Bem Radical

Publicidade
Surfe

Paranaense vence e avança em Margaret River

(Foto: Divulgação WSL)

O primeiro dia da etapa australiana de Margaret River, que vale pelo Championship Tour da WSL - a elite do surfe mundial - foi muito boa para o paranaense Peterson Crisanto, que faz sua estreia este ano no CT. 

Mesmo com o mar mostrando bastante instabilidade, o atleta de Matinhos, litoral paranaense, conseguiu ser muito sólido e derrotou o australiano Julian Wilson e o brasileiro Caio Ibelli no round 1 da competição. 

O mar não estava dos melhores, mas após os atrasos da etapa de Bali a WSL decidiu fazer todo o round 1 ainda hoje (madrugada no Brasil). Mostrando muita inteligência, Crisanto aproveitou as primeiras ondas e cravou duas boas notas, um 5.33 e um 5.23. 

Com muita velocidade e atacando as partes críticas das ondas, Crisanto já liderava a bateria no início, deixando a pressão para Wilson e Ibelli. O australiano ainda tentou buscar a liderança, surfando três ondas com notas na casa dos 4 pontos. 

No final da bateria o australiano deu um susto no brasileiro, conseguindo um 5.50. No entanto, não conseguiu alcançar os 10.56 pontos que colocaram o paranaense direto na terceira fase. 

Caio Ibelli não conseguiu encontrar seu melhor surfe e agora vai para a repescagem. A bateria dele é sagadíssima, uma vez que enfrentará o local Adrian Buchan e o mítico Kelly Slater. 

Mais sete brasileiros se classificaram para o round 3: Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Filipe Toledo e Jesse Mendes que venceram, além de Jadson André, Deivid Silva e Michael Rodrigues que terminaram em segundo em suas baterias. 

Outro paranaense que disputa o Championship Tour, Yago Dora, ficou em terceiro em sua bateria e vai à respescagem. Yago foi bem, porém não melhor que seus dois adversários, o vencedor da etapa de Bali, Kanoa Igarashi e o australiano Soli Bailey. 

Bailey começou a bateria com tudo, abrindo de cara 11.8 pontos. O japonês conseguiu se recuperar e com uma das melhores notas de ontem assumiu a liderança (7.50).

As ondas sumiram e Yago teve que contentar com seus 9.33 pontos, contra 11.80 de Bailey e 12.73 de Igarashi. Na repescagem o paranaense enfrenta o brasileiro William Cardoso e o português Frederico Morais. 

 

Quem faz o blog

Leopoldo Scremin é jornalista, acompanha, pratica e cobre esportes radicais há cinco anos.

DESTAQUES DOS EDITORES