Gaeco fecha cassino clandestino em Ponta Grossa

4 outubro, 2017 às 12:47  |  por Redação Bem Paraná

O  Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, deflagrou na terça (3) a Operação Di Venezia, que investiga corrupção envolvendo jogos ilegais na cidade.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão, expedido pela 1ª Vara Criminal de Ponta Grossa a pedido do MPPR, no Clube Sírio Libanês, local em que funcionava um estabelecimento clandestino de jogos de azar. Durante o cumprimento do mandado, foram apreendidos dezenas de computadores e documentos. Duas pessoas foram autuadas pela contravenção de exploração de jogos de azar e encaminhadas para a assinatura de termo circunstanciado, e outras 53, que estavam no local, vão responder por participação em jogo ilegal, sob pena de multa.

As investigações, que tiveram início em agosto deste ano, prosseguem apurando infrações penais de exploração de jogos de azar, lavagem de dinheiro, prevaricação e corrupção, e correm sob sigilo. O nome da operação, Di Venezia, é em alusão ao famoso cassino italiano de mesmo nome, o mais antigo do mundo.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>