Bem Radical

Publicidade
Hockey

Ginásio do Tarumã recebe finais do Brasileiro de Hockey

Equipes jogando no Ginásio do Tarumã
Equipes jogando no Ginásio do Tarumã (Foto: Leopoldo Scremin para o Bem Paraná)

Neste domingo os curitibanos tem uma atração especial a partir das 8h30 da manhã. Começa no Ginásio Almir Nelson de Almeida, o popular Ginásio do Tarumã, a fase final do Campeonato Brasileiro de Hockey Inline. 

A competição está acontecendo em Curitiba desde a última quinta-feira, reunindo 16 equipes de todo o Brasil. O esporte é o que mais se assemelha ao hockey jogado nas Olimpíadas de Inverno e na NHL, maior liga de hockey no mundo. 

Os atletas disputam a cada tacada como se estivessem no gelo. Tanto a emoção quanto os pucks - disco utilizado como uma espécie de "bola" - passando em uma velocidade extraordinária se assemelham muito.  

As vestimentas e proteções também são semelhantes as utilizadas no esporte tradicionalmente jogado no gelo, assim como a trave. Outra coisa que chama a atenção são os barulhos dos atletas "batendo tacos" ou atirando uns aos outros na proteção lateral da quadra, o que é permitido pelas regras. 

Os atletas que ficam no banco de reserva são uma atração a part. A qualquer momento o treinador pode trocá-los, acontecendo uma movimentação frenetica na lateral. Quando sai um gol eles comemoram batendo seus tacos nas placas de proteção da quadra. 

A fase final começa as 8h30, acontecendo em seguida as semfinais e as 14h30 a grande final. Quem vencer se sagra campeão brasileiro da modalidade. 

A competição está sendo realizada em Curitiba pela AR Eventos Esportivos em parceria com a Confederação Brasileira de Hóquei e Patins. É um esporte muito plástico - confira o vídeo - e vale muito a pena ser acompanhado. 

A entrada custa apenas um quilo de alimento não perecível. O Ginásio do Tarumã fica na Avenida Victor Ferreira do Amaral, 1.649, próximo do Estádio do Pinheirão e do Jockey Club. 

Quem faz o blog

Leopoldo Scremin é jornalista, acompanha, pratica e cobre esportes radicais há cinco anos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES