Arquivos da categoria: Esportes

Corte no orçamento não afetará finanças da Copa de 2014, garante ministro

6 janeiro, 2010 às 14:51  |  por Abraão Benício

O vereador Mario Celso Cunha (PSB) manteve contato hoje com o Ministério do Esporte e ouviu de Orlando Silva e do assessor especial Ricardo Gomyde, que o corte de R$ 1,8 milhões feito no Orçamento da União deste ano não afetará a programação financeira para a Copa do Mundo 2014. Segundo o presidente da Comissão da Copa do Mundo 2014 da Câmara Municipal de Curitiba, o Ministro garantiu que “essa restrição no orçamento não implica nenhuma mudança na estratégia do governo federal”. Segundo o vereador Mario Celso “os recursos cortados seriam utilizados em obras de infraestrutura no país, atingindo outras previsões e não as programadas para a Copa. Os recursos planejados para as doze cidades sedes continuam mantidos”, completou.

Orçamento reduz verbas para Copa de 2014

4 janeiro, 2010 às 18:16  |  por Abraão Benício

O relatório do orçamento de 2010 foi finalizado hoje e deve ser encaminhado até quarta-feira para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para atender acordo firmado com a oposição para viabilizar a aprovação do orçamento, o relator, deputado Geraldo Magela (PT-DF), fez um corte de R$ 2,498 bilhões em suas emendas. Esses recursos serão utilizados para atender as bancadas estaduais. De acordo com o texto final do orçamento, o montante que será destinado para emendas de bancada passou de R$ 8,614 bilhão para R$ 11,112 bilhões. Os recursos para cultura e obras de infraestrutura para a Copa de 2014 foram os mais prejudicados.

O maior corte – de R$ 1,8 bilhão – foi feito nos investimentos para as cidades que sediarão a Copa do Mundo. Também perderam a área de cultura (R$ 400 milhões) e de irrigação (R$ 160 milhões).

Leia mais na Agência Estado

Osmar Dias diz que STJD foi tendencioso no julgamento do Coxa

16 dezembro, 2009 às 19:06  |  por Abraão Benício

O líder do PDT no Senado Federal, Osmar Dias, questionou os critérios utilizados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no julgamento de ontem (dia 15) que puniu o Coritiba Football Club com multa de R$ 600 mil e perda de mando de 30 jogos no Campeonato Brasileiro. Osmar pediu ainda um estudo à Consultoria Técnica do Senado para avaliar as possibilidades legais de transferir o STJD para Brasília.

Segundo Osmar há exemplos de julgamentos tendenciosos feitos pelo STJD onde os times de outros Estados acabam sofrendo injustiças. “O STJD tem que mudar para Brasília, porque aqui é campo neutro; aqui, como todos os tribunais superiores, ele vai funcionar para agir com justiça e não praticar injustiça como praticou agora”, afirmou.

Osmar Dias lembrou que no campeonato de 2000, quando, em São Januário, o Vasco disputava uma partida com o São Caetano, o alambrado caiu ferindo duzentas pessoas e o campo foi invadido. Naquela oportunidade o Vasco da Gama conseguiu que o STJD não aplicasse sequer uma multa, suspensão ou interdição do estádio e remarcasse a partida  um mês depois do ocorrido. “Que poder tem o Vasco! E que pouco poder tem o Coritiba junto ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva!”, ironizou.

Richa vai sancionar identificação de torcedores

16 dezembro, 2009 às 17:48  |  por Abraão Benício

Foi aprovado em segundo turno, nesta quarta-feira, na Câmara de Curitiba, o projeto que prevê a identificação de torcedores em jogos na capital. O debate da proposta, que visa impedir a entrada do mau torcedor, estabelecendo multa aos clubes que não cumprirem as normas, tomou parte da sessão. Além dos autores, Tico Kuzma (PSB), Roberto Aciolli (PV) e Juliano Borghetti (PP), diversos vereadores, em apartes ou na tribuna, justificaram seus votos. O documento, que prevê, além do cadastro com foto, central de monitoramento em estádios com mais de 15 mil lugares, segue agora para o Executivo e, segundo o líder do prefeito na Casa, vereador Mario Celso Cunha (PSB), Beto Richa já sinalizou pela sanção.

Gomyde na tropa de choque do Coxa

15 dezembro, 2009 às 17:59  |  por Abraão Benício

O assessor especial do Ministério dos Esportes, Ricardo Gomyde, acompanha neste momento no Rio de Janeiro o julgamento do Coritiba no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Além de Gomyde, que é diretor do clube, a tropa de choque coxa-branca é formada ainda pelo diretor jurídico, Gustavo Nadalin, e pelo presidente Jair Cirino.
Expectativa é de que o Coxa seja punido exemplarmente – até pela pressão da mídia nacional – pelos acontecimentos do jogo contra o Fluminense no Couto Pereira, há duas semanas.

