Arquivo da tag: Facebook

1.ª Farofada no Granito: Facebook foi o grande herói e o grande vilão

6 maio, 2013 às 21:27  |  por Brisa Teixeira

Hoje pipocou em toda a imprensa a notícia da 1.ª Farofada no Granito do Batel, que ocorreu durante a tarde de ontem (domingo). Alguns jornalistas e blogueiros avaliaram como fiasco e outros como um sucesso. Antes mesmo da Farofada acontecer, o evento já era um sucesso. Praticamente todos os veículos de imprensa divulgaram o evento, motivados pela originalidade da proposta e pelo sucesso de confirmações, que não paravam de crescer, no evento criado no Facebook.

As 7.320 pessoas que “confirmaram” que compareceriam ao evento pelo Facebook, por mais que não compareceram, mostraram a sua indignação e apoiaram à causa levantada pela atriz Kaley Michelle, uma das organizadoras, que ficou desapontada com o pouco movimento, que variou de 100 a 200 pessoas ou, quem sabe, 400 se somar todos que passaram por ali.

É de se esperar dos curitibanos essa pouca adesão. Aquele que não precisou levantar o traseiro do sofá para confirmar a presença no evento foi o mesmo que ficou curtindo o dia chuvoso em casa, acompanhando fotos do evento pelo Facebook. Têm aqueles curitibanos também que confirmaram a presença mesmo sabendo que estariam neste mesmo horário, no Atletiba.

Mas, críticas à parte aos curitibanos, o evento foi um sucesso mesmo no mundo virtual. Na vida real, a pouca adesão (se considerarmos a expectativa de pelo menos 10% dos 7.320),  alguns exageros de exposição, que podem ser conferidos na própria página do evento e as críticas da mídia tiraram o brilho do que poderia ter sido um grande evento.

Mas tudo isso não foi motivo de desânimo para os organizadores. Novas farofadas em breve ocorrerão e o Facebook mais uma vez terá seu importante papel de levantar causas de indignação como essa! Sem chuva, frio e Atletiba, é bem possível que o povo saia da sua zona de conforto e vá à rua apoiar. E como a própria Kaley Michelle escreveu em seu perfil no Face: porque a corrupção não para em dia de chuva!!! 

Posso ser seu amigo?

17 março, 2013 às 10:11  |  por Brisa Teixeira

No livro, “Amor Líquido” o autor Zygm Zygmunt Bauman escreve sobre as relações humanas, que estão cada vez mais flexíveis, gerando níveis de insegurança que aumentam a cada dia. É visível e percebemos como as pessoas estão dando mais importância ao relacionamentos pela internet por meio de bate-papo, redes sociais, email ou celular nas mensagens de texto. Quantas coisas dizemos muito à vontade por esses meios e chega no face a face (que não é o Face de Facebook) e a comunicação simplesmente não acontece.

Adicionamos pessoas a todo momento no Facebook e não as adicionamos na nossa vida pessoal. Pessoas que não se conhecem sabem muito mais da vida uma da outra do que um parente como um pai ou uma mãe, que por não terem uma conta no Facebook, sabe menos da vida do filho.

Esse vídeo que compartilho no final do post, muitos sei que assistiram, ilustra o que estou falando. O cara chega nas pessoas e pergunta: Posso ser seu amigo? Posso escrever no seu muro? Ele pergunta para um homem na rua: qual o seu estado civil? O outro diz: Solteiro. Aí vem a ironia: Legal. Curti!

Vale a pena ver e rever sempre e pensar o que estamos fazendo com as nossas relações humanas…

Posso ser seu amigo? – Can I be Your friend? (Legendado)

Curtiu o post? Comente! Compartilhe!!!!! Me sinto isolado se meus posts não geram efeito! rsrsr Parece piada, não é? Mas é assim que nos sentimos e vivemos hoje! 

