Polícia investiga “gato” na Câmara de Altamira

18 outubro, 2017 às 15:27  |  por Fernando Tupan

Do Boca Santa

A Polícia Civil abriu inquérito vai apurar o furto de energia da Câmara de Altamira do Paraná. Três casas vizinhas ao prédio recebiam energia do prédio público. A ligação clandestina é conhecida como “gato”. O caso está sendo investigado pela polícia de Campina da Lagoa. O próximo passo será identificar quem permitiu a ligação. Os moradores que se beneficiavam da “luz gratuita” serão ouvidos.

Paraná investe nos municípios em meio à crise, diz Traiano

18 outubro, 2017 às 14:30  |  por Fernando Tupan

Ademar Traiano convênios

O do Paraná assinou hoje (18) convênios e financiamentos no valor de R$ 62 milhões que beneficiam 145 municípios. Foram 207 convênios liberando recursos que serão destinados a pavimentação de vias urbanas e recape asfáltico, aquisição de máquinas, tratores, colheitadeiras, academias ao ar livre. Para o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), essa liberação de recursos e esses convênios são mais uma evidência que o Paraná prossegue firme na contramão da crise brasileira, que vem devastando as finanças da maioria dos estados brasileiros.

Continuar lendo

Aprovação da reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

18 outubro, 2017 às 14:00  |  por Fernando Tupan

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente Michel Temer, traz mudanças importantes nas campanhas realizadas nos meios de comunicação. Uma delas é a liberação parcial de propaganda paga na internet. O tema levanta reflexões de especialistas na área de tecnologia e comunicação. Conforme a reforma, é “vedada a veiculação de qualquer propaganda paga na internet, excetuado o impulsionamento de conteúdos”. Essa alternativa é permitida apenas quando o autor for identificado e se o serviço for contratado por partidos, coligações, candidatos e representantes. O uso deste recurso, contudo, não pode ser feito em dia de votação. As informações são da Agência Brasil.

Moro avalia três anos de Lava Jato

18 outubro, 2017 às 13:30  |  por Fernando Tupan

O juiz federal Sérgio Moro disse que as pesquisas perdem tempo quando colocam seu nome na lista de opções de possíveis candidatos à sucessão presidencial. “Eu não serei candidato. Existem outras maneiras de ajudar o país… o caminho que eu escolhi foi a magistratura.” A afirmação foi feita em entrevista concedida ao jornalista Gerson Camarotti, comentarista político da “GloboNews”, exibida na noite desta terça-feira 17 no canal pago. Na entrevista, gravada em Curitiba, Moro fez uma análise dos 3 anos e meio da Lava Jato e falou também sobre o futuro da operação, a reação da classe política e o combate à corrupção no Brasil. As informações são de Veja.

Continuar lendo

Deputados do Paraná querem CPI para investigar a Carne Fraca

18 outubro, 2017 às 12:30  |  por Fernando Tupan

Os desdobramentos da Operação Carne Fraca chegaram à Assembleia Legislativa do Paraná. Um grupo de parlamentares de diversos partidos quer instalar uma CPI para investigar a corrupção no setor de carnes no Estado. O PMDB do ex-ministro Osmar Serraglio joga contra a proposta, que pode ainda dificultar a vida do senador Roberto Requião, candidato ao governo do Estado. As informações são de Ernesto Neves na Veja.

Ricardo Arruda afirma que está na Assembleia com uma missão divina

18 outubro, 2017 às 10:45  |  por Fernando Tupan

Missionário Ricardo Arruda

Missionário Ricardo Arruda

Isolado na discussão com Edson Prazyck (PRB), Missionário Ricardo Arruda (PEN) tentou um frase de efeito: “vim para a Assembleia com uma missão divina”. Nos bastidores, um deputado da base aliada não aguentou e soltou a frase: “Agora entendi porque Miss. Arruda se cercou de anjos no gabinete”. Entre risos e gargalhadas, o deputado explicou que o gabinete de Arruda tem as mulheres mais lindas por metro quadrado da Alep.

