• 20/08/2018

    Futebol é um produto difícil de ser entendido.

    Comentar a recuperação atleticana dentro do Brasileirão/2018 pode até ser considerado uma coincidência de fatores, mas uma não deixo de salientar e com total segurança, ou seja, a mudança no comando técnico. Quantas não foram as vezes, ao lado dos meus companheiros da Rádo CBN-AM 670, chegamos a exigir a saida do "gênio" Fernando Diniz. A demora foi irritante, pois, só um cego não queria ver o desastre que vivia o time atleticano. Como haviamos notado a boa presença do técnico que trabalhava nos aspirantes e base, Tiago Nunes, porque não, fizemos uma bateria de apoio a esse profissional. Os resultados inquestionáveis da recuperação do elenco, aquele de Montivideo onde históricamente o Atletíco venceu o Peñarol por 4x1, já nos dava mostras da recuperação moral e tática no gramado.

    Ontem, a torcida não se fazendo de rogada no entusiasmo de ver seu time fazer 3 gols, em apenas 21 minutos, e contra o presitigadíssimo Flamengo, foi a loucura, saudando o técnico de forma delirante. Portanto, amigos, como reitero sempre, a imprensa não joga mas fiscaliza. Tivessem os dirigentes do Coritiba e Paraná Clube, também, ouvido um pouco mais pessoas experientes e firmar conceito de humildade para reconhecer erros, até que poderíamos estar numa situação melhor, coisa distante de acontecer.

    Claro, está estampado um cenário delicadíssimo as pretensões dos clubes da capital, Sim, a constatar a tristeza do time paranista, que lutou bravamente, ontem, no Gigante da Beira Rio, quando vinha sustentado uma batalha sem fim contra o bom time do Internacional, até o momento de tomar um gol de falta aos 52 minutos na etapa complementar. Conquistando somente 14 pontos no primeiro turno, agora terá que ganhar no mínimo 30 pontos, em 19 jogos a serem realizados. Conclusão: 'Como um time que só ganhou 3 partidas poderá ganhar , agora, 10 a 11 jogos em 19 a serem disputados? Tarefa impossível.

    Outro que vem respirando por aparelhos tem sido o Coritiba, sobretudo, por falta de um melhor elenco técnico e que não consegue ganhar jogos fora. No primeiro turno só ganhou uma, foi contra o Góias. Com duas partidas no returno em seis pontos, ganhou somente um. E agora? Esperar o que, mesmo que tenha havido uma mudança, também demorada pelos dirigentes, sem nenhuma vivencia plena no futebol, para arrumar o desastre geral com 29 pontos à ter que chegar no mínimo a 64 pontos. Como fazer? A única fórmula é ganhar praticamente a todos os jogos. Conseguirá. Tambeum uma tarefa difícil.

    A convite, estive, ontem, na Associação Butantã, em São José dos Pinhais. O que não faltou foi a amabilidade dos integrantes dessa diretoria, A solenidade estava marcando 31 anos desde a sua fundação com própositos excepcionais de crescimento. Ao lado do companheiro e respeitado profissional da crónica esportiva do nosso estado, José Domingos, pudemos conviver numa ambiente familar por algumas horas. Foi servido uma deliciosa feijoada. Obrigado à todos pelo carinho.

    Lembre-se que: O melhor da vida é sua história.   

  • 16/08/2018

    Política sórdida e rasteira.

    Hoje , logo mais às dez da noite, o primeiro debate dos candidatos ao Governo do Estado do Parana, pela TV BAND, de CURITIBA,  oportunidade de se conhecer ideias dos participantes neste cenário de muitas controvérsias. Espero poder ver o entusiasmo dos litigantes oferecendo aos interessados suas plataformas para futuras realizações tão necessárias. Gostaria, também, que esses figurantes da política aproveitassem bem o tempo sem enveredar à críticas, afinal, o povo está cansado desse tipo de manobra de quem não tem outro argumento.

    Não que queira alardear, mas, poderemos ter um entrave muito sério, antes desse debate, e que o povão precisa saber de forma antecipada. O Partido PSL, que, anteriormente havia fechado acordo de coligação com alguns partidos, sendo um deles o PATRIOTA, em última hora, tentou retirar o candidato OGIER BUCHI, da parada, para ficar com o Grupo do RATINHO, ao Governo do Estado, alijando totalmente o candidato, que é na verdade conhecido em nossa cidade, numa manobra rasteira. 

