Bem Radical

Publicidade
Música

Trilha da semana: O Preço

Um punk rock muito bom na trilha da semana
Um punk rock muito bom na trilha da semana (Foto: Divulgação O Preço)

O punk rock e os esportes sempre caminharam lado a lado. Temos diversos exemplos de banda que começaram a aparecer para os brasileiros através dos vídeos de surfe e skate. E não poderia ser diferente. 

Tanto fora do Brasil como aqui, a galera curte praticar esportes com múscas empolgantes e que tenham letras que façam sentido, assim, o punk rock pode ser considerado "a trilha sonora" do surfe e do skate. 

Estamos falando sobre isso para apresentar o novo projeto de um dos maiores "hit makers" do estilo no Brasil. Christian "Gordo" Targa tem uma história rica dentro do underground nacional, principalmente no meio punk. 

Com o Blind Pigs marcou época, chegou à gerações e tem suas músicas eternizadas. Depois de um tempo com o Surf Aliens, banda de surf music muito boa e de sonoridade ímpar, no último dia 30 apresentou "O PREÇO", uma banda de punk rock dos melhores. 

O primeiro single da banda, que em breve lançará o álbum auto-intitulado "O PREÇO" se chama "Sangue em alta combustão!". Com um uma linha muito boa de baixo, refrões com frases fortes e melodia clássica, esta música dá mostras de um punk rock para ouvir em qualquer lugar. 

Marcos Rolando é o responsável pelo baixo e Mário Rolim pela bateria. Este power trio mostra muita sinergia na faixa já divulgada, deixando todos ansiosos pelo lançamento das outras 13 músicas, que devem ser disponibilizadas em todas as plataformas digitais além de contar com uma prensagem em vinil. 

Em uma época que as pessoas ouvem músicas procurando sentido em suas letras, nada melhor que ouvir frases como "dias melhores no horizonte; procurando amanhecer; quero mais é destruir atrocidades vendo a escória mau-caráter apodrecer". E este foi o diferencial dos trabalhos de Christian, as letras sempre fortes e fazendo sentido com o som proposto. 

As gravações foram feitas no Estúdio Yamamoto, em Santana de Parnaíba. O álbum é independente, contando com o apoio dos selos Detona Records, Comandante Records, Vertigem Discos e Otitis Media Records. 

mixagem e masterização ficou por conta de Atila Ardanuy, que já trabalhava com Christian na época do Blind Pigs. Enfim, um som novo para quem estava com saudade de ter um "um bom e velho punk rock" para ouvir antes, durante e após os rolês. 

Você pode acompanhar o trabalho nas redes sociais via Facebook CLICANDO AQUI, no Instagram CLICANDO AQUI e ouvir o som deles no YouTube CLICANDO AQUI.

Quem faz o blog

Leopoldo Scremin é jornalista, acompanha, pratica e cobre esportes radicais há cinco anos.

DESTAQUES DOS EDITORES