A hipocrisia e as pulseiras do sexo

8 abril, 2010 às 10:03  |  por Josianne Ritz

A vereadora Renata Bueno (PPS) classificou ontem de hipocrisia e inversão de valores, as propostas de lei que pretende proibir o uso e comercialização das chamadas “pulseiras do sexo”, por conta de supostos abusos cometidos contra adolescentes. “Quer dizer que um criminoso agride e estupra uma menina e a culpa é dela? Por esse mesmo raciocínio, daqui a pouco veremos legisladores tentando proibir às mulheres o uso de saias curtas ou biquínis, por exemplo, porque estariam induzindo os homens a violentá-las”, comparou.

Enquanto isso, na Assembleia, o deputado Edson Praczyk (PRB) apresentou projeto justamente para criar uma lei estadual que proíba a venda dessas pulseiras, bem como o uso das mesmas em escolas públicas e privadas. Pela proposta, o estabelecimento que desrespeitar a lei estará sujeito a multa de R$ 5 mil e perda de inscrição estadual.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>