente ocorrido em 3 de julho na BR-277, divulgado nesta terça-feira, 30, concluiu que o caminhão-tanque trafegava no dobro da velocidade permitida para aquele trecho da rodovia. O veículo, carregado com 44 mil litros de álcool anidro, seguia sentido Paranaguá, quando tombou e explodiu no quilômetro 33, perto de Morretes, atingindo 14 veículos, provocando a morte de cinco pessoas no local e uma posteriormente.

“A Polícia Científica trabalhou arduamente através do Instituto de Criminalística no levantamento de local e no cálculo de velocidade”, disse o diretor-geral da Polícia Científica, Hemerson Bertassoni Alves. “Antes disso, nosso laboratório de genética trabalhou de forma intensa na identificação das vítimas, logo após o acidente, e houve um rápido atendimento pelo Instituto Médico-Legal de Paranaguá na realização das perícias, para fornecer o máximo de informações possíveis pra compor o inquérito policial”, exsplicou Alves.

CONCLUSÃO – O documento, divulgado nesta terça-feira (30), pela Polícia Científica, indica que o caminhão estava entre 116 km/h e 132 km/h, em local cuja velocidade máxima indicava 60 km/h. Com 52 páginas e ilustrado com 77 imagens digitais, o documento foi redigido pelo perito criminal Lawrence Ferreira Cordeiro.

A conclusão revela que após a descida de cerca de 26 quilômetros de serra, cujo desnível é de aproximadamente 800 metros, já com o sistema de freios sobrecarregado, o caminhão trafegava em velocidade acima do permitido.

“Realizando os devidos cálculos, obteve-se o valor para a velocidade média de 34,33 m/s, equivalentes a 123,60 km/h. Admitindo-se a variação de 0,1 s (décimo do segundo) para mais ou para menos, com o intuito de se ampliar a margem de erro e reduzir a incerteza em função da curta distância e da suposta alta velocidade, esta variação refletiu em uma velocidade média compreendida entre 116 km/h e 132 km/h”, aponta o relatório do perito.

PLACAS REGULAMENTADORAS – A perícia também identificou a presença de diversas placas regulamentadoras de velocidade no trecho da serra. A rodovia apresentava sinalização íntegra de regulamentação e de advertência, vertical e horizontal, correspondente ao trecho sinuoso em declive.

Havia, por exemplo, uma placa de velocidade instalada no km 35,7 da referida BR, aproximadamente 1,7 km antes do local do acidente e no sentido de fluxo em que trafegava o caminhão, a qual definia a velocidade de 80 km/h para veículos leves e de 60 km/h para veículos pesados.

De acordo com o delegado de Morretes, Antonio César Pereira dos Santos, o motorista do caminhão está à disposição da Justiça, em liberdade provisória mediante pagamento de fiança e com recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O delegado aguarda resposta de uma carta precatória enviada para a empresa para a qual ele trabalhava, em Santa Catarina, para concluir os procedimentos necessários no inquérito policial que apura responsabilidades.

Gaeco denuncia seis pessoas por tráfico de drogas

30 agosto, 2016 às 17:28  |  por Redação Bem Paraná

O Ministério Público do Paraná, por meio do núcleo de Maringá do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ofereceu denúncia, na última sexta-feira, 26 de agosto, contra seis pessoas envolvidas com tráfico de drogas. Duas delas são acusadas dos crimes de tráfico e associação ao tráfico e as outras quatro de associação ao tráfico.

Segundo as investigações do Gaeco , as drogas eram levadas de Foz do Iguaçu a Maringá, no Norte Central paranaense, região onde também eram distribuídas. A organização criminosa atuaria desde 2014, traficando crack e cocaína, estimando-se que comercializava cerca de cinco quilos de entorpecentes por semana, numa movimentação financeira semanal superior a R$ 80 mil.

