Tratamento de canal e gravidez!!

21 outubro, 2009 às 08:00  |  por Dr. Fabio Leal Braga

Recentemente, tem-se observado grande número de doenças pulpares inflamatórias, ocorrendo também na fase gestação, não ligados diretamente a esta fase, mas como conseqüência de um momento, onde outros fatores tornam-se prioritários e os cuidados com a higiene oral são negligenciados, permitindo a evolução de cáries não tratadas e o posterior comprometimento pulpar. Diante deste quadro, o clínico e/ou o endodontista, vê-se obrigado a realizar um tratamento que alivie a dor e, ao mesmo tempo, não interfira negativamente no estado físico e emocional em que a paciente se encontra. Segundo Sonis e Fanzi o melhor período para a execução de procedimentos odontológicos é entre o 2º e 3º trimestre de gestação, ou seja, entre a 13ª e a 38ª semana, quando o feto já está um pouco mais adaptado ao estado em que se encontra. Mas em caso de urgência (pulpites, traumatismos, processos infecciosos, etc.) este atendimento pode ser realizado em qualquer período, pois a dor e a ansiedade geradas podem ser mais prejudiciais do que o próprio tratamento odontológico. Neste caso, deve-se tomar algumas precauções tais como: evitar a posição horizontal devido ao risco de pressionar a veia cava inferior, provocando uma queda de pressão arterial na paciente com possibilidade de síncope; executar radiografias apenas quando estritamente necessário e sempre com avental de chumbo protetor; não utilizar anestésicos contendo adrenalina ou noradrenalina (catecolaminas), principalmente no primeiro trimestre, pois pesquisas científicas relacionam seu uso a alterações cerebrais no feto. Deve-se dar preferência a substâncias com poder anestésico, tais como a lidocaína e a mepivacaína, atentando também para a técnica anestésica apurada e quantidade da droga injetada. Evitar a prescrição de medicamentos com efeitos colaterais adversos ou de pouco tempo de utilização na clínica (p. ex. tetraciclinas, vancomicina, clorafenicol, quimioterápicos, etc.), além de ter o cuidado de entrar em contato com o médico pré-natalista para um acompanhamento mais seguro do caso. Quando o tratamento endodôntico for a indicação correta, cabe ao profissional, embasado na experiência clínica e diagnóstico, nos recursos que dispõe e no quadro clínico diagnosticado, decidir qual a melhor conduta a seguir, pois sabe-se que o tratamento endodôntico requer um maior número de tomadas radiográficas e tempo mais prolongado para a execução, a depender das dificuldades encontradas, além do estresse gerado. Neste caso, realiza-se o tratamento de urgência, medica-se a paciente quando necessário, e adia-se o tratamento definitivo para após o parto, quando certamente haverá mais tempo e segurança para a execução do procedimento. O período de gestação é “curto” frente à possibilidade de um quadro irreversível, ocasionado por um tratamento mal conduzido, com conseqüências que podem comprometer a qualidade de vida da gestante e do bebê.

1 Comentários

14 ideias sobre “Tratamento de canal e gravidez!!

  1. tassiana mendes

    Ola, estou de 14 semanas e ultimamente estou sentindo dores fortisimas no dente. O meu dente obturado deu canal e os dentistas dizem q nao posso fazer nenhum tratamento nesse momento. Nao aguento mais essas dores fortes e fora q a consulta cm a minha ginecologista esta mt longe. Alguem tem alguma dica. Obrig ada

  2. Dr. Anderson Kovaleski

    Pode sim. Busque um profissional capacitado que trará conforto à sua situação. Procedimentos eletivos devem ser adiados. Emergenciais nunca. Inclusive algumas doenças ainda podem prejudicar o bebê. Procure um especialista.

  3. tatiane mendonça

    primeiramente bom dia estou com uma duvida eu ainda não tenho certeza mas acho que estou gravida de 2 semanas mas comecei um tratamento de canal tem um mês será que tem algum problema se eu continuar esse tratamento? será que não vai afetar a feto se eu estiver realmente gravida ? tem que esperar um mês pra poder fazer o teste de gravidez pós assim minha ginecologista me orientou mas estou com essa duvida me ajudem por favor. grata.

  4. Dr. Bruno Brites

    Tatiane, nesse caso, eu suspenderia o tratamento em casa de suspeita de gravidez, pois os períodos mais críticos para atendimento em gestantes são os 3 primeiros e 3 ultimos meses!
    Att.
    Dr. Bruno Brites

  5. Micheli Paiva

    Boa tarde, tenho um dente molar que precisa fazer um retratamento de canal, estou grávida de 7 semanas,cheguei a sentir dores neste dente, fiz um raio x de emergência e apareceu uma lesão na raiz, estou preocupada pois ninguém aqui na minha cidade quer mexer até eu completar os 3 meses. Será que isso pode afetar o bebe?

  6. Dr. Bruno Brites

    Micheli, você está em um período um pouco crítico da sua gravidez, o correto é que esperem até chegar o 3 mês, mas não se preocupe que isso não pode prejudicar o seu bebe
    Att
    Dr. Bruno Brites

  7. nathalia

    ola bom dia , estou gravida de 38semanas so que estou sentindo dores muito forte no meu dente , minha dentista pediu um raio x ela disse q tinha uma care que nao foi tirado totalmente e estava comendo meu dente , ela abril limpou mais msm assim ainda sinto dor, ela disse q so fazendo um canal pra essa dor passar , mais pelo fato de estar no final da gestacao tenho duvidas si posso fazer o canal ou naum. me ajuda n aguento mais to tomando paracetamol pra consegui dormi mais o efeito passa

  8. Dr. Bruno Brites

    O ideal Nathalia é esperar seu bebe nascer, pois seria toxico para a criança o uso de anestésico, recomendo, marcar uma consulta e coloco uma medicação topica em seu dente, para aliviar a dor até seu parto
    Att, Dr Bruno W Brites T

  9. priscila mendes

    Boa Tarde estou gravida de 4 meses e meu dente quebrou, fui ao dentista e ela tirou um raio x (me cobriu com o avental chumbo) e disse que preciso faer um canal urgente se nao , nao vou aguentar
    estou com medo e preocupada com minha bebe nao sei oque fazer, ela disse que e melhor uma pequena quantidade de adrenalina da anestesia doque adrenalina da dor que irei sentir.
    to com medo

  10. bianca

    estou de 7 meses e com dor no dente, tomei varios remedios receitados mais a dor continua. to com medo de fazer canal.

  11. Dr. Bruno Brites

    Nessa fase, você pode se tratar! Porém, procure um profissional de sua confiança!
    Att
    Dr.Bruno Brites
    CEOPAR
    3338-7029

  12. Dr. Bruno Brites

    Ele está correto! A adrenalina gerada pelo seu organismo é quase mil vezes maior do que a do anestésico!

  13. ELIZABETH

    estou com 18 semanas o dentista disse que presciso fazer canal mais estou com muito medo meu dente lateja e estou tomando tylenol o que faço

  14. Dr. Bruno Brites

    O ideal era fazer o canal após o parto, pois não é recomendado a anestesia e a radiação pela radiografia para o bebê. Portanto, converse com seu dentista para o mesmo lhe indicar qual melhor medicação e converse com seu obstetra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>