Arquivo da tag: Alvaro Dias

Comissão da Câmara aprova fim do foro privilegiado

23 novembro, 2017 às 07:09  |  por Ivan Santos

alvaro

Às vésperas do julgamento sobre a restrição do foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF), marcado para hoje a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou ontem a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que acaba com o foro privilegiado para políticos em casos de crimes comuns. O mérito da proposta – de autoria do senador Alvaro Dias (Podemos) e aprovada em junho pelo Senado – será discutido agora por uma comissão especial, que precisa ser criada pela presidência da Casa.

Continuar lendo

Alvaro declara apoio a Osmar para o governo e critica apelo ao “novo”

3 outubro, 2017 às 07:00  |  por Ivan Santos

CAE - Comissão de Assuntos Econômicos

Pré-candidato à presidência da República, o senador Alvaro Dias (Podemo) manifestou, em entrevista a uma rádio, seu apoio à pré-candidatura do irmão, o ex-senador Osmar Dias (PDT) ao governo do Estado. “Não há dúvida de que é o melhor nome neste momento para o governo estadual. É um nome que tem experiência administrativa e política”, disse Alvaro.

Continuar lendo

Preferência

2 outubro, 2017 às 07:06  |  por Ivan Santos

osmar dias

A aliados e amigos, o ex-senador e pré-candidato ao governo do Estado para as eleições de 2018, Osmar Dias (PDT), tem repetido que gostaria de, no ano que vem, estar em um partido em que tivesse liberdade para apoiar a candidatura do irmão, o senador Alvaro Dias (Podemos) à Presidência da República. Ao mesmo tempo, Osmar tem insistido que pretende permanecer no PDT – que tem como pré-candidato à sucessão presidencial o ex-ministro Ciro Gomes.

Continuar lendo

Joel Malucelli assume presidência do “Podemos” do Paraná

16 agosto, 2017 às 07:58  |  por Ivan Santos

O empresário Joel Malucelli assumiu a presidência estadual do “Podemos”, novo partido do senador e pré-candidato à Presidência da República para as eleições de 2018. O ex-prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, deve assumir a vice-presidência da nova legenda no Estado. “O Podemos está crescendo e, com esforço de todos, poderemos eleger um paranaense, com o perfil do senador Alvaro Dias à Presidência da República”, avalia Malucelli.

Alvaro Dias lidera pesquisa para a presidência no Paraná

7 julho, 2017 às 11:02  |  por Ivan Santos

alvarodias

Levantamento da Paraná Pesquisas sobre a eleição presidencial divulgada hoje aponta que o senador Alvaro Dias (Podemos) lidera as intenções de voto para a eleição do ano que vem no Paraná. De acordo com o instituto, que ouviu 2.207 eleitores do Estado entre os dias 2 e 5 de julho, Alvaro teria hoje 31,1% da preferência do eleitorado, contra 15,3% do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) e 12,6% do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Veja os resultados abaixo:

Continuar lendo

Alvaro Dias defende renúncia de Temer

18 maio, 2017 às 15:14  |  por Ivan Santos

alvaro

O senador Alvaro Dias (PV) defendeu hoje que o presidente Michel Temer (PMDB) – que teria sido gravado pelo dono do grupo JBS, Joesley Batista dando aval para a compra de silêncio do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) – renuncie imediatamente ao cargo. Para o senador, esta seria a solução seria menos traumática para a população brasileira do que a instauração de novo processo de impeachment.

Continuar lendo

Alvaro e Osmar Dias lideram pesquisa para o governo do Estado

7 novembro, 2016 às 10:53  |  por Ivan Santos

CAE - Comissão de Assuntos Econômicos

osmar

Levantamento da Paraná Pesquisas divulgado hoje pelo jornal Gazeta do Povo aponta que os irmãos Alvaro (PV) e Osmar Dias (PDT) lideram três cenários da eleição para o governo do Paraná para 2018. No primeiro, com Alvaro, Roberto Requião (PMDB), Ratinho Jr (PSD) e Cida Borghetti (PP) como candidatos, o senador do PV aparece com 38% das intenções de voto, contra 26% de Requião, 21% de Ratinho Jr e 4% da vice-governadora.

