• 25/10/2018

    Idoso é preso por vender droga para adolescentes no norte do Paraná

    Idoso é preso por vender droga para adolescentes no norte do Paraná

    A Polícia Militar (PM) prendeu na tarde desta quarta-feira (24 de outubro) um idoso de 65 anos, suspeito de vender drogas para dois adolescentes de 14 e 16 anos. O caso foi registrado em Arapongas, no norte do Paraná, e uma mulher que mora junto com o idosos também foi detida.

    Segundo informações do portal TNOnline, os policiais faziam patrulhamento pelo Conjunto Corina Pugliesi quando avistaram os menores. Ao perceber a presença da viatura, os adolescentes tentaram dispensar algo e acabaram sendo abordados. Foi quando se verificou que os rapazes haviam tentado jogar uma porção de maconha.

    Questionados, confirmaram que a droga era de propriedade deles e que teriam comprado a erva em uma propriedade próxima dali. A equipe foi então até o local e o idoso autorizou a entrada dos policiais no imóvel, onde foi encontrada algumas porções de maconha e uma balança de precisão.

    Em outro cõmodo da residência, foi localizada a jovem de 26 anos com munições de diversos calibres e um tablete de maconha de aproximadamente 600 gramas. Os dois (idoso e mulher) foram presos e encaminhados para a delegacia por conta do flagrante.

  • 18/01/2018

    Sushi a partir de R$ 1 na Rua XV

    Numa galeria meio mocada na Boca Maldita, no fervilhante calçadão da Rua XV, quase ao lado do McDonald’s, existe uma excelente opção para quem gosta de comida japonesa, praticidade no atendimento e não quer gastar muito: a segunda loja do Sushi Central em Curitiba – a primeira fica no Muffato Portão –, que desde abril do ano passado oferece um variado buffet de comida japonesa por unidade, a partir de R$ 1. Parte do buffet da unidade da Rua XV. (Foto: Divulgação) Parte do buffet da unidade da Rua XV. (Foto: Divulgação) São mais de 40 opções de sushis, sendo 30 a 40 pratos frios (uramakis, hossomakis, niguiris, sashimis, sushis especiais) e pelo menos 10 quentes (hots, rolinho primavera, camarão e lula empanados, hots doces), além de pratos vendidos à parte, como temakis, frango xadrez, yakisoba e ceviche na taça. Os produtos são feitos à base de peixes nobres frescos, como salmão, tilápia, peixe prego e atum, e moluscos como polvo e lula, entregues diariamente nas lojas por fornecedores certificados e cadastrados. O ceviche na taça é saboroso e muito bem feito. (Foto: Luigi Poniwass) O ceviche na taça é saboroso e muito bem feito. (Foto: Luigi Poniwass) Os sushis mais simples, como os hossomakis, custam R$ 1 a unidade – mas há opções por R$ 1,50, R$ 2, R$ 2,50, R$ 3 e R$ 3,50, caso do hot camarão. Uma fatia de sashimi de salmão, por exemplo, sai por R$ 2,50. Há ainda 11 opções de temakis, com valores entre R$ 13 (o médio) e R$ 28 (o grande), três opções de ceviche na taça – com valores entre R$ 22 e R$ 30 –, cinco de yakisoba – entre R$ 13 e R$ 20, com combos que incluem sunomono e/ou bebidas e biscoito da sorte, com valores entre R$ 15 e R$ 22. O Sushi Central também tem promoções diárias: na segunda, niguiri por R$ 1,50; na terça, sushis especiais por R$ 2; na quarta, uramaki filadélfia por R$ 1; na quinta, temaki médio por R$ 10; na sexta, sashimi por R$ 2; e no sábado, romeu e julieta por R$ 1. Apesar do valor, do alto giro dos produtos e do ritmo frenético da produção, para repor as peças que vão sendo consumidas no buffet, a qualidade e o sabor dos pratos não devem nada às outras redes de fast food de comida oriental, como WikiMaki, King Temaki e Quick Temaki. A primeira loja Sushi Central foi aberta em 2014 no calçadão da Avenida Central, em Balneário Camboriú (SC), e deu tão certo que logo foram abertas as unidades na praia catarinense de Itapema e na praça de alimentação do Muffato Portão, antes da filial da Rua XV. Desde o segundo semestre do ano passado, a marca oferecido franquias e estudado o mercado do Sul e do Sudeste, com a expectativa de abrir duas novas unidades ainda este ano. Serviço: A loja da Boca Maldita abre de segunda a sexta, das 11 às 21 horas, e aos sábados, das 11 às 19 horas. A do Muffato funciona de segunda a sábado, das 11 às 22 horas, e aos domingos, das 11 às 16 horas. A matriz, em Balneário Camboriú, abre diariamente, do meio-dia à meia-noite. E a de Itapema, na Av. Marginal Leste, 5.335, funciona de segunda a sábado, das 11 às 22 horas.
  • 13/09/2017

    Dá para almoçar no Lagundri pagando a partir de R$ 20!

    O Lagundri é um dos melhores e mais premiados restaurantes asiáticos da cidade, mas o preço normalmente é considerado um pouco salgado para a maioria dos mortais. Porém, desde o dia 11 de agosto é possível almoçar no badalado endereço comandando pelo chef Marcelo Amaral comendo bem - um prato feito diferente a cada dia de semana, fora as opções fixas -, pagando a partir de R$ 20. E de quebra ouvindo um quarteto de jazz, como o que se apresentou na sexta-feira em que estive lá. Quarteto de jazz em ação no Lagundri: alto nível. (Foto: Luigi Poniwass) Quarteto de jazz em ação no Lagundri: alto nível. (Foto: Luigi Poniwass) O cardápio, chamado Dragão Chinês Imperial Club, tem como couvert mini dumplings taiwaneses, salada oriental de moyashi e shoyu e rolinho primavera. Entre os pratos principais, você pode escolher entre o Nasi Goreng (arroz frito com amendoim e legumes), Mie Goreng (macarrão de arroz frito, amendoim e legumes), Noodles ou Curry do dia. Segunda é dia de Green Curry (com jiló e berinjela); terça tem Madras Curry (masala com especiarias indianas); na quarta é servido o Khorma (outra especialidade indiana); na quinta Curry de Espinafre, e o tradicional Red Curry (com pimenta vermelha) na sexta. Na maior parte deles, é possível escolher entre as seguintes proteínas: tofu, frango, carne ou camarão. O Lagundri fica na Rua Saldanha Marinho, 1.061, no Centro - telefone (41) 3232-7758.
  • 16/08/2017

    Chope por R$ 2,90 e comidinhas por R$ 5 no Sr. Garibaldi na quarta!

    Saudações! Como hoje é o meu aniversário, trago de presente pra vocês não um achado, mas uma verdadeira PECHINCHA: toda quarta-feira, no Sr. Garibaldi da Trajano (Rua Trajano Reis, 36), tem chope pilsen de 300ml por R$ 2,90 até as 19h! Depois desse horário, o valor sobe para R$ 5 - mesmo preço de vários outros itens do cardápio neste dia: quentão, polenta cremosa de linguicinha (uma delícia!) e hot dog na estufa. Ou seja, uma excelente pedida para um happy hour barateza com a galera na quarta-feira! E o ambiente ainda é super descolado, funciona junto da loja da marca curitibana NovoLouvre. Mais detalhes pelo telefone (41) 3029-8006. A famosa polenta cremosa com linguicinha, que sai por R$ 5 na quarta. (Divulgação) A famosa polenta cremosa com linguicinha, que sai por R$ 5 na quarta. (Divulgação)
  • 13/06/2017

    Comida indo-nepalesa no coração de Curitiba

    Salve! Hora do almoço, o estômago já deve estar roncando e eu tenho um verdadeiro achado para apresentar para vocês: sabiam que existe um restaurante que serve a autêntica comida indiana e nepalesa, tocado por migrantes do Nepal, bem no coração de Curitiba? É o Everest Inn, que fica dentro da galeria que liga a Praça Osório com a Alameda Dr. Carlos de Carvalho. O endereço "formal" é Praça Osório, 333. O Butter Chicken, prato servido aos sábados. O Butter Chicken, prato servido aos sábados. (Fotos: Luigi Poniwass) Funciona de segunda a sábado, das 11h30 às 15h, e o conceito é simples: a cada dia, é servido uma ou duas opções  de prato feito típico, com preços variando entre R$ 16,90 e R$ 18,90. Terça, por exemplo, é dia de Beef Chilli Curry (iscas de alcatra salteadas com pimentões e especiarias ao molho cremoso de tomate e castanha), e de Vegetable Jalfrezi (mix de legumes com molho cremoso de tomate, tamarindo e especiarias aromáticas). Acompanham arroz, salada, samosa (espécie de pastelzinho indiano) e pão. Os pratos servidos na segunda e na terça. Os pratos servidos na segunda e na terça. Eu já experimentei as opções de sexta e sábado. Na sexta, os nepaleses servem uma espécie de "estrogonofe malaio" chamado Malai Chicken (peito de frango cozido com molho cremoso de cream cheese, maçã, cogumelo e condimentos). É uma delícia! Já sábado é dia de Butter Chicken (cubos de frango preparados com molho aromático de especiarias, tomate e manteiga clarificada). Muito bom também. Na sexta e no sábado você também pode pedir o Malai Kofta (mini almôndegas de vegetais imersas em molho preparado com cream cheese, maçã, champignon e fenogrego desidratado). O Everest Inn também oferece opções de sobremesas e bebidas típicas, como o lassi (bebida à base de iogurte). Vale a pena conferir! As opções de quarta a sábado. As opções de quarta a sábado.    
  • 08/05/2017

    Clube do Malte tem buffet por quilo (e bom!)

    Salve! Quer saber uma opção bacana de almoço na região do Juvevê? A loja do Clube do Malte na Rua Rocha Pombo, 265, tem um buffet bem honesto por R$ 41,90 o quilo. Nesta segunda-feira o cardápio incluía strogonoff de carne, frango à parmegiana, risoto de funghi, lasanha de frango, couve-flor gratinada e farofa de calabresa, entre outras opções de pratos quentes e saladas. A loja também está com uma promoção do seu hambúrguer de costela, que sai por R$ 12,45, mas só é servido à noite. Meu prato de hoje no Clube do Malte: strogonoff, risoto de funghi, batata e salada. Meu prato de hoje no Clube do Malte: strogonoff, risoto de funghi, batata e salada. O Clube do Malte ainda tem um programa de fidelidade que permite que cada compra no local seja revertida em pontos que somados dão direito a produtos da loja. As lojas do Clube do Malte funcionam de segunda a sábado, das 10 horas à meia-noite. Outras informações pelo telefone (41) 3598-9313.
  • 06/04/2017

    Frutos do mar irresistíveis no novo Bar dos Passarinhos

    Saudações, meus queridos companheiros de garimpo! Fiquei uns dias sem achar nada, mas eis que esta semana, graças a uma dica preciosa de um amigo, o cantor Zé Rodrigo, eu fui apresentado à nova encarnação do Bar dos Passarinhos, na Rua Desembargador Ermelino de Leão, 511, no São Francisco. O Zé Rodrigo captou o espírito do blog e me avisou, e foi uma experiência indescritível. Dolabella O chef Marco Dolabella e sua vitrine de frutos do mar frescos. (Foto: Luigi Poniwass) O antigo Bar dos Passarinhos era um tradicional (e premiado) boteco situado na Alameda Princesa Izabel, quase em frente à Paróquia Nossa Senhora das Dores, a Igreja dos Passarinhos - daí o nome do empreendimento capitaneado pelo condecorado chef Marco Dolabella. Era o lugar certo para os amantes de petiscos à base de frutos do mar, como a famosa lula flambada ao shimeji - eleita o melhor petisco no concurso Veja Melhores da Cidade em 2004. Só que, no fim de 2013, Dolabella fechou as portas do empreendimento. O novo Bar dos Passarinhos: tesouro escondido. (Foto: Luigi Poniwass) O novo Bar dos Passarinhos: tesouro escondido. (Foto: Luigi Poniwass) Porém, em agosto do ano passado, depois de se associar ao mineiro Alcimar Ribeiro (ex-cliente do Bar dos Passarinhos, amante da boa gastronomia e diretor da LATAM Viagens), Marco Dolabella reabriu o Bar dos Passarinhos. Só que agora ele é um dos tesouros escondidos de Curitiba. Quem passa pelo início da Rua Desembargador Ermelino de Leão, na altura do número 511 - já quase chegando ao Largo da Ordem -, só vê a fachada da sede da LATAM Viagens. Não há nenhuma placa na entrada. Para chegar ao bar, é preciso entrar no terreno - que dispõe de estacionamento para menos de dez carros. Porção mista de camarão crocante com patola de caranguejo. Nham! (Foto: Luigi Poniwass) Porção mista de camarão crocante com patola de caranguejo. Nham! (Foto: Luigi Poniwass) O novo Bar dos Passarinhos funciona numa espécie de edícula montada nos fundos, tem um pequeno salão interno e outro externo. A capacidade é para cerca de 50 pessoas sentadas. É lá, com os insumos trazidos de diversos fornecedores Brasil afora, que Marco Dolabella prepara seus deliciosos petiscos e pratos - todos feitos com frutos do mar. Eu tive o privilégio de experimentar os camarões crocantes (R$ 64 a porção, ou R$ 115 para duas pessoas), patolas de caranguejo (o mesmo valor), o peixe ao molho de alho poró (idem) e o magnífico polvo à espanhola (que também custa R$ 64). Mas o enxuto cardápio tem ainda camarão pistola, filé de peixe, casquinha de siri, a especialidade lula ao shimeji (que infelizmente estava em falta), mexilhão e lagosta cavaquinha. Para quem gosta de frutos do mar feitos na sua frente por uma autoridade no assunto, é um prato cheio! O bar funciona de segunda a sexta, das 18 às 23 horas, e aos sábados no almoço, do meio-dia às 17 horas.
  • 25/03/2017

    Stand-up paddle e canoa havaiana DENTRO de Curitiba!