Quatro dos réus foram presos em flagrante em setembro do ano passado. Dois deles já responderam processos criminais e foram condenados a penas de reclusão (um a três anos e quatro meses, e o outro, a nove anos e sete meses) por posse de entorpecentes. Agora, eles devem ser julgados por associação ao tráfico. O líder do grupo também já tem condenação anterior pelos mesmos crimes de que agora é acusado.

PM faz balanço com número de apreensões no sudoeste do estado em 2016

30 agosto, 2016 às 17:23  |  por Redação Bem Paraná

Desde o início de 2016 até agora a 2ª Companhia do 21º Batalhão de Polícia Militar (21º BPM), pertencente ao 5º Comando Regional da PM (5º CRPM), que atua em sete municípios da região Sudoeste do Paraná, apreendeu 45 armas de fogo, 28 quilos de maconha e 1,5 mil pedras de crack. As ações aconteceram durante abordagens, cumprimento de mandados e atendimento de ocorrências de rotina.

“Essas armas, na maioria das vezes, estavam na mão de criminosos e poderiam se tornar um instrumento para a prática de crimes como roubos e homicídios. Por isso é importante destacar o trabalho compromissado de todos os policiais militares com a sociedade, bem como a integração com a Polícia Civil, que auxiliou na desarticulação de quadrilhas envolvidas em roubos e tráfico de drogas, ocasionando assim a grande quantidade de armas apreendidas nestas cidades”, explica o Comandante da 2ª Companhia do 21º BPM, tenente Hari Dallagnol.

Os militares estaduais também apreenderam 28 quilos de maconha e 1,5 mil pedras de crack. Das 45 armas de fogo, 30 foram retiradas de circulação somente na cidade de Dois Vizinhos. Dentre os modelos de armamento recolhidos estão pistolas de calibre restrito, espingardas calibre 12 e um fuzil, os quais são considerados de grande poder de fogo e de potencial lesivo.

Todos os dados são referentes a área de atuação da 2ª Companhia do 21º BPM que atende os municípios de Dois Vizinhos, Verê, Cruzeiro do Iguaçu, Boa Esperança do Iguaçu, Salto do Lontra, Nova Esperança do Sudoeste e Nova Prata do Iguaçu.

De acordo com o 21º BPM, as apreensões, tanto de armas quanto de drogas, aconteceram por meio de abordagens, cumprimento de mandados de buscas e atendimento de ocorrências de rotina. O trabalho é feito em conjunto com a Polícia Civil através da 60ª Delegacia Regional de Dois Vizinhos e da Delegacia de Salto do Lontra.

PMs vão em festa de garoto que é “fã” da Polícia Militar

30 agosto, 2016 às 16:29  |  por Redação Bem Paraná
Foto: Divulgação/PM-PR

Foto: Divulgação/PM-PR

Toda a criança sonha se tornar um médico, advogado, ou outra profissão. Mas além destas há uma em especial que representa doação ao próximo e honra acima de tudo: a de policial militar. Em meio a milhares de jovens que desejam seguir essa carreira militar, o amor e admiração pela farda cáqui do pequeno Samuel Leschuk dos Santos, de cinco anos, comoveu os integrantes do 16º Batalhão de Polícia Militar (16º BPM), pertencente ao 4º Comando Regional da PM (4º CRPM), que fizeram uma visita surpresa na festa de aniversário do menino no último sábado (27/08).

Na tarde do mesmo dia, os policiais militares que estavam de serviço na unidade receberam a ligação de Aroldo dos Santos, pai do pequeno Samuel. Ele relatou que seu filho ama a Polícia Militar tanto que o tema da decoração da festa foi repleta de símbolos da corporação, incluindo o brasão, fitas e bexigas nas cores da Polícia Militar.

Ao se depararem com a admiração de toda a família e o reconhecimento da atividades dos militares estaduais, as equipes fizeram uma surpresa ao menino e chegaram no local da festa de viatura, com sirene e giroflex ligados, levando o garoto ao êxtase da emoção e alegria. Todos os convidados ficaram admirados com a visita inesperada e agradeceram a participação dos policiais na comemoração.

