Arquivo mensais:dezembro 2008

Que venha 2009!

31 dezembro, 2008 às 21:55  |  por Abraão Benício

Feliz Ano Novo para todos os amigos navegantes, que tiveram paciência para suportar os desmandos dos nossos representantes.
Uma saudação especial aos raros políticos que levam a sério o exercício da democracia e trabalham para evolução do país e construção de uma sociedade igualitária.
Que venha 2009!

Novatos e velhacos

31 dezembro, 2008 às 13:53  |  por Abraão Benício

Silvia Macedo para o Jornal do Estado

Pela primeira vez nos últimos anos, a Câmara Municipal de Curitiba terá uma renovação de 50% dos vereadores. Dos 38 parlamentares que tomam posse nesta quinta-feira, 1º, no Memorial de Curitiba, 15 estão assumindo o mandato pela primeira vez. Outros quatros estão retornando ao Legislativo e os outros 19 vereadores foram reeleitos.

Leia matéria completa

A posse na Capital

31 dezembro, 2008 às 10:00  |  por Abraão Benício

Os 38 vereadores eleitos para a Câmara Municipal de Curitiba serão empossados nesta quinta-feira, 1º de janeiro, às 16h, no Memorial de Curitiba, no Largo da Ordem, quando também será instalada a 15ª Legislatura. A solenidade será comandada pela Mesa provisória, presidida pelo vereador mais votado nas eleições de outubro, Roberto Aciolli (PV), conforme prevê o Regimento Interno, e secretariada pelo vereador Mario Celso Cunha (PSB). Na seqüência, também tomarão posse o prefeito reeleito, Beto Richa, e o vice-prefeito, Luciano Ducci. A vereadora Julieta Reis (DEM) foi escolhida para fazer a saudação oficial em nome dos parlamentares empossados. Mario Celso, que permanece no cargo de líder do prefeito na Casa, fará a saudação a Beto Richa.

A posse na Capital II

31 dezembro, 2008 às 09:51  |  por Abraão Benício

Os novos vereadores são Roberto Aciolli, Pastor Valdemir Soares (PRB), Serginho do Posto (PSDB), Mara Lima (PSDB), Felipe Braga Côrtes (PSDB), Professor Galdino (PV), João Cláudio Derosso (PSDB), Jairo Marcelino (PDT), Beto Moraes (PSDB), Tito Zeglin (PDT), Francisco Garcez (PSDB), Aldemir Manfron (PP), Dona Lourdes (PSB), Sabino Picolo (DEM), Celso Torquato (PSDB), Zé Maria (PPS), Roberto Hinça (PDT), Tico Kuzma (PSB), Jair Cézar (PSDB), Mario Celso Cunha (PSB), João do Suco (PSDB), Denilson Pires (DEM), Aladim Luciano (PV), Julieta Reis (DEM), Emerson Prado (PSDB), Omar Sabbag Filho (PSDB), Odilon Volkmann (PSDB), Renata Bueno (PPS), Juliano Borghetti (PP), Pedro Paulo Costa (PT), Algaci Tulio (PMDB), Júlio César Sobota (PSC), Jonny Stica (PT), Caíque Ferrante (PRP), Professora Josete (PT), Noemia Rocha (PMDB) e Dirceu Moreira (PSL).

A coluna desta quarta-feira (31) no JE

31 dezembro, 2008 às 01:46  |  por Abraão Benício

Vitória de Pirro
Roberto Requião é um fenômeno. A 730 dias do final do calvário – atual mandato – o peemedebista conseguiu a façanha de atingir índices de desaprovação que englobam metade da população do Estado.
O motivo principal é a discrepância entre o discurso da “Carta de Puebla” e as ações. A máscara caiu. Muitos dos eleitores que ajudaram o governador a se perpetuar no Poder e lhe asseguraram um novo mandato em 2006 já não acreditam mais em seu discurso repetitivo e vazio.
Se as eleições fossem hoje e a disputa envolvesse o prefeito Beto Richa (PSDB), o senador Osmas Dias (PDT) e o próprio Requião, certamente o terceiro sequer chegaria ao segundo turno.
Ao derrotar Osmar Dias em 2006, por diferença de 10,4 mil votos, Requião obteve a clássica “Vitória de Pirro” – expressão utilizada para expressar uma vitória obtida a alto preço, potencialmente acarretadora de prejuízos irreparáveis.
Assim como o lendário general grego, o governador paranaense não mediu custos para saciar sua ganância, manter as mordomias, acomodoar os familiares e preservar a imunidade parlamentar. Pagam os contribuintes.
A dois anos das próximas eleições, Requião já prepara terreno para obter nova vitória – mesmo que seja de Pirro – e garantir confortável cadeira no Senado.
Para repor os prejuízos da disputa anterior e encher as burras para 2010, o governador já comandou os vassalos da Assembléia na operação que culminou com a aprovação do projeto de reajuste do ICMS de combustíveis, energia elétrica, bebidas e telefonia.
Como a democracia das urnas não é a mais justa das democracias, Requião será eleito senador. Em pouco tempo, estará isolado em Brasília, mas deixará para trás a herança maldita de um governo pautado pelos interesses pessoais.

Teias de aranha
Os deputados estaduais, principalmente o presidente da Assembléia, Nelson Justus (DEM), insistem na teoria de que durante o período de recesso parlamentar as atividades na Casa seguem normalmente. Rápido acesso a página do Legislativo na internet revela que as atualizações do site cessaram no último dia 17.

