Câmara abre licitação para agência de viagens e representações

2 dezembro, 2016 às 11:39  |  por Josianne Ritz

A Câmara de Curitiba vai contratar empresa especializada na prestação de serviço de agenciamento de viagens. A justificativa é o deslocamento de servidores e vereadores para o cumprimento de atividades de interesse do município, como participação em reuniões, visitas técnicas, representações e solenidades, além de cursos de aperfeiçoamento, treinamentos e congressos. O preço máximo do contrato, com vigência de um ano, é de R$130.000,00.

Conforme o edital 22/2016, as empresas interessadas deverão ser apresentadas até às 9h do dia 8 de dezembro, pelo portal de licitações do Banco do Brasil. As propostas serão abertas a partir das 9h30, em sessão pública de lances através do mesmo endereço eletrônico obedecendo ao horário oficial de Brasília. Todas as informações sobre o processo podem ser obtidas no Portal da Transparência da Câmara.

O montante de R$ 130 mil é o valor global estimado no termo de referência, para ser utilizado no período de 12 meses, obtido com base no histórico do quantitativo e despesas efetivamente realizadas pela Câmara. O valor máximo do serviço de agenciamento de viagens a ser pago pela Câmara, estipulado pelo edital, é de R$ 32,02 por agenciamento, não cabendo à contratada qualquer direito caso não seja atingido durante a vigência do contrato. Segundo o edital, no valor total incluem-se também as tarifas dos bilhetes aéreos e rodoviários, as taxas por transação, assim como as despesas de hospedagem.

A empresa vencedora do certame deverá prestar os serviços de assessoramento, cotação, reserva, marcação, remarcação e cancelamento de passagens aéreas, nacionais e internacionais e emissão de seguro de assistência em viagem internacional, bem como os serviços correlatos, compreendendo a cotação e reserva de hotéis, no território nacional e internacional, translados, passagens terrestres e a contratação de serviços de transfer/receptivo nos aeroportos, por meio de atendimento remoto, como e-mail ou telefone, para atender as demandas da Câmara Municipal.

TCE vai apurar irregularidades nas obras da Arena do Atlético

1 dezembro, 2016 às 18:37  |  por Ivan Santos

arena atletico Foto: Franklin de Freitas

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) determinou nesta quinta-feira, 01, a abertura de 17 Tomadas de Contas Extraordinárias para apurar irregularidades identificadas na execução dos contratos de financiamentos concedidos à CAP S.A. para reforma e ampliação do Estádio Joaquim Américo – conhecido como “Arena da Baixada”. Entre as falhas apontadas, a elevação do orçamento das obras para R$ 330,7 milhões, considerada “injustificada” pela Comissão de Auditoria estabelecida pelo TCE.

Continuar lendo

Câmara convoca Galdino de novo e acata outra denúncia contra vereador

1 dezembro, 2016 às 16:31  |  por Ivan Santos

galdino

A Comissão Processante da Câmara Municipal de Curitiba que investiga a denúncia de agressão e assédio sexual da vereadora Carla Pimentel (PSC) contra o vereador professor Galdino (PSDB) volta a se reunir amanhã para tentar ouvi-lo. Na última vez em que ele foi chamado para depor, dia 11 de novembro, sua advogada de defesa apresentou um atestado médico que o afastava das atividades laborais por 14 dias.

Continuar lendo

TCE vai investigar concessionária por tarifa do pedágio acima do valor devido

1 dezembro, 2016 às 15:55  |  por Ivan Santos
Foto: Franklin de Freitas

Foto: Franklin de Freitas

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) decidiu hoje promover uma investigação na concessionária de pedágio Ecocataratas – Rodovia das Cataratas S/A, após uma auditoria ter constatado uma diferença no valor das tarifas de até 34,9%. O processo, que teve como relator o conselheiro Nestor Baptista, vai determinar ainda que o Agepar – Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná passe a controlar o fluxo de veículos nas praças de pedágio, além de examinar o equilíbrio econômico-financeiro das tarifas que estão sendo praticadas.

Continuar lendo

Requião compara “abusos” do MP ao “facismo” e critica Lava Jato

1 dezembro, 2016 às 15:31  |  por Ivan Santos

requiao Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Relator do projeto que trata do abuso de poder, o senador paranaense Roberto Requião (PMDB) defendeu a proposta hoje durante audiência pública no Senado com a participação do juiz Sérgio Moro. Em seu discurso, Requião criticou ainda a reação dos procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato que ameaçaram abandonar a investigação caso o texto do pacote anticorrupção aprovado esta semana na Câmara vire lei. A proposta prevê que juízes e promotores poderão ser punidos por crime de responsabilidade.

Continuar lendo

Deputado que propôs punição a juízes leva “tomatada” em aeroporto

1 dezembro, 2016 às 14:41  |  por Ivan Santos

tomatada

Autor da emenda ao projeto anticorrupção que prevê punição a juízes e promotores, o líder do PDT na Câmara Federal, deputado Weverton Rocha (MA), foi alvo de uma “tomatada” desferida por um manifestante contrário à proposta, no aeroporto de Brasília, ontem. A confusão foi registrada em vídeo. “Você sabe que a Lava Jato vai todos o procuradores renunciarem (sic) devido à sua emenda?”, perguntou o manifestante que se identificou como Ricardo Roque, e durante a discussão, espremeu um tomate na camisa do parlamentar.

Continuar lendo

Fruet rejeita pedido de Greca e mantém programação da Oficina de Música

1 dezembro, 2016 às 14:03  |  por Ivan Santos

fruet

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) anunciou hoje que determinou a manutenção das providências para a realização da 35ª edição da Oficina de Música de Curitiba, marcada para o período de 7 a 29 de janeiro de 2017. O prefeito eleito, Rafael Greca, pediu a suspensão da Oficina, alegando falta de “informações econômicas e financeiras do município e também a provisão orçamentária, bem como o empenho para a realização do evento, estimada extraoficialmente em R$ 1,7 milhão”.

Continuar lendo

Procuradores ameaçam abandonar a força-tarefa da operação Lava Jato

30 novembro, 2016 às 15:22  |  por Ivan Santos

carlos_fernando_lima

Os procuradores que atuam na operação Lava Jato ameaçaram hoje abandonar a investigação, caso do presidente Michel Temer (PMDB) sancione a proposta que prevê punição ao abuso de autoridade por parte de membros do Ministério Público e juízes, embutida pela Câmara Federal no projeto originalmente concebido como um pacote de combate à corrupção, aprovado na madrugada desta sexta-feira.

“Vamos renunciar coletivamente à Lava Jato caso essa proposta seja sancionada pelo presidente”, afirmou o procurador Carlos Fernando Lima, em entrevista coletiva hoje em Curitiba.

Continuar lendo

Para Bueno, mudanças em projeto anticorrupção são revanchismo

30 novembro, 2016 às 15:04  |  por Ivan Santos

noticia_982850_img1_rubens-bueno

O líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno, classificou as mudanças aprovadas na madrugada desta quarta-feira no projeto das 10 Medidas contra a Corrupção de revanchismo e tentativa de intimidar e amordaçar juízes e promotores. Para o deputado, as desfigurações do projeto precisam ser derrubadas no Senado. O PPS encaminhou a votação contra os destaques ao texto que miravam o Poder Judiciário e que retiravam do projeto tipificações de crime e outros mecanismos de combate a corrupção.

Continuar lendo