Motorista de ônibus é esfaqueado por assaltante no Jardim das Américas

18 outubro, 2017 às 13:11  |  por Redação Bem Paraná

cobrador

Um motorista da Linha Linha Jardim Ipê/Curitiba foi esfaqueado na noite de terça-feira (17) na altura do km 82 da BR-277, no Jardim das Américas durante um arrastão.  O homem entrou no ponto do Mercadora do Jardim das Américas e deu voz do assalto. Chegou a levar cerca de R$ 50 e o celular da cobradora. Como o motorista se recusou a abrir a porta de trás para a mulher comparsa do assaltante entrar, ele foi esfaqueado no ombro. Após o golpe, os passageiros começaram a gritar e o assaltante desceu do coletivo.

Por sorte, a facada foi superficial no ombro. O motorista foi atendido por uma ambulância da Ecovia, mas não precisou ser internado.

A Polícia Militar foi acionada e fez buscas nas redondezas, mas não encontrou o casal.

Manifestação bloqueia BR-116 em São José dos Pinhais

18 outubro, 2017 às 13:09  |  por Redação Bem Paraná

protesto

Uma manifestação bloqueia a BR 116 na altura do km 91, sentido sul, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba,  na manhã desta quarta (18).

Os manifestantes são contrários a fechamentos dos acessos irregulares à rodovia. Equipes Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão  em deslocamento para o local. Segundo a PRF, o desvio pode ser feito pela 116, acesso norte de Curitiba, km 71.

A fila chegou a 8 quilômetros.

Biarticulado e ambulância do Siate batem em canaleta no Cajuru

18 outubro, 2017 às 13:08  |  por Redação Bem Paraná

colisao

Um ônibus biarticulado e uma ambulância do Siate colidram na canaleta da Affonso Camargo na manhã desta quarta (18). O trânsito está mais lento, perto do Hospital Cajuru. mas a pista lenta sentido Centro flui com lentidão. Ainda não há informações sobre feridos.

Na Linha Verde, o trânsito está mais lento, perto do Hospital Vita, no sentido Pinheirinho. Uma moto atropelou uma pessoa.

Na Estrada Santa Cândida com a Rua Engenheiro Gastão Chaves, houve uma colisão. Os policiais do BPTran estão a caminho para atender a ocorrência.

Para renovar os móveis de casa, rapaz rouba utensílios domésticos do vizinho

17 outubro, 2017 às 15:10  |  por Redação Bem Paraná

dimenor

Um rapaz, de 20 anos, conhecido como “Di menor”, foi preso, na segunda-feira (16/10), por policiais civis do 11ª Distrito Policial, suspeito de roubar o próprio vizinho, no bairro Cidade Industrial de Curitiba.

De acordo com a polícia “Di menor” e outro comparsa entraram na casa do vizinho de frente, na noite da última terça-feira (10/10) e levaram praticamente tudo, geladeira, fogão, armário, maquina de lavar, forno elétrico, forno micro-ondas, além de vários objetos de utensílios domésticos.

“O vizinha estava viajando e a casa estava fechada, porém várias testemunhas viram a ação criminosa da dupla e conseguiram contato com o proprietário da residência que notificou a Polícia Civil”, falou o delegado responsável pelo caso, Rinaldo Ivanik, completando que ele é considerado o terror da CIC.

O suspeito preso possuí passagem policial pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, associação criminosa e posse de droga. Ele já foi condenado a 2 anos de 8 meses. Agora, foi autuado pelo crime de receptação já que estava com boa parte dos produtos levadas da casa da frente.

Após ouvir várias testemunhas uma equipe policial saiu em diligência e conseguiu chegar até a rua Hanno Helmar Hoeldtke e apreender boa parte dos objetos furtados.

Na delegacia, Di menor alegou que queria renovar os moveis de sua casa, por isso resolveu ajudar o outro suspeito a entrar na casa. As investigações continuam a fim de identificar o outro envolvido no crime, bem como recuperar os demais utensílios.

