Rocha Loures é transferido para sede da PF após ameaças de morte

13 junho, 2017 às 17:11  |  por Ivan Santos

rocha loures Reprodução

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou hoje que o ex-deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures (PMDB) seja removido do presídio da Papuda e retorne à carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Brasília. A decisão foi tomada após pedido da defesa, que alegou que o peemedebista estaria sendo alvo de ameaças de morte.

Rocha Loures foi preso no último dia 3, depois de ser filmado pela PF recebendo uma mala com R$ 500 mil em propina de um executivo do grupo JBS, em uma pizzaria em Brasília. Em conversa gravada pelo dono da JBS, Joesley Batista, o presidente Michel Temer teria indicado o paranaense como “homem de confiança” para defender interesses do grupo junto ao governo.

O ex-deputado havia sido transferido para o presídio da Papuda na última quarta-feira, depois de permanecer quatro dias na sede da PF na Capital Federal. Na sexta-feira (09), ele manteve silêncio no depoimento à polícia, atendendo orientação de seus advogados. Rocha Loures teria chegado a sondar a Procuradoria Geral da República sobre a possibilidade de fazer uma acordo de delação premiada, mas a negociação não foi adiante.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>