 

“Diário de Classe”, blog de Isadora Faber encoraja outros alunos

29 setembro, 2012 às 01:15  |  por Brisa Teixeira

Blogs que relatam problemas das escolas se multiplicam. A inspiração vem do blog Diário de Classe da catarinense Isadora Faber, 13 anos. Ela criou a página-denúncia no Facebook especialmente para relatar os problemas do colégio.

A iniciativa da aluna já rendeu o que falar: ganhou repercussão na mídia nacional, já soma 318 mil curtidas, aluna foi parar na delegacia intimada a prestar depoimento sobre as acusações de uma professora de que teria cometido crimes de calúnia e difamação e vem motivando outros estudantes a fazerem o mesmo.

Reportagem da Gazeta do Povo conta que muitas páginas no Facebook foram criadas por adolescentes e jovens para colocar a boca no mundo e reivindicar melhorias para o sistema de educação. O Diário do Estudante Vila Verde, foi criado pelo estudante Igor Fabiano de Castro Nascimento, 18, e tem a função de mostrar o cotidiano do Colégio Estadual Rodolpho Zaninelli, na Vila Verde, no bairro Cidade Industrial de Curitiba, com o que há de ruim e de bom.

Assim como Isadora, ele também vem sofrendo represarias, mas não se intimida e tem um plano de fazer com que a página abrigue, futuramente, informações sobre o maior número possível de escolas de Curitiba.

 

Aplicativo relembra os bons tempos de colégio

13 setembro, 2012 às 12:24  |  por Brisa Teixeira

Chegou a hora de você relembrar das amizades especiais com quem você divide, ou dividiu, momentos inesquecíveis em sala de aula e na vida. A Rede La Salle lançou um aplicativo divertido, integrado ao Facebook, que relembra os bons tempos do colégio.

Pelo app ‘Todo Mundo Tem um Amigo Que…’, o usuário pode ‘marcar’ os seus amigos mais importantes da época escolar, se divertir com os colegas de trabalho ou com suas atuais amizades. Para brincar, é só acessar http://on.fb.me/O9R4AN

O sistema de funcionamento é simples: o usuário marca seus amigos nas lembranças que tem deles. Ex: aquele que diverte todo mundo com as piadas, o que é amigo de todo mundo, o esportista da turma ou aquele que explica as matérias mais difíceis. Depois de marcá-los, é só compartilhar a foto no mural e se divertir com os comentários e recordações.

A ação reforça a importância das amizades e do conhecimento para os jovens e ainda faz os usuários recordarem os tempos, geralmente divertidos, do colégio.

Estudante de 13 anos cria a fan page Diário de Classe e causa polêmica

28 agosto, 2012 às 14:17  |  por Brisa Teixeira

Foto: Divulgação

A notícia que está em todos os blogs e sites que tratam de educação e redes sociais é a da aluna Isadora Faber, 13 anos, da escola municipal Maria Tomázia Coelho, em Florianópolis (SC). Isadora criou sozinha, em 11 de julho deste ano, uma página no Facebook, a que ela deu o nome de Diário de Classe , com intenção de divulgar publicamente os problemas da sua escola. O blog é um sucesso: 82.071 já curtiram e neste momento, às 14h07, do dia 28 de agosto, 713 “falando sobre isso”.

Tamanho sucesso deve-se a polêmica que essa página causou. Isadora passou a sofrer retaliações de professores e colegas por conta das denúncias. “Me pressionaram de todas as formas para eu retirar os vídeos das aulas de matemática. Se arrependimento matasse já estava morta, mas se continuarem sem dar explicações vou publicar todos de novo e mais alguns, ou vai passar o ano todo sem aula de matemática decente??”

Isadora quer mostrar a verdade sobre as escolas públicas e acredita que atitudes como essa vão repercutir numa melhor educação não só para ela, mas para todos que sofrem com escolas sem infraestrutura e qualidade.

