Arquivos da categoria: Política

Richa e Requião se enfrentam em quase todos os processos em trâmite no TRE

28 julho, 2014 às 20:41  |  por Narley Resende

Quatro dos cinco processos analisados na sessão desta segunda-feira (28) no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná envolvem o governador Beto Richa e o senador Roberto Requião. Em todos os casos, os juízes pediram vistas e adiaram o julgamento para esta terça-feira (29). Dois processos são recursos de Requião contra a condenação das multas por veicular na página do Senado dois vídeos de autopromoção.

Em um deles, Requião agradece aos membros do PMDB pela candidatura própria e no outro enaltece a candidatura do filho Maurício Requião para deputado estadual pelo partido. As outras duas ações são de Requião contra o candidato à reeleição Beto Richa por promoção pessoal em folhetos institucionais da Copel. O governador teria comparado a gestão atual à administração do ex-governador Requião. O quinto processo analisado pelo TRE-PR na sessão de ontem não estava disponível para consulta e também teve o julgamento adiado.

Fotos: Franklin Freitas / Bem Paraná

Fotos: Franklin Freitas / Bem Paraná

Vereador Galdino é atropelado enquanto fazia campanha em Curitiba

28 julho, 2014 às 14:08  |  por Narley Resende

PARANA CLUBE X  SAO CAETANO PROFESSOR GALDINO
Foto: Franklin Freitas

O vereador Professor Galdino (PSDB) foi atropelado e sofreu uma luxação no tornozelo neste domingo (28) à noite na esquina da Avenida Marechal Floriano Peixoto, com a Marechal Deodoro. Galdino fazia a divulgação da candidatura a deputado estadual e um Fiat Uno teria saído da Avenida Marechal Deodoro e entrado à esquerda, na contra mão da Avenida Marechal Floriano. O vereador estava na faixa de pedestres e foi atingido pela parte lateral do carro.

Segundo a assessoria do vereador, o motorista fugiu sem prestar socorro e dez minutos depois retornou ao local do acidente. Uma ambulância foi acionada e levou Galdino ao Hospital Evangélico, em Curitiba. O vereador Galdino disse que chegou a desconfiar que o atropelamento seria proposital. “Os meus inimigos sempre jogam coisas em mim – jogam a moto, tocam o carro em cima, xingam a minha mãe –  tudo para que eu não faça campanha”, conta. Como o motorista assumiu a autoria do atropelamento e conversou com o vereador, ele descartou a possibilidade de “atentado”. Galdino deve repousar por uma semana antes de voltar à campanha eleitoral nas ruas.

 

‘Nanicos’ querem debate entre candidatos ao Senado

25 julho, 2014 às 16:28  |  por Narley Resende

Os debates entre candidatos ao Senado e a vice-governador, realizados em eleições anteriores pela TV Band algumas filiais o país, podem não ocorrer neste ano. Segundo a organização, não houve reserva nacional da programação e, por enquanto, serão realizados apenas debates entre os candidatos ao governo do Estado, no primeiro e segundo turno. O jornalista e mediador dos debates em Curitiba, Fabrício Binder, afirma que é possível a realização dos debates , mas o encaixe não depende da direção local. “Havendo negociação de abertura, podemos fazer os debates, mas ainda não está definido”, garante.

Os candidatos menos conhecidos e com menor poder econômico para bancar as campanhas reclamam da carência. O candidato ao Senado Professor Piva (Psol) lamenta que as emissoras não promovam os debates adicionais. “Contamos com a reconsideração da Band. Se não houver debates televisivos, certamente o poder econômico será ainda mais decisivo no processo”, argumenta.

Nesta quinta feira (24), os assessores dos candidatos ao governo do Paraná fizeram uma reunião com os organizadores da Band Curitiba para definir as regras para o primeiro debate eleitoral de 2014. O encontro entre os candidatos está marcado para o dia 14 de agosto no primeiro turno, e dia 9 de outubro, se houver segundo turno.