“Eu trabalho na confecção de fardas e meus filhos se familiarizaram com esse meio policial. Após fazer o pedido não imaginava que os policiais respondessem com tamanha atenção e carinho. Todos extremamente educados, passearam com o Samuel de viatura, tiraram fotos e fizeram vídeos. Realmente para nós foi uma surpresa, superou nossa expectativa e proporcionou grande alegria à toda a família e aos vizinhos”, disse Aroldo.

Depois da festa, a família registrou o momento e publicou numa rede social como a história aconteceu. A postagem teve centenas de compartilhamentos e a participação dos policiais militares foi alvo de elogios e agradecimentos da comunidade. “Estamos felizes com a repercussão desse ato dos policiais militares porque é um trabalho social feito diariamente que poucas pessoas sabem”, reforçou Aroldo.

Carro corta frente de ônibus em conversão à direita no Centro de Curitiba

30 agosto, 2016 às 14:23  |  por Redação Bem Paraná

Um gol tentou cortar a frente de um ônibus da linha Itupava, no centro de Curitiba, em uma conversão à direita,  no cruzamento da Avenida Marechal Deodoro, com Rua Barão do Rio Branco, logo após a abertura do sinal.  O acidente foi no início da tarde e deixou o trânsito ainda mais complicado.

Segundo as informações de testemunhas, o motorista do gol teria tentado aproveitar para fazer a conversão, mas fechou demais a curva batendo na lateral do ônibus. Apesar do susto, não há informações de feridos. Apenas danos materiais. As informações e as fotos são da Rede News 24 Horas.

acidente marechal com rio branco acidente

Homem é flagrado pela PM com drogas, faca, dinheiro e objetos roubados

30 agosto, 2016 às 14:13  |  por Redação Bem Paraná

flagra

Em uma abordagem de rotina na noite de segunda-feira (29/08), policiais militares do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), pertencente ao 1º Comando Regional de Polícia Militar (1º CRPM), apreenderam drogas, faca e dinheiro. Na ação, que ocorreu em Curitiba (PR), um homem foi preso e objetos roubados recuperados.

A ação aconteceu por volta das 20h50, na Praça Generoso Marques, durante a abordagem de um homem em atitude suspeita. Com ele os policiais encontraram, após revista pessoal, 21 pedras de crack, 10 buchas de cocaína e uma porção de 20 gramas de maconha.

Com o suspeito também foram apreendidos quatro aparelhos celulares, dos quais dois teriam sido roubados na área central, além de uma faca e R$ 934,00 em dinheiro.

O homem foi levado, juntamente com os entorpecentes, o dinheiro, a faca e os objetos recuperados, ao 1º Distrito Policial para que as providências cabíveis fossem tomadas.

Presos na Operação Alexandria acompanham depoimentos por videoconferência

30 agosto, 2016 às 14:08  |  por Redação Bem Paraná

Vinte e três pessoas presas na Operação Alexandria, suspeitas de integrar uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios, começam a ser julgadas nesta terça-feira (30). Destes 23 réus, apenas três estão soltos.

Este é apenas um dos 31 processos abertos pelo Ministério Público do Paraná, que denunciou 778 pessoas após a deflagração da megaoperação, que aconteceu em dezembro de 2015, quando quase 800 pessoas foram detidas por envolvimento com a facção criminosa.

A audiência acontece às 13h30 e, ao invés dos presos irem até a 8ª Vara Criminal de Curitiba para participar da sessão, eles estarão reunidos numa sala na Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP I) para acompanhar os depoimentos por videoconferência. A iniciativa partiu do Poder Judiciário, com a anuência do Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen).

“Esta prática de videoconferência é de extrema importância para a Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária, porque além de evitar o transporte de presos, economiza tempo e recursos públicos. Sem falar num possível risco de arrebatamento destes presos faccionados”, disse o secretário Wagner Mesquita.

