Arquivo da tag: Janaína Gehr

Cai o nível dos projetos dos vereadores na Câmara de Curitiba

20 novembro, 2017 às 08:00  |  por Fernando Tupan

Rogério Campos

Rogério Campos

O nível dos vereadores curitibanos chega a dar desgosto em que acompanha as sessões da casa legislativa. Não apenas as denúncias que revelam o nível da atual legislatura. São as propostas para mudar a cidade. Na semana passada dois projetos mostram bem como anda a Câmara Municipal de Curitiba. O peemedebista Dr. Siberto, da oposição, apresentou uma para pintar as vagas, já pintadas, do EstaR. A outra é de Rogério Campos (PSC), que deseja incentivar o uso de “telinhas” em bueiros. Ambas teriam um custo elevado para a cidade. A proposição de Siberto deve cair na Comissão de Legislação e Justiça. A segunda pode andar, já que Campos faz parte da base.

Câmara de Curitiba em ritmo de feriado

16 novembro, 2017 às 08:00  |  por Fernando Tupan

Câmara Municipal de Curitiba

A semana política na capital paranaense acabou na terça-feira. Às cinco da tarde, os políticos játinham puxado o time e os comissionados já tinham pulado fora dos gabinetes. Agora, somente na próxima segunda-feira. Mas o ano praticamente terminou. O único projeto interessante que os vereadores irão discutir é a Lei Orçamentária Anual, a LOA.

Coritiba pode eleger o primeiro presidente de esquerda da história

13 novembro, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Estáido Couto Pereira

O presidente do Conselho Deliberativo do Coritiba, Samir Namur, é um dos três candidatos à sucessão de Rogério Bacelar. Nas últimas eleições municipais, Namur foi um dos doadores da candidata Xênia Mello, pelo PSOL, segundo a prestação de contas apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A posição de Pedro de Castro é de centro. O candidato da oposição, o médico João Carlos Vialle, se coloca de centro. Após as gestões de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, a esquerda brasileira está procurando uma maneira de se integrar na sociedade, talvez para mostrar que o socialismo é possível no Brasil.

Kátia Dittrich tenta desviar motivo da denúncia de improbidade

13 novembro, 2017 às 07:00  |  por Fernando Tupan

kátia dittrich

A vereadora Kátia Dittrich (SD) depôs na semana passada na Câmara Municipal de Curitiba e negou ter recolhido parte do salário dos funcionários. Disse que a denúncia era forjada porque o suplente, Zé Maria (SD), teria motivado a incriminação. Isso retrata porque a população está cansada com a classe política, sempre negando as denúncias para tentar manter-se no poder, com cargos e outras facilidades, como carro com gasolina bancada pelo contribuinte. Pelo depoimento dela é possível saber como essa protetora de animais é uma cara de pau. Zé Maria nunca imaginou que poderia voltar à casa legislativa. Nem aconselhou Dittrich a pedir parte dos salários dos comissionados. A tática é uma tentativa de desviar a atenção da população para o flagrante. Hoje, Maria deve estar contando nos dedos a data da cassação da parlamentar. Porque a materialidade é evidente. A fala do funcionário, que ainda faz parte do gabinete dela, de que Diego Xavier estava sendo demitido porque não aceitou fazer parte do “rachide” mostra o desvio de conduta no exercício do mandato. Uma absolvição ou outra pena que não seja cortar a erva daninha pela raiz poderá afetar o mandato dos outros 37. Levará a desconfiança de que a prática é comum.

Depoentes do processo de kátia Dittrich podem mentir a vontade

10 novembro, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

kátia dittrich

A Comissão Processante da Câmara Municipal de Curitiba anda vacilando demais nas investigações do processo contra a vereadora Kátia Dittrich. Um dos maiores erros são os depoentes não fazerem juramento nenhum. Na CPI da Urbs, que aconteceu na legislatura passada, todo mundo jurava. Uma leitura mais atenta das leis brasileiras, sem juramento, todos podem mentir sem o risco de ser processado.

A Causa Mais Bonita da Cidade

10 novembro, 2017 às 07:00  |  por Fernando Tupan

Parque Municipal Bom Retiro

Curitiba está unida contra a construção de um hipermercado Angeloni no antigo Hospital Bom Retiro, na Nilo Peçanha. No local há três nascentes, o que impede a construção do empreendimento conforme as normas urbanísticas da capital paranaense. Hoje, às 14h, na Câmara Municipal de Curitiba, haverá uma audiência pública para tentar impedir o avanço do projeto. Um abaixo assinado está circulando e cinco mil assinaturas já foram coletadas. Um grupo de ativistas está clamando pelo tombamento do local e pleiteia a criação de um parque, já que há no local, pinheiros centenários.