Apesar das represálias, Isadora continua firme e forte com a sua página no Facebook e até se desculpou para aqueles que curtem a sua página, que não teve tempo, nos últimos dias, de responder a todos, pois está numa maratona de entrevista devido à polêmica que a página causou.

É pessoas assim, como Isadora, que farão diferença ainda mais “amanhã”. O problema é que quem não entende e barra iniciativas como essa é quem não quer ver o problema. Isadora, continue buscando sempre o melhor!

 

Feira Imobiliária 2012 ganha força nas redes sociais

20 agosto, 2012 às 19:08  |  por Brisa Teixeira

Com um site criado especialmente para o evento e páginas nas redes sociais Facebook e Twitter, a  21ª edição da Feira de Imóveis do Paraná mostra que veio com tudo e que está apostando na geração de conteúdos nos meios virtuais. O diretor da Active, agência digital responsável pelas ações online e manutenção dos canais da feira imobiliária, Eduardo Cavalli, diz que o objetivo é a presença online e fortalecimento da marca do evento focado no público alvo do mercado imobiliário, em sua faixa etária e nas redes sociais em que ele está mais presente.

Nestes canais, podem ser encontradas informações sobre o evento, os expositores e o local em que a feira será realizada, notícias sobre mercado imobiliário, paisagismo e decoração, além de dicas de compra e venda. Além disso, são realizadas promoções relâmpago nas redes sociais, com prêmios oferecidos pelos participantes.

Cavalli explica que a estratégia utilizada para divulgação online é a presença no Google, que detém 98% do mercado de buscas no país. Isto se dá com o posicionamento do site oficial da Feira de Imóveis do Paraná nos melhores resultados de procura, a partir de um trabalho específico de SEO, ou seja, de otimização para buscadores.

A maior parte dos acessos aos canais web da feira imobiliária é de mulheres (60%), com esmagadora maioria das visualizações provenientes de Curitiba e região metropolitana, embora haja acessos oriundos do interior do Estado e de Santa Catarina. Aproximadamente 70% dos usuários têm entre 24 e 48 anos.

A 21ª edição da Feira de Imóveis do Paraná é promovida  pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR). A Feira será de 29 de agosto a 2 de setembro, na Expo Renault Barigui, novo pavilhão de exposições do Parque Barigui, em Curitiba.

Canais onlines utilizados

Site: www.feiraimoveispr.com.br

Twitter: www.twitter.com/feiraimoveispr

Facebook: www.facebook.com/feiraimoveispr

Expoente faz campanha no Facebook para comemorar o Dia do Estudante

16 agosto, 2012 às 18:44  |  por Brisa Teixeira

Paula Brazz Dotto Alves, aluna do 2.º ano do Ensino Médio, foi a vencedora do concurso.

Dia 11 de agosto foi comemorado o Dia do Estudante e para não deixar a data passar em branco, o Colégio realizou uma ação para movimentar a sua página no Facebook. A campanha foi focada na criação de frases criativas, contendo as palavras “estudante” e “Expoente”, com a intenção de promover a marca Expoente, provocar entusiasmo entre os alunos e mudar um pouco a rotina da escola.

Participaram alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio. As 10 melhores frases foram postadas no Facebook e a partir daí os internautas passaram a curtir as de sua preferência, uma vez que as três mais curtidas receberiam prêmios. Os alunos criadores das frases finalistas fizeram uma enorme mobilização junto aos familiares e amigos, garantindo, ao final da votação, que durou 3 dias, mais de 1.000 curtições, 180 compartilhamentos e 130 novos amigos.

O primeiro lugar recebeu R$300 reais para gastar em roupas na Back Wash e R$200, na Casa do Zé, famosa casa de espetos, em Curitiba. O segundo lugar recebeu R$200 em compras na Back Wash e R$100 na Casa do Zé e o terceiro colocado recebeu R$100 da Back Wash e mais R$100 da Casa do Zé.

