Beto Richa é multado por veicular propaganda pessoal em site da Sanepar

30 julho, 2014 às 17:40  |  por Narley Resende

O governador Beto Richa (PSDB) recebeu mais uma multa da Justiça Eleitoral por veicular propaganda irregular em sites institucionais do Paraná. A página oficial da Sanepar na internet teria publicado propaganda em favor do candidato à reeleição em período eleitoral. Richa, a candidata à vice na chapa do tucano Cida Borghetti (Pros), e o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, devem pagar multa de R$ 5.320,50 cada. A multa por descumprimento é de R$ 10 mil por dia.

O despacho do juiz Leonardo Castanho Mendes atende ao pedido da coligação “Paraná Olhando pra Frente”, de Gleisi Hoffmann (PT), candidata à governadora. Beto Richa ainda pode recorrer da decisão, mas deve cumprir 24 horas de prazo para retirada das matérias apontadas na ação.

Nesta quarta-feira (30), o mesmo juiz já determinou multa ao governador por publicidade irregular no site da Copel. Nos últimos 15 dias, a coligação tucana já foi multada cinco vezes – todas em decorrência de ações movidas pela candidatura petista. Na terça-feira (29), a página oficial do governo do Paraná no Facebook foi tirada do ar depois de uma constatação de publicidade pessoal em site institucional do Estado.

Foto: AEN

Foto: AEN

Advogados de Gleisi pedem sustentação oral e registro deve ser julgado amanhã

30 julho, 2014 às 17:12  |  por Narley Resende

gleisi brava Foto: Franklin de Freitas

Os advogados de defesa da senadora Gleisi Hoffmann (PT) pediram adiamento da Sessão que vai julgar o pedido de impugnação da candidatura petista ao governo do Paraná. O julgamento estava marcado para esta quarta-feira (30) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) e a defesa pediu adiamento para fazer a sustentação oral.

Segundo um dos advogados da coligação “Paraná Olhando pra Frente”, Gustavo Guedes, o pedido é rotina em situações mais relevantes. “Apesar de ser um caso simples, sem razão nenhuma de impugnação, é o pedido de impugnação contra a possível próxima governadora do Estado”, explica.

O pedido de impugnação da candidatura de Gleisi feito pelo candidato Ogier Buchi (PRP) ao TRE-PR e é baseado na escolha do candidato à vice da chapa petista, Haroldo Ferreira. O PDT indicou o vice na chapa depois do prazo para realização das convenções partidárias. A defesa de Gleisi alega que as convenções tinha prazo de realização até o dia 30 de junho, mas o registro dos candidatos poderia ser feito até cinco dias depois.

 

 

Beto Richa é multado por propaganda irregular no site da Copel

30 julho, 2014 às 15:25  |  por Narley Resende

O governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, foi multado em R$ 5.320,50 nesta quarta-feira (30) por uso irregular da página oficial da Copel na internet para veicular publicidade irregular em período eleitoral.

O juiz Leonardo Castanho Mendes determinou a publicidade irregular seja retirada do ar no prazo de 24 horas. A candidata à vice-governadora na coligação de Richa Cida Borghetti (Pros) e o diretor-presidente da Copel, Lindolfo Zimmer foram multados no mesmo valor. A multa diária é de R$ 10 mil em caso de descumprimento. O despacho atende ao pedido da coligação “Paraná Olhando pra Frente”, da candidata GleisiHoffmann (PT) ao governadora do Paraná. Richa pode recorrer da decisão.

Esta é a quarta vez em 15 dias que a Justiça Eleitoral determina a retirada de propaganda irregular de sites oficiais do governo ou autarquias estaduais.

Nesta terça-feira (29), a página oficial no Facebook do governo do Estado foi retirado do ar depois de uma decisão da Justiça Eleitoral que apontou promoção pessoal do governador e sua equipe em uma série de postagens.

copel

Aécio faz primeiro ato de campanha em Curitiba no sábado

30 julho, 2014 às 14:42  |  por Ivan Santos

Presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, ao lado do governador Beto visitam o Show Rural Coopavel em Cascavel. Paraná, 03/12/2014 ? Foto Wenderson Araújo/ObritoNews

O candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves (MG) confirmou a primeira visita de campanha ao Paraná. Neste sábado, 2 de agosto, Aécio e Beto Richa (PSDB) farão, pela manhã, uma caminhada pelo Calçadão da Rua XV, em Curitiba. A concentração tucana está marcada para as 9h30 na Praça Santos Andrade.

Beto Richa vai usar redes sociais para subsidiar plano de governo

30 julho, 2014 às 14:36  |  por Ivan Santos

Tenda2

O governador Beto Richa lançou ontem a página na internet e a Tenda Digital – duas ferramentas que utilizam as redes sociais e ampliam o contato com os paranaenses na coleta de sugestões sobre novos programas de governo que serão levados no Paraná nos próximos quatro anos. “Com um espírito democrático, vamos dialogar com os paranaenses, mostrando tudo o que fizemos em nosso mandato e apresentando as melhores propostas e ideias para governar o Paraná, construídas em conjunto com a população por meio das redes”, disse Beto Richa, ao lado da candidata a vice-governadora, Cida Borghetti, e do senador Álvaro Dias.