Concessionários do transporte coletivo atrasam salários

9 novembro, 2017 às 09:00  |  por Fernando Tupan

Vermelhão

A situação está tensa no transporte coletivo. As empresas não depositaram na terça-feira o salário dos motoristas e cobradores. Ontem, algumas começaram a pagar. Outras depositaram entre R$ 30 e R$ 100. Uma cobradora da empresa Cristo Rei falava abertamente que a culpa estava sendo atribuída a Urbs, que não estaria repassando o valor das passagens. Um cobrador disse que era lorota e que os empresários estariam preparando os funcionários para pagarem o 13º com atraso. Hoje, deverá ocorrer uma reunião entre o sindicato da categoria e trabalhadores.

Defesa de Kátia Dittrich defende tese de empréstimos a vereadora

9 novembro, 2017 às 07:03  |  por Fernando Tupan

Toninho da Farmácia, Cristiano Santos e Osias Moraes

Osias Moraes, Cristiano Santos e Toninho da Farmácia

A Comissão Processante da Câmara Municipal de Curitiba terminou ontem as oitivas de acusações e hoje começará a ouvir a defesa. A tese defendida pelos advogados é de que a parlamentar fez empréstimos com os funcionários. O problema é que a materialidade parece ser tão forte que dificilmente Dittrich escapará de uma punição. Mesmo que ela escape, como vem pregando nos bastidores da casa legislativa, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) deverá indicia-la por improbidade e possivelmente por formação de quadrilha, já que o marido é citado como arrecadador.

Continuar lendo

Oposição entediada na Câmara de Curitiba

8 novembro, 2017 às 07:00  |  por Fernando Tupan

Oposição na Câmara de Curitiba

Noêmia Rocha, Goura,  Professor Siberto e Professora Josete

O ânimo da oposição na Câmara Municipal de Curitiba pode ser constatado nesta foto postada pelo vereador Goura (PDT), no Instagram. O prefeito Rafael Greca (PMN) deve ser satisfeito com a troupe, que não oferece resistência nos debates legislativos. Imagine o líder do prefeito, Pier Petruzziello, não deve estar tendo nenhum trabalho. Olha que já são 11 meses de mandato.

Processo envolvendo Kátia Dittrich está parado

7 novembro, 2017 às 07:00  |  por Fernando Tupan

Kátia Dittrich

Há quase duas semanas o processo que investiga os desvios de conduta da vereadora Kátia Dittrich (SD) está parado. Os vereadores Oséas Moraes (PRB), Cristiano Santos (PV) e Toninho da Farmácia (PDT) não voltaram a se reunir após a primeira oitiva e até o final da tarde de ontem o horário da próxima ainda não estava marcada. Pelo andar da carruagem, tudo indica que somente em dezembro a decisão será enviada ao plenário. Apesar dos indícios concretos contra a parlamentar, de ter recolhido parte do salário dos funcionários, há um grupo dentro da casa que deseja inocenta-la.

Candidato com maior quilometragem

6 novembro, 2017 às 13:30  |  por Fernando Tupan

alvaro dias

Veja fez um levantamento sobre a idade dos candidatos a presidente em 2018. É a safra de candidatos mais idosa da história. O paranaense Alvaro Dias é o mais velho (73 anos) e o mais rodado (50 anos de atividade política).

 

Produção de Amora Preta deve superar 20 toneladas em Palmas

1 novembro, 2017 às 18:31  |  por Fernando Tupan
Lourde Giotto
A produção da amora preta deve ser superior a 20 toneladas na safra 2017/2018 em Palmas, no Sudoeste do Paraná. A estimativa é dos produtores, que devem iniciar a colheita nos próximos dias. A fruta, além de bonita e deliciosa, traz uma série de benefícios à saúde, que vão da melhora da pressão sanguínea, ajuda na perda de peso e no fortalecimento dos ossos e até no combate ao envelhecimento.

Aílton Araújo tenta adesão para ação coletiva

1 novembro, 2017 às 10:00  |  por Fernando Tupan

Ailton Araujo

O ex-presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Aílton Araújo (PSC), vem entrando em contato com ex-vereadores para abrirem uma ação coletiva, com a finalidade de receberem o 13º salário entre os anos de 2013 a 2016. Araújo não precisa da vantagem já que está lotado em um cargo de comissão no gabinete do deputado estadual Pastor Gilson (PSC), com um alto salário. Além do que, o social cristão edificou um prédio de 10 andares no Santa Cândida, com recursos próprios, sem financiamento bancário. Quando comandava a casa legislativa nos anos de 2015 e 2016, o parlamentar arrotava que a bandeira dele era de parcimônia com o dinheiro público. Ontem, um vereador assoprou em um grupo de WhatsApp: “era só da boca para fora. Curitiba em crise e ele só quer saber de tirar vantagem.”