Terno e gravata
O vereador Julião da Caveira (PSC), muito habituado ao chinelo de dedo, regata e bermuda, se comprometeu com o presidente da Câmara de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), a trajar terno e gravata na cerimônia de posse dos eleitos no próximo dia 1º. O presidente da torcida organizada “Os Fanáticos” levou um puxão de orelhas de Derosso no último dia 22, quando apareceu no estilo “praiano” na sessão preparatória para 2009.

PMDB no Litoral
Nem mesmo o período de férias e as festas de final de ano parecem esfriar os ânimos dos peemedebistas do Paraná. No Litoral, o secretário de Estado do Meio Ambiente, Rasca Rodrigues e o prefeito de Pontal do Paraná, Rudisney Gimenes – ambos correligionários de Requião (PMDB) – travam uma pequena guerra. Rasca acusa Gimenes de ter determinado a retirada de sinalização instalada pelo governo do Estado alertando os veranistas sobre a proibição do estacionamento de carros em áreas de restinga. “O prefeito não tem qualquer compromisso com o meio ambiente. É do meu partido, mas isso não pode acontecer”, dispara Rasca.

R$ 50 milhões
O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) notificou as Prefeituras de Pontal e Guaratuba e deu prazo de 48 horas para que as placas de sinalização sejam reinstaladas, sob pena de pagamento de multa de R$ 50 milhões.

FATOS OU BOATOS?
O vice-governador Orlando Pessuti (PMDB) será o representante do Governo na cerimônia de posse dos eleitos em Curitiba neste dia 1º. Pessuti, que tem bom relacionamento com o prefeito Beto Richa, substituirá Roberto Requião, que permanece com os familiares na Ilha das Cobras.

FRASE DO DIA
“Já está na hora do governador Requião devolver o Paraná aos trilhos do desenvolvimento. Vamos cobrar isso. Qualquer erro ou falta de políticas de desenvolvimento será sentido em grande intensidade pela população. Com raríssimas exceções, não é possível apontar grandes conquistas neste período”, do líder do bloco Democrata na Assembléia, deputado Plauto Miró, sobre os primeiros dois anos do atual mandato do governador Roberto Requião (PMDB).

RÁPIDAS
Em Curitiba, a cerimônia de posse dos eleitos, nesta quinta-feira, será dividida em duas etapas. Na primeira, que começará às 16h, ocorrerá a sessão solene de instalação da 15ª legislatura e posse dos 38 vereadores eleitos para o mandato 2009-2012.***Em seguida, o prefeito Beto Richa e o vice-prefeito Luciano Ducci tomarão posse perante a Câmara Municipal de Curitiba. Depois de assinar o termo de posse, Richa fará o seu primeiro pronunciamento como prefeito reeleito de Curitiba.*** Às 19h, começará a segunda cerimônia, com a posse do secretariado municipal para o segundo mandato do prefeito Beto Richa e do vice-prefeito Luciano Ducci.

Bovespa fecha 2008 em -41,22%

30 dezembro, 2008 às 20:40  |  por Abraão Benício

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou 2008 em baixa de 41,22%, aos 37.550,31 pontos. Foi a segunda maior queda da história, atrás apenas da ocorrida em 1972, de 44,42%.

Juiz nega pedido do PP para posse do vice de Belinati

30 dezembro, 2008 às 18:46  |  por Abraão Benício

O juiz da 41ª Zona Eleitoral, Mário Azolini, negou na tarde de hoje um pedido de antecipação de tutela, proposto pelo partido, para que o vice-prefeito eleito de Londrina, Fernando Nicolau — da chapa de Antonio Belinati — tomasse posse como prefeito até que seja definida a situação de Belinati.
Dirigentes e advogados do PP/PR desembarcam amanhã em Curitiba na tentativa de conseguir do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) autorização para posse de Nicolau.

Dono da Gol indiciado por homicídio

30 dezembro, 2008 às 17:51  |  por Abraão Benício

O empresário Nenê Constantino, dono da empresa aérea Gol, foi indiciado pela Polícia Civil de Brasília por um homicídio e por uma tentativa de homicídio. O empresário é acusado de organizar os crimes, ocorridos em fevereiro de 2005. As vítimas moravam num terreno de Constantino que foi invadido por 70 famílias. Segundo a rádio CBN, a informação foi divulgada hoje numa entrevista coletiva em Brasília.

No início deste mês, a polícia de Brasília informou o indiciamento de Constantino por outro homicídio. Ele é acusado de mandar matar um morador do terreno em outubro de 2001. Ao aprofundar as investigações de balística, a perícia constatou que a mesma arma foi usada no crime. O empresário negou as acusações. Outros dois funcionários de Constantino foram indiciados pelos crimes. Se condenados, eles podem pegar até 30 anos de prisão por cada um dos homicídios.

Da Agência Estado

Atenção doadores!!!

30 dezembro, 2008 às 17:29  |  por Abraão Benício

O Hospital de Clínicas em Curitiba precisa, com urgência, de doadores de todos os tipos de sangue. Em virtude das comemorações de final de ano, o número de doadores caiu e os estoques estão no limite.

Maiores informações pelo telefone 3360-1800

Cascavel, mas no Ceará

30 dezembro, 2008 às 17:26  |  por Abraão Benício

O Ministério Público do Ceará (MP-CE) obteve hoje uma liminar, junto à Justiça Federal, que reitera a indisponibilidade dos bens e valores do prefeito da cidade de Cascavel, Eduardo Florentino Ribeiro (PSDB). O tucano responde a quatro ações de improbidade administrativa na Justiça Federal do Estado, além de ser réu de um processo em que é acusado de praticar atos ilícitos no exercício do cargo.

Deu na Agência Estado