Suspeito de estupro de vulnerável é preso em Curitiba, no Bairro Alto

25 julho, 2016 às 18:30  |  por Redação Bem Paraná

Um homem de 50 anos teve sua prisão preventiva cumprida na manhã de segunda-feira (25), no Bairro Alto, em Curitiba. Ele é suspeito de estuprar um menino de 9 anos, no município de Matinhos, em janeiro de 2015.

Investigadores do Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), receberam uma denúncia de que tinha um homem foragido trabalhando em uma oficina mecânica no bairro onde aconteceu a prisão.

Após apurar as informações foi constatado que ele tinha um mandado em seu desfavor expedido pela Vara da Infância e Juventude de Matinhos, pelo crime de estupro de vulnerável.

O Setor de Combate a Pedofilia, saiu em diligência até o local indicado pela denúncia, onde encontrou o suspeito trabalhando na oficina.

O delegado da especializada, Demetrius Gonzaga de Oliveira, conta que o homem já tinha passagem pelo crime de estupro de vulnerável.

Ele foi encaminhado para o Centro de Triagem I, onde está à disposição da Justiça. Ele responderá pelo crime de estupro de vulnerável, podendo pegar até 15 anos de reclusão.

 

suspeito

PRF prende trio com 140 quilos de maconha em Guaíra (PR)

25 julho, 2016 às 17:24  |  por Redação Bem Paraná

droga1

droga2

Fotos: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 140,7 quilos de maconha nesta segunda-feira (25) em Guaíra, na região oeste do Paraná.

A droga era transportada em um automóvel Fiat Uno, abordado pelos policiais rodoviários federais na BR 163, por volta do meio-dia.

O motorista, de 24 anos de idade, foi preso em flagrante. Ele disse que saiu de Ponta Porã (MS) e que entregaria a carga ilícita em Guaíra.

A pena para o crime de tráfico de drogas varia de cinco a 15 anos de reclusão.

A PRF encaminhou a droga, o preso e o veículo para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

No Litoral do estado, policiais militares encaminham dois homens

25 julho, 2016 às 16:08  |  por Redação Bem Paraná

Policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), após solicitação via 190 prenderam um homem que atentou contra a vida de sua mulher. Em outra ação durante patrulhamento, os militares estaduais encaminharam uma pessoa que possuía Mandado de Prisão em aberto. Ambas as situações aconteceram nesta manhã (25/07) em Pontal do Paraná e Matinhos, no Litoral do estado.

A primeira ocorrência aconteceu às 10 horas, em Pontal do Paraná (PR), quando a equipe recebeu um chamado via 190 para se direcionar a residência de um casal que estaria discutindo. “Quando os policiais miltiares chegaram no local o homem já tinha dado três facadas na sua ex companheira”, explica o Subcomandante do 9º BPM, capitão Cesar Kamakawa.

Diante da situação, o suspeito foi levado à delegacia e a mulher encaminhada, ainda com vida, para o Pronto atendimento em Praia de Leste.

A segunda situação aconteceu por volta de 12 horas, quando os policiais militares efetuavam patrulhamento preventivo nas mediações do mercado do peixe em Matinhos (PR) e abordaram um homem, de 40 anos. Ao consultar o sistema interno da PM foi verificado que o suspeito possuía um Mandado de Prisão em aberto por roubo, expedido pela Comarca de Cascavel (PR). Diante dos fatos o homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Matinhos para as providências necessárias.

“Nesse período, depois do primeiro semestre do ano, intensificamos o patrulhamento preventivo, pois é nessa época que os foragidos da justiça procuram o Litoral do estado para se esconderem e se misturarem à população local”, explica o capitão Kamakawa.

Suspeito de homicídio consumado e tentado é preso em Campina Grande do Sul

25 julho, 2016 às 15:12  |  por Redação Bem Paraná

Um homem de 27 anos, conhecido como “Jéfinho”, suspeito de tentar matar sua companheira de 18 anos e por matar o amante dela – identificado como Josenilton de Jesus, 27 anos – utilizando uma faca, foi preso na manhã desta segunda-feira (25), no bairro Jardim Paulista, Campina Grande do Sul.