Nesta terça-feira serão ouvidas primeiramente as testemunhas de acusação, para depois passar para as arroladas pela defesa dos presos. A intenção é que os 20 réus que estão detidos acompanhem todas as fases do processo por videoconferência – garantindo assim todos os direitos previstos em lei.

“O projeto da videoconferência traz uma mudança radical na questão dos custos despendidos pelo Estado, principalmente no que diz respeito às escoltas dos presos. Nós teremos a partir de agora a realização sistemática de videoconferências. O início será junto ao Fórum Criminal de Curitiba, com uma das audiências mais importantes, qual seja a audiência de instrução e julgamento dos presos da Operação Alexandria”, disse o diretor do Depen, Luiz Alberto Cartaxo de Moura.

A prática de julgamentos por videoconferência é recente no Paraná. No último dia 25, o Depen, em parceria com o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), realizou quatro audiências por videoconferência com presos na Casa de Custódia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

MEGAOPERAÇÃO – A Operação Alexandria reuniu policiais militares e civis, além do apoio do Depen e do Departamento de Inteligência do Paraná (Diep). A ação foi deflagrada no dia 17 de dezembro de 2015 em Curitiba, na Região Metropolitana e em outras 72 cidades no interior do Estado.

Foi a maior operação policial do Brasil contra a facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios em todo o País. Ao todo, foram expedidos 767 mandados de prisão preventiva, sendo que a maioria deles foi cumprida dentro das unidades prisionais do Paraná.

A investigação foi conduzida pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil e durou cerca de um ano. Por decisão do Poder Judiciário, 237 telefones foram bloqueados, assim como 28 contas bancárias que eram usadas pela quadrilha. A investigação começou depois que a polícia apreendeu diversos cadernos com anotações e detalhes da atuação da facção criminosa no Paraná. Foram interceptadas, com autorização judicial, mais de 30 mil ligações.

A polícia reuniu mais de 1.700 horas de conversas dos membros desta facção envolvendo 12 estados: Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Alagoas, Ceará, Goiás, Santa Catarina, Pernambuco, Rio Grande do Norte. O conteúdo das conversas interceptadas mostra que diversos crimes foram cometidos em benefício da organização criminosa, como tráfico de drogas, roubos de carros e residências, tráfico de armas e homicídios.

CONCEITO – O nome da operação foi inspirado na Biblioteca Real de Alexandria ou Antiga Biblioteca de Alexandria, que foi uma das maiores bibliotecas do mundo antigo. Ela existiu até a Idade Média, quando supostamente foi totalmente destruída por um incêndio, cujas causas são controversas. Nela continha praticamente todo o saber da Antiguidade.

Bope aborda dupla com maconha, crack e cocaína em Curitiba

30 agosto, 2016 às 14:05  |  por Redação Bem Paraná

bope

Dois homens foram conduzidos à delegacia após serem flagrados por uma equipe da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), subunidade do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), portando maconha, crack e cocaína. A situação ocorreu na noite de segunda-feira (29/08) em Curitiba (PR), Capital do estado.

A equipe policial fazia diligências pela área central da cidade, por volta das 23h40, quando abordou duas pessoas em atitude suspeita. Com a dupla foi encontrado, após busca pessoal, 58 invólucros de cocaína, quatro de maconha, 112 de crack e mais 90 pedras da mesma droga.

Os dois homens foram levados, juntamente com as drogas apreendidas, ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC/Sul).

Acidente na Estrada da Ribeira deixa um morto

30 agosto, 2016 às 12:20  |  por Redação Bem Paraná

rede news 24h

rede News 24h

Uma colisão frontal envolvendo um caminhão e um carro  deixou uma pessoa morta na manhã desta terça (30), por volta das 10h45. Foi em Bocaiuva do Sul, Região Metropolitana de Curitiba, na BR 476, km 105. A pista está totalmente interditada, em ambos os sentidos, e sem previsão de liberação.