Morre Saul Trumpet, ícone da música paranaense

1 novembro, 2017 às 11:27  |  por Fernando Tupan

Saul Trompete

Do Bem Paraná

Morreu nesta quarta-feira (1) o músico paranaense Saul Trumpet. aos 74 anos, após lutar contra um câncer. Ele estava internado já há cerca de 20 dias.  Saul Trumpet foi um dos maiores nomes música instrumental brasileira com uma história de mais de 50 anos.

Paranaense de Bandeirantes, Saul foi um menino precoce que aos nove anos encontrava suas primeiras notas no bombardino do pai que costumava pegar escondido enquanto este ia trabalhar. Aos 13 anos mudou-se para o Rio, aonde já se apresentava profissionalmente e não raras vezes tendo que se esconder da polícia por ser menor de idade.

Aos 20 anos, em 1970 já firme no trompete, mudou-se para Curitiba. Começou a tocar com importantes músicos e a fazer seu nome que se uniu ao instrumento. Foi nessa época também que nasceu o Saul Trumpet Bar, referência de boa música não só em Curitiba, mas em todo o Brasil apresentando ícones da cena instrumental para a região.

Mais tarde a popularidade e talento de Saul fizeram com que ele se tornasse o único músico vivo a tornar-se uma premiação. O Prêmio Saul Trumpet, que escolhia os melhores músicos do Paraná, foi até a sua oitava edição.

Saul Trumpet já tocou com diversos ícones da música, entre eles estão Waltel Branco, Mauro Senise, Hermeto Pascoal, Leny Andrade, Arismar do Espírito Santo, Proveta, Hélio Brandão, Maurílio Ribeiro e chegou até a ser convidado a integrar o naipe de metais do renomado Ray Charles. Convite que recusou alegando que não deixaria sua terra, amigos e familiares.

Apenas em  2000 lançou seu primeiro CD – Saul Trumpet Ao Vivo – que trazia algumas músicas de própria autoria e outras de compositores da região. O segundo foi lançado em 2003, denominado Sal Grosso com músicas inéditas e de composição própria. Sal Grosso ganhou em 2008 uma nova edição com outras três músicas de composição do Saul, e uma nova “roupagem”.

Nos últimos tempos, Saul tocava em diversos bares de Curitiba, como O Pensador, Full Jazz e Dizzy Café Concerto. Ele também era professor no Conservatório de Música Brasileira, em Curitiba.

Repercussão

Vários músicos e artistas paranaenses lamentaram a morte do músico nas redes sociais. “Os músicos de Curitiba estamos órfãos mais uma vez. Acabo de receber a notícia da morte do grande Saul Trumpet, um dos nossos maiores ícones, aos 74 anos, de câncer. E pensar que o vi (e ouvi) há cerca de um mês, brilhando como sempre numa tarde de sábado, na Praça da Espanha. Obrigado por tudo!”, escreveu o jornalista e músico Luigi Poniwass.

“Salve, salve, Saul Trumpet! Descanse em paz. Ficamos nós, com seu som marcado em nossas memórias. Obrigada!”, escreveu a jornalista e produtora cultural Adriane Perin.

1 Comentários

Uma ideia sobre “Morre Saul Trumpet, ícone da música paranaense

  1. Cidmar

    Grande, companheiro foi meu professor lembro sua dedicação foi comigo buscar meu primeiro trumpet que ele escolheu a dedo. Nos encontraremos um dia, saudades.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>