A aluna Paula Brazz Dotto Alves, do 2.º ano do Ensino Médio, que ficou com o primeiro lugar confessa que não imaginava que seria a grande premiada. Assim que sua frase foi selecionada, no mesmo dia pediu para 200 amigos da sua rede de relacionamento no Facebook para curtir a sua frase.  Paula teve 282 amigos que curtiram a frase “Sendo um estudante Expoente, temos o orgulho de sair na frente”.

O concurso foi um sucesso, com repercussão positiva nas redes sociais e nos próprios colégios, entre toda a comunidade escolar. Os inúmeros participantes compartilharam a alegria de comemorar o Dia do Estudante de maneira diferenciada, e o Expoente promoveu a marca junto ao seu principal público. Além dos prêmios para os 3 primeiros lugares, todos os que participaram enviando as suas frases concorreram a um par de ingressos do Cinemark.

Entrevista: advogado Guilherme Santos – autorização de imagem nas redes sociais

8 agosto, 2012 às 17:09  |  por Brisa Teixeira

Se tem uma questão que todo mundo pergunta é: alguém pode me denunciar por postar fotos nas redes sociais sem autorização das pessoas? A resposta é sim! Isso mesmo. Existem leis no Código Civil e na Constituição Federal que podem ser usadas contra aqueles que não se preocupam em pedir a autorização de direito de imagem. O advogado especialista em Direito Digital, Guilherme Guimarães Rocha Pereira dos Santos, sócio fundador do escritório Pereira dos Santos Advocacia, em entrevista para o Blog Tic Tag fala sobre as indenizações para quem não cumpre a lei e também  diz que há brechas na lei quando a imagem postada tem interesse científico, didático ou cultural, por exemplo.

 BLOG TIC TAG – Existe uma lei que garante o direito de imagem de pessoas nas redes sociais?

Guilherme Santos - Sim. O Código Civil e a Constituição Federal tratam do direito de imagem. O artigo 20, inserto no capítulo II, do Código Civil Brasileiro, dispõe que: “Salvo se autorizadas, ou se necessárias à administração da justiça ou à manutenção da ordem pública, a divulgação de escritos, a transmissão da palavra, ou a publicação, a exposição ou a utilização da imagem de uma pessoa poderão ser proibidas, a seu requerimento e sem prejuízo da indenização que couber, se lhe atingirem a honra, a boa fama ou a respeitabilidade, ou se destinarem a fins comerciais.” E o artigo 5.º, inciso X, da Constituição Federal, proclama que: “são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação.”

BLOG TIC TAG - Se a imagem de uma pessoa é utilizada por uma fan page sem sua autorização, mesmo que tenha apenas a intenção de informar e não fazer propaganda gerando algum lucro, mesmo assim o “dono” daquela página pode ser punido?

Guilherme Santos - Claro. Apesar do artigo 20 tratar das imagens destinadas a fins comerciais, o artigo 5.º da Constituição Federal considera, genericamente, inviolável a exposição ou utilização da imagem; independente de ser comercial. Ou seja, tenha ou não a divulgação fins lucrativos a autorização da pessoa é necessária. Assim, por tratar-se de direito da pessoa, posto que inerente à personalidade, o uso da imagem sem sua autorização assegura ao seu titular o direito a indenização por dano material ou moral decorrente da violação.

BLOG TIC TAG - Que tipo de punição ele recebe?

Guilherme Santos - Poderá ser condenado a indenizar a pessoa que teve sua imagem utilizada indevidamente. O valor pode variar muito desde R$ 5.000 a R$ 50.000.

BLOG TIC TAG – Se compararmos a um jornal ou TV, que também tem a intenção de informar, qual a diferença? 

Guilherme Santos - Para a mídia impressa também cabe as mesmas considerações. Acontece que se você está sendo entrevistado e fotografado para o próprio veículo de comunicação, estará autorizando tacitamente a veiculação da sua imagem. Veja que tanto o artigo 20 do Código Civil quanto o artigo 5.º da Constituição Federal não exigem autorização expressa.