Os policiais da Delegacia de Campina Grande do Sul chegaram até ele após uma denúncia relatando que o suspeito estava realizando mudança de residência – do Morro Embratel para o Jardim Paulista.

O crime aconteceu no dia 21 de março deste ano, quando o suspeito flagrou sua esposa na residência do amante, localizada no Morro Embratel, e desferiu diversos golpes de faca contra ela, atingindo-a no abdômen.

O amante tentou fugir, mas após ser perseguido pelo suspeito e seu irmão, também foi vítima de golpes de faca, vindo a falecer no local. A jovem foi socorrida pela mãe e em seguida encaminhada ao Hospital Angelina Caron, após 18 dias de internamento recebeu alta e passa bem.

De acordo com o delegado da unidade, Messias Antônio da Rosa, após o suspeito tentar matar sua companheira, eles estavam vivendo juntos novamente. “A equipe ficou surpresa ao presenciar no momento da prisão que mesmo após ter sido vítima do companheiro, a jovem ainda estava morando com Jéfinho”, disse o delegado.

O homem responderá por homicídio qualificado e tentativa de homicídio. Se condenado poderá pegar uma pena superior a 30 anos de prisão. O suspeito está preso na Delegacia de Campina Grande do Sul, onde aguarda à disposição da Justiça.

Casal de professores universitários é vítima de extorsão em Curitiba

25 julho, 2016 às 14:19  |  por Redação Bem Paraná
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Manter a calma é a principal dica da Polícia Civil do Paraná para o cidadão tentar escapar de determinadas modalidades de golpes. Persuadidas pela emoção, as vítimas se tornam vulneráveis aos criminosos, cujas ações são constantes, diversas e cresceram com a crise financeira do país.
Desde o ‘clássico’ golpe do bilhete premiado, a outras versões como o golpe do sobrinho (quando alguém, por telefone, se passa por parente e pede ajuda para pagar o concerto de um carro), do hospital (criminosos fazem ligações para familiares de pacientes internados e oferecem atendimento médico mais rápido, como a realização de exame) e do falso sequestro, a ação dos bandidos não para.

A avaliação é do delegado responsável pela Delegacia de Estelionato, Wallace de Oliveira Brito. Ele explica não haver estatísticas sobre esse tipo de crime pela pouca incidência de pessoas que registram ocorrências – em alguns casos por vergonha. “Mas a crise refletiu no aumento da ação dos golpistas. Eles também precisam ‘faturar’. E ressuscitam ações como a do falso sequestro, muito antiga e que estava um pouco em desuso’”, comentou o delegado.

E foi essa a artimanha usada na semana passada por uma quadrilha para extorquir cerca de R$ 5 mil de um casal de professores universitários em Curitiba. Por telefone, os criminosos anunciaram o “sequestro” do filho. Enquanto o pai foi efetuar a transferência de dinheiro exigida, os bandidos entraram em contato com a mãe e a fizeram sair de casa, deixando o celular, para comparar um novo aparelho e permanecer todo o tempo em contato com os golpistas.

Ela foi induzida a ir para um hotel onde aguardaria o que seriam as “novas coordenadas” para supostamente libertar o filho. Com a mulher incomunicável, os criminosos anunciaram à família que ela também havia sido sequestrada, para assim tentar obter mais dinheiro.

A ação durou cerca de cinco horas e foi solucionada com a participação de agentes do Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial) – unidade especial da Polícia Civil especializada na solução de sequestros.

Todo o golpe foi realizado por telefone e os criminosos chegaram até este casal de professores de forma completamente aleatória. A polícia explica que geralmente os golpistas ligam para um número qualquer, anunciam que estão com algum familiar e se aproveitam do nervosismo da vítima. Nesse momento, sem saber, muitas vezes as vítimas passam a fornecer informações estratégicas para os criminosos, como nome, características físicas e até psicológicas. De posse desses dados, eles vão envolvendo cada vez mais os seus alvos. O delegado da Estelionato alerta que idosos acabam sendo ainda mais sujeitos a cair na armação dos falsários.

“O mais importante é tentar manter a calma e agir com a razão. Não fornecer informações e se possível pedir para alguém tentar contato com a pessoa”, indicou Brito.