    Saudações! A partir de agora, os dias de sol e calor (como hoje) serão cada vez mais raros em Curitiba. Justamente por isso, temos que aproveitá-los ao máximo, certo? Um excelente programa ao ar livre, para aproveitar com a família, amigos, a dois ou até mesmo sozinho é o Parque Passaúna, no bairro Augusta, na divisa com Campo Largo - a 12 km do Centro. Com 6,5 mil quilômetros quadrados de área, fica na Área de Proteção Ambiental (APA) do Passaúna, nas margens da represa da Sanepar, e dispõe de ciclovias, churrasqueiras e playground, além de um mirante de 12 metros de altura. Funciona ininterruptamente, de segunda a domingo, e o acesso é gratuito. E tem como atração especial o pôr do sol mais espetacular da cidade. Praticantes de stand-up paddle no Parque Passaúna. (Foto: Naideron Quincozes Jr.) Praticantes de stand-up paddle no Parque Passaúna. (Foto: Naideron Quincozes Jr.) Mas o melhor do Parque Passaúna é o Passaúna Paddle Club. É um clube para os amantes dos esportes com remo, como stand-up paddle, canoa havaiana e caiaque. Ali você pode alugar pranchas de stand-up paddle (por R$ 50 a hora de sexta a domingo e R$ 30 de segunda a quinta), fazer aulas ou remar na canoa havaiana (por R$ 20 de segunda a quinta e R$ 30 de sexta a domingo, com planos mensais) e locar caiaques (R$ 30 individual e R$ 50 o duplo de segunda a quinta, e R$ 50 e R$ 80 respectivamente de sexta a domingo). Dá para remar tranquilo, porque como é uma represa usada pela Sanepar para abastecimento, a água é bem limpa - com uma temperatura bastante agradável. Catamarã feito com duas canoas havaianas no Passaúna Paddle Club. (Foto: Naideron Quincozes Jr.) Catamarã feito com duas canoas havaianas no Passaúna Paddle Club. (Foto: Naideron Quincozes Jr.) O Passaúna Paddle Club dispõe de guarderia (para guardar as pranchas e caiaques), restaurante-lanchonete-sorveteria, banheiros limpos, vestiários com armários, chuveiros de água quente e estacionamento. Eu escrevo daqui neste exato momento, e sempre que faz um solzinho e calor eu venho remar aqui. Quando vierem, conversem com o Naideron Quincozes Jr. ou a Kamilly Magno, os proprietários do clube - e podem falar que souberam aqui nos meus achados. O telefone é o (41) 99282-3070. E os melhores dias são durante a semana ou no sábado, porque no domingo fica bem cheio quando faz calor. Depois de conhecer o Passaúna, você nunca mais vai querer ir ao Barigui! Aloha!
  • 24/03/2017

    Bife à parmegiana no Alto da Glória por R$ 13,90!

    Saudações! Aqui vai mais um achado da hora do almoço - embora seja um local bastante agradável também para um happy hour. A Cantina dos Açores  é um simpático bar-restaurante português situado na Rua Euzébio da Motta, 306, esquina com Augusto Severo, no Alto da Glória - que abre de segunda a sábado no almoço e no jantar, e no domingo para o almoço. A especialidade da casa é o bacalhau, servido em diversas receitas pelo proprietário, o açoriano João Raposo. Porém, durante a semana a Cantina dos Açores oferece o Prato do Dia, que acompanha salada, arroz, feijão e mais uma ou outra guarnição e custa R$ 13,90. Cada dia tem uma opção diferente: segunda é o famoso bacalhau; na terça frango ao molho ou carne de panela; quarta parmegiana de frango; na quinta almôndega; e sexta bife à parmegiana (foto). Provei hoje este último, e é delicioso. Vale muito a pena!
  • 23/03/2017

    Costela acebolada com batata chip no Centro por R$ 16,90!

    Está no Centro ou adjacências? Já deve estar batendo aquela fome, e geral deve estar se mobilizando para o almoço, certo? Que tal matar essa fome com uma das melhores costelas que você vai comer na vida? Quinta-feira é o dia da costela no FalaFala (Rua Barão do Rio Branco, 606), um simpático restaurante que serve comidinha caseira em pratos feitos a preços acessíveis, variando entre R$ 12,90 e R$ 20,90. Abre de segunda a sexta entre 11h30 e 15h, e todo dia oferece um prato especial. A costela acebolada com batata chip é um dos meus favoritos. A costela é cozida com cebola na panela de pressão - o que, além de saborosíssima, deixa a carne se desmanchando. Acompanha batatas chips, arroz, feijão e salada, o prato é super bem servido e sai a partir de R$ 16,90. Experimente também os sucos naturais da casa - laranja, limonada suíça, abacaxi com hortelã e detox. De nada! ;)

DESTAQUES DOS EDITORES