Continuar lendo

Estudantes fazem protesto em frente a apartamento de Álvaro Dias

11 agosto, 2016 às 12:26  |  por Ivan Santos

alvaro dias
Foto: Pedro Carrano/Brasil de Fato Paraná/divulgação

Aproximadamente 40 integrantes da Frente Brasil Popular fizeram um “escracho” na manhã desta quinta-feira (11) em frente ao apartamento do senador Álvaro Dias (PV), no bairro Água Verde, em Curitiba. Com faixas, cartazes e adesivos, os manifestantes picharam o asfalto e fizeram críticas ao senador paranaense por ter votado favorável ao afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT). Durante protesto, os jovens ressaltaram que Dias foi o primeiro parlamentar a apoiar o afastamento no Paraguai do presidente Fernando Lugo, em 2012.

Continuar lendo

Sérgio Guerra teria prometido “controlar” Álvaro para abafar CPI da Petrobras

5 junho, 2016 às 15:50  |  por Ivan Santos

alvaro

Gravações obtidas pela Polícia Federal comprovariam a articulação do ex-senador e ex-presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, morto em 2014, para enterrar a CPI da Petrobras em 2009. Segundo reportagem da Folha de São Paulo deste domingo, a PF teria obtido um vídeo de uma câmera de segurança que flagra uma reunião entre Guerra e o ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa. Participam do encontro ainda um então executivo da empreiteira Queiroz Galvão, Ildefonso Colares Filho, e um da Galvão Engenharia, Erton Medeiros, presos na Operação Lava Jato em novembro de 2014, e soltos em 2015 por ordem do Supremo Tribunal Federal.

Em sua delação premiada, Costa disse que Guerra pediu R$ 10 milhões para enterrar a CPI e que o pagamento foi feito pela empreiteira Queiroz Galvão. Nas gravações, o tucano afirmar ter “horror a CPI”. Ele promete, inclusive, “controlar” seu colega de partido, o senador do Paraná, Alvaro Dias (PSDB), também integrante da comissão. Segundo a Folha de SP, Guerra disse na reunião que Álvaro queria mandar “algumas coisas pro Ministério Público”, mas que ele tentaria “controlar isso”.

Alvaro diz que demitiu irmã de ex-amante de FHC, contratada por Serra

19 fevereiro, 2016 às 12:44  |  por Ivan Santos

alvaro

A polêmica sobre o relacionamento extraconjugal do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) com a jornalista Mirian Dutra Schmidt ganhou novos contornos, hoje, com a revelação de que a irmã de Mirian, Margrit Dutra Schmidt, seria funcionária “fantasma” do gabinete do senador José Serra (PSDB/SP). O senador Alvaro Dias (PV) afirmou hoje que demitiu Margrit quando assumiu a liderança de oposição no Senado, em março do ano passado, porque ela não cumpria expediente. Na época, ela estaria lotada no no gabinete da senadora Lucia Vania (PSDB). Depois disso, Serra teria a contratado.

“Ela estava à disposição de um gabinete, mas eu fui informado pela (senadora Lucia Vania que ela não estava trabalhando, por isso eu exonerei”, disse o senador do Paraná ao jornal Gazeta do Povo.

De acordo com a coluna do jornalista Lauro Jardim, da Veja, Margrit vai diariamente ao gabinete no Senado para registrar o ponto. “Segundo a chefia do gabinete da liderança da oposição esse procedimento (de bater o ponto) não estava sendo adotado, aí eu perguntei a senadora (Lucia Vania) se ela (Lucia) tinha interesse em continuar e ela disse que não, então foi feita a exoneração. Depois o senador (José) Serra resolveu contar com o trabalho dela e pediu a nova nomeação”, contou Alvaro, que trocou recentemente o PSDB pelo PV.

Serra negou que a funcionária seja “fantasma” e alegou que ela trabalha de casa. O Senado, porém, proíbe esse tipo de prática. Pelas regras do Senado, ela teria de cumprir o horário de nove horas diárias na Casa. O gabinete do tucano confirmou que ela não registrava presença no local. “Ela trabalha para o senador como consultora. Ele solicita trabalhos e ela produz”, disse o chefe de gabinete de Serra, Marcos Köhler.

Mirian, que foi amante do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso nos anos 1980 e 1990, virou notícia esta semana após dizer, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, que recebia dinheiro do tucano no exterior por meio de um contrato fictício.

Sua irmã Margrit ocupa o cargo em comissão de assistente parlamentar júnior, com remuneração básica de R$ 9.456,13 e salário líquido de R$ 7.353,14 em dezembro de 2015, segundo consta no portal de transparência do Senado. Köhler, porém, não explicou por que não foi formalizada a dispensa de ponto de Margrit, procedimento estabelecido no Senado em 2009.

Mirian, que foi amante do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso nos anos 1980 e 1990, virou notícia esta semana após dizer, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, que recebia dinheiro do tucano no exterior por meio de um contrato fictício.