Avaliação – Fiat 500 Abarth um foguetinho apimentado

12 junho, 2015 às 07:25  |  por Nilton Saciotti
500_abarth_0011
Compacto tem 1.4 turbo de 167 cv e 23 kgfm; vai de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos.

Ele acomoda decentemente apenas duas pessoas, tem um porta-malas diminuto, e tecnologias presente são poucas para um carro que custa a partir de R$ 81.710.

500_abarth_0029

Mas posso garantir, foi um dos melhores e mais interessante carro que já testamos. O compacto tem 3,67 m. São 12 cm a mais no comprimento em relação ao 500 convencional. Isso porque a Fiat precisou aumentar a dianteira para acomodar melhor os radiadores de ar e água.

500_abarth_0028

Alem das rodas de 16 polegadas, com visual inédito e pintura em vermelho no modelo testado faz aumentar a ideia de “pimentinha”, os para-choque com entradas de ar aumentadas, para melhorar o fluxo de ar e a troca dos logotipos da Fiat pelos da Abarth. O “escorpião da marca” aparece na dianteira, traseira, laterais, rodas e volante, faz com que várias pessoas me perguntassem na rua qual a marca e procedência do “lindinho”.

500_abarth_0027

Mas tudo começa a ficar interessante mesmo na primeira acelerada, os 1.164 quilos são empurrados por um motor 1.4 Multiair 16V turbo de 167 cv a 5.500 rpm e 23 kgfm entre 1.500 e 4 mil rpm. Para contribuir com a relação “peso x potencia”, o câmbio é manual de cinco velocidades. Segundo a montadora, o hatch chega a 100 km/h em 6,9 segundos e tem velocidade máxima de 214 km/.

500_abarth_0017

O visual do interior também causa boa impressão. Os bancos dianteiros de couro, inteiriços, lembram os conchas usados em corridas. O painel deixou de lado os medidores tradicionais em prol de telas digitais. Os saudosistas poderão sentir falta dos ponteiros, mas quem quer informações, inclusive a força g que atua no carro, ficará mais do que satisfeito. À esquerda, num semicírculo, está o giro do motor. À direita, o velocímetro. Os comandos dos vidros elétricos, por exemplo, ficam no console central – o lugar mais cômodo é nas portas. Além disso, não têm comando um-toque para subir ou descer, mas nada que desabone, o pior mesmo veio na hora de devolver o carrinho após 10 dias.

500_abarth_0023500_abarth_0015500_abarth_0014500_abarth_0005

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>