As ferramentas digitais também serão utilizadas para apresentar os avanços do Paraná e apresentar propostas para o estado. O espaço contará com equipe de ativistas, estúdio de produção de fotos e gravação de áudio, espaço de reunião e área para visitantes acessarem a internet. O coordenador de redes sociais, Marcello Richa, destacou que a Tenda Digital é um espaço inovador que servirá para aprofundar os debates com a população e colher ideias importantes para manter o estado no rumo do desenvolvimento.

“A Tenda Digital atuará como uma grande corrente do bem para restabelecer a verdade, acabar com boatos e paradigmas, ouvir os anseios da população e apresentar as ações e projetos deste grande trabalho que o nosso governador tem feito em todo o estado, com números que orgulham os paranaenses e que fazem a diferença na melhoria da qualidade de vida de nossa gente”, afirmou Marcello Richa.

O novo site de Beto Richa (www.betoricha.com.br) também abre espaço para interatividade, compartilhamento e troca de ideias com os eleitores. No ambiente de interatividade, os visitantes poderão enviar vídeos e fotos e contribuir com opiniões para a consolidação do plano de governo 2015-2018.

“Requião liberou concessionária de pedágio de fazer duplicação em 2004″

30 julho, 2014 às 14:27  |  por Ivan Santos

A entrevista que causou a ira do candidato do PMDB ao governo do Estado, senador Roberto Requião e o fez abandonar a entrevista ao vivo hoje na rádio CBN de Cascavel, foi dada pelo empresário Marcos Formiguieri à mesma emissora em setembro de 2011. Nela, Formiguieri diz que Requião assinou um aditivo contratual em julho de 2004, liberando a concessionária Rodovia das Cataratas, de realizar obras de duplicação na BR-277, no Oeste do Estado, em troca da redução momentânea das tarifas.

“As concessionárias foram liberadas de fazer obras de duplicação no dia 29 de julho de 2004. É o tal aditivo ao contrato de concessão do pedágio que passou a se chamar contrato preliminar. Se esse aditivo fosse autorizado pelo Jaime Lerner, por qualquer outro governador, não teria problema. Ocorre que esse aditivo assinado e autorizado pelo Requião é uma traição do Requião ao povo do Paraná. Porque ele dizia e fez mote de campanha e daí criou o estelionato eleitoral, todos nós sabemos. ‘Não, se eu me eleger governador esse pedágio abaixa ou acaba’.”, apontou o empresário.

Segundo ele, a letra G da cláusula 1ª desse aditivo supostamente assinado por Requião quando era governador diz: “Alterações das obrigações das concessionárias mantendo-se as obrigações relativas à operação da concessionária (cobrar pedágio) e conservação e restauração das rodovias (Conservação é roçar a margem da rodovia e pintar a faixa e a restauração é o tapa buraco) – aquela indecência que eles vivem fazendo na rodovia, interrompendo o trânsito e causando problema. Aquilo que ele (Requião) criticava na campanha e, “excluindo-se os investimentos referentes às obras de melhorias e ampliação da capacidade”.

“Isso quer dizer que ele (Requião) desonerou e excluiu a duplicação, as obras de melhorias, como viadutos, pontes, trincheiras, aquilo que custa caro”, afirma Formiguieri.

Ouça abaixo a entrevista:

Adolescentes do Paraná desistem do voto em 2014

30 julho, 2014 às 14:23  |  por Narley Resende

Seguindo a tendência nacional, o Paraná teve queda drástica no número de jovens eleitores aptos a votar nas eleições deste ano. São 53,4% menos eleitores com 16 anos, em comparação com 2010. Entre o eleitorado com idade de 17 anos, o número diminuiu 26,9%. O dado sugere para um possível desencanto dos jovens com a política, já que por lei, o voto para quem tem entre 16 e 17 anos é facultativo – ou seja, vota quem quiser – tornando-se obrigatório apenas a partir dos 18 anos de idade.

Segundo a projeção mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – baseada em dados de crescimento populacional a partir do Censo 2010 – a população entre 15 e 19 anos representa a segunda maior fatia etária entre os paranaenses (em torno de 9%), perdendo apenas para as crianças com idades entre 10 e 14 anos (10%). Na outra ponta da faixa etária do eleitorado, o número de idosos aumentou neste ano. Os eleitores com idades entre 70 e 79 anos cresceram 9% em quatro anos. Enquanto os jovens representam 0,2% do eleitorado, os idosos aptos a votar são 4,8% dos eleitores do Estado. Entre 2010 e 2014, o eleitorado paranaense aumentou de 7,7 para 7,8 milhões de pessoas com títulos ativos.

