O bem servir da res publica

29 outubro, 2017 às 05:00  |  por Fernando Tupan

Rafael Greca

Neste ano, a comemoração do feriado da Proclamação da República tem um significado especial para Curitiba. Tal como a etimologia da palavra grega – “res publica” (interesse público) -, a Prefeitura de Curitiba volta a sua raiz e passa por uma nova fase de bem servir ao interesse da população. A comemoração da data reaviva na administração municipal o compromisso do governo atento às demandas de todos os que vivem na nossa cidade.

Curitiba, que é referência na urbanização e na mobilidade, trabalha agora para ser um modelo de gestão. Aqui o interesse da população é prioritário. O bem servir vai além de serviços de qualidade. É o pano de fundo que movimenta as tomadas de decisões, que busca a inovação e a modernização, e traz a agilidade e proximidade com a população. É a Curitiba dos curitibanos.

Desde o início da minha vida pública, dediquei meu trabalho e minha missão a servir, proteger os interesses da sociedade e administrar os bens públicos. Ao seguir os princípios democráticos da República, criei vários programas e projetos inovadores no campo social e no âmbito do desenvolvimento urbano.

Os projetos, iniciados na minha primeira gestão como prefeito, em 1993, garantiram a Curitiba o Prêmio Habitat da ONU, como um dos melhores lugares para viver no planeta em termos de inovação urbana, mobilidade e avanços sociais. Posso citar os faróis do saber – as primeiras lans houses públicas do Brasil, as ruas da cidadania, os liceus de ofício, as ações da FAS, os inúmeros parques e praças espalhados por Curitiba que atendem, gratuitamente, a população até os dias de hoje.

Todas estas obras e empreendimentos sociais foram criados por mim para atender as necessidades e garantir serviços públicos de qualidade aos curitibanos. Novamente à frente da Prefeitura de Curitiba, temos novos e grandes desafios.

No começo do ano, peguei o município em plena desordem administrativa e financeira. Com um rombo de R$ 2,1 bilhões deixados pela gestão anterior, precisei tomar medidas duras, talvez, impopulares, mas necessárias e emergenciais para sanar as contas e colocar a cidade novamente no caminho do progresso.

Nestes dez meses, aprovamos medidas fundamentais para recuperar a economia da cidade e restabelecer a ordem administrativa. Aprovamos, com o apoio dos vereadores, o Plano de Recuperação de Curitiba.

Iniciamos um amplo programa de obras e reformas estruturais, reforçamos a parceria com o Governo do Paraná e assinamos importantes convênios internacionais para inserir Curitiba, mais uma vez, na agenda global de negócios. Todas estas ações, fazer a gestão das demandas da comunidade, cuidar do patrimônio cultural, social e urbano, preservando os interesses da sociedade, sempre foram às diretrizes da minha vida pública e política. São exemplos de respeito e amor à cidade, bem como a representação prática do significado da República. O bem que fazemos para cuidar da ‘coisa pública’, será o bem para toda a sociedade. Salve a Proclamação da República do Brasil e de Curitiba!

Rafael Greca é prefeito de Curitiba, economista e engenheiro civil, com especialização em Urbanismo. Foi vereador, deputado estadual constituinte, prefeito de Curitiba, deputado federal mais votado do Brasil e ministro de Estado do Esporte e Turismo.

1 Comentários

Uma ideia sobre “O bem servir da res publica

  1. Maquiavel

    Nem li e nem lerei. O que este estúpido gordo idiota escreve ( se é que é ele) e fala não se deve dar ouvidos.

    Perde muito mais o dono do brog, que dando ibope para o gordo perde leitores em seu brog e credibilidade com quem já não tinha muito.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>