BLOG TIC TAG – Há casos em que não necessita a autorização?

Guilherme Santos -Existem alguns casos, sim, que não necessitam de autorização, como pessoas revestidas de notoriedade; acontecimento de interesse público ou realizado em público; interesse científico, didático ou cultural; interesse de ordem pública e para a administração da justiça. Assim, fora tais limitações, o uso da imagem alheia sem autorização do titular constitui violação ao direito de imagem.

BLOG TIC TAG - Qual a orientação para usar fotos em fan pages e perfis pessoais sem se preocupar com possíveis multas e processos?

Guilherme Santos - Firmar uma autorização/licença com a pessoa que pretenda utilizar a imagem.

*** Para saber mais sobre o trabalho do advogado Guilherme Guimarães Rocha Pereira dos Santos acesse o seu perfil no LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/guilhermedireitodigital ou o site da Pereira dos Santos Advocacia www.pds.adv.br

 

Compartilhe solidaridade

23 julho, 2012 às 15:50  |  por Brisa Teixeira

Como faço para que um número grande de fãs curta a minha página? Nem sempre essa pergunta é fácil de responder e todos querem saber essa fórmula mágica. Fazer marketing – seja on line ou off line – quando se tem din din para investir, tudo fica mais fácil.

A Plaenge vem mostrando que sabe fazer campanha com as redes sociais para aumentar o seu número de fãs e ainda ganhar pontos como empresa solidária. A construtora doará para o Hospital Pequeno Príncipe R$ 1,00 por pessoa que curtir a página da Plaenge no Facebook durante a campanha. No início da campanha a página da Plaenge no Facebook possuía 12.827 fãs. Os créditos para doação serão contados a partir deste número e terá um limite de 5 mil “curtidas”. Hoje (23/07, às 15h40),  já são 15.086. O valor arrecadado será destinado integralmente para manutenção e reformas do Hospital.

O Pequeno Príncipe é uma associação hospitalar voltada para o atendimento de crianças e adolescentes na cidade de Curitiba. O Hospital é considerado o maior no segmento pediátrico do Brasil e 70% de sua capacidade é destinada ao SUS. Realiza cerca de 17 mil cirurgias, 340 mil atendimentos ambulatoriais e 24 mil internações ao ano.

Ficou interessado em curtir a página da Plaenge no Facebook para ajudar o Pequeno Príncipe e ainda apoiar a campanha? Acesse o link https://www.facebook.com/plaenge

Claro cria fan page exclusiva para a sua ação de marketing na Meia Maratona

27 junho, 2012 às 00:19  |  por Brisa Teixeira

A Claro, empresa de telefonia móvel, criou uma ação de marketing que agradou os participantes da Meia Maratona de Curitiba, que aconteceu no último domingo, 22. No Museu do Olho, local da chegada, o atleta, que teve disposição para enfrentar uma fila grande, posou para a foto registrando o tempo exato da corrida que acabou de fazer.

Uma página no Facebook https://www.facebook.com/ClaroMaratona foi criada especialmente para agrupar todas essas fotos. Alguns reclamaram que não acharam a sua, mas a maioria encontrou, curtiu, compartilhou e, alguns como eu, também usaram a foto para a imagem de capa na Linha do Tempo.

Segundo dados do site da Promoview, a  Corrida de Rua é um dos esportes que mais cresce no País. No Brasil, são mais de 600 provas durante o ano, que resultam em um investimento total estimado em 50 milhões de reais. Em Curitiba (PR), mais de 65 eventos foram programados para 2012, com expectativa de um total 115 mil participantes oficialmente inscritos.

Além da Claro, outras empresas apostaram neste nicho de mercado, na Meia Maratona. Entre elas, a Copel, que assinou o evento como patrocinador máster, além de outras importantes marcas como Unimed Curitiba, Ford, Ouro Fino, Rossi e Ademilar.

