Curitiba tem registro de sete arrastões em ônibus em 2018

9 fevereiro, 2018 às 18:32  |  por Redação Bem Paraná
Divulgação / Polícia Civil

Divulgação / Polícia Civil

O arrastão em que um passageiro foi baleado na cabeça na noite de quinta-feira (9), no bairro Tatuquara, foi o sétimo do ano em Curitiba, segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores (Sindimoc). Na última terça-feira (6), outro arrastão, em um ônibus da linha Solitude, ocorreu próximo a fábrica da Coca-Cola, quando as vítimas receberam voz de assalto de dois passageiros que tinham embarcado minutos antes, na BR-277.

Campanha lançada pelo Sindimoc cobra por três principais ações por mais segurança aos motoristas, cobradores e usuários do transporte coletivo: instalação de câmeras de segurança nos coletivos, apoio da Guarda Municipal e criação da Delegacia Especializada em Crimes do Transporte Coletivo.

Sempre violentos, os assaltantes costumam levar todos os pertences que os bandidos podem carregar. O caso de quinta-feira foi o mais grave do ano.

O passageiro baleado teria reagido para defender uma mulher agredida. De acordo com a polícia, os três homens entraram no coletivo, anunciaram o roubo e levaram pertences de passageiros.

Depois de ser baleado, o homem de 37 anos foi levado pelo motorista do ônibus à Unidade de Pronto-Atendimento do bairro. De lá, foi levado de ambulância para o hospital. Uma mulher grávida também precisou de atendimento na UPA. De acordo com a Guarda Municipal, o ônibus da Linha Rurbana seguia pela Linha Verde e parou em frente ao Ceasa, onde embarcaram algumas pessoas.

Logo após o embarque, os três homens deram voz de assalto. Um deles estava armado. Os passageiros relataram que os assaltantes estavam nervosos e foram violentos durante o arrastão.

Segundo apurou o repórter João Frigério, do blog Plantão 190, os assaltantes pediam para que o motorista acelerasse o ônibus mais do que o próprio veículo poderia, já que há limitação mecânica para que não passe de 60 quilômetros por hora.

O passageiro baleado na cabeça teria reagido depois de s ofrer uma agressão. Os três assaltantes fugiram com os pertences dos passageiros. Até agora, ninguém foi preso. Testemunhas foram ouvidas nesta sexta-feira (9) pela polícia.

A polícia divulgou imagens dos suspeitos e espera a colaboração da sociedade.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>