Arquivo da tag: Temer

Rocha Loures é transferido para sede da PF após ameaças de morte

13 junho, 2017 às 17:11  |  por Ivan Santos

rocha loures Reprodução

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou hoje que o ex-deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures (PMDB) seja removido do presídio da Papuda e retorne à carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Brasília. A decisão foi tomada após pedido da defesa, que alegou que o peemedebista estaria sendo alvo de ameaças de morte.

Continuar lendo

TSE começa julgamento que pode cassar Temer; assista ao vivo

6 junho, 2017 às 19:14  |  por Ivan Santos

TSE Reprodução/You Tube

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retomou há pouco o julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições presidenciais de 2014. O TSE é composto de sete ministros, que deverão se manifestar sobre as acusações de abuso de poder político e econômico pelo suposto recebimento de recursos irregulares na campanha eleitoral, como caixa dois e valores de propina contabilizados oficialmente na Justiça Eleitoral.

Continuar lendo

Rocha Loures devolve R$ 35 mil que faltavam de “mala da propina”

25 maio, 2017 às 15:13  |  por Ivan Santos

rocha loures

O deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures (PMDB) comunicou ao Supremo Tribunal Federal que depositou os R$ 35 mil da mala com R$ 500 mil recebida por ele do grupo JBS, que segundo os delatores da empresa, seria parte de um pagamento de propina em troca da defesa de interesses da holding junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Na segunda-feira, Rocha Loures havia devolvido a mala à PF, em São Paulo, mas segundo os agentes, só haviam R$ 465 mil ou R$ 35 mil a menos do total relatado pela JBS.

Continuar lendo

Temer diz que Rocha Loures foi “seduzido por ofertas mirabolantes”

22 maio, 2017 às 15:13  |  por Ivan Santos

rocha loures

Em entrevista ao jornal Folha de SP publicada hoje, o presidente Michel Temer (PMDB) alegou que seu ex-assessor direto, o deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures (PMDB) – filmado pela Polícia Federal recebendo R$ 500 mil da JBS em troca da defesa de interesses do grupo junto ao governo – foi “induzido” e “seduzido por ofertas mirabolantes”, e que se limitava a manter uma relação “institucional” com o peemedebista. Rocha Loures é assessor de Temer desde 2011, quando ele assumiu a vice-presidência. Em 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff, tornou-se assessor especial de Temer depois que ele assumiu a presidência. Só deixou o cargo em março deste ano, quando assumiu mandato na Câmara Federal em substituição a Osmar Serraglio (PMDB/PR), nomeado ministro da Justiça por Temer.

Continuar lendo

Chefe da Casa Civil de Richa defende que o PSDB deixe o governo Temer

22 maio, 2017 às 14:48  |  por Ivan Santos

rossoni

O secretário chefe da Casa Civil do governo Beto Richa e deputado federal licenciado, Valdir Rossoni (PSDB), defende que o PSDB deixe o governo Michel Temer (PMDB) e a entregue todos os ministérios que ocupa, mas mantenha o apoio da legenda ao atual governo no Congresso. A declaração foi feita no domingo, durante transmissão ao vivo pelo facebook.

Continuar lendo

Rocha Loures era apenas “mensageiro” de Temer, diz delator

21 maio, 2017 às 16:20  |  por Ivan Santos

saud Reprodução/You tube

Em depoimento ao Ministério Público Federal, Ricardo Saud, executivo da JBS, afirmou que o deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures (PMDB) serviu apenas de “mensageiro” e “intermediário” do presidente Michel Temer (PMDB), ao receber R$ 500 mil em propina, em operação filmada pela Polícia Federal, em troca da defesa de interesses do grupo empresarial junto ao governo. De acordo com Saud, os R$ 500 mil faria parte de um acordo que previa o pagamento semanal de propina a Temer por 25 anos, em troca da intervenção do governo Temer no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sobre o preço do gás boliviano, que beneficiou a empresa.

Continuar lendo

“Não renunciarei”, garante Temer

18 maio, 2017 às 16:23  |  por Ivan Santos

TEMER DEPOIMENTO

Em rápido pronunciamento na tarde de hoje, o presidente Michel Temer (PMDB) garantiu que não pretende renunciar ao mandato, e negou que agido para comprar o silêncio de ninguém, como aponta a delação do dono do grupo JBS, Joesley Batista, que teria gravado o peemedebista dando aval para o pagamento de uma “mesada” ao ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), preso em Curitiba desde o final do ano passado em Curitiba, pela operação Lava Jato. “Não renunciarei. Repito: não renunciarei. Sei o que fiz. Sei da correção dos meus atos e exijo investigação plena e muito rápida para os esclarecimentos ao povo brasileiro. Essa situação de dúvida não pode persistir por muito tempo”, disse Temer, aparentando nervosismo.

Continuar lendo

Alvaro Dias defende renúncia de Temer

18 maio, 2017 às 15:14  |  por Ivan Santos

alvaro

O senador Alvaro Dias (PV) defendeu hoje que o presidente Michel Temer (PMDB) – que teria sido gravado pelo dono do grupo JBS, Joesley Batista dando aval para a compra de silêncio do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) – renuncie imediatamente ao cargo. Para o senador, esta seria a solução seria menos traumática para a população brasileira do que a instauração de novo processo de impeachment.

Continuar lendo

Temer diz que Rocha Loures deve assumir responsabilidade por dinheiro

18 maio, 2017 às 14:41  |  por Ivan Santos

RODRIGO ROCHA LOURES Foto: Franklin de Freitas

Reportagem do Uol de hoje aponta que o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou a aliados que o deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures (PMDB) deve assumir a responsabilidade pelo recebimento de R$ 500 mil do empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS, como parte de propina paga em defesa de interesses do conglomerado junto ao governo.

Continuar lendo

Em dia de “Fla-Flu” político, Temer defende “pacificação” do País

10 maio, 2017 às 17:52  |  por Ivan Santos

temer Antonio Cruz/Agência Brasil

No dia em que o País segue em clima de “Fla-Flu” político em razão do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba, o presidente Michel Temer defendeu hoje que o Brasil precisa “eliminar uma certa raivosidade”, ter “tranquilidade” para ser pacificado e resgatar a “cordialidade” característica do brasileiro. Segundo ele, “nada vai impedir que o Brasil continue a trabalhar”. Nesse sentido, segundo o presidente, as medidas adotadas com o objetivo de melhorar a economia e gerar empregos o ajudarão no processo de pacificação do país.

Continuar lendo