    Contudo, tenho conhecimento que, OGIER BUCHI, foi ao Tribunal Eleitoral, mostrando a ATA DA CONVENÇÃO dos PARTIDOS COLIGADOS, com seu nome registrado à conduzir essa campanha ao Estado. Como advogado por excelência, tenho a certeza que o barulho será grande e peixões maduros serão mencionados do porque dessa sórdida trairagem. Se política é feito assim a podridão de interesses por trás tem um significado: nojento. Esperem para ver a consequência desse estrago. 

    Muita gente tem o direito de achar que o ,PARTIDO PSL, em nosso ESTADO, é insignificante,  afinal, se verificarmos a condução dos números, do IBOPE, dá para notar que não há nenhuma chance de vitória. Partindo desse pressuposto, chega-se a conclusão, então, que precisando alavancar a candidatura do seu candidato a Presidência da República, encostou naquele que leva jeito para ganhar essa eleição. 

    Consultando mais pessoas que conhecem bem o grau de disputa de um mandato, procurei saber sobre o mandatário, do PARTIDO PSL, em CURITIBA. Sim, é o Deputado Federal, Fernando Francisquini, que anteriormente, havia saído do SOLIDARIEDADE para se juntar ao partido do BOLSONARO. Pensando em tudo que escrevi acima, por lógica, Francisquini achou melhor tirar um candidato próprio, OGIER BUCHI, para melhorar  seu convencimento de uma melhor solução. Fciarei atento para dizer quem será o derrotado.

    Lembre-se que: O melhor da vida é sua história.

     

     

     

     

     

     

     

     

  • 14/08/2018

    CLUBES VOLTADOS A S/A ? IDEIA A CAMINHO.

    Importante, também, nos situarmos quanto as equipes brasileiras correndo contra todas as adversidades dentro de um universo globalizado de norte a sul. vivendo um momento crítico de gestões, diria não ser privilégio de nenhuma agremiação, afianal, vive o país que já foi considerado maior do futebol, um caos sem precedentes. O que impressiona é que esta âncora descontrolada vem prejudicando a tudo e a todos envolvidos nesse processo desconfortado tanto na parte financeira como a esportiva. Quando vejo estampadas informações em redes sociais que um Corinthians está pedindo um empréstimo antecipado de 10 milhões a Rede Globo, e a mostra do lado negativo de gestões das agremiações.. Claro, se até um clube que tem uma dimensão espetacular de torcedores, e que de forma permanente lota o seu estádio nos confrontos contra equipes, brasileiras e internacionais, sai pedindo dinheiro com pires na mão, é sinal que a coisa está desgovernada.

    Portanto, o que podemos imaginar com equipes que disputam o mesmo certame, no caso o brasileirão, que não tem o aporte financeiro como o próprio Timão, em referência, mas incluindo um Flamengo, São Paulo e Palmeiras, isto está claro, é penoso por não haver isonomia. Vai mal o futebol brasileiro em suas entranhas, cujas administrações tem sido um desastre constante, onde a cada jogo notamos a desproporcionalidade na categoria dos jogadores.

    No jantar que participei com amigos de longa data, a famosa Mesa Real, diga-se de passagem um estouro, muitos assuntos foram comentados a respeito, sempre da bola, mas com um outro ingrediente de momento que é a política. Risadas à parte, principalmente, quando o assunto foi Ficha Limpa, gostei do comentário feito pelo ex-Presidente do Atlético Paranaense, Marcos Coelho, um dos grandes comandantes do maior título do clube, o Brasileirão/2001. 

    Com uma saída do país em torno de 4 anos, foi morar em Miami contratado por uma empresa ligada a área portuária , por sua qualificação pessoal na atividade como advogado. Com o futebol nas veias, teve também, nesse período uma presença institucional para conhecimento das coisas do futebol (soccer) americano, chegando próximo ao time do Ronaldo Fenômeno para conhecer a maneira de se dirigir um clube e outras coisas mais. Sabedor desse contato de tempos atrás, se mostrou convicto que as grandes redes de televisão do mundo vão criar ações junto aos clubes, destacando inlcusive , as equipes brasileiras que se tornarão em pouco tempo sociedades anônimas. Fiquei de boca aberta.

