Ligações perigosas

25 abril, 2012 às 07:48  |  por Josianne Ritz

Nova reportagem veiculada ontem pela RPC aponta que empresas e funcionários ligados a vereadores da Câmara Municipal receberam verbas de publicidade da Casa. Segundo as denúncias, o jornal Folha do Boqueirão, que tem como sócio o presidente do Conselho de Ética do Legislativo Municipal, vereador Francisco Garcez, teria recebido, em um único dia, R$ 14 mil em recursos da Câmara. Garcez alegou que se afastou da direção do veículo quando assumiu o mandato. Mas documentos obtidos pela RPC apontam que ele só se afastou em setembro do ano passado, dois meses após o surgimento das primeiras denúncias de gastos irregulares com publicidade da Casa na gestão do ex-presidente, João Cláudio Derosso (PSDB).

Já o líder da bancada do PMDB, vereador Emerson Prado, que presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigou as denúncias contra Derosso, teria em seu gabinete um funcionário sócio de uma gráfica que também teria recebido verbas de publicidade da Câmara. Prado afirmou não ter conhecimento de que seu funcionário seria sócio de uma gráfica, nem que essa empresa teria recebido os recursos do Legislativo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>