Foto: Professor Piva/divulgação

Foto: Professor Piva (Psol)/divulgação

Definidas regras para primeiro debate entre candidatos ao governo

24 julho, 2014 às 17:42  |  por Narley Resende

Os oito candidatos ao governo do Paraná devem participar do primeiro debate eleitoral na TV Band Curitiba, no dia 14 de agosto. Os assessores jurídicos e representantes das coligações de todos os candidatos se reuniram com a equipe técnica da emissora para definir as regras do primeiro debates. Ficou definido que o tema das perguntas será livre, escolhido de acordo com a vontade de cada candidato. Serão três blocos de perguntas e respostas e um quarto bloco para considerações finais.

De acordo com o sorteio, o senador Roberto Requião (PMDB) deve abrir o primeiro bloco, Túlio Bandeira (PTC) o segundo, e Geonísio Marinho (PTC) o terceiro. As perguntas poderão ter até 30 segundos e as respostas dois minutos. Os candidatos terão direito à réplica de um minuto e tréplica de 30 segundos. Cada bloco terá 40 minutos.

Segundo o jornalista e apresentador Fabrício Binder, o primeiro debate na Band é o mais democrático da televisão. “A Band convida todos os partidos e candidatos independente de terem representação federal” afirma o mediador. O debate está marcado para as 22 horas do dia 14 de agosto e se houver segundo turno, o encontro entre os dois postulantes ao governo do Paraná será no dia 9 de outubro. Binder garante que todos os representantes dos candidatos gostaram do modelo proposto pela Band e não houve discórdia. “A experiência da emissora faz com que as regras sejam aprimoradas em todos as edições”, afirma o mediador.

debate

Requião deve poupar Gleisi até o primeiro turno

23 julho, 2014 às 07:43  |  por Narley Resende

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, não deve atacar a concorrente ao cargo, senador Gleisi Hoffmann (PT) antes do primeiro turno das eleições deste ano. O candidato anunciou pelo Twitter que a senadora não será criticada pela equipe de campanha. “Determinei ao meu pessoal nenhuma critica a Gleisi”. “Nosso confronto de projetos será no segundo turno”, acredita.

Na semana passada, Requião já ensaiou vincular a candidatura ao atual prefeito de Curitiba Gustavo Fruet (PDT). Requião afirmou que vai apoiar a gestão de Fruet se eleito governador. “Eu era o governador quando o Prefeito de Curitiba era o Beto Richa (PSDB) e nunca prejudiquei a cidade, mesmo ele sendo de outro partido (…)”, discursou Requião.  O prefeito é do mesmo partido do vice indicado para a chapa petista Haroldo Ferreira (PDT) e participou da convenção que oficializou a Coligação “Paraná Olhando Pra Frente”. Oficialmente Fruet apoia Gleisi e ignora Requião como candidato.

TRE libera 380 registros em primeiro dia de julgamento

22 julho, 2014 às 18:22  |  por Narley Resende

Foram deferidos os 380 registros de candidatos julgados no Tribunal Regional Eleitoral nesta terça-feira (22). Os juízes têm até o dia 21 de agosto para julgar todos os 1191 registros e as defesas dos pedidos de impugnação dos candidatos. O registros começaram a ser julgados nesta terça-feira (22), junto com os pedidos de impugnação de registros dos candidatos das eleições deste ano.

Pelo menos 27 candidatos fazem parte da lista de pedidos de impugnação. Por enquanto, segundo o TRE, nenhuma candidatura foi cassada. São 14 ‘fichas suja’ e outros 13 candidatos que tiveram pedidos de impugnação por problemas em cumprimento de prazos e normas nas eleições deste ano no Paraná. Entre eles, está o pedido do candidato ao governo Ogier Buchi (PRP) contra a candidata Gleisi Hoffmann (PT) por descumprimento de prazo. A indicação do vice Aroldo Ferreira (PDT) na chapa petista foi feita após o encerramento das convenções. A defesa de Gleisi alega que as convenções dos partidos coligados ocorreram dentro do prazo, até 30 de junho, portanto não há irregularidade.

Todos os candidatos estão nomeados nas listas divulgadas pelo TRE e Ministério Público Federal, menos o “número 9” da lista de pedidos por enquadramento na “Lei da Ficha Limpa”, do Ministério Público Federal. Segundo a assessoria do TRE, o processo em que ele é citado corre em segredo de Justiça. Por eliminação, o nome poderá ser revelado até o dia 21 de agosto, caso o candidato oculto seja cassado.