Torcedores fichados terão que se apresentar em delegacias nos dias de jogos

15 dezembro, 2009 às 16:02  |  por Abraão Benício

A barbárie promovida por alguns torcedores do Coritiba há duas semanas, durante o Campeonato Brasileiro, levou os deputados Ney Leprevost e Alexandre Curi propor um projeto de lei que assegure a integridade física daqueles que freqüentam os estádios de futebol. Um dos artigos de seu projeto menciona que torcedores detidos sejam cadastrados pela Secretaria de Segurança Pública e conduzidos à autoridade judiciária, devendo após o devido processo legal apresentar-se, pelo prazo determinado, na delegacia mais próxima de sua residência nos dias e horários de jogos de seu time, onde poderá prestar serviços à comunidade e se informar sobre exercício da cidadania, com leituras apropriadas.

Leia mais

Praça do Gaúcho será reaberta no sábado

14 dezembro, 2009 às 16:48  |  por Abraão Benício

Está confirmada para o próximo sábado a festa de entrega da revitalizada praça do Gaúcho – tradicional reduto de eskatistas de Curitiba.
A obra foi realizada a partir de emenda apresentada pelo vereador Felipe Braga Cortes (PSDB), que está organizando um campeonato de skate para comemorar o feito.

Projeto defende torcida única em estádios

10 dezembro, 2009 às 16:46  |  por Abraão Benício

Diante dos alarmantes episódios de violência nos estádios brasileiros, com freqüentes notícias de espancamentos, danos ao patrimônio público, à propriedade privada e até casos de morte por motivos banais, como uma simples derrota no campo esportivo, o deputado federal Ratinho Junior  (PSC/PR) apresentou, nesta semana, na Câmara Federal, uma proposição para tentar reverter e, até, impedir esses episódios. O deputado propôs a adoção de jogos com torcida única. Esta medida já implantada na Argentina, desde 2007, reduziu a violência nos estádios, nas suas imediações e nas cidades.

Na ocasião, a Justiça da Argentina determinou que os clássicos mais importantes e os jogos da Segunda e Terceira Divisões locais fossem assistidos somente por torcedores do mandante. Para o deputado, nada justifica a situação vigente de violência, perdas e danos nas cidades brasileiras.  “Até o suposto ganho a mais com a venda de 10% ou 20% de ingressos, para os torcedores da equipe visitante, vai para o ralo com a depredação dos estádios, dos veículos, de terminais de ônibus e de outros bens públicos e particulares. Além disso, essa cota de ingressos pode ser vendida para os torcedores da equipe mandante. Por fim, e o mais importante: será possível evitar agressões físicas e a morte de muitos jovens torcedores”, defende Ratinho Junior.

Oposição critica ação policial no Couto Pereira

7 dezembro, 2009 às 18:40  |  por Abraão Benício

couto.JPG
couto1.JPG
couto2.JPG
Fotos: Franklin de Freitas

O líder do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, criticou a falta de ação da Secretaria Estadual de Segurança Pública para coibir um possível confronto após o jogo entre Coritiba e Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. Ao final da partida os torcedores do Coritiba, revoltados com o rebaixamento para a 2ª divisão, invadiram o gramado do estádio Couto Pereira agredindo o juiz e os poucos policiais militares que ali estavam.
“Em um jogo daquela importância era sabido o que poderia acontecer no final. A Secretaria de Segurança deveria ter se precavido e colocado mais policiais para garantir a segurança dos jogadores e das pessoas de bem que ali estavam”, relatou.

Leia mais

Depois das casas noturnas, vereadores querem identificar torcedores nos estádios

7 dezembro, 2009 às 18:15  |  por Abraão Benício

Baseado na ideia da proposta já aprovada na Câmara e que prevê identificação de frequentadores de casas noturnas, de autoria do vereador Roberto Aciolli (PV), o vereador Tico Kuzma (PSB) propôs, nesta segunda-feira (7), projeto de lei para obrigar também a identificação de torcedores nos estádios de futebol de Curitiba. A medida foi tomada devido ao ocorrido neste domingo (6), quando, ao apito final do jogo do Coxa contra o Fluminense, diversos torcedores invadiram o campo para atacar os jogadores, transformando o Couto Pereira numa verdadeira praça de guerra.