 

 

Faça networking com cartões de visita virtual

3 maio, 2012 às 13:30  |  por Brisa Teixeira

As opções são muitas e o impacto é grande. Fazer networking trocando cartões virtuais pode impressionar potenciais clientes, parceiros e colegas, rendendo bons contatos profissionais. Existem diversos serviços que prometem recriar a essência dos cartões de visita em versão digital.

Há programas que usam informações das redes sociais como base para montar os cartões de visitas virtuais como é o caso do CardCloud (abr.io/cardcloud). O programa roda no iOS e no Android. O destaque deste aplicativo é que ele associa cada cartão recebido ao local onde isso ocorreu.

Para quem tem Iphone a dica é usar o aplicativo Bump (abr.io/bump). Ele é um dos precursores na troca de informações pessoais. O Bump compartilha fotos e exige uma conexão à internet para funcionar (Wi-Fi ou 3G). Também roda no Android.
Já o CardFlick (abr.io/cardflick) elabora um cartão virtual com design. Traz vários desenhos diferentes e pode incluir perfis de redes sociais como Facebook e Twitter. Roda no iOS.

O About.Me (about.me) é um serviço simples. Bastam uma foto e uma descrição sintética de sua vida profissional. Todo o demais você informa “linkando” toda a sua vida pessoal e profissional ao cartão de visitas. Basta oferecer os links de seus perfis nas diversas redes sociais. O site ainda dá opção ao usuário de personalizar seu cartão com escolha de fonte, cores e imagem de fundo.

No IdentyMe (identyme.com/) é possível ter um business card personalizado somente com as informações e links que julgue importante divulgar. O serviço conta três planos diferenciados, sendo um free e outros com taxas de US$5,95 e US$19,95 mensais.

Na versão em português, há o Me Adiciona (meadiciona.com), um site onde é possível criar o cartão de visitas virtual e reunir o link de todas as páginas da Internet.

Existem outros serviços para criar um cartão virtual:

Dooid – www.dooid.com

MyOne Page – www.myonepage.com

Fontes: http://tecnoartenews.com; http://resultson.com.br/; Revista Infodicas (edição abril de 2012); e http://gerentebeminformado.blogspot.com.br/(imagem)

Surpreenda ao responder críticas nas redes sociais

2 fevereiro, 2012 às 17:29  |  por Brisa Teixeira

O monitoramento é um dos processos básicos para quem cria contas nas redes sociais. De nada adianta criar uma conta no twitter e facebook e não estar atento diariamente para saber o que o seu público está falando de você ou da sua marca. É mais comum do que você imagina a quantidade de pessoas que criam uma conta de twitter, por exemplo, e esquecem de ler ou nem sabem para que serve aquele link de mentions/menções. (Saiba mais aqui)  Ali, tem muita gente que quer se comunicar ou até mesmo está fazendo duras críticas sobre você e seu produto. Para o sucesso de uma marca na web é de extrema importância trabalhar em cima de qualquer opinião, seja ela positiva ou negativa. Se a resposta for criativa e, se possível envolver humor, então, você já entendeu o “espírito da coisa”.

Um bom case do que estamos falando é a série de piadinhas que ainda estão rolando no twitter e no facebook sobre as embalagens da Ruffles possuírem mais ar do que batatinhas. 

 
De maneira alguma essas piadinhas devem ser ignoradas ou deixar o consumidor insatisfeito sem resposta. No caso da Ruffles, a saída foi a criação de um gráfico  que além de responder à altura ainda dá uma aula de Ruffles (clique para ver por completo aqui).

 A mensagem foi rebatida por consumidores divididos, mas o mais importante é que a Ruffles não deixou de se posicionar.  E você? Já deu uma olhadinha hoje no que estão falando por aí de você nas redes sociais?

