PSB ‘desconvida’ Osmar Dias, mas depois volta atrás

7 novembro, 2017 às 16:15  |  por Ivan Santos

osmar dias

A divulgação de uma carta do presidente do PSB do Paraná, Severino Araújo, comunicando o ex-senador e pré-candidato ao governo do Estado, Osmar Dias (PDT), de que o partido não teria mais interesse em sua filiação causou surpresa nos meios políticos paranaenses hoje. No texto, o dirigente alega que como já se passaram onze meses desde que a legenda o convidou para se filiar e ser candidato ao Palácio Iguaçu pela sigla no ano que vem, sem que houvesse uma resposta, a sua entrada no partido não seria mais uma “unanimidade”.

Um dos responsáveis pelo convite, o líder do governo Beto Richa na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), garante, porém, que a legenda continua aberta e interessada em atrair Osmar. Segundo ele, a carta teria sido uma iniciativa pessoal do presidente do PSB estadual, e sem respaldo na bancada do partido na Assembleia, que não teria sido consultada. “Isso foi uma decisão individual do Severino. E ele já fez um esclarecimento de que não está ‘desconvidando’ o senador”, explica Romanelli. “Severino é dirigente partidário, mas essa decisão não foi compartilhada. Ele disse que faria isso ontem, e só comunicou (a bancada). Eu disse que era contra”, afirma o parlamentar.

Na avaliação de Romanelli, a atitude do presidente da sigla seria uma tentativa de acelerar uma definição de Osmar. E a avaliação da bancada é de que não há motivos para apressar o processo, já que o prazo final para a filiação partidária de quem vai disputar a eleição do ano que vem é abril de 2018. “Acho que seria bom até (uma definição antecipada) para começar um trabalho mais estruturado. Mas essas questões vão até março do ano que vem para serem decididas”, considera.

“A relação da bancada com o Osmar continua como antes. O Osmar será bem vindo e se vier será candidato ao governo”, garante Romanelli.

O PSB convidou Osmar para se filiar ao partido e ser candidato ao governo. O partido é ligado ao grupo do governador Beto Richa (PSDB), que nessa articulação, seria um dos candidatos ao Senado por uma coligação que incluiria os tucanos.

O ex-senador também recebeu convite para migrar para o “Podemos”, nova sigla pelo qual seu irmão, o senador Alvaro Dias, é pré-candidato à presidência da República.

Hoje, Osmar está em Brasília para reunião da direção nacional do PDT e também encontro com Alvaro. Ele tem dito que não tem pressa para definir partido ou alianças e que sua prioridade é elaborar um programa de governo para o Estado.

1 Comentários

Uma ideia sobre “PSB ‘desconvida’ Osmar Dias, mas depois volta atrás

  1. Sheriff Monteiro

    O osmar vai abraçar o podemos e juntos em 2018 com alvaro dias em brasília o paraná terá novamente desenvolvimento.O sheriff monteiro como deputado federal marcará presença efetiva defendendo os direitos dos cidadãos do paraná em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>