Arquivos da categoria: Geral

Até breve

17 maio, 2013 às 21:31  |  por Jussara Voss

Nossa! Como é difícil romper. Sigo para outro caminho e vejo como são complicadas as despedidas, sempre fico sem saber o que dizer e sem saber o que vou fazer com o que me espera. Há dias que ensaio isso e nada… É o meu tempo e saber esperar é preciso. Foram alguns anos de agradável convivência e aprendizado neste endereço, eu só posso agradecer aos leitores e a todos que me acolheram. Mudanças são necessárias. “Caminhante, não há caminho, se faz caminho ao andar”. O poeta espanhol Antônio Machado escreveu. Alguém muito especial recitou o poema para mim anos atrás e eu acreditei. “Porém o nosso passar é fazendo caminhos, caminhos sobre o mar”. Do nada, bateu saudades de alguns lugares por onde andei, de pessoas, de comidas, é claro, e daqueles lugares por onde andarei, não queiram entender. Logo mando notícias. Até breve.

9 maio, 2013 às 19:42  |  por Jussara Voss

Hoje quero falar do Bistrozinho. Fui conhecer o lugar logo depois da inauguração da casa, no começo do ano e não tinha comentado nada aqui. Fiquei impressionada com a decoração, que é muito charmosa, tem teto retrátil para os dias mais quentes, um jardim vertical e até horta, e também com definição da proposta, um restaurante para crianças, que precisam aprender a frequentar restaurantes e saber como se comportar neles. Lembro de uma amiga que sempre levava os filhos pequenos quando saia à noite, o que não é recomendado, mas eles nunca ficavam gritando e correndo, cena muito comum hoje em dia. Mas aqui o post é pra falar do Bistrozinho, que tem ótima estrutura para a criançada, que vai gostar do lugar, tenho certeza. A psicóloga Denise Pereira é a proprietária e pensou em tudo, acertando nos detalhes, os pais também vão gostar do Bistrozinho, que é despretensioso, encantador mesmo. Neste domingo (12), Dia das Mães, a casa preparou surpresas, desde o menu até as homenagens. O Bistrozinho funciona de quarta à sexta-feira, das 17 h às 21h30; aos sábados, das 12 às 21h30; e no domingo, das 12 às 15 horas. O endereço é na Alameda Presidente Taunay, 543, Batel, Curitiba. Telefone:  41 3018-3034.

Where Chefs Eat

1 maio, 2013 às 14:28  |  por Jussara Voss

Como quem gosta de cozinhar também gosta de comer, saí correndo para comprar o livro Where Chefs Eat, do jornalista britânico Joe Warwick. Queria saber onde os irmãos Adrià’s vão comer, os lugares preferidos de Alex Atala, Massimo Bottura, David Chang, Daniel Humm, Rodrigo Oliveira, René Redzepi e Joan, Jordi & Josep Roca, do restaurante número 1 do ranking 50 Best em 2013, dentre tantos outros. Eu delirei… Daí aproveitei para fazer uma seleção local para a revista Ideias. Tinha pouco tempo, usei todos os meios para me comunicar com chefs, foodies e gourmets e acabei cometendo uma falha, esqueci de uma importante colaboradora: Dani Saucedo. Mil desculpas, aqui estão suas preferências. Em Curitiba, Dani, que é mestre em História da Alimentação, elege os restaurantes Lagundri, Ille de France, Campania, Edvino e Vindouro. Em Buenos Aires: El Pobre Luis. Em São Paulo: D.O.M. e no Rio de Janeiro: Venga Bar de Tapas. Veja a listagem completa publicada na revista, está aqui.

Gastronomia sueca em alta

20 abril, 2013 às 19:15  |  por Jussara Voss

Tem um tempinho que a Folha de São Paulo publicou uma matéria sobre a gastronomia dos suecos, uma amiga lembrou de mim porque sabe que eu adorei a experiência no país e eu lembrei que o link para a matéria que eu escrevi e foi publicada na TOP View não estava aqui, então corro pra aproveitar a oportunidade de mostrar. Leia aqui. Quando entrar no site dessa edição vá até a página 178. Está lá.

Feiras gastronômicas, Restaurant Week e Curitiba Risotto Festival

13 abril, 2013 às 17:34  |  por Jussara Voss

Já falei sobre as feiras gastronômicas, mas agora, além de comentar um pouco sobre o Gastronomix (foto) – a única que eu fui – vale lembrar que estamos em plena Restaurant Week, deixei de lado o Empório Soho, Gastronomia na palma da mão, porque não estava na cidade. A sétima edição do Restaurant Week reúne 57 restaurantes em Curitiba, que oferecem menu e preço fixo: R$ 31,90 no almoço e R$ 43,90 no jantar. Até 21 de abril. Veja a programação completa no site official http://curitibarestaurantweek.wordpress.com/, ou no link acima.

