Fim do mistério: iPhone 7 chega em novembro

6 novembro, 2016 às 04:48  |  por Fernando Tupan

Aca­bou o mis­té­rio. Pra­ti­ca­men­te dois me­ses após ser lan­ça­do em to­do o mun­do, o iPho­ne 7 co­me­ça a ser co­mer­cializa­do no Bra­sil no pró­xi­mo dia 11. A da­ta foi anun­cia­da pe­la Ap­ple, fa­bri­can­te do apa­re­lho, na sua pá­gi­na na in­ter­net. Os pre­ços das ver­sões 7 e 7 plus ain­da não fo­ram in­for­ma­dos, mas o mo­de­lo mais sim­ples, com 32 G e des­blo­quea­do po­de ser com­pra­do por US$ 750 na Ama­zon. Pe­la co­ta­ção de ho­je, o apa­re­lho cus­ta­ria apro­xi­ma­da­men­te R$ 2.400. Mas os pre­ços de­vem ser bem mais al­tos. Em no­vem­bro do ano pas­sa­do, o iPho­ne 6S com 16 G foi lan­ça­do no país por R$  4. Se­gun­do um si­te es­pe­cializa­do em tec­no­lo­gia, o apa­re­lho te­rá pre­ços en­tre R$ 3.499, na ver­são mais sim­ples, R$ 4.899 na mais com­ple­ta. As informações são do jornal O Estado de Minas.

O iPho­ne 7 tem ver­sões com me­mó­ria de 32 GB, 128 GB ou 256 GB. Con­for­me a Ap­ple, o apa­re­lho “me­lho­ra con­si­de­ra­vel­men­te” a ex­pe­riên­cia dos usuá­rios. O smar­tpho­ne tem um con­jun­to de câ­me­ras com­ple­ta­men­te no­vo, con­for­me a com­pa­nhia. Ba­te­ria, al­to-fa­lan­tes e te­la tam­bém fo­ram aper­fei­çoa­dos. O iPho­ne 7 tem 4,7 po­le­ga­das e a ver­são Plus, 5,5 po­le­ga­das. Am­bos são pro­du­zi­dos com alu­mí­nio sé­rie 7000, con­si­de­ra­do re­sis­ten­te. A com­pa­nhia diz ain­da que o equi­pa­men­to é re­sis­ten­te à água e res­pin­gos, mas avi­sa: “a re­sis­tên­cia à água, res­pin­gos e poei­ra não é uma con­di­ção per­ma­nen­te e po­de di­mi­nuir com o tem­po”.

O apa­re­lho é ofe­re­ci­do em qua­tro co­res: pre­to, pra­tea­do, dou­ra­do e ou­ro ro­sa. A ver­são ne­gra é di­fe­ren­te das an­te­rio­res, mais es­cu­ra e bri­lhan­te, fei­ta di­re­ta­men­te na ba­se de alu­mí­nio ja­tea­do. Pa­ra fi­car bri­lhan­te, pas­sa por um pro­ces­so de ano­di­za­ção e po­li­men­to. “O re­sul­ta­do é um pre­to tão pu­ro e li­so que não dá pa­ra di­zer on­de ter­mi­na o alu­mí­nio e on­de co­me­ça o vi­dro”, diz a Ap­ple.

A câ­me­ra tem 12 me­ga­pi­xel, es­ta­bi­li­za­ção óp­ti­ca de ima­gem — um sen­sor aju­da as len­tes a rea­gi­rem aos me­no­res mo­vi­men­tos, per­mi­tin­do uma ex­po­si­ção até três ve­zes maior em com­pa­ra­ção ao iPho­ne 6s –  e flash dqua­tro le­ds, que emi­tem luz 50% mais bri­lhan­te. A aber­tu­ra de dia­frag­ma per­mi­te a cap­tu­ra de 50% mais luz. Pa­ra os sel­fies, a câ­me­ra Fa­ce­Ti­me HD de 7 me­ga­pi­xel e flash Re­ti­na, que se adap­ta à luz am­bien­te. O pro­ces­sa­dor de ima­gens foi aper­fei­çoa­do e “e rea­li­za mais de 100 bi­lhões de ope­ra­ções a ca­da fo­to ou ví­deo”, diz a fa­bri­can­te. “Ele usa tec­no­lo­gia de apren­di­za­do de má­qui­na pa­ra dei­xar ca­da no­va ima­gem mais bo­ni­ta que a an­te­rior”. Além dis­so, o apa­re­lho gra­va em câ­me­ra len­ta com al­ta re­so­lu­ção de 1080p e 720p.

Re­sul­ta­dos Com o lan­ça­men­to, a Ap­ple se an­te­ci­pa à Bla­ck Fri­day bra­si­lei­ra, mar­ca­da pa­ra o dia 25, oca­sião em que os con­su­mi­do­res cos­tu­mam fa­zer com­pras de ele­troe­le­trô­ni­cos. De acor­do com o por­tal Bla­ck­Fri­day.com.br, idea­li­za­dor do even­to no Bra­sil, as prin­ci­pais in­ten­ções de com­pras pa­ra a edi­ção de 2016 são li­ga­das a pro­du­tos com maior va­lor agre­ga­do e de de­se­jo; com des­ta­que pa­ra smar­tpho­nes, te­le­vi­so­res, no­te­books e ele­tro­do­més­ti­cos.

Além dis­so, o lan­ça­men­to no Bra­sil acon­te­ce pou­co após a Ap­ple in­for­mar que­da de 19% no lu­cro fren­te ao mes­mo pe­río­do do ano pas­sa­do, com US$ 9 bi­lhões no quar­to tri­mes­tre fis­cal, en­cer­ra­do em 24 de se­tem­bro. Foi a ter­cei­ra que­da se­gui­da nos gan­hos da gi­gan­te. A re­cei­ta da com­pa­nhia caiu pa­ra US$ 46,9 bi­lhões, um tom­bo de 9% na com­pa­ra­ção in­te­ra­nual.

Os nú­me­ros ne­ga­ti­vos re­fle­tem a que­da nas ven­das do iPho­ne, prin­ci­pal fon­te de ren­da da em­pre­sa nor­te-ame­ri­ca­na. No úl­ti­mo tri­mes­tre, a Ap­ple ven­deu 45,5 mi­lhões de apa­re­lhos, uma que­da em re­la­ção aos 48,05 mi­lhões ven­di­dos um ano an­tes. Ain­da as­sim, o de­sem­pe­nho sur­preen­deu ana­lis­tas, que es­pe­ra­vam 44,8 mi­lhões de uni­da­des ven­di­das. O re­sul­ta­do não re­fle­te com­ple­ta­men­te o de­sem­pe­nho do no­vo to­po de li­nha da mar­ca, o iPho­ne 7, lan­ça­do ape­nas duas se­ma­nas an­tes do fe­cha­men­to do tri­mes­tre fis­cal.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>