OUTROS GOLPES

A Polícia Civil alerta ainda para situações que exigem cuidados redobrados da população. “Esse canário econômico se torna oportuno para ações dos golpistas. As pessoas estão em situações mais difíceis e suscetíveis, buscam melhores ofertas e negócios por causa da crise o que é um prato cheio para os estelionatários, que lidam com o sonho das pessoas. Portanto, é preciso sempre desconfiar de uma proposta muito sedutora. Pode ser oferta de emprego, cursos, imóvel, produto… E jamais fazer depósito antecipado. Desconfie”, acrescentou.

Homem é preso com quase 900 cápsulas de cocaína no CIC

25 julho, 2016 às 14:04  |  por Redação Bem Paraná
Foto: Divulgação/PM-PR

Foto: Divulgação/PM-PR

Quase 900 cápsulas de cocaína foram apreendidas pela Polícia Militar durante uma abordagem de rotina no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na noite de domingo (24/07). Os policiais militares do 23º Batalhão de Polícia Militar (23º BPM), pertencente ao 1º Comando Regional da PM (1º CRPM), atenderam a ocorrência e prenderam um adulto.

Uma equipe da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) patrulhavam pela Rua Ludovico Kaminski quando avistou um homem se comportando de maneira suspeita. Foi procedida a abordagem e, durante a revista pessoal encontrado um pacote com 21 cápsulas de cocaína. O rapaz teria dito aos militares estaduais que iria vender a droga. Em continuidade à ação, a equipe fez buscas pelo local e apreendeu mais 41 pacotes com cocaína, totalizando 882 cápsulas do entorpecente.

Diante do flagrante, o homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com a droga, até o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC/Sul) para os procedimentos legais.

Casal suspeito de crime sexual contra bebê é preso na RMC

25 julho, 2016 às 14:03  |  por Redação Bem Paraná

casal01

Foto: Carlos Soares/DPC

Uma mulher de 29 anos, dona de casa, suspeita de abusar sexualmente do próprio filho de 1 ano, foi presa na última semana pela equipe de investigação da Delegacia da Mulher e do Adolescente de São José dos Pinhais. O caminhoneiro, padrasto da criança, um homem de 41 anos, também foi preso suspeito de pedofilia e sequestro.

Na casa do casal, localizada no bairro Guatupê, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), os policiais encontraram um pendrive contendo diversas fotos de conteúdo erótico envolvendo a mãe e a criança, além de mais de 40 vídeos, gravados em dias distintos em que a investigada praticava atos libidinosos com o filho.

A prisão do padrasto aconteceu na residência do casal, quando eles chegavam do interior. Já a prisão da mãe aconteceu no dia seguinte, após o pedido de prisão, feito pela delegada responsável pelo caso, Tathiana Guzella.

No dia 17 de julho deste ano, a suspeita havia fugido para a casa do pai, no município de Iretama, região Oeste do Estado, após sofrer agressões por parte do companheiro, alegando estar em cárcere privado.

Um dia após realizar uma denúncia na delegacia do município onde estava, a mulher foi levada do local pelo agressor junto com o pai da criança. Os investigadores e autoridades policiais de ambas as cidades, suspeitaram que a mulher e o filho haviam sido sequestrados.

Com isso,  a equipe deslocou-se até a residência em que o casal residia, em São José dos Pinhais, para as diligências. Horas depois, a mulher e a criança junto do pai e do padrasto chegaram no local.

Na delegacia, a mãe relatou que havia sido forçada a seguir viagem de volta com o companheiro, pois ele possuía vídeos em que ela aparecia em cenas pornográficas com o filho e estava a ameaçando com as imagens.

Quando questionado pela polícia, o pai do bebê informou que o companheiro da suspeita havia lhe pedido para que fosse com ele até Iretama buscar seu filho, pois a criança estava sofrendo abusos por parte da mãe. Inclusive o homem teria mostrado vídeos de teor pornográfico envolvendo a mãe e a criança.

“Durante a vinda do casal com a criança, de Iracema para SJP, o investigado com medo de que fosse descoberto, deletou todos os dados e imagens de seu celular, após quebrou o chip e o cartão de memória do aparelho, além de cancelar sua linha telefônica”, ressaltou a delegada responsável pelo caso, concluindo que a equipe localizou o cartão e o chip, destruídos pelo suspeito, em um local informado pela mãe da criança.

