Grudados ao PSDB

6 novembro, 2009 às 08:28  |  por Josianne Ritz

Deu na Parabólica

Entre os presentes ao palanque do governador Roberto Requião (PMDB) que despencou ontem, em Paiçandu, estava o deputado estadual Luiz Nishimori (PSDB). O curioso é que o PSDB, partido de Nishimori, havia decidido, em junho deste ano, partir para a oposição radical a Requião, por conta dos ataques ao prefeito Beto Richa. O tucano, porém, permanece grudado no governador, ignorando solenemente a ordem do partido.

Aliás, a cúpula estadual tucana também havia dado um prazo de 30 dias para que o deputado estadual licenciado, Nelson Garcia (PSDB), deixasse o comando da Secretaria de Estado do Trabalho, pelo mesmo motivo. Garcia se fingiu de morto, continuou no cargo, e nada aconteceu.

Os casos de Nishimori e Nelson Garcia são apenas um exemplo de como o comportamento do comando estadual do PSDB é dúbio e omisso. A dúvida é saber como o eleitor vai acreditar, depois, nas eleições de 2010, no discurso de oposição dos tucanos, enquanto boa parte do partido continua pendurado no governo Requião, em busca de benesses e privilégios.

1 Comentários

Uma ideia sobre “Grudados ao PSDB

  1. antonio carlos

    O eleitor é desmemoriado mesmo. Passada uma semana da eleição não lembra em quem votou, e já está falando mal de político. ACarlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>