Artistas se unem em manifesto contra o cancelamento de exposição

14 setembro, 2017 às 07:00  |  por Fernando Tupan

Organizações e grupos LGBTs lideraram ontem uma manifestação em frente ao museu Santander Cultural, em Porto Alegre, contra o cancelamento da exposição Queermuseu — Cartografias da Diferença na Arte Brasileira. Com apoio de artistas; curadores; profissionais de diversas áreas, como professores e economistas; e de populares, o protesto foi um ato de repúdio à decisão do museu e em defesa da liberdade de expressão. As informações são do Correio Braziliense.

A exposição criou polêmica após a acusação de conter obras com “apologia à pedofilia e à zoofilia”, e por representar “blasfêmia”. Por meio das redes sociais do museu, internautas chegaram a criticar o trabalho de vários artistas.

A mobilização teve presença também do grupo favorável ao cancelamento da mostra. O encontro, porém, foi pacífico. O curador da mostra, Gaudêncio Fidelis, também esteve no local. Durante o protesto, grupos a favor da exposição gritaram frases como “Eu beijo homem, beijo mulher; tenho o direito de beijar quem eu quiser” e “pela arte, pela cultura, diga não à censura”. Já os contrários à mostra seguravam bandeiras do Brasil e gritavam: “Pedofilia não é arte, é crime”.Na segunda-feira, dois promotores do Ministério Público do Rio Grande do Sul foram até o local para ver a exposição e avaliaram que não existe menção à pedofilia ou sexualização de crianças nas obras criticadas. A mostra traz mais de 270 obras (de coleções públicas e privadas) de períodos variados, desde o século XX aos dias atuais. O objetivo é a exploração da diversidade de expressão de gênero e da diferença na arte e na cultura. A apresentação foi aberta em agosto e ficaria em exibição até 8 de outubro.

Em nota, no domingo, o museu declarou que o objetivo é incentivar as artes e promover o debate sobre as grandes questões do mundo contemporâneo e que, por conta do respeito à divergência de opiniões, decidiu suspender a exibição. A instituição também anunciou que devolverá R$ 800 mil à Receita Federal captados pela Lei Rouanet para a realização da exposição.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>