Arquivo da tag: CPI da Urbs

Depoentes do processo de kátia Dittrich podem mentir a vontade

10 novembro, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

kátia dittrich

A Comissão Processante da Câmara Municipal de Curitiba anda vacilando demais nas investigações do processo contra a vereadora Kátia Dittrich. Um dos maiores erros são os depoentes não fazerem juramento nenhum. Na CPI da Urbs, que aconteceu na legislatura passada, todo mundo jurava. Uma leitura mais atenta das leis brasileiras, sem juramento, todos podem mentir sem o risco de ser processado.

Professora Josete chama Rafael Greca de monarca

4 setembro, 2017 às 08:00  |  por Fernando Tupan

Professora Josete

Professora Josete

A proposta de terceirização da Educação deixou a vereadora Professora Josete (PT) fora de controle durante a votação. O discurso dela era entoado em um “pitch” agudo esganiçado, de doer os ouvidos. Reclamando do preço da passagem do transporte coletivo, da omissão dos vereadores em não fiscalizar o Executivo, chiando da não abertura da CPI do ICI e o da Urbs. O ponto alto da fala foi quando Josete chamou Greca de monarca e de fazer uma gestão autoritária, sem compromisso com o povo de Curitiba. Ela só não explicou onde o prefeito teria deixado a capa e o cetro.

Força do transporte coletivo na Câmara de Curitiba

10 agosto, 2017 às 10:00  |  por Fernando Tupan

CPI do Transporte Coletivo CMC

Nesta semana os vereadores não aprovaram a constituição de Comissão Especial para acompanhar providências e resultados do relatório final do transporte coletivo, proposição do vereador Felipe Braga Côrtes (PSD), que pela primeira vez está na oposição. A comissão já havia sido apelidada pelos vereadores de CPI do Transporte Coletivo. Na verdade a proposição queria apenas conferir como a Urbs aplicou as sugestões da CPI da Urbs, de 2013. O relator Bruno Pessuti (PSD) saiu do plenário para não votar. Assim como o representante dos motoristas e cobradores, Rogério Campos (PSC). Dos 20 signatários, apenas 10 reconfirmaram a proposta. Isso prova que quando o parlamento tem a possibilidade de investigar, não investiga. Os parlamentares não estão cumprindo o dever constitucional, o de fiscalizar. Tudo indica que esta legislatura ficará aprovando apenas título de cidadão honorário e de nome de rua.

Bruno Pessuti deixou o plenário durante a votação da CPI do Transporte Coletivo

9 agosto, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Bruno Pessuti

Não foi apenas o dirigente do Sindimoc e vereador Rogério Campos (PSC) que saiu do plenário na hora da votação do pedido de abertura da CPI do Transporte Coletivo. Bruno Pessuti (PSD), 2º secretário da Câmara Municipal de Curitiba e um dos principais nomes e relator da CPI da Urbs, em 2013, ficou escondido no corredor, segundo parlamentares da oposição e funcionários da casa legislativa.

Chicarelli Protesta contra aumento da tarifa de ônibus

6 fevereiro, 2015 às 07:00  |  por Fernando Tupan

DSC_7445

Chicarelli

O vereador José Carlos Chicarelli (PSDC) voltou a protestar silenciosamente na Câmara Municipal de Curitiba durante a sessão plenária. Na última quarta-feira ele levou o tradicional gaúcho dos tempos da CPI da Urbs para o plenário. As palavras de ordem eram outras: “curitibanos enfrentando o maior aumento da tarifa de todos os tempos”. O recado era para o prefeito Gustavo Fruet (PDT) que autorizou o aumento da passagem do transporte coletivo para R$ 3,30 a partir desta sexta-feira.

Transporte coletivo pode entrar em greve

22 janeiro, 2015 às 10:37  |  por Fernando Tupan

 

Greve de ônibus em Curitiba

O transporte coletivo poderá entrar em greve a partir do próximo final de semana. As empresas alegam que a Urbs não está repassando os valores das passagens e que isso levou os consórcios a apresentarem problemas de caixa. Nos últimos dias reuniões foram realizadas sem que as partes chegassem a um consenso. O assunto chegou à Câmara Municipal de Curitiba. O vereador Professor Galdino (PSDB) está defendendo a reabertura da CPI da Urbs para levantar pontos que foram executados a partir da Comissão Parlamentar de Inquérito anterior, comandada pelo pedetista Jorge Bernardi.