Homem é detido com 2kg de maconha em ônibus durante fiscalização da Operação Muralha

17 outubro, 2017 às 15:03  |  por Redação Bem Paraná

maconha

Na noite desta segunda-feira, (16), por volta das 22h, na barreira de fiscalização instalada ao lado da praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR, durante abordagem no âmbito da Operação Muralha, servidores da Receita Federal e policiais do BPFron apreenderam maconha em um ônibus de linha.

Em uma abordagem de rotina a um ônibus da linha Foz do Iguaçu/PR – Cascavel/ PR, o cão de faro que estava dando apoio na operação foi acionado pelos servidores e policiais do turno. Na verificação da parte superior do ônibus o cão ficou inquieto e direcionou-se para a poltrona dezenove que era ocupada por um homem de 18 anos, natural de Parapua/SP. Durante revista pessoal nada foi encontrado, porém o passageiro confessou estar levando 2kg, informação essa confirmada quando da averiguação do bagageiro situado acima de sua poltrona, onde foi encontrada uma mochila em cujo interior foi localiza a droga. O homem disse ter pego a bolsa em Foz do Iguaçu/PR e que levaria Cascavel/PR em troca de um valor em dinheiro.

Tanto o passageiro quanto a droga foram encaminhados para Delegacia da Polícia Civil de em São Miguel do Iguaçu/PR para os procedimentos legais.

A Operação Fronteira Integrada está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalização atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Força Nacional de Segurança – FNSP e Foztrans – Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu.

Câmeras de ônibus flagram arrastão em ônibus no Abranches

17 outubro, 2017 às 12:57  |  por Redação Bem Paraná


Foi divulgado nesta terça (11) vídeo que mostra passageiros da Viacão do Sul sendo vítimas de mais uma arrastão. O assalto foi na última quarta-feira (11), no bairro Abranches, em Curitiba, nas proximidades da Sociedade Abranches.

O ônibus fazia a linha Curitiba /Tamandaré, quando por volta das 15 horas foi anunciado o assalto. Eles levaram dinheiro do cobrador e de celulares e dinheiro dos passageiros. Eles estavam armados.

As câmeras instaladas discretamente captaram as imagens, que foram enviadas para a Polícia Militar e à Comec, que devem iniciar um processo de investigação para identificar os envolvidos. A Polícia Civil já abriu inquérito para investigar.

MP-PR recorre de decisão que absolveu 13 policiais militares

17 outubro, 2017 às 12:53  |  por Redação Bem Paraná

noticia_372756_img1_cidades-juri-popular-franklin

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria do Júri de Curitiba, interpôs nesta segunda-feira (17) recurso contra a decisão do Tribunal do Júri que absolveu 13 policiais militares acusados de homicídio triplamente qualificado e fraude processual pela morte, em 2009, de cinco suspeitos que estavam com um veículo furtado.

A fundamentação será apresentada formalmente pelo MPPR no prazo legal. Caso o recurso seja recebido, a Justiça deve determinar que a defesa dos envolvidos apresente suas contrarrazões para que os autos sejam remetidos ao Tribunal do Justiça, a quem caberá a decisão. As investigações do caso foram promovidas pelo MPPR por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Curitiba.

O julgamento

O julgamento começou no dia 4 de outubro e só terminou no dia 9. Segundo disse a juíza Mychelle Pacheco Cintra Stadler, que comandou a sessão, na sala secreta os jurados decidiram que os policiais não eram culpados nem por homicídio qualificado nem por fraude processual. Após a leitura da sentença, os policiais presentes ao julgamento foram aplaudidos de pé pelas pessoas presentes ao Tribunal do Júri . “Foi uma investigação capenga, direcionada. Isso tudo os jurados enxergam. São nove anos de uma guerra. Fomos atacados de todas as maneiras, de todas as formas, mas sempre confiamos”, declarou Cláudio Dalledone Júnior, advogado que defendeu os policiais no caso, pouco após o veredicto. “A polícia daqui não tem a história da polícia que mata. Aqui é a polícia que protege. Somos todos Rotam. Somos todos Polícia Militar”.