Praczyk confirma que não vai disputar reeleição

18 outubro, 2017 às 10:15  |  por Fernando Tupan

Conforme antecipado por este blog, o deputado Edson Praczyk (PRB) confirmou a jornalista Roseli Abrão que não vai concorrer à reeleição por decisão da Igreja Universal do Reino de Deus, na qual é pastor. A Iurd escolheu o pastor Alexandre Amaro, entre os candidatos, que vão disputar as 54 cadeiras da Assembleia Legislativa em outubro de 2018. ”Sem este apoio não faço 1% do meu potencial de votos, reconhece ele, que teve uma média de 50 mil votos nas eleições que participou”, disse Praczyk ao indicar que não sabe os motivos da substituição, mas que se submete à decisão do conselho de bispos e pastores da igreja até porque – diz ele – só “está” deputado (este é o seu quinto mandato) porque teve o apoio da instituição.

Na Alep está se formando uma aliança comunista-evangélica

18 outubro, 2017 às 10:00  |  por Fernando Tupan

Tadeu Veneri

Tadeu Veneri

A parte mais interessante na discussão entre os deputados Edson Praczyk (PRB) e Missionário Ricardo Arruda (PEN) foi no momento em que a bancada da esquerda levantou a bandeira de apoio a Praczyk e começou alfinetar Arruda, que tentou conseguir a palavra no peito da raça, em uma demonstração clara que não entende de “patativa” do regimento interno da Assembleia Legislativa do Paraná. Um deputado de centro não aguentou e disparou quando Tadeu Veneri (PT) enaltecia o novo aliado: “temos hoje uma aliança comunista-evangélica que vai render muitos frutos no futuro.”

Pastores evangélicos trocam farpas na Alep

18 outubro, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

edson praczyk

Edson Praczyk

A proposta de Escola sem Partido apresentada na Assembleia Legislativa do Paraná levou dois deputados evangélicos a provocarem um ao outro. Missionário Ricardo Arruda (PEN) subiu a tribuna para reclamar que a proposta dele estava parada há mais de três meses na mão do relator Edson Praczik (PRB), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Praczik não gostou do tom do colega e soltou o verbo e jogou duro. Negou estar prejudicando o companheiro e disse que gostaria de ter assinado a proposição com toda a bancada evangélica. Entre tapas e beijos na tribuna, todos sobreviveram. Mas ficou o clima pesado.

Professor Euler tentou impugnar licitação da iluminação pública

18 outubro, 2017 às 08:00  |  por Fernando Tupan

Iluminação impugnação

Pela primeira vez na história da Câmara Municipal de Curitiba um vereador tentou evitar a realização de uma licitação utilizando o mandato e a pessoa física. Nem mesmo a radical Professora Josete (PT) tentou ir tão longe. Isso aconteceu nesta 17ª legislatura. O autor da proeza foi o confuso Professor Eudes (PSD) que em menos de um ano de mandato já protagonizou mancadas homéricas, como ter o veículo alugado pela casa multado por ultrapassagem pelo acostamento; ser acusado pelo prefeito Rafael Greca (PMN) de tentar vender um plano de educação que a irmã dele teria feito e de acusar Greca de tentar trocar o voto dele pela aprovação do Plano de Recuperação Fiscal por cargos. Euler tentou evitar a licitação de iluminação pública. Mas nunca admitiu publicamente. Na casa legislativa, vereadores tentaram descobrir, se ele teria preferência por algum dos concorrentes. Não descobriram.

 

Iluminação

Comissão fez perícia em áudio entregue por ex-funcionário de Kátia Dittrich

18 outubro, 2017 às 07:00  |  por Fernando Tupan

Kátia Dittrich

Nos próximos dias, a comissão que investiga a vereadora Kátia Dittrich irá começar a ouvir os funcionários responsáveis pelas denúncias de apropriação de salário. A demora, segundo o relator Oséas de Moraes, foi para a realização de uma perícia em um áudio entregue, onde se comprovaria o desvio de conduta da parlamentar. Ex-comissionados que ouviram o material afirmam que a gravação é bombástica e deverá fechar o caixão da parlamentar. O presidente Serginho do Posto (PSDB) continua negando que a casa legislativa esteja fazendo uma operação “abafa”, apesar da demora das oitivas.

Raquel investiga

18 outubro, 2017 às 06:00  |  por Fernando Tupan

Com Lúcio arrastado para o olho do furacão, teme-se no Palácio do Planalto que Geddel resolva falar para salvar o irmão

Do Luiz Carlos Azedo

O estilo soft power da nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, alimentou expectativas no Congresso de que as operações de busca e apreensão da Operação Lava-Jato contra políticos eram uma página virada. Errado. No mesmo dia em que o presidente Michel Temer (PMDB) distribuía uma carta aos seus aliados denunciando uma suposta conspiração para destituí-lo da Presidência capitaneada pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot, a Polícia Federal fazia uma devassa no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) e nas residências do parlamentar.

Continuar lendo

Como se faz

18 outubro, 2017 às 05:00  |  por Fernando Tupan

Do Carlos Brickman

As investigações sobre corrupção no Brasil ocorreram também em Portugal, com manobras casadas e sócios ultramarinos. Mas, em Portugal, sem delações premiadas, a acusação é completa e não dá margem à criação de vítimas (http://wp.me/p6GVg3-41C). Atingiu do banqueiro Ricardo Salgado (Banco Espírito Santo) a José Sócrates, preso enquanto era primeiro-ministro. Sócrates se diz perseguido mas ninguém lhe dá bola. Juiz e procurador podem andar tranquilos pelas ruas, sem ser reconhecidos.

João Pedro Gebran Neto: “O julgador não se preocupa com consequências políticas”

17 outubro, 2017 às 19:31  |  por Fernando Tupan

Cristiane Segatto, Época

Pouco se sabe sobre o desembargador João Pedro Gebran Neto, o relator da Lava Jato na segunda instância, o homem que tem diante de si a responsabilidade de definir o futuro político do ex-presidente Lula. Cabe ao magistrado e a outros dois desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4a Região (TRF-4) confirmar ou não a condenação do petista, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, pelo juiz Sergio Moro. Se Lula for condenado por eles, será, em tese, impedido de concorrer nas eleições de 2018, em virtude da lei conhecida como Ficha Limpa. Gebran faz o tipo seco e reservado, que recusa insistentes pedidos de entrevista. Outra faceta do curitibano de 53 anos emerge nos ambientes em que se discute a saúde pública. Ali ele se sente em casa, diz o que pensa e até sorri. Oriundo do Ministério Público, Gebran escreve livros e participa de debates com o objetivo de reduzir as filas do Sistema Único de Saúde (SUS) e a intensa judicialização que contribui para o mau uso dos recursos públicos. Em um dos almoços do 5º Congresso Brasileiro Médico e Jurídico, presidido por ele e realizado em Vitória, no Espírito Santo, no final de setembro, Gebran dispensou a sobremesa, mas contou que gosta de chocolate suíço. Amargo, de preferência. Entre pedidos de atenção e de selfies, o desembargador abriu espaço para falar a ÉPOCA. A seguir, alguns trechos da entrevista:

Continuar lendo

Hauly, o melhor deputado do Brasil e Verri, o pior do Paraná

17 outubro, 2017 às 17:27  |  por Fernando Tupan

O Paraná tem o melhor deputado federal do Brasil e Maringá o pior do Paraná. É isso que mostra o ranking de 2017 do site polítcos.org.br, que propõe uma série de critérios para justificar pontuações positivas e negativas de todos os deputados federais no Brasil. As informações são de Victor Faria no Maringá Post.

Continuar lendo