Interesses múltiplos

28 abril, 2014 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Guilherme Gonçalves

Guilherme Gonçalves

A CPI da Urbs feita pela Câmara Municipal de Curitiba no ano passado e os problemas envolvendo a licitação do transporte coletivo no Distrito Federal terminou com a sociedade envolvendo os advogados Guilherme Gonçalves e Sacha Reck. A partir do governo Lula o escritório cresceu prestando consultoria técnica. A dupla advogava para os proprietários do transporte coletivo de Curitiba, ganhou experiência na área e passou a escrever editais para prefeituras onde petistas tinham influência. Os problemas começaram na gestão de Agnelo Queiroz (PT) quando deputados distritais questionaram o consórcio que venceu a licitação da capital federal. Uma empresa curitibana ganhou a corrida e as dúvidas foram levantadas. Agora há um processo correndo em Brasília.

A Dataprom está tentando calar o legislativo municipal.

23 abril, 2014 às 17:52  |  por Fernando Tupan

José Carlos Chicarelli

José Carlos Chicarelli

Durante a CPI da Urbs, na Câmara de Curitiba, o vereador José Carlos Chicarelli (PSDC) disse que a Dataprom praticava um assalto na bilhetagem eletrônica. Os advogados agora entraram com uma ação civil pedindo indenização de 100 salários mínimos. Não é a 1ª vez que a empresa tenta segurar o parlamentar. No ano passado, durante as investigações, um juiz indeferiu o pedido para que Chicarelli fosse impedido de citar o nome da empresa curitibana na Comissão Parlamentar de Inquérito. Os vereadores não gostaram da interferência. Agora estão planejando pedir todos os processos envolvendo a Dataprom com o município. Inclusive os dos semáforos. Para um pente fino.

Vereadora caloura dribla veterano para instalar comissão

16 abril, 2014 às 10:00  |  por Fernando Tupan

Carla Pimentel

Carla Pimentel

A sessão de terça-feira da Câmara Municipal de Curitiba foi tensa. Três vereadores tentavam instalar comissões, mas havia vaga apenas para duas. A caloura Carla Pimentel (PSC) foi rápida e conseguiu a benção para a instalação dos 8 objetivos do milênio. A sessão foi interrompida para derrubar a proposta de Jorge Bernardi (PDT), de acompanhamento do resultado da CPI da Urbs, ou de Tico Kuzma (PROS), para seguir as obras do metrô curitibano. A preterida foi a de Kuzma, por abordar um assunto polêmico. Na casa legislativa somente podem funcionar 3 comissões. Além das duas, há da Copa do Mundo.

CPI da Urbs encaminhará relatório à Receita Federal

11 dezembro, 2013 às 16:34  |  por Fernando Tupan

CPI da Urbs encaminhará relatório à Receita FederalJorge Bernardi

Os integrantes da CPI da Urbs da Câmara Municipal de Curitiba estão fazendo esforços para que os trabalhos da comissão não terminem em pizza. Na próxima sexta-feira, o presidente Jorge Bernardi irá entregar o relatório final para a OAB, para tentar conseguir apoio para baixar a tarifa do transporte coletivo para R$ 2,22. A tarde, Bernardi e integrantes da CPI irão até a Receita Federal para entregar o relatório ao delegado do Paraná para investigar os proprietários dos consórcios vencedores da licitação de 2010 que podem estar sonegando impostos.

Petista quer antecipar campanha de 2014

28 novembro, 2013 às 17:08  |  por Fernando Tupan

Petista quer antecipar campanha de 2014Professora Josete

A CPI da Urbs foi encerrada na Câmara Municipal de Curitiba. Marcada por guerra de egos entre alguns participantes e com depoimentos inconsistentes, a comissão pediu a diminuição do preço da passagem, a revogação da licitação do Transporte Público e o indiciamento de ex-dirigentes e servidores do órgão. Agora todo o material será enviado para o Ministério Público do Paraná para tentar a abertura de inquérito para posterior abertura de inquérito na Justiça. Professora Josete (PT) tentou incluir na segunda-feira o nome de Beto Richa e não conseguiu. Os parlamentares falaram que não havia indício de envolvimento dele e derrubaram a proposição dela. Mesmo assim Josete votou em separado, apontando Richa como um dos responsáveis. A maioria dos vereadores viu na ação da integrante da corrente Democracia Socialista um jogo político e que visa antecipar a campanha eleitoral do próximo ano. A petista também não foi uma frequente participante da CPI da Urbs.

