Arquivos da categoria: Paraná

Paraná pode reeleger 22 deputados federais, segundo Diap

15 setembro, 2014 às 19:42  |  por Narley Resende

diap

Um levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar mostra as candidaturas “competitivas” do Paraná à Câmara Federal. Das 30 vagas que o Paraná tem direito na câmara dos deputados, segundo do Diap, o PT é o partido com chance de fazer a maior bancada paranaense em Brasília, com 4 a 6 deputados. O PMDB viria em seguida, com chance de eleger de 3 a 5 deputados.

Entras as 30 vagas do Paraná na Câmara, 22 deputados teriam chance de se reeleger, de acordo com o levantamento. Segundo a lista Diap, o PSC garantiria de 3 a 4 vagas; o PSDB, de 2 a 3 vagas; e PP, de 2 a 3. O PSB, PSD, DEM, PR e PPS, de 1 a 2 vagas cada. E PTB, PROS, PCdoB, PV, PRB e SD, de 0 a 1 vaga cada partido. O levantamento toma por base informações como serviços prestados, vinculação a grupos políticos, econômicos e sociais, influência regional, estrutura partidária e apoio financeiro. Além disso, o departamento adotou como metodologia, a consulta a jornalistas, parlamentares, pesquisas eleitorais, especialistas, entre outras análises.

Richa pode dizer que 1,7 mil escolas “já ofereceram” educação integral

15 setembro, 2014 às 18:06  |  por Narley Resende
foto: divulgação / Beto Richa

foto: divulgação / Beto Richa

O candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB), foi autorizado a dizer que 1,7 mil escolas estaduais já ofereceram educação integral no Paraná. O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo, pediu à Justiça Eleitoral que a propaganda de Richa fosse retirada do ar porque as escolas não oferecem o serviço e a afirmação do tucano seria mentira ao eleitor.

De acordo com a decisão, em consonância com o parecer do Ministério Público Eleitoral, não há irregularidade em função do “tempo verbal” utilizado na propaganda. “A informação divulgada na propaganda afirma que as 1.700 escolas já ofereceram educação integral ou atividade de contraturno, ou seja, a partir dos tempos verbais empregados tem-se que não é afirmado que hoje todas estas escolas oferecem estes serviços, mas sim que eles já foram oferecidos em algum momento” afirma o parecer. A decisão é monocrática e cabe recurso ao senador Requião.

Requião perde 45 segundos na TV por invadir horário de candidatos a deputado

15 setembro, 2014 às 17:48  |  por Narley Resende

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, perdeu mais duas inserções de 15 segundos da propaganda eleitoral na emissora RIC TV Record por invadir os horários destinados aos candidatos a deputado. É a quarta decisão que retira tempo de TV de Requião pelo mesmo motivo. Na semana passada, a propaganda da coligação “Paraná com Governo” do candidato do PMDB ao governo perdeu outras 23 inserções de 15 segundos porque teria invadido o horário destinado às campanhas proporcionais.

Beto Richa lidera em pesquisa Radar/Bem Paraná

15 setembro, 2014 às 00:05  |  por Narley Resende

radar

O governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, lidera mais uma pesquisa eleitoral no Paraná no primeiro turno. O instituto Radar, encomendada pelo Bem Paraná mostra o candidato tucano com 46% das intenções de voto se as eleições fossem hoje. O senador Roberto Requião (PMDB) aparece em segundo lugar na corrida ao Palácio Iguaçu, com 28%, seguido da senadora Gleisi Hoffmann (PT), com 14% na pesquisa estimulada.

Os candidatos Bernardo Pilotto (PSOL) e Ogier Buchi (PRP) tem 1% cada. Já os candidatos Rodrigo Tomazzini (PSTU), Tulio Bandeira (PTC) e Geonísio Marinho (PRTB) somados não têm 1%, segundo o instituto. Não sabem ou não responderam somam 10% dos eleitores que participaram da pesquisa.

Leia mais no Portal Bem Paraná

Richa consegue na Justiça a suspensão de seis páginas do Facebook

14 setembro, 2014 às 19:32  |  por Narley Resende

fora

O Facebook tem 48 horas para suspender seis páginas e comunidades que têm conteúdo contrário ao governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição. Além da suspensão das páginas, a Justiça Eleitoral determinou neste domingo (14) a identificação dos responsáveis pelas publicações, sob pena de R$ 10 mil por dia de descumprimento.

A empresa alega que as páginas não são anônimas em razão da possibilidade de se identificar o real responsável pelo conteúdo combatido. O Facebook defende ainda a “necessidade de se garantir a liberdade de expressão e o debate político na internet para a democracia brasileira”.

O juiz Leonardo Castanho Mendes discordou da defesa e afirmou que as publicações são ofensivas. “O direito à liberdade de expressão não passa pela garantia da ofensa à honra de quem quer seja. Ademais, tendo a ofensa sido gerada no bojo da campanha eleitoral, é dever desta Justiça Especializada agir para coibi-la”, sentenciou.

Devem ser tiradas do ar as páginas ‘Muda Paraná’; ‘Beto Richa Não’; ‘Não vote em Beto Richa; ‘Chega de Beto Richa’; ‘Fora Beto Richa’; e ‘Partido Político Fora Beto Richa’.  Ainda cabe recurso da decisão em primeiro grau.

Justiça determina fim de panfletos e Requião pede prisão de Doático

14 setembro, 2014 às 18:49  |  por Narley Resende
Foto: Valquir Aureliano

Foto: Valquir Aureliano

A Justiça Eleitoral determinou pela quarta vez o recolhimento do jornal apócrifo distribuído pelo secretário municipal do PMDB de Curitiba Doático Santos contra o senador e candidato ao governo do Paraná Roberto Requião (PMDB). Desta vez, a Justiça determinou a suspensão imediata da publicação do jornal “Paraná Total”, distribuída por Doático. Segundo a decisão publicada ontem, o secretário do PMDB tem distribuído sistematicamente “panfletos difamatórios com informações inverídicas” contra Requião e sua família. O candidato pediu a prisão de Doático, caso os panfletos voltem a ser distribuídos.

Um oficial de Justiça foi até a casa de Doático e também na região da Arena da Baixada, onde os jornais irregulares estariam sendo distribuídos, mas não encontrou nada. De acordo com o juiz Leonardo Castanho Mendes, além da campanha eleitoral negativa, o “periódico” estar sem registro no TRE e não ter candidato ou coligação responsável pela publicação, o jornal contém contradições óbvias. “O próprio “jornal” traz informações contraditórias: enquanto na primeira página se estampa o valor de R$ 1,00 por edição, na página 02 há informação de se tratar de periódico de “circulação semanal, com distribuição gratuita e dirigida”, afirma. Doático pode recorrer da decisão.

Desde o início da campanha eleitoral, o secretário municipal do partido e outros dissidentes do PMDB têm feito campanha contrária à candidatura de Requião ao governo. Os dissidentes eram contrários à indicação de candidatura própria do partido e apoiavam o governador Beto Richa (PSDB) no Palácio Iguaçu. A convenção estadual do PMDB optou por Requião e os dissidentes passaram a fazer campanha contrária ao candidato.

Gleisi perde seis inserções no rádio por invadir horário de candidatos a deputado

14 setembro, 2014 às 17:21  |  por Narley Resende

A Coligação “Paraná Olhando Pra Frente”, da candidata ao governo do Paraná Gleisi Hoffmann (PT) perdeu seis inserções de 30 segundos durante a propaganda eleitoral gratuita no rádio, em formato de inserção. Segundo a Justiça Eleitoral, Gleisi descumpriu uma decisão liminar da semana passada e a propaganda ao governo invadiu o horário destinado aos candidatos a deputado. A ação movida pela coligação “Todos Pelo Paraná”, do governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, pretendia que a Justiça aplicasse multa de R$ 20 mil por descumprimento da decisão. O juiz Leonardo Castanho Mendes acatou a defesa de Gleisi de que as propagandas já haviam sido entregues nas emissoras quando a liminar foi concedida e abrandou a punição.

A invasão do horário dos candidatos a deputado é vedada pela legislação eleitoral e o juiz entendeu que a locução de Gleisi confundiu o eleitor em 12 oportunidades. “Em sua manifestação, a candidata ao cargo de Governador usa o tempo destinado à eleição proporcional para tecer comentários sobre a sua visão acerca do futuro do Estado e sobre os rumos da política paranaense”, diz a decisão.

Segundo o juz, a manifestação configura propaganda a favor de Gleisi quando se percebem os dizeres finais da candidata. “A candidata afirma que a mudança passa TAMBÉM pela eleição dos candidatos a deputado componentes de sua coligação e que a mudança só será COMPLETA se forem eleitos como deputados os candidatos que apóia”, afirma.

Debates são cancelados por “falta de tempo” dos candidatos ao governo

14 setembro, 2014 às 15:06  |  por Narley Resende

uni

Depois do cancelamento do debate na Arquidiocese de Curitiba por falta de candidatos e na RIC Record por excesso deles, a faculdade Unibrasil também não conseguiu promover o evento porque apenas Gleisi Hoffmann (PT) e os candidatos nanicos confirmaram presença. A intenção da coordenação do curso de Jornalismo da Unibrasil era promover um encontro com a presença dos dois ex-governadores e tentou marcar para esta semana, mas o governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, e o senador Roberto Requião (PMDB), alegaram estar com as agendas lotadas. Mesmo disponibilizando duas semanas com dias alternativos, a instituição não conseguiu convencer os candidatos.

Datafolha e Portinari registram pesquisas para divulgar nesta semana

14 setembro, 2014 às 14:42  |  por Narley Resende

Dois institutos registraram mais duas pesquisas eleitorais no Tribunal Regional Eleitoral (TER-PR) para medir intenções de voto ao governo do Paraná. Os institutos Datafolha e Portinari registraram neste sábado (13), para medir votos em todo o Paraná e somente em Londrina (região norte), respectivamente.

Contratada pelo jornal Folha de S. Paulo e RPC TV, a sondagem ampla do Datafolha também vai medir votos ao Senado. Serão 1.280 eleitores entrevistados em 46 cidades paranaenses, entre os dias 17 e 18 de setembro. A pesquisa custou R$ 81.415,38.

Já o Instituto Portinari Multicultural foi contratado pela Rádio Paiquerê e vai fazer sua pesquisa entre os dias 16 e 18 somente em Londrina. O instituto deve entrevistar 602 eleitores sobre a intenção de voto para governador, senador e presidente. O custo da pesquisa é de R$ 8 mil e pode ser divulgada no dia 18 de setembro.

Richa é multado por publicar fotos com vereadores no Facebook do governo

14 setembro, 2014 às 14:27  |  por Narley Resende
Foto: Beto Richa / Facebook

Foto: Beto Richa / Facebook

A divulgação no Facebook do governo do Estado de reunião política entre o governador Beto Richa com vereadores de Curitiba, aliados de sua campanha à reeleição, foi julgada irregular pela Justiça Eleitoral neste sábado (14). Por cinco votos a um, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) reverteu a primeira decisão que havia sido favorável a Richa. A ação foi movida pela coligação Paraná Olhando Pra Frente da candidata ao governo e senadora Gleisi Hoffmann (PT). A multa aplicada ao candidato do PSDB, à vice Cida Borghetti (Pros) e à coligação ‘Todos Pelo Paraná’ é de R$ 10 mil. O secretário de estado da Comunicação Social, Marcelo Catani, também foi multado no mesmo valor.

Durante o período eleitoral a propaganda institucional de órgãos públicos só é permitida se houver urgência ou de notícia grave. Segundo a decisão do juiz Guido José Dobeli, a notícia da reunião é claramente propaganda irregular, mas desconsiderou o argumento da acusação de que a foto publicada seria a mesma do site de campanha do governador ou outros argumentos semelhantes. A condenação é em razão do teor não urgente das fotos e da mensagem publicada em um álbum do Facebook oficial do governo. “(…) publicidade não era urgente, tampouco necessária”, diz sentença.

Desde agosto, o governo do Paraná retirou do ar todas as publicações de sites da administração direta por entender que a legislação eleitoral é imprecisa quanto à determinação de conteúdo em período eleitoral.