O caso

O caso ocorreu em 11 de setembro de 2009, na região do Alto da Glória, próximo ao Estádio Couto Pereira, e ficou marcado como a “Perseguição do Alto da Glória”. Os cinco mortos estavam eum um VW Gol e, segundo os policiais, ignoraram ordens de parada, furaram bloqueios policiais. Após baterem o Gol, desceram do carro já atirando. Dois foram baleados no início do confronto; outros três, minutos depois, após nova troca de tiros. Os cinco foram levados ao Hospital do Cajuru, pelas próprias equipes da PM. Todos morreram ao dar entrada no Hospital, segundo a defesa dos policiais.

Já a acusação alegava que os suspeitos foram executados – eles teriam se entregado após a abordagem. A acusação se baseia em imagens de vídeos captadas durante o suposto confronto, que mostraria um dos suspeitos dominado pelos policiais. As famílias dos jovens acompanham o julgamento.

Ao todo, eram 14 policiais acusados. Mas um deles morreu.

PF incinera mais de duas toneladas de drogas em Curitiba

17 outubro, 2017 às 12:52  |  por Redação Bem Paraná

incinera

A Polícia Federal realizou na manhã desta terça (17) a incineração de mais de duas toneladas de drogas apreendidas nos últimos dois anos em Curitiba, região metropolitana e Paranaguá, todas no Paraná. Toda a operação foi acompanhada de um forte esquema de segurança.

As drogas foram apreendidas pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal , Receita Federal e Polícia Militar.  A incineração ocorreu em um local na região metropolitana de Curitiba que conta forno de grande porte adequado para este tipo de operação. O evento contou com a participação de autoridades federais e estaduais,

Foram incinerados:

Maconha: 1,06 tonelada;

Cocaína: 834 quilos;

Crack: 349 quilos;

Haxixe: 23 gramas;

LSD: 10 mil pontos.

Polícia mira em desvio de R$ 10 milhões de banco no PR, SP, GO e Brasília

17 outubro, 2017 às 12:51  |  por Redação Bem Paraná

sangria.jph

Um ex-gerente geral do Banco do Brasil,  um contador e empresários são alvos de uma operação deflagrada pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba. A ação policial, batizada de “Sangria”, acontece desde as 6h desta terça-feira (17) em quatro estados do Brasil: Paraná, São Paulo, Goiás e Brasília.

Serão cumpridos 54 mandados judiciais: sete de prisão temporária, outros sete de condução coercitiva, cinco de arresto, 19 de busca e apreensão e 16 bloqueios de contas bancárias.

A investigação da DFR aponta para um desvio de mais de R$ 10 milhões da instituição bancária com envolvimento direto do ex-gerente geral de uma agência que ficava no Centro de Curitiba.

O esquema criminoso contava ainda com a participação de um contador, que abria contas bancárias sem o conhecimento dos donos das empresas e com documentos falsos. Com estes dados, ele repassava para o gerente geral que, por sua vez, realizava empréstimos financeiros e antecipações de títulos.

O ex-gerente da instituição bancária chegou a alterar o cadastro de empresários no sistema do banco, sem que os mesmos soubessem, para que as transferências bancárias fossem realizadas. Estes recursos eram transferidos, posteriormente, para contas de empresas envolvidas com a quadrilha.

A operação Sangria conta com a participação de cerca de 80 policiais civis de quatro estados. Além dos policiais da DFR, Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, Delegacia de Desvio de Cargas e do TIGRE (Tático Integrado Grupo de Repressão Especial), unidade de elite da Polícia Civil, participam ainda policiais da DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de Goiás, GARRA (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) de São Paulo e da Divisão de Capturas e da Polícia Interestadual de Brasília.

Mais informações serão repassadas à imprensa em entrevista coletiva marcada para as 10h na sede da Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba. (End: Av. Presidente Affonso Camargo, 2239 – Cristo Rei, Curitiba)

Assaltantes invadem posto em Colombo, fazem reféns e levam dinheiro

16 outubro, 2017 às 11:15  |  por Redação Bem Paraná

Assaltantes fortemente armados invadiram um posto de combustíveis no bairro São Gabriel, em Colombo, na região metropolitana, e levaram todo o dinheiro do cofre do local na manhã desta segunda-feira (16). Funcionários e clientes foram rendidos e feitos reféns.

A quantia roubada não foi divulgada. A Polícia faz buscas nas proximidades, mas até agora não encontrou nenhum dos quatro assaltantes.