O ultimato de Barros

1 setembro, 2017 às 15:26  |  por Fernando Tupan

Do Karlos Kohlbach

O ministro da Saúde Ricardo Barros (PP) reuniu deputados estaduais e secretários de Governo para uma conversa. O encontro aconteceu na segunda-feira no Palácio Iguaçu. De acordo com uma fonte, Barros disse que queria manter o grupo político do governador Beto RIcha (PSDB) em torno da candidatura da esposa, a atual vice Cida Borghetti (PP). E caso o governador deixe o comando do Executivo para disputar a eleição em 2018, o grupo político se manteria nos cargos. No entanto, nas entrelinhas, Barros deu o ultimato: quem não tiver neste grupo pró-Cida, terá de procurar novos desafios em 2018.

1 Comentários

Uma ideia sobre “O ultimato de Barros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>