MP publica abertura de inquérito contra Requião para apurar trato de cavalos pela PM

22 julho, 2014 às 17:49  |  por Narley Resende

O Ministério Público do Paraná publicou na edição desta segunda-feira (21) do Diário Oficial do Estado o comunicado de abertura de inquérito para apurar o uso de dinheiro público no trato dos cavalos particulares do atual senador Roberto Requião (PMDB) durante o período em que ele governo o Paraná, entre 2003 e 2010. O processo foi instaurado no dia 15 de julho, de acordo com a publicação.

A responsável pela acusação é a promotora de Justiça Claudia Cristina Rodrigues Martins Madalozo. Segundo a denúncia que veio a público em junho deste ano, a partir de um pedido de informação protocolado em abril pelo-ex-deputado José Domingos Scarpellini (PSB), cerca de 80 cavalos do ex-governador teriam ficado alojados nas baias da Polícia Militar ao longo dos oito anos de governo.

Fonte: Livre.jor

Foto: divulgação

Foto: divulgação

TRE-PR começa a julgar registros de candidatos

22 julho, 2014 às 14:41  |  por Narley Resende

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná começou a julgar nesta terça-feira (22) à tarde os pedidos de impugnação de registros e as defesas dos candidatos das eleições deste ano. Pelo menos 27 políticos fazem parte da lista de pedidos de impugnação. São 14 candidatos ‘ficha suja’ e outros 13 por problemas em cumprimento de prazos e normas nas eleições deste ano no Paraná, segundo o TRE.

Entre eles, está o pedido do candidato ao governo Ogier Buchi (PRP) contra a candidata Gleisi Hoffmann (PT) por descumprimento de prazo. A indicação do vice Aroldo Ferreira (PDT) na chapa petista foi feita após o encerramento das convenções. A defesa de Gleisi alega que as convenções dos partidos coligados ocorreram dentro do prazo, até 30 de junho, portanto não há irregularidade.

 

Oculto

Todos os candidatos estão nomeados nas listas divulgadas pelo TRE e Ministério Público Federal, menos o “número 9” da lista de pedidos por enquadramento na “Lei da Ficha Limpa”, do Ministério Público Federal. Segundo a assessoria do TRE, o processo em que ele é citado corre em segredo de Justiça.

O nome poderá ser revelado até o dia 21 de agosto, prazo final para que o TRE julgue todas as defesas apresentadas pelos candidatos.

Foto: TSE

Foto: TSE

 

Câmara de Curitiba oculta nomes dos vereadores durante as eleições

21 julho, 2014 às 18:37  |  por Narley Resende

O setor de Comunicação da Câmara Municipal de Curitiba vai ocultar os nomes dos autores de projetos nas matérias de divulgação durante a campanha eleitoral. A medida seria para que “a comunicação pública do órgão não promova o desequilíbrio do pleito”.

Nesta ano, cerca de 40%, ou 16 dos 38 vereadores, concorrem nas eleições  e órgão entende que as regras eleitorais não permitem a exposição dos nomes dos candidatos nas matérias. A exposição da autoria dos projetos ficará restrita ao Sistema de Proposições Legislativas (SPL), que pode ser acessado no site oficial da Câmara (http://www.cmc.pr.gov.br), clicando sobre o código da proposição.

 

TRE mantém multa por propaganda antecipada em convenção do PSDB

21 julho, 2014 às 18:25  |  por Narley Resende

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná manteve a multa de R$ 5 mil ao governador Beto Richa (PSDB), candidato à reeleição, por propaganda eleitoral antecipada. A ação foi proposta pela coligação “Paraná Olhando Para Frente”, da concorrente, senadora Gleisi Hoffmann (PT). Durante a convenção que lançou os candidatos do PSDB, no dia 29 de junho, um outdoor foi exposto na entrada do barracão do evento com o número do candidato à reeleição.

De acordo com o juiz relator, Humberto Gonçalves Brito, a exposição do outdoor é considerada propaganda antecipada. A defesa de Richa argumenta que se tratava de um pré-candidato, o que justificaria o outdoor. “O conteúdo do material não faz qualquer alusão à pré-candidatura, ao contrário, indica o número do partido (45), o que evidencia a intenção de propagar aos eleitores em geral a candidatura”, sentenciou o juiz.