Tem gente que ama e gente que odeia os eventos gastronômicos citados. Quem gosta fala da possibilidade de comer em lugares bacanas pagando menos do que o usual, por exemplo, assim como nas feiras, que tem preços populares e ainda dão a possibilidade de encontrar chefs famosos. Mas isso é para quem não se importa com as filas, que costumam ser imensas nesses eventos, é preciso paciência porque geralmente, principalmente nas feiras, também falta organização. Impossível atender bem tanta gente em locais improvisados.

Empório Soho e Gastronomix

Acho que todo mundo conhece o Empório Soho, a feira de gastronomia na Praça Espanha agrada e já é um evento consolidado aqui, bem ao estilo quermesse do interior. Ponto para a associação dos comerciantes do bairro que organiza. Mas o comentário geral foi uma reclamação por acontecer, pela segunda vez, se não me engano, no mesmo fim de semana do Gastronomix – o outro evento de gastronomia, com a curadoria do chef Celso Freire, que faz parte da programação do Festival de Teatro de Curitiba e traz chefs de fora de Curitiba, além de uma seleção dos locais. Aliás, Freire estava feliz com o sucesso, a cada ano mais gente quer participar e, mesmo com longas filas nas barracas de comida, e pilhas de louças sujas no chão, é um programa bacana, mas é preciso um pouco de paciência, como já mencionei, um pouco de bom humor também e entrar no espírito da iniciativa, uma “festa pública”. Comprar o ingresso antes pela internet facilita e é necessário, mas é preciso pegar o ticket em um dos locais de venda e chegar cedo. Se não cometo nenhum erro, apenas dois chefs prepararam uma comida que podia ser degustada com as mãos, sem precisar de talher, ou prato. Manu Buffara, escondida no gramado, era a última barraca, e Marcolini acertaram em cheio. Aplausos para os dois.

Sanduíche de porco: preparado exclusivamente para o evento

Curitiba Risotto Festival

O chef Fabiano Marcolini é o curador de outra iniciativa gastronômica: o Curitiba Risotto Festival, que vai acontecer nos dias 25 e 26 de maio, no Museu Oscar Niemeyer (MON), mesmo local do Gastronomix. Quem organiza são os promotores da Feira Alto Juvevê Gastronomia. Vamos aguardar a página oficial do festival no Facebook www.facebook.com/CuritibaRisottoFestival para saber mais sobre o evento.

Diletto: tem sorvete novo para a Páscoa

27 março, 2013 às 20:11  |  por Jussara Voss

Um picolé de chocolate crocante feito com chocolate belga e granela de Amaretto é a novidade da Diletto. A edição do “Felicitá del giorno” está no kit de Páscoa, custa R$ 50,00, vem com oito picolés, e é limitada, está disponível nos carretinos, flagship e delivery da marca. O páreo é difícil porque eu amo o de gianduia, mas aprovei, é muito bom. A marca italiana está há quatro anos no Brasil e quando chegou era aquela dificuldade de achar, poucos lugares tinham. Em Curitiba, você encontra a novidade no quiosque no ParkShopping Barigui. O sorvete artesanal foi criado por Vittorio Scabin, em 1922, na região do Veneto, hoje são os netos que tocam a fábrica, que ficou famosa pelos uso de ingredientes frescos e da qualidade.

 

Cuore di Cacao consegue surpreender mais uma vez

21 março, 2013 às 18:09  |  por Jussara Voss

São abusadas essas garotas da Cuore di Cacao, diria uma amiga. No bom sentido, claro. Conseguem emocionar, quem, como eu, acompanha o trabalho delas de perto, estão inovando sempre. Desta vez é cacau brasileiro e exclusivo e novidades com sabores irresistíveis. Fui provar. Falo do chocolate criado pela chocolateria curitibana, após dois anos de pesquisas, o chamado Ouro Negro. O novo chocolate, em duas opções ao leite, com 42% e 70% de cacau, estará no portfólio da marca. Agora, como poucas no mundo, a Cuore faz todo o processo de fabricação do chocolate, seleciona as amêndoas do cacau, seca, torra e trabalha até transformar o produto em ovos, barras e palets vendidos na loja. Era um sonho da chocolatière Caroline Schneider trabalhar com um produto exclusivo. Um grande passo foi dado. No dia da degustação, elas vieram ainda com ovos de cupuaçu e cumaru, que tinha tudo para não dar certo, foi o que eu pensei, mas dá, e um de maracujá, nunca quis provar os palets vendidos na loja com o sabor e, finalmente, experimentei, para exclamar em seguida, com surpresa, nossa, é muito bom. Bom gosto e beleza também nas imagens brasileiras desenvolvidas pela Bibiana para as embalagens. Mais uma vez as duas surpreendem seus fãs. E esse post deveria ter sido publicado na terça-feira – dia em que comemoravam nove anos de fundação da loja – mas nem tudo sai como planejamos e a homenagem vai com um pequeno atraso. O reconhecimento do trabalho delas veio com o tempo e é muito merecido.