Após o relato, o homem foi preso em flagrante, por extorsão mediante sequestro, e devido as imagens armazenadas em pendrive, localizados na residência do autor, ele responderá também por pedofilia.

Durante as diligências, mãe e filho foram encaminhados para Casa de Alice – local em que oferece proteção a mulheres vítimas de violência doméstica – até a conclusão das investigações.

No decorrer das investigações, a equipe retornou até a residência do casal e localizou o pendrive com diversas imagens e vídeos da mãe da criança em atos sexuais com o bebê.

Diante do fato, a delegada representou pela prisão preventiva do casal, pelo crime de estupro de vulnerável com agravante por se tratar de descendente. “Além do suspeito responder pelos crimes citados, ele responderá também por rufianismo, pois obrigava a companheira a se prostituir, tirando proveito da exploração sexual”, lembrou Guzella.

O casal está preso à disposição da Justiça. A mãe da criança foi encaminhada para a Penitenciária Feminina de Piraquara. O padrasto foi encaminhado para o Centro de Triagem, em Curitiba.

DESDOBRAMENTO – Durante as diligências a polícia descobriu que a ex-mulher do caminhoneiro, com quem ficou casada por 17 anos, também teria sofrido os mesmos crimes. Um novo inquérito policial foi instaurado, para apurar o fato similar ao caso do flagrante.

PM recupera motocicletas e carro roubados em Paranaguá

25 julho, 2016 às 12:51  |  por Redação Bem Paraná
Foto: Divulgação/PM-PR

Foto: Divulgação/PM-PR

Policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional de Polícia Militar (6º CRPM), recuperaram três motocicletas (uma com o chassi adulterado, a outra com alerta de furto e a terceira abandonada) e um veículo furtado em ações diferentes na cidade de Paranaguá (PR), Litoral do estado. As situações aconteceram entre sábado (23/07) e domingo (24/07) e resultaram em um jovem encaminhado à delegacia.

No bairro Comerciários, no domingo (24), um adolescente foi abordado após praticar direção perigosa com uma motocicleta. Ao verificarem o chassi do veículo, os policiais militares constataram que ele estava adulterado. A moto e o jovem foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Paranaguá para que as medidas cabíveis fossem tomadas.

No mesmo dia, uma equipe policial estava em patrulhamento quando encontrou duas motocicletas abandonadas, no Morro da Cocada, próximo a um mangue. Após consultar as informações das motos, foi verificado que uma delas possuía alerta de furto, sendo encaminhada à delegacia da cidade, e a outra tinha pendências administrativas, sendo recolhida ao pátio da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), órgão do Detran.

No bairro Porto Seguro, os militares estaduais encontraram um veículo Fiat Uno furtado no centro de Matinhos (PR), na noite anterior (23/07). A vítima, que teve o automóvel furtado enquanto estava numa igreja, foi acionada para retirar o carro na Delegacia de Polícia de Paranaguá.

Polícia prende quadrilha que aterrorizava Araucária  

25 julho, 2016 às 10:16  |  por Redação Bem Paraná

​Nessa madrugada desta segunda (25),  equipes da Guarda Municipal  com apoio das equipes da PM de Araucária e da ROTAM fizeram a prisão de uma quadrilha de assaltantes que estavam aterrorizando a cidade desde sexta-feira fazendo um verdadeiro arrastão em pessoas nas ruas usando de muita violência.

Continuar lendo

Homem com colete balístico é morto em Almirante Tamandaré 

25 julho, 2016 às 09:29  |  por Redação Bem Paraná

Um homicídio foi registrado na manhã desta segunda-feira (25) ,  no Parque São Jorge, na Rua  Santa Catarina, próximo ao Colégio Papa, em Almirante Tamandará, na Região Metropolitana de Curitiba.

De acordo com as informações,  um jovem de primeiro nome Tiago foi assassinado a tiros de pistola 9 mm. Ele estaria com um colete balístico, mesmo assim morreu.

Moradores da região relaram em grupos de Whatsapp terem ouvidos mais de 20  disparos,  porém a Polícia não confirmou a informação

Rede News 24h