Arquivo da tag: Eleição

Beto Richa está com os cabeças pretas

10 novembro, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Beto Richa e Ademar Traiano

O governador de Goiás, Marconi Perillo, estará hoje em Curitiba para tentar trazer Beto Richa para o grupo dele. O encontro tem tudo para não dar certo. Ontem, Richa defendeu o afastamento do PSDB do governo Michel Temer (PMDB), Perillo é ligado ao grupo de Aécio Neves que defende a participação dos tucanos na atual gestão peemedebista. Talvez esse seja o motivo para o goiano marcar um encontro com Richa e outro com o presidente estadual do PSDB, Ademar Traiano. Ele tem esperança de seduzir Traiano. O que Perillo não sabe, é que Traiano é aliado fiel do atual governador do Paraná.

Vereadores querem upgrade político

7 agosto, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Goura

O Brasil terá eleições em 2018 a presidente, senador, governador, deputado estadual e federal. A crise política está fazendo com que vereadores planejem mudar de casa. São os casos de Tico Kuzma (Pros), Bruno Pessuti (PSD), Toninho da Farmácia (PDT), Zezinho do Sabará (PDT), Felipe Braga Côrtes (PSD), Giovene Fernandes (PTB), Fabiane Rosa (PSDC), Paulo Rink (PR), Goura (PDT), Sabino Picolo (DEM), Professora Josete (PT) e Serginho do Posto (PSDB). A maioria vai tentar uma cadeira na Assembleia Legislativa do Paraná. A minoria, na Câmara Federal. Nenhum pensa em Senado ou ao governo.

Mesa Executiva da Câmara de Curitiba quer escolher novo Ouvidor

28 outubro, 2016 às 10:00  |  por Fernando Tupan

Clóvis Costa

Clóvis Costa

A derrota eleitoral do prefeito Gustavo Fruet (PDT) está fazendo com que a Mesa Executiva da Câmara Municipal de Curitiba faça ginástica para acomodar aliados. Agora, depois de menos de um ano, inventaram que precisam fazer uma nova eleição para o substituir Clóvis Costa. A atual gestão, formada por Aílton Araújo (PSC), Pedro Paulo (PDT) e Paulo Rink (PR), aparelharam a casa legislativa nos últimos 2 anos. Agora conseguiram um parecer de um procurador afirmando que é possível escolher um novo nome. O caso pode terminar na Justiça, já que o atual mandatário foi eleito em março de 2015 para 2 anos e só vence em seis meses. O que o trio está tentando fazer é encurtar o mandato de Costa. A Mesa já designou 3 nomes para compor uma comissão de avaliação dos currículos concorrentes. Um deles é do atual secretário de governo de Fruet, Ricardo Mac Donald.

Gaede lidera intenções de voto nas eleições do Atlético

2 dezembro, 2015 às 08:00  |  por Fernando Tupan

Henrique Gaede

Henrique Gaede poderá ser o novo presidente do Atlético Parananense

Mário Celso Petraglia transformou a eleição do Atlético Paranaense em um evento político. Tudo para controlar um orçamento de aproximadamente R$ 120 milhões anuais. Antes da partida contra o Flamengo, no domingo passado, militantes contratados pela chapa da situação entraram em conflito com um grupo da oposição após ter sido flagrada distribuindo jornal apócrifo. Entre bolachas e safanões, todos se salvaram. O material mentiroso foi distribuído porque pela 1ª vez, em 20 anos, um grupo não apoiado por Petraglia poderá comandar o “Furacão da Baixada”. Nas pesquisas de intenções de votos, Henrique Gaede lidera com uma leve vantagem no Colégio Eleitoral, composto por aproximadamente 10 mil eleitores. A insatisfação dos torcedores não é apenas com o péssimo time de montado pelo atual presidente, mas pelas movimentações nebulosas, como as doações para o coxa branca Ricardo Gomide disputar a presidência da Federação Paranaense de Futebol (FPF).

Disputa na OAB-PR opõe nova geração a velha

22 outubro, 2015 às 10:39  |  por Fernando Tupan

Ordem dos Advogados do Paraná

A eleição do próximo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no dia 16 de novembro, promete. Duas chapas estão inscritas, a da oposição chamada de Nova Ordem, tendo Marcello Lombardi na presidência, e a da situação, XI de Agosto, tendo José Augusto Araújo de Noronha como cabeça. Será um duelo interessante porque colocará frente a frente duas gerações: a dos jovens advogados e a chamada “panelinha” da OAB. Lombardi por ser a novidade é chamado de “aventureiro” pelos juristas mais velhos. Já os novatos tratam os mais velhos como parte da “panelinha” que dura quase uma década. Na chapa da situação aparecem sempre os mesmos e a renovação raramente existe. Quem era presidente da “Caixa” vira presidente. Quem era presidente é indicado como conselheiro federal, como é o caso do atual presidente Juliano Breda, defensor de petistas envolvidos com desvios de recursos da Petrobras, no caso conhecido como Lava Jato. A oposição também está explorando as contradições da “XI de Agosto” para fazer campanha. Nos últimos anos, a OAB alardeou sobre o aumento da participação feminina. Mas o agito não refletiu na hierarquia. A maioria das “meninas” ocupa cargos no 2º escalão. Nenhuma mulher foi indicada para cargo importante, como por exemplo, de vice-presidente. As melhores posições da turma do “tailleur” foram de vice-presidente da “Caixa” e a de Secretaria, tradicionalmente ocupada por elas.