Relatório da CPI Urbs está inacabado

28 novembro, 2013 às 10:56  |  por Fernando Tupan

Bruno Pessuti

Já são quase meio-dia e o relatório da CPI da Urbs não está pronto. O relator Bruno Pessuti (PSC) está sendo auxiliado por funcionários da casa e mesmo assim está encontrando dificuldades para termina-lo. Sem relatório finalizado, não há assinatura no documento. As assinaturas serão coletadas após todo o documento estiver impresso. Nem mesmo um gráfico mostrando a cartelização do transporte público foi montado. Alguns vereadores estão irritados com a demora e por não terem tempo para a leitura dos documentos que serão enviados à prefeitura e ao Ministério Público do Paraná. Os membros da comissão falam que Pessuti foi ontem para o Rio de Janeiro assistir a final da Copa do Brasil sem o documento ter sido finalizado. Um vereador votou contra o relatório. Chico do Uberaba (PMN) disse que poderia votar favoravelmente se ele tivesse tido um prazo de 3 dias para ler todo o relatório.

CPI da Urbs apresenta relatório final

28 novembro, 2013 às 08:02  |  por Fernando Tupan

CPI da Urbs apresenta relatório final Bruno Pessuti

A CPI da Urbs concluirá os trabalhos nesta quinta-feira, a partir das 14h, quando o relator Bruno Pessuti (PSC) apresentar o relatório final na Câmara Municipal de Curitiba. Os pontos principais já foram divulgados pelo jornal Gazeta do Povo na edição de ontem e não é mais nenhuma surpresa. A comissão irá pedir ao Ministério Público do Paraná o indiciamento de dirigentes na época da licitação e de funcionários do órgão. O relatório também sugere abaixar a passagem do transporte público na capital em 12% com cortes na tarifa técnica de itens que deveriam figurar, como a cobrança de Imposto de Renda das empresas dos consórcios vencedores em 2010. Apesar de toda a festa que os vereadores estão fazendo, juristas que acompanharam os trabalhos falam que os depoimentos foram inconsistentes e sem relevar que realmente houve direcionamento na condução da licitação.

CPI da Urbs é prorrogada depois de chiadeira

26 novembro, 2013 às 14:27  |  por Fernando Tupan

CPI da Urbs é prorrogada depois de chiadeiraChico do Uberaba

A CPI da Urbs pediu prorrogação de dois dias para que todos os 13 vereadores pudessem tomar conhecimento do que foi inserido pelo relator Bruno Pessuti (PSC). O relatório final era para ser apresentado na sessão de amanhã.  Agora ficou para quinta-feira. O adiamento acontece devido a polêmica levantada pelo vereador Chico do Uberaba, que votou contrário ao  parecer, por não querer dar um cheque em branco para o relatório. Na reunião, que aconteceu ontem na sala da presidente, durou mais de quatro horas e foi apresentado um slide com apenas alguns pontos.  Apenas Pessuti teve acesso a todo o conteúdo. Os demais parlamentares tiveram tomaram conhecimento por temas.

Relatório da CPI da Urbs sairá esta semana

25 novembro, 2013 às 08:14  |  por Fernando Tupan

Relatório da CPI da Urbs sairá esta semanaBruno Pessuti

Bruno Pessuti (PSC) deverá apresentar esta semana ao plenário da Câmara Municipal de Curitiba o relatório com as conclusões da CPI da Urbs, que investigou o transporte público na capital paranaense. Nesta segunda-feira, às 14h, na sala de reunião da presidência, os 13 parlamentares que fazem parte da comissão analisarão o pedido de indiciamento para o Ministério Público do Paraná de ex-gestores do órgão, entre eles o do ex-presidente Marcos Isfer. Alguns vereadores defendem o cancelamento da licitação, ocorrida em 2010, e defenderam a proposta durante a reunião. Pelo menos um ponto estará no relatório final: a sugestão para diminuir o valor da passagem.