Deputados adiam votação de projeto que libera cerveja nos estádios

12 junho, 2017 às 14:44  |  por Ivan Santos

assembleia

Por acordo entre a direção da Assembleia Legislativa e líderes partidários, os deputados desistiram de votar hoje o polêmico projeto que libera a venda e o consumo de cerveja nos estádios de futebol e arenas esportivas do Paraná. Segundo o 1º vice-presidente da Casa, deputado Guto Silva (PSD), a decisão foi tomada porque muitos parlamentares, inclusive o presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), estão em viagem e não poderão participar dos debates.

A previsão é que o projeto volte à pauta na próxima quarta-feira (14), ou na semana que vem. Onze deputados assinam o projeto: o líder do governo na Casa, Luiz Claudio Romanelli (PSB), Alexandre Curi (PSB), Stephanes Junior (PSB), Ademir Bier (PMDB), Pedro Lupion (DEM), Marcio Pauliki (PDT), Tiago Amaral (PSB), Fernando Scanavaca (PDT), Marcio Nunes (PSD), Nelson Justus (DEM) e Anibelli Neto (PMDB). A proposta regulamenta a venda e o consumo de cerveja e chope nos estádios.

Na justificativa, os autores alegam que o “Estatuto do Torcedor” (Lei Federal nº 10.671/2003) não proíbe a venda e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios, mas apenas o “porte de objetos, bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar atos de violência”. O projeto ainda argumenta, por exemplo, que a experiência da Copa do Mundo FIFA 2014 promoveu eventos com cerveja liberada e nem por isso teria sido registrado qualquer aumento nos índices de violência nos estádios.

A proposta sofre resistência da bancada evangélica na Assembleia, que apresentou projeto na direção contrária, para proibir a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios através de lei estadual.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>