O Ventre o Vaso o Claustro – Canções de ex-menino para amor sem nome

1 setembro, 2017 às 19:27  |  por Fernando Tupan
fabio campana
Há muito que Fábio Campana passeia pela poesia. Como leitor, desde a infância, enquanto se maravilhava e se perdia na biblioteca do avô, a ler e a ouvir versos que vinham da nossa e das línguas estrangeiras, com sotaques, romantismos, sensualidades e outros pormenores que mesmo sem entender direito, seduziam-no pelo ritmo e pelas imagens.  Adulto, passou também a escrever poesia como quem vasculha os próprios caminhos para revelar os pensamentos mais íntimos e confia-los ao mundo de forma confessional e reveladora, logo ele, talvez o mais reservado dos homens. Agora, com suas ‘canções de ex-menino’, Fábio Campana chega ao oitavo livro do gênero, depois
de passar pelo romance, a crônica, o conto e toda a história dentro do jornalismo.
Talvez esteja nesta obra a sua maior entrega, onde lembra da infância até chegar aos amores, agruras, prazeres e solidões da vida adulta. Um livro que é ventre, vaso e claustro porque assim é a prática de sua existência, e, dentro do paradoxo que as palavras permitem, o transforma em liberdade.
A marca de sua poesia corre também nos traços, ilustrações que traduzem de forma leve, quase criptográfica, o movimento das palavras, o poder das ideias e a generosidade das descobertas.
O lançamento de O VENTRE O VASO O CLAUSTRO será no Dizzy Café Concerto, porque a música acompanha a poesia desde os tempos mais remotos. Mais ainda, porque como bem definiu a escritora Françoise Sagan, jazz é uma inquietação acelerada, assim como a poesia de Fábio.
SERVIÇO:
O VENTRE O VASO O CLAUSTRO – Canções de ex-menino para amor sem nome
Dizzy Café Concerto: Rua Treze de Maio, 894 (41 – 3527-5060)
Terça-feira, 05 de setembro
19 horas
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>