Bem Radical

Publicidade
#Surfe

Brasileiros dão show de tubos no Chile (assista)

Show de tubos no Heroes de Mayo, no Chile
Show de tubos no Heroes de Mayo, no Chile (Foto: Divulgação WSL South America)

Mesmo com o mar baixando um pouco, a tarde de quarta-feira foi boa para os participantes do QS 3000 em Iquique no Chile. Com a continuação do Heroes de Mayo Iquique Pro, diversos brasileiros puderam mostar seu talento. 

E em um dia em que as esquerdas supreenderam em um pico predominante de direitas, Yuri Gonçalves e Wesley Leite tiveram grandes notas, as maiores para um tubo na competição. Os brasileiros cnseguiram 9.10 e 9 respectivamente. 

Primeiro Wesley Leite em uma onda surpreendente. Ela abriu na esquerda e muito rápido Wesley leu a onda e mergulhou para conseguir um belo tubo. A manobra foi aplaudidada por todo o público presente e rendeu a nota 9 ao brasileiro, que venceu a bateria. 

Nesta batera tivemos uma surpresa. O favorito Ian Gouveia, que chegou a competir em etapas do CT foi eliminado pelo também brasileiro Robson Santos. 

O catarinense Yuri Gonçalves também teve seu momento, batendo o recorde e cravando um 9.10 em um tubo espetacular em uma esquerda. Yuri estava precisando de uma onda para subir pelo menos para a segunda colocação e garantir vaga na próxima fase. 

E a ionda veio, dando a vitória ao brasileiro nesta bateria. O neozelandês Billy Stairmand acabou caindo para o segundo lugar e o francês Mihimana Braye foi eliminado junto com o havaiano Koa Smith. Na areia, Yuri falou a respeito desta ondaça: 

"Eu estava sem a prioridade (de escolha da onda), aí o Mihimana (Braye) foi pra direita e sobrou um slab pra esquerda incrível. Eu dropei meio despencando, coloquei pra dentro, ela respirou meio que me segurando e me empurrou pra fora. Foi incrível, fiquei em êxtase, foi muito bom"disse Yuri Gonçalves. "É a primeira vez que eu venho pra cá e estava bem ansioso, porque a direita é muito parecida com a minha casa, a Praia do Silveira (em Garopaba-SC), que é um pointbreak de direitas também como aqui. Eu estava bem treinado nas direitas, mas cheguei aqui e vi vários tubos nas esquerdas. Eu tinha que passar essa bateria de qualquer jeito e espero que tenham mais tubos nas próximas, porque quero pegar mais."

Hoje é o dia das meninas entrarem na água. O QS 1500 feminino começa a ser disputado, juntamente com Pro Junior feminino. Os competidores do QS 3000 masculino devem voltar a ter chamadas na manhã desta sexta-feira (24). 

*Imagens divulgação World Surf League.

Quem faz o blog

Leopoldo Scremin é jornalista, acompanha, pratica e cobre esportes radicais há cinco anos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES