Arquivos da categoria: Paraná

PTC fica sem candidatura ao Senado no Paraná

2 setembro, 2014 às 19:26  |  por Narley Resende
barbara

Luiz Barbara fora da corrida eleitoral. Foto: divulgação

A candidatura do PTC ao Senado no Paraná foi barrada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), ontem à tarde. O candidato Luiz Barbara (PTC) não pode mais concorrer nas eleições deste ano. O partido indicou o 1º Suplente ao Senado, Geisel Machado Bonfim, o Dj Gege, fora do prazo e o TRE-PR indeferiu o registro. Como o prazo para indicar novos candidatos terminou em 10 dias a partir do momento que o Tribunal impugnou o registro e o PTC não indicou um substituto, o partido não pode manter a candidatura ao Senado por contaminar a chapa, de Francisco José de Lima e Luiz Antonio Barbara, que concorriam aos cargos de Senador e 2º suplente pelo Partido Trabalhista Cristão.

Para o relator, Desembargador Jucimar Novochadlo, a decisão que indeferiu o registro do 1º suplente foi publicada no dia 08 de agosto e o pedido de substituição DJ Gege foi protocolado somente no dia 19 de agosto, depois do fim do prazo máximo de 10 dias.

Segundo Luiz Barbara, o partido deveria ter indicado um candidato no lugar do suplente que teve o registro indeferido. “Eu não tenho controle disso e eles disseram que já tinham um indicado para colocar como suplente; nós vamos recorrer disso aí”, afirma.  Embora os candidatos para Senador, Luiz Antonio Barbara, e  2º suplente, Francisco José de Lima, fossem considerados aptos a concorrer a legislação estabelece que o partido só pode concorrer se todos as candidaturas individuais fossem deferidas. A decisão é em segundo grau e pode ser questionada no Tribunal Superior Eleitoral.

Justiça determina que Youtube retire do ar sátira contra Requião

2 setembro, 2014 às 19:11  |  por Narley Resende

mandado video requião

Por determinação da Justiça Eleitoral, o Youtube retirou um vídeo do ar que continha uma sátira considerada degradante à imagem do senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná. De acordo com a liminar concedida pela Justiça, o vídeo impugnado é claramente degradante, trazendo a imagem do rosto de Requião sobreposto à imagem de uma mulher montada a cavalo. A retirada do vídeo foi determinada à Google Brasil Internet Ltda, responsável legal pelo Youtube.

Segundo a decisão do juiz Leonardo Castanho Mendes, o vídeo não contribui ao processo eleitoral, além de não ter autor conhecido. “A imagem tem a simples intenção de ridicularizar o representante, sem contribuir em nada com o debate político ou com a crítica permitida neste período que precede as eleições”, afirma o juiz. Requião tem pelo menos cinco ações para retirar do ar canais no Youtube dedicados à satirizar a imagem dele na internet.

TRE aceita recurso e Gleisi mantém tempo de TV e rádio

2 setembro, 2014 às 16:58  |  por Narley Resende
gleisi-curitiba

Foto: divulgação/Muda Mais

As aparições da candidata do PT ao governo do Paraná, Gleisi Hoffmann, na propaganda eleitoral dos candidatos a deputado foram consideradas regulares, de acordo com a legislação. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) reformou a decisão de primeiro grau e aceitou o recurso da coligação “Paraná Olhando Pra Frente”, da candidata petista. A ação pela perda de tempo no rádio e TV foi movida pela coligação “Todos Pelo Paraná”, do candidato à reeleição governador Beto Richa (PSDB).

No primeiro julgamento, a Justiça Eleitoral havia determinado a perda de 23 inserções de 30 segundos no horário eleitoral no rádio e na TV da candidato do PT. A corte do TRE reformou a decisão e Gleisi deve continuar com seu tempo normal de exposição nas mídias convencionais.

Segundo o relator da ação Leonardo Castanho Mendes, a aparição de Gleisi no horário da candidatos proporcionais são para expor o que, teoricamente, é a posição ideológica de seus apoiadores. “Não fere a distribuição do tempo de divulgação de campanha previsto na lei o simples fato de que o candidato ao pleito proporcional, para fundamentar a sua oposição ao atual governo, demonstra exatamente em que pontos reside a sua discordância com o ocupante do Palácio”, decide.

Justiça determina suspensão do site de Requião por 24 horas

2 setembro, 2014 às 15:00  |  por Narley Resende
Imagem: reprodução

Imagem: reprodução

O site de campanha do senador e candidato ao governo do Paraná, Roberto Requião (PMDB), deve ser retirado do ar por 24 horas em função de publicações consideradas ofensivas ao candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB). A Justiça Eleitoral determinou nesta terça-feira (02) que as publicações do site “www.requiaopmdb.com.br” sejam suspensas pelo período de 24 horas. A decisão é em função de três pedidos de direito de resposta feitos por Richa e concedidos pela Justiça.

Requião teria desrespeitado as determinações da Justiça ao repetir mensagens semelhantes às que haviam sido vetadas. Se o senador publicar novamente as mensagens consideradas caluniosas ou ofensivas pode ser multado em R$ 50 mil por veiculação. Assim que a decisão for publicada, ao abrir o site, o usuário da internet deve ver a mensagem “site temporariamente inoperante por desobediência à legislação eleitoral”.

Entre as expressões consideradas irregulares estão a afirmação de Requião de que “a campanha de Richa recebeu R$ 3 milhões das concessionárias de pedágio para ‘desistir’ das ações movidas pelo Estado contra contratos firmados com as empresas”. A decisão afirma que a o Estado não desistiu das ações, apenas suspendeu. Para o juiz Leonardo Castanho Mendes as publicações induzem à população ao erro. A sentença é monocrática e pode ser revertida com recurso e decisão do órgão colegiado. A determinação de suspensão do site de Requião passa a valer a partir da publicação da decisão.

Avião de Gleisi não teve permissão para decolar e candidata cancelou viagem a Candói

31 agosto, 2014 às 19:37  |  por Narley Resende

A candidata ao governo do Paraná Gleisi Hoffmann (PT) cancelou a ida ao município de Candói neste domingo, por causa do mau tempo. De acordo com a agenda da campanha, Gleisi almoçaria com o prefeito Gelson Costa e outras lideranças na Festa do Charque. O avião que transportaria a candidata do PT não teve permissão para decolar no aeroporto de São José dos Pinhais.

Um helicóptero que fazia voos panorâmicos, durante a Festa do Charque, em Candói, na região Centro-Sul do Paraná, caiu e deixou pelo seis pessoas feridas neste domingo (31), no final da tarde. A assessoria da candidata confirmou que ela não estava na festa.

Facebook deve informar quem sãos autores de páginas apócrifas pró-Requião

31 agosto, 2014 às 18:15  |  por Narley Resende

O Facebook deve retirar do ar e informar quem são os responsáveis pelas páginas “Amigos de Roberto Requião” e “Roberto Requião”. O Tribunal Regional Eleitoral determinou que a rede social disponibilize os dados das páginas sob pena de R$ 50 mil por dia no caso de descumprimento. A ação com pedido de esclarecimentos foi movida pela coligação “Todos Pelo Paraná”, do candidato à reeleição, governador Beto Richa (PSDB).

As páginas publicaram pesquisas eleitorais sem autorização e com afirmações manipuladas. Os títulos contestados são “Requião ganha em Curitiba e Região Metropolitana. Ele tem 37% dos votos contra 30% de Beto”; “Volta Requião. Requião lidera pesquisa na região metropolitana de Curitiba, onde, quase 70% dos entrevistados criticam saúde, segurança e educação do atual governo. A área da saúde é citada por 41% dos entrevistados como a pior do atual governo, seguida de segurança, com 17%, e educação, com 11% – Pesquisa Datafalha”; e “Requião lidera pesquisa na região metropolitana de Curitiba”.

As matérias não tem autor conhecido e a prática é considerada crime eleitoral se for comprovada a ligação com a campanha de Roberto Requião. Além disso, a simulação ou manipulação de pesquisa eleitoral também é crime passível de multa. 

Richa consegue direito de resposta em site de Requião

31 agosto, 2014 às 17:54  |  por Narley Resende
Foto: reprodução

Foto: reprodução

O governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, conseguiu direito de resposta no site de campanha do candidato Roberto Requião (PMDB). Em um vídeo publicado no site, Requião afirma que daria para o governo atual construir 20 hospitais com o dinheiro gasto em publicidade na gestão. Requião afirma que não gastou “nada” quando era governador. Em decisão deste sábado (30), o juiz Leonardo Castanho Mendes concedeu direito de resposta a Richa por considerar que não pode ser possível governar sem publicidade nos dias de hoje. “Essa eliminação total de gastos com publicidade não se mostra em princípio compatível com nenhum governo; para esclarecer que não é verdadeira a afirmação feita em campanha acerca da inexistência total de gastos do representado com publicidade em sua gestão à frente do governo”, diz a decisão.

Duas pesquisas para governo do Paraná estão previstas para esta semana

31 agosto, 2014 às 16:11  |  por Narley Resende

Depois de um mês sem pesquisas durante o período eleitoral, a sétima sondagem deve ser publicada nesta semana. O Ibope ouve até quinta-feira (04) 1008 eleitores do Paraná para medir intenções de voto para o governo e Senado.  A pesquisa pode ser publicada já na quinta-feira, após a coleta de dados, segundo o registro no Tribunal Regional Eleitoral. O Instituto Visão também registou pesquisa para publicação a partir de quinta. São 1057 entrevistados em todo o Paraná. As sondagens desta semana serão a quinta e sexta pesquisa ampla destas eleições, respectivamente.

Kombi é considerada ‘outdoor’ e Richa é multado por propaganda irregular

31 agosto, 2014 às 16:05  |  por Narley Resende

O governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, a vice na chapa, Cida Borghetti (Pros), e a coligação “Todos Pelo Paraná” foram multados em R$ 5,3 mil cada por uso de duas kombis com adesivos maiores do que quatro metros quadrados, permitidos na legislação eleitoral. De acordo com a decisão em primeiro grau, as kombis se assemelhar a outdoors, proibidos nestas eleições. “Há propaganda em todas as laterais do referido veículo; o veículo é de grandes proporções e acaba gerando efeito de outdoor, superando em muito os 4m² permitidos pela lei eleitoral”, diz a decisão.

Carreatas de candidatos desrespeitam legislação de trânsito

31 agosto, 2014 às 13:44  |  por Narley Resende
Fotos: divulgação / PSDB e PT

Fotos: divulgação / PSDB e PT

Os candidatos ao governo do Paraná Beto Richa (PSDB) e Gleisi Hoffmann (PT) participaram de carreatas neste final de semana para promover suas campanhas eleitorais. Ambos deram mau exemplo, tradicional no período eleitoral, ao desfilarem sem cinto de segurança e de pé, em carros em movimento. Richa usou um Jeep Willys azul, na cor da campanha, e foi um pouco mais discreto – já que é um carro sem teto – apesar da ausência do cinto. Ele percorreu Campina Grande do Sul, Quatro Barras e Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

Já Gleisi subiu logo em uma caçamba de pick-up e percorreu os municípios de Tamboara, Alto Paraná, Nova Esperança e Colorado. Até o fechamento desta nota nenhum deles havia sido multado.

A legislação eleitoral permite a prática de carreatas desde que a legislação de trânsito seja respeitada, portanto, todas as irregularidades constatadas deveriam ser devidamente punidas. Apesar da insistência de Detrans nos estados, e de apelos da Polícia Rodoviária Federal, que já tentaram mostrar aos partidos os problemas causados pelas carreatas e até sugeriram a substituição por um passeio ciclístico, as coligações insistem em promover as tradicionais carreatas.