Veja antecipa edição e diz que Lula e Dilma sabiam de corrupção na Petrobras

23 outubro, 2014 às 19:10  |  por Narley Resende

veja aaaaaa

A Revista Veja promete antecipar a publicação desta semana para sexta-feira em uma tentativa de divulgar uma “bomba” na véspera da eleição presidencial. Tradicionalmente publicada aos sábados e distribuída aos domingos, a revista já mostrou a capa, antecipada nesta quinta-feira e publicada na internet.

Uma suposta “revelação” do doleiro preso na Operação Lava Jato Alberto Youssef, a que a revista diz ter conseguido acesso seria a prova de que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula sabiam do esquema de desvio de recursos da Petrobras, comandado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e operado por Youssef. “Eles sabiam de tudo”, diz a revista em uma clara tentativa de prejudicar a campanha petista.

1 Comentários

6 ideias sobre “Veja antecipa edição e diz que Lula e Dilma sabiam de corrupção na Petrobras

  1. gabi

    Felizmente, a população não aceita mais a opinião da imprensa como uma verdade absoluta, aos poucos estamos questionando as matérias, os comentários e as notícias divulgados pelos veículos de comunicação.
    Todo cidadão consciente sabe que a Velha Mídia é monopolizada pela elite conservadora que não aceita mudanças, muito menos políticas sociais voltadas para os mais pobres. A imprensa possui interesses econômicos, ideológicos, políticos, sociais e culturais, portanto, não procede as suas atividades de forma imparcial, informações são omitidas e fatos distorcidos, por razões que não tem haver com o interesse público e sim com a manutenção das estruturas econômicas e de poder.
    Regulamentação da Mídia não é censura, todos temos que respeitar a Lei, inclusive a imprensa, as calúnias, as difamações, as distorções e os relacionamentos promíscuos, como o da Revista Veja com o ex- senador Demóstenes e o bicheiro Carlinhos Cachoeira, são exemplos do que não deve ser permitido.
    Outra questão que tem que ser discutida, é a DEMOCRATIZAÇÃO dos meios de comunicação, não é correto a oligarquia da imprensa, um número reduzido de famílias controlando os grandes impérios da comunicação no Brasil. É inconcebível um nº pequeno de barões da mídia monopolizando a informação em nosso país, fazendo uma verdadeira lavagem cerebral na cabeça dos menos avisados, dos ignorantes, dos alienados, dos analfabetos funcionais.
    Nosso país precisa radicalizar nesse campo, proporcionando “a cada tribo”, a cada partido político, a cada instituição, a cada cidadão a possibilidade de transmitir a sua mensagem. Como dizia o ex- governador Leonel Brizola: “a população precisa dizer Não, um Não rotundo que está contido no peito”, sufocando a diversidade de opinião tão saudável à DEMOCRACIA – chega de monopólios e golpismos advindos da falta de democracia na imprensa brasileira!

  2. Marques

    O advogado de Youssef, Antonio Figueiredo Basto, confirmou que o doleiro prestou depoimento à Polícia Federal de Curitiba na última terça-feira, mas disse não ter conhecimento da informação citada pela revista. “Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso” afirmou Basto.

    Ele disse que Youssef prestou muitos depoimentos no mesmo dia e que o doleiro estava acompanhado de advogados de sua equipe. “Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. É preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação.”

    Basto também disse que a defesa não possui cópia do que foi falado por Youssef à Polícia Federal. “Nós não temos como pegar em mãos e não ficamos com cópia de nada. (fonte: Gazeta do Povo).

  3. Ana

    A revista veja é um lixo que depõe muito contra a imprensa brasileira. Foi desmentida por vários outros veículos inclusive peos responsáveis pela investigação. É o suspiro desesperado da direita inescrupulosa, para quem valem mentiras e calúnias inclusive, enquanto vai se desenhando a derrota de seu mal escolhido candidato. Acumulam-se os processos nos tribunais das vítimas das calúnias da veja. O falecido Luiz Gushiken foi um deles. Sinto ver o Bem Paraná reproduzindo esta falácia.

  4. Ana

    Deveriam noticiar o envolvimento de Álvaro Dias, desde a CPI do Banestado e agora na delação premiada, com este mesmo doleiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>