Arquivos da categoria: Restaurantes em Santa Catarina

L’assiette

13 julho, 2011 às 19:33  |  por Jussara Voss

O chef não estava, viajava com a família, mas, ainda assim, resolvemos ficar para jantar. Depois de uma certa insistência, os cozinheiros de plantão toparam o desafio de fazer um menu-degustação,  mesmo com a ausência do titular do L’assiette. Preciso falar que o restaurante está em boas mãos e lotado, ainda que fora da temporada. Começamos com o couvert e os pães especiais da casa, depois um creme de couve-flor no capricho, seguido pelo perfeito carpaccio de vieira. Camarões, mariscos, entrecôte, enfim, o jantar estava muito bom. Apenas uma ressalva, a trilogia de ostras, foi o único prato que eu achei que não correspondeu ao sabor já conhecido. Antes das sobremesas, a de manga fez sonhar, que coisa mais gostosa, ainda pedimos uma fritada de camarão inspirados pelo prato servido na mesa ao lado. Endereço certo em Balneário Camboriú. Leia mais aqui. Telefone 47 3363-9818. Reserve.

L’assiette

26 fevereiro, 2010 às 17:40  |  por Jussara Voss


Gostaria de entrevistar o chef Marconi Righi antes de escrever o post sobre o L’assiette porque fiquei  impressionada com o trabalho desse gaúcho que abandonou a faculdade de direito para se dedicar à gastronomia e cozinha maravilhosamente bem. Como ainda não tive resposta dele e algumas pessoas querem saber o endereço, tem uma amiga que já está a caminho do restaurante, inclusive,  vou adiantando o serviço e dou mais detalhes do jantar, resumo: o cara é muito bom. Recomendo. Só não sei como foi ele parar em Balneário Camboriú, não poderia ser Curitiba? Righi fez escola trabalhando em Buenos Aires e Punta del Leste e depois ficou uns 10 anos na Europa sempre nos melhores lugares, inclusive com profissionais do quilate de Michel Bras, considerado um dos melhores chefs do mundo. Obcecado pela cozinha, encontrei Righi dando duro e enfrentando um calor de quase 40 graus numa cozinha minúscula. Na noite em que fui jantar lá, vi várias pessoas sem reserva voltando para casa, isso porque o restaurante é para poucos, é “bistronomique”, alta gastronomia  e preço razoável. Ainda não tem site, imagino que não tenha dado tempo, foi aberto ano passado e toda a atenção é para a cozinha. Fica na Avenida Atlântica esquina com rua 4.100 em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Abre de terça a sábado,  partir das 19 horas. Não esqueça de reservar e se for conte o que achou. Telefone 47 3363-9818. Eu já estou morrendo de vontade de voltar.

Se gosta de ostra não deixe de pedir a  a degustação de cinco variedades, eu troquei a entrada do menu do dia por essa e não me arrependi. Foi por causa delas e seguindo a indicação de uma futura chef que cheguei até o restaurante. Agradeço a dica, por ela já imagino que você será uma grande profissional.

Couvert, com o pão queimando os dedos…

Amuse bouche: começa o festival de gentilezas.

Vieiras delicadamente doces.

O jantar: perfeito. Lagosta, lula e bacalhau.

Antes da sobremesa: sorbet e frutas vermelhas. Quero mais.

Pode pedir. O sorvete de iogurte grego e de baunilha de Bourbon de tão bom me lembrou o de leite defumado do Asador Extebarri, no País Basco, o melhor que eu já tomei na vida. Agora tem um mais perto.

Para levar e não esquecer do lugar. Nem precisava, já ficou gravado.

Santa Catarina: fim de semana de descobertas

23 fevereiro, 2010 às 17:50  |  por Jussara Voss

Foi quando recebi um pedido para indicar um restaurante em Florianópolis que me dei conta que fazia quase dois anos que não visitava o Estado vizinho. Minha referência era o Bistrô d’Acampora, que me disseram que ainda vale a pena, mesmo com a ausência do chef Zeca d’Acampora, além da Toca da Garoupa e Ponta das Caranhas, principalmente, e a comida do premiado chef Vitor Gomes do Café Riso & Etc, apesar de não conhecê-lo. Meus amigos também não tiveram a oportunidade, impossível jantar lá sem reserva antecipada. Depois dessa constatação, tratei de começar a por em dia a agenda desatualizada e no fim de semana passado, não cheguei até a capital, mas fiz boas descobertas pelo caminho.

Primeira parada: Joinville, aceitamos a sugestão de um amigo para conhecer uma nova casa na cidade, o Mamma Lu Bistrot. Uma boa surpresa, bem instalado, o restaurante oferece um ambiente requintado, boa carta de vinho e menu internacional. Destaque para a salada com polvo grelhado. Desta vez não fui até o excelente Soop, que sempre dou um jeito de encaixar na viagem, pensei que teria chance na volta a Curitiba, bati com o nariz na porta, esqueci que o restaurante fecha aos domingos, assim como outros de comida alemã. O desejo de comer carne de onça, eisben e marreco foi satisfeito em Curitiba, sem ferver no calor de quase 40 graus na escaldante cidade catarinense acabamos no também excelente e refrigerado restaurante Cantinho do Eisben. Boa opção já em terras paranaenses.

No sábado, seguimos até o restaurante Siri, uma indicação recebida há muito tempo e até então desconhecida.

A casa é também muito acolhedora, com pencas de objetos pendurados nas paredes, lareira e ar-condicionado, que convenhamos não é comum em balneários pequenos, como Barra Velha, onde está localizado o restaurante. A comida é simples e muito boa, apesar de alguns tropeços, com a entrada e a sobremesa, vale a visita. Se estiver por perto, ou de passagem, recomendo o peixe fresco do dia grelhado com legumes, vale a visita. Volto para experimentar a muqueca da casa.

Mas, a lembrança da curta viagem fica com o L’assiete, que merece um post especial mais tarde. Avenida Atlântica esquina com rua 4.100. Telefone: 47 3363-9818.