Toninho da Farmácia confirma filiação ao PDT

14 outubro, 2015 às 09:59  |  por Fernando Tupan

Toninho da Farmácia

Toninho da Farmácia

O vereador Toninho da Farmácia acabou de anunciar da tribuna da Câmara Municipal de Curitiba que se filiou ao PDT do prefeito Gustavo Fruet. Há meses o blog dava como certa a mudança. Toninho era filiado ao PP e conseguiu no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) o direito de trocar de legenda. Ele havia sido ameaçado pela Executiva Municipal do ex-partido de não ter legenda na eleição de 2016. Toninho não apoiou um candidato pepista na eleição de 2014 com determinava o presidente Nelson Meurer, acusado de receber recursos desviados da Petrobras. Nos bastidores, os comentários eram de que Ricardo Barros articulou a saída do parlamentar para abrir caminho para o cunhado, o ex-vereador Juliano Borghetti, voltar a ter chances de retornar a casa de leis na eleição do ano que vem. Com a confirmação, os pedetistas voltam a ter 2 cadeiras na Câmara. O PP agora tem apenas Aldemar Manfron, mas que também deve sair devido ao mesmo problema de Toninho.

Fruet tem dificuldade para atrair partidos para um chapão

28 agosto, 2015 às 08:58  |  por Fernando Tupan

Pedro Paulo e Gustavo Fruet

Pedro Paulo e Gustavo Fruet

O comando político do prefeito Gustavo Fruet (PDT) está encontrando dificuldades para montar um chapão, com pelo menos 10 partidos. Por enquanto os pedetistas, nas sondagens, conversaram com diversas legendas. Mas a maioria está pendente. O PV topa a aliança caso o PT não entre. Os verdes querem emplacar Cristiano Santos na vice. Mas agora há o complicador, Paulo Rink quer ir para o PR para entrar no grupo e conseguir a vice. O PTB também quer a posição. Pier Petruzziello sonha toda noite que em 2017 estará no Palácio 29 de Março. Os demais participantes do grupo serão apenas nanicos, que não contribuirão para aumentar o tempo no horário eleitoral gratuito.

PEN articula alianças entre nanicos

3 julho, 2015 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Wilson Picler

Wilson Picler

Não é apenas o prefeito Gustavo Fruet (PDT) que busca aliados para a eleição municipal de 2016. Wilson Picler, pré-candidato a prefeito pelo PEN, está empenhado em acabar com o favoritismo do PDT, PT, PSB ou do PSDB. Para surpreender os grandes partidos, Picler vem buscando conversar com os nanicos. A intenção é criar uma frente reunindo as pequenas legendas, de preferência que não tenham representantes na Câmara Municipal de Curitiba. O primeiro potencial aliado é o PTC, que hoje é comandado pelo ex-vereador Luizão Stelfeld.

Edson Parolin deixa o ninho tucano

2 julho, 2015 às 16:30  |  por Fernando Tupan

Depois de 15 anos no PSDB, o ex-vereador Edson Parolin arrumou a mala e deixou o partido. O destino do 1º suplente tucano, que fez 6.301 votos em 2012, ainda é incerto. Mas a mudança é para tentar sair por uma legenda menos competitiva. Nos últimos anos ele não se cansava de dizer que tinha a benção da 1ª dama do Paraná, Fernanda Richa. A explicação da troca não foi divulgada.  O próprio Parolin anunciou a decisão em um grupo de tucanos no “Whats’s up”.

Marcel Micheletto é eleito o novo presidente da AMP

9 junho, 2015 às 09:00  |  por Fernando Tupan

amp eleição

Com 116 votos, Marcel Micheletto (PMDB), prefeito de Assis Chateaubriand, foi eleito presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) nesta segunda-feira (8). Micheletto derrotou Luiz Sorvos (PDT), prefeito de Nova Olímpia, que conseguiu 61 votos. A eleição foi realizada na sede da AMP em Curitiba.