O que as marcas precisam saber sobre consumidores no Facebook

22 setembro, 2011 às 11:36  |  por Brisa Teixeira

Uma das ações em redes sociais primordiais que um cliente pede é a criação da página da empresa no Facebook. A Revista Exame publicou recentemente uma pesquisa que revela como os norte-americanos se comportam no Facebook em relação às marcas, e até mesmo o porquê de essas pessoas “curtirem” as páginas.

As estatísticas são de um público que não é o brasileiro, culturas diferentes se comportam de diferentes maneiras nas redes sociais, mas esta pesquisa em relação às fan pages tem o seu fundamento e por isso achei interessante divulgá-la aqui no blog Tic Tag.

O levantamento “10 fatos que você deveria saber sobre comportamento dos consumidores no Facebook”, conduzido pela Constant Contact e pela Chadwick Martin Bailey, ouviu 1.491 pessoas, todas maiores de 18 anos.

Vamos aos números:

58% dos usuários vira fã de uma empresa por já ser seu consumidor

57% deles só estão ali pois esperam receber descontos ou participar de promoções.

78% disseram participar de menos de dez fan pages, o que as deixa mais focadas.

31% estão presentes para ter acesso a conteúdo exclusivo

52% dos entrevistados gastam pelo menos uma hora por semana no Facebook.

56% dos que ainda não completaram 35 anos conversam com as marcas preferidas pelo Facebook.

77% leem os posts, acompanham as novidades e as ofertas divulgadas pelas marcas

17% compartilham experiências sobre elas com outras pessoas.

13% postam conteúdo relacionado às empresas.

76% nunca deixaram de seguir uma marca depois de “curtir” sua página no Facebook.

56% se sentem mais confortáveis em fazer indicações depois de se tornar fã.

51% dos fãs ficam mais inclinados a comprar após se vincularem à marca.

Pesquisa revela cansaço das redes sociais

21 agosto, 2011 às 08:45  |  por Brisa Teixeira

fonte: dicastrowebdesign.com

Toda vez que se faz um levantamento sobre o uso das redes sociais em diversos países, os brasileiros estão no topo dos que mais usam essas ferramentas. Mas esta semana, uma pesquisa da Gartner realizada em 11 países demonstrou que os brasileiros estão entre os mais cansados dessas mídias.  Será mesmo?

A pesquisa da consultoria ouviu 6,3 mil pessoas entre 13 e 74 anos de idade, em 11 países desenvolvidos e emergentes. No Brasil, a pesquisa ouviu 581 pessoas e revelou que o Orkut ainda é o líder de usuários, seguido pelo YouTube e pelo Facebook. (Este dado do Orkut é outra polêmica que rende outro post aqui no blog. Empresas estão descartando fortalecer a sua marca no Orkut, sendo que ela ainda é preferência dos brasileiros nas redes sociais).

Os usuários foram questionados sobre como usam e quais são suas opiniões sobre sites de redes sociais. Uma das razões apontadas pelos internautas dos que disseram menos animados, foi problemas relacionados à privacidade, atingindo 33% dos entrevistados. Em seguida, vem a superficialidade dos comentários postados por outros usuários.

A reflexão que faço desta pesquisa é: o problema está na quantidade de amigos que a maioria aceita sem ao menos conhecer; só para fazer volume e compartilhar informações que não gostaria que todos soubessem. Nem tudo precisa ser compartilhado, ainda mais problemas pessoais, nestas horas ligar para um amigo funciona mais. O resultado é este incômodo com a privacidade e na superficialidade dos comentários, revelados na pesquisa.  Se o Google + vai “pegar” ninguém sabe ainda. O que se sabe é que ele está entrando com tudo com foco na privacidade de compartilhamento das informações com os círculos que o próprio usuário cria.

Referências: G1 e Folha de São Paulo

INFOGRÁFICO FOLHA DE SÃO PAULO