Leia no Bem Paraná

Foto: TSE / Divulgação

Foto: TSE / Divulgação

Questionado sobre pedágio, Requião abandona entrevista na CBN de Cascavel

30 julho, 2014 às 11:56  |  por Ivan Santos

requiao cbn
Foto: reprodução/CBN/Cascavel

O candidato do PMDB ao governo do Estado, senador Roberto Requião (PMDB), abandonou hoje uma entrevista ao vivo na rádio CBN de Cascavel, depois de ser questionado sobre um suposto aditivo contratual que teria retirado obras de duplicação da BR-277 do contrato com a concessionária durante seu governo. Requião alegou que a informação era falsa, e que já teria respondido sobre isso em outra entrevista para a mesma rádio.

“Eu jamais faria isso. Eu briguei com o pedágio, pela duplicação. eu pressionei esse pessoal na Justiça. e quem tirou isso do cronograma chama-se Jaime Lerner e Cássio Taniguchi. Que é a mesma coisa que Beto Richa e Cássio Taniguchi”, reagiu Requião, indignado.

O candidato do PMDB reclamou que o jornalista Valdomiro Cantini já teria lhe questionado sobre o tema na campanha passada. “Você já falou comigo sobre isso outra vez e me irritou profundamente quando eu fui candidato ao Senado. Portanto a minha resposta você já sabe, eu expliquei pra você e demonstrei que isso é uma safadeza que levantam contra mim. E eu não vim aqui para responder a safadeza pela segunda vez”, afirmou.

Diante da insistência do entrevistador, Requião explodiu. “Isso não é verdade e você sabe disso. Eu não vou tratar desse assunto. eu não vou dizer que vou duplicar um pedágio privado que tem que ser duplicado pela concessionária. Eu posso é pressionar a concessionária como tenho feito na Justiça. E o Beto Richa retirou as ações, eu vou ter que retomar isso tudo. Mas pela segunda vez não”, vociferou, encerrando a entrevista em seguida.

“E vamos fazer o seguinte, acaba a minha entrevista aqui agora. Sou senador da República, não sou brinquedo de jornalista. Eu sou um homem sério. O meu governo se caracterizou pela seriedade. Nunca enganei ninguém, nunca disse uma mentira. Acabou a entrevista aqui na CBN”.

Ouça a entrevista aqui

Coordenador financeiro de campanha de Requião é multado pelo TCE

30 julho, 2014 às 07:07  |  por Ivan Santos

Tesoureiro da campanha do candidato do PMDB, Roberto Requião e também responsável pelo programa de governo do peemedebista, o ex-secretário da Fazenda, Heron Arzua, foi multado em R$ 1.450,98 pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), por irregularidades no recolhimento das contribuições do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) nos anos de 2009 e 2010. Além dele, foi multado também o ex-gestor da Coordenação de Administração Financeira do Estado (Cafe), Cesar Ribeiro Ferreira.

Os técnicos do TCE comprovaram que, naqueles dois anos, a secretaria descumpriu decreto federal que regulamenta a contribuição de PIS/Pasep e Cofins pelas pessoas jurídicas. Em 2009 e 2010, os pagamentos relativos ao Pasep dos servidores estaduais ficaram abaixo ou acima dos valores devidos, dependendo do mês analisado. Devido a essas divergências, a Sefa recebeu alerta da Receita Federal. “Tal fato, por certo, implica dano ao erário, uma vez que, em dado momento, haverá o necessário recolhimento das diferenças, acrescidas de multas e juros”, apontou o relator do caso, conselheiro Nestor Baptista. Segundo o TCE apurou, atualmente a situação dos repasses ao Pasep está normalizada.

TRE rejeita apreensão de panfletos contra Requião

29 julho, 2014 às 18:05  |  por Ivan Santos

doatico
Foto: Valquir Aureliano

Ao contrário do que informou a assessoria jurídica da campanha do candidato do PMDB ao governo do Estado, senador Roberto Requião, o Tribunal Regional Eleitoral rejeitou pedido do peemedebista para que fossem apreendidos dois panfletos distribuídos pelo comitê “Frente Ampla Paraná Total” – formado por dissidentes do partido e encabeçado pelo secretário-geral do PMDB de Curitiba, Doático Santos – que fazem referência a denúncias envolvendo a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), na gestão requianista.

O juiz auxiliar Guido José Döbelli, acatou somente o pedido para suspender a distribuição de outro panfleto, intitulado “Nem Gleisi, nem Requião – Beto Richa governador” – que faz referência ao comitê criado pelo grupo, em apoio à candidatura à reeleição do governador Beto Richa (PSDB), por conta da ausência do número do CNPJ do responsável pela produção do material.

Em relação aos outros dois panfletos, que reproduzem reportagens sobre a Operação Dallas, da Polícia Federal, que investiga supostas irregulares na APPA, na gestão de Eduardo Requião, irmão do candidato do PMDB, eles foram liberados. “Trata-se, à toda vista, de reprodução de notícia amplamente divulgada nos meios de comunicação a respeito de investigação policial envolvendo o irmão do autor”.

Doático afirma que Requião também foi derrotado ao tentar suspender os sites “Frente Ampla” e “Assunto Livre”, mantidos por seu grupo. “Isso nos motiva a ampliar a distribuição do material”, comemora ele.