Arquivo da tag: taxa

Vereadores propõem mudanças na taxa de coleta de lixo

8 fevereiro, 2018 às 13:57  |  por Ivan Santos

Felipe_Braga_--tribuna_2_B74A0207 Foto: Chico Camargo/CMC

Com a repercussão da desvinculação da Taxa de Coleta de Lixo (TCL) da cobrança do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), implantada neste ano pela Prefeitura de Curitiba, três vereadores da Câmara Municipal apresentaram projetos propondo mudanças no recolhimento desse tributo da população.

Continuar lendo

Câmara aprova taxa do lixo com desconto de 50% para imóveis de até R$ 140 mil

19 setembro, 2017 às 14:38  |  por Ivan Santos

Noemia Foto: Chico Camargo/CMC

A Câmara Municipal de Curitiba confirmou hoje, em segundo turno, a aprovação do projeto do pacote de ajuste fiscal do prefeito Rafael Greca (PMN) que desvincula a cobrança da taxa do lixo do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). A medida atinge cerca de 100 mil imóveis hoje isentos do IPTU. Outros 343 mil que também tinham algum tipo de abatimento do imposto também terão aumento na taxa. Em compensação, os vereadores aprovaram uma emenda ao projeto da prefeitura que prevê desconto de 50% na cobrança da taxa do lixo para imóveis de até 70 metros quadrados e valor venal de até R$ 140 mil.

Continuar lendo

Câmara aprova desvinculação da taxa de lixo de Curitiba do IPTU

18 setembro, 2017 às 14:45  |  por Ivan Santos

Pier Foto: Chico Camargo/CMC

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou hoje por 31 votos a dois, em primeiro turno, projeto do pacote de ajuste fiscal do prefeito Rafael Greca (PMN) que prevê a cobrança separadamente da taxa de lixo e do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). A prefeitura alega que a medida vai garantir um aumento de R$ 84 milhões na arrecadação anual, já que atualmente milhares de imóveis isentos ou imunes do IPTU também não pagam a taxa de lixo.

Continuar lendo

Comissão da Câmara aprova taxa do lixo e previdência complementar

13 setembro, 2017 às 17:24  |  por Ivan Santos

comissão camara
Foto: Chico Camargo/CMC

A Comissão de Serviço Público da Câmara Municipal de Curitiba aprovou hoje pareceres favoráveis a mais dois projetos do pacote de ajuste fiscal do prefeito Rafael Greca (PMN). O primeiro prevê a desvinculação da cobrança da taxa de lixo do Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU). Com isso, imóveis hoje isentos do IPTU passarão a pagar a taxa, o que segundo a prefeitura, representará um aumento de R$ 84 milhões na arrecadação anual.

Continuar lendo

Comissão da Câmara vota taxa de lixo e CuritibaPrev

12 setembro, 2017 às 07:42  |  por Ivan Santos

A comissão de Serviço da Câmara Municipal de Curitiba vota amanhã mais dois projetos do pacote de ajuste fiscal do prefeito Rafael Greca (PMN). O primeiro, desvincula a cobrança da taxa de lixo do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Com isso, imóveis hoje isentos passariam a pagar pelo serviço. A previsão da prefeitura é de um aumento da arrecadação de R$ 84,1 milhões anuais.

Continuar lendo

Comissão da Câmara aprova separar taxa de lixo do IPTU

8 agosto, 2017 às 16:15  |  por Ivan Santos

camara lixo Foto: Chico Camargo/CMC

A Comissão de Economia da Câmara Municipal de Curitiba aprovou hoje parecer favorável ao projeto do pacote de ajuste fiscal do prefeito Rafael Greca (PMN) que prevê a desvinculação da cobrança da taxa de lixo do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). A proposta agora segue para a análise da Comissão de Serviço Público antes de ir à votação em plenário. Com a mudança, imóveis hoje isentos do IPTU que até então não recolhiam a taxa do lixo passaram a ter que pagá-la.

Continuar lendo

Governo Richa propõe novo pacote de ajuste fiscal com criação de taxas

15 agosto, 2016 às 16:10  |  por Ivan Santos

romanelli

O governo Beto Richa encaminhou hoje à Assembleia Legislativa um novo pacote de medidas de ajuste fiscal para aumentar a arrecadação e reforçar o caixa em meio à crise econômica. O projeto prevê, por exemplo, a criação de duas novas taxas cobradas de empresas que utilizarem água e recursos minerais para fins industriais e comerciais. A estimativa é de uma arrecadação anual de R$ 100 milhões. A proposta também permite a venda de bens, imóveis e ações de empresas estatais – incluindo Copel e Sanepar – sem a necessidade de autorização prévia do Legislativo.

Continuar lendo