ZEN destaca atitudes adotadas em seu processo fabril

19 outubro, 2017 às 17:20  |  por Ana Maria Ferrarini

Na ZEN, todas as atividades são executadas para minimizar impactos ao meio ambiente. Por isso, no mês em que se comemora o Dia do Consumo Consciente (15 de outubro), a fabricante catarinense reforça o seu compromisso estratégico de promover o uso racional dos recursos naturais, adotar medidas que gerem uma produção mais limpa, reduzam a geração de resíduos sólidos e o consumo de energia elétrica e água. Alguns exemplos dessa prática são o envio de efluentes sanitários para empresas especializadas no tratamento desses materiais e a troca de lâmpadas fluorescentes pelas de LED.

Os cuidados começam desde a conscientização dos colaboradores, passando pela adequação dos processos fabris até o descarte de materiais. Todos os profissionais já recebem orientações no programa de integração para a adoção de hábitos simples no dia a dia para contribuir com a preservação do meio ambiente. Além disso, o tema é abordado nos treinamentos sobre o Sistema de Gestão Ambiental, no Diálogo Diário de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (DDSMS) e nas campanhas internas promovidas pela fábrica.

ZEN_polia-alta

Na linha de produção, para evitar o desperdício de energia, alguns equipamentos contam com um sistema de tag, um tipo de alerta que informa ao operador se a máquina pode ser desligada nos finais de semana ou turno. Outra medida é a troca gradativa das lâmpadas fluorescentes pelas de LED, que, além serem mais econômicas, não precisam ser descontaminadas antes do seu descarte. “A ZEN integra, ainda, o mercado livre de energia, onde existe a possibilidade de comprar o insumo de fontes renováveis”, destaca o analista do Sistema de Gestão Ambiental, Felipe Costa.

Cuidados com efluentes e resíduos
Outra preocupação é o destino dos efluentes sanitários e industriais. Tudo é encaminhado para uma empresa licenciada e especializada neste tipo de serviço. O resultado do tratamento é acompanhado de perto pelos técnicos da empresa. Internamente, a fábrica conta com um sistema de recuperação do óleo solúvel, o que reduz a necessidade do descarte para tratamento e o consumo deste tipo de lubrificante.

Já os resíduos de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) passam por um processo de coprocessamento. As luvas, por exemplo, são enviadas para uma empresa, onde são utilizadas como substituto de combustível para queima de fornos e matéria-prima na fabricação de cimento. Com isso, dá-se uma destinação mais adequada e elimina-se o envio para aterros industriais.

zen_luvas_1Pequenas atitudes, grandes resultados
Outras medidas auxiliam a promoção do consumo consciente entre os colaboradores da empresa. Nos banheiros, por exemplo, as torneiras são equipadas com temporizadores, que evitam que ela seja esquecida aberta ou fique ligada quando não há necessidade. Além disso, a água utilizada na maioria dos vasos sanitários é captada da chuva e, regularmente, são promovidas campanhas de conscientização para o uso do papel toalha.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>