As propostas de Micheletto para AMP são: revisão do pacto federativo, com maior contrapartida para os municípios; viabilização de nova sede, com estrutura adequada, salas de apoio técnico e amplo auditório; criação da Escola Municipal de Governança; capacitação de servidores públicos com palestras, cursos, seminários, mesas redondas e outras; interiorização da AMP, usando como base as estruturas e os servidores das associações microrregionais; criação de núcleos técnicos de apoio nas áreas jurídica, interinstitucional, eventos culturais e esportivos; criação do banco de pareceres e jurisprudências/ fortalecimento dos departamentos jurídicos como mecanismo de prevenção, desenvolvimento e blindagem da gestão; mobilizar as universidades em prol de projetos de desenvolvimento regional; articular junto ao Tribunal de Contas do Estado maior atuação educativa e fiscalização orientadora; aproximar e integrar a AMP com as pautas da Assembleia Legislativa e do Congresso Nacional; reestruturação organizacional e técnica da AMP.

Juraci Barbosa é candidato único à presidência do PSDB de Curitiba

25 maio, 2015 às 08:00  |  por Fernando Tupan

DIRETORIA DA AGÊNCIA DE FOMENTO.

Juraci Barbosa

O atual presidente do PSDB municipal, Juraci Barbosa, é candidato único na eleição marcada para o próximo domingo, na Sociedade Urca de Curitiba. A deputada estadual Mara Lima será a vice. Os vereadores Professor Galdino, Felipe Braga, Beto Moraes e Serginho do Posto farão parte da Executiva. Sob a presidência de Barbosa, os tucanos prometem lançar um candidato à prefeitura da capital paranaense. Até o momento o único político que anunciou oficialmente que entrará na disputa foi Professor Galdino. Também são especulados os nomes de Valdir Rossoni, Mauro Moraes, Mara Lima, Fernando Ghignone, Flávio Arns, Michele Caputo e Munir Chaowiche.

PT tem problemas para montar chapa para 2016

25 maio, 2015 às 07:00  |  por Fernando Tupan

Pedro Paulo

Pedro Paulo

O Partido dos Trabalhadores está destroçado em Curitiba para 2016. As denúncias do mensalão e da Lava Jato levaram o PT a perder filiados. Se a chapa para eleição fosse fechada hoje para disputar a proporcional, a legenda só teria 20 pré-candidatos, contando os 3 vereadores, Pedro Paulo, Professora Josete e Jonny Stica. Os postulantes a uma cadeira na Câmara Municipal de Curitiba, que tinham até 3 mil votos, foram  para outros partidos de esquerda como o PCdoB e PSOL. Mas a situação pode ficar mais preta caso os boatos da saída de Stica se confirmarem. As projeções dos dirigentes petistas são de fazer no máximo 2 cadeiras no próximo pleito.

Eleição de ouvidor é uma incógnita

26 março, 2015 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Clóvis Costa, Diocsianne de Moura e Maurício Arruda.

Clóvis Costa, Diocsianne de Moura e  Maurício Arruda.

A Câmara Municipal tentará hoje eleger hoje o Ouvidor. A tendência é de que dificilmente um dos 3 candidatos atingirá o número de votos necessários para garantir a vaga por 2 anos. São necessários no mínimo 20 votos para conseguir a indicação. Hoje a eleição está dividida. O favorito é Clóvis Costa seguido da jornalista Diocsianne de Moura e de Maurício Arruda. Nos bastidores as movimentações foram intensas. Deputados estaduais, deputados federais, doadores de campanha ligaram para os vereadores fazendo lobby por determinados candidatos.

Professor Galdino, último moicano da Câmara de Curitiba

6 fevereiro, 2015 às 16:53  |  por Fernando Tupan

DSC_7432

Professor Galdino

O vereador Professor Galdino (PSDB) está nas nuvens nesta semana. O tucano foi citado e elogiado pelo vereador Jorge Bernardi (PDT) como o único vereador que nunca teve cargos na prefeitura e que não tinha votado no ex-presidente João Cláudio Derosso, tema de discussão na última terça-feira na Câmara Municipal de Curitiba. Galdino é uma espécie de último dos moicanos na casa legislativa. Desde quando chegou ao parlamento municipal sempre manteve uma postura independente. Difamado por diversos companheiros, nunca escondeu as opiniões, posição que irritou muitos dos aliados dos prefeitos da capital paranaense nesta e na gestão passada.

Executivo interferiu na eleição de Salamuni em 2013

4 fevereiro, 2015 às 07:00  |  por Fernando Tupan

O momento mais tenso da sessão de terça-feira da Câmara Municipal de Curitiba aconteceu quando Jorge Bernardi (PDT) sugeriu que a eleição de Aílton Araújo (PSC) teria rolado trapaça. Não citou nomes para a concretização do plano. O ex-presidente Paulo Salamuni (PV) colocou o chapéu na cabeça e todo descontrolado subiu a tribuna para contestar Bernardi. Mesmo com alertas de Araújo para que Salamuni não se manifestasse para que o assunto morresse naquele momento. Para deixar o dia mais tenso o pedetista sugeriu ainda que a prefeitura teria beneficiado o verde oferecendo cargos para vereadores votarem nele na eleição de janeiro de 2013. A revelação mostrou que o Executivo vem se envolvendo na eleição da Mesa Executiva. Possivelmente para evitar surpresas quando projetos do Executivo são votados.