    Coindicência ou não, o Portal UOL dá bem essa ideia que está sendo conduzida pelos presidentes, Petráglia, Andrés Sanchez e Bandeira. Contudo, a CBF está  intrigada com esse assunto e vigia de perto essa que poderpa ser uma Associação de Clubes/ S.A.  Acho que a finalidade é tirar da CBF e deixar uma ligação de acordos operacionais dos clubes diretamente com as redes. Contudo , acho que a dúvida maior da CBF é quanto a possibilidade da formação de uma Liga.     

    Lembre-se que:  O melhor da vida é sua história.

  • 13/08/2018

    Destino futebolístico ainda em linhas mal traçadas.

    E a luta continua com linhas mal traçadas no futebol pobre das equipes do Coritiba, Paraná Clube e Atlético Paranaense, pois, a cada rodada as coisas começam a serem definidas e esclarecidas, em campo. Poderá existir alguma resposta de qual destino reserva a bola as equipes da capital. Na verdade a cada jogo o torcedor não sente nenhuma segurança. Ontem, o Paraná Clube, ainda que tenha conquistado um ponto num gol ao final da partida, contra o Botafogo, já dá mostras de que voltará a transitar na Série B, em 2019. Porque dessa rápida conclusão? O Tricolor da Vila que somente ganhou tres partidas nesse turno, e que terminará no final de semana, em Porto Alegre. contra o Internacional, terá que buscar 11 jogos com vitórias para se sustentar. Portanto, não vejo uma solução viável. Contudo, na entrevista dada pelo mandatário maior da agremiação, Leonardo Oliveira, esse deu a senha de que nada valerá a pena tirar o técnico, Rogério Micale, pois, viu a maionese desandar.

    Quanto ao Atlético Paranaense, que pela demora de sua diretoria em 'sacar" o ex- técnico, Diniz, vai sofrer à busca de recuperação na espera de um bom trabalho do técnico, Tiago Nunes, que devolveu uma certa segurança.  Vendo os resultados conquistados nessas últimas rodadas, mesmo que esteja ainda na Zona do Rebaixamento, dá a nos uma idéia de recuperação, sobretudo, realizando partidas fora do seu campo de ação, quando empatou contra o Corinthians (0x0); em Montivideo num jogo histórico onde venceu ao Penãrol (4x1) e neste sábado, lá em Fortaleza, empatou contra o Ceará (0x0).

    Com uma excessiva demora, também, para resolver uma situação deveras periclitante, pois,não havia mais ambiente de sustentação aos erros constantes da comissão técnica, a diretoria Coxa tomou, então, a decisão de mandar algumas pessoas do departamento esportivo para à rua. Pelo menos abre-se, agora, uma esperança de resultados com outros pensamentos. Mesmo que seja tarde para trazer um técnico mais experiente, para subir na tabela classificatória, urge a necessidade de se ganhar várias partidas em sequência.

    O atacante brasileiro, Neymar, retornou aos gramados. Valendo o Campeonato Francês, o PSG já saiu ganhando a primeira com algumas mudanças, principalmente, do técnico. O resultado de 3x0 bem mostra a força que tem o PSG no campeonato do país, e Neymar, já fez o seu. A impressão é que será favorável ao atacante brasileiro ter a cabeça nesse time francês e recuperar uma imagem que veio desgastada desse Mundial/Rússia.

    Esse dia consagrado aos pais, e que foi ontem, é sempre movido de muitas saudades que nos tocam em lembranças desde a tenra idade. Claro, não deixa de ser uma oportunidade de voltarmos as coisas vividas em épocas diferentes, difíceis, sim, e que para muitos diminuiam de forma intensa com o afago de casa. Contudo, aprendi nesse calor humano, que a figura do pai sempre será o centro da amizade, respeito e solidariedade. Um exemplo: "Quem tratou seus pais dessa maneira terá a certeza que seus filhos estarão próximos"

    Lembre-se que; O melhor da vida é sua história 

     

     

     

     

     

     

      

     

  • 11/08/2018

    Muita demora para sentir o estrago.

    Depois de mais um vexame em pleno Estádio Couto Pereira, num empate sofrível contra o time do Sampaio Correira, a diretoria alviverde paranaense resolveu mandar todo o departamento de futebol do clube às favas. É de se perguntar : "porque demoraram tanto para entender que o barco estava a deriva" Quantas não foram as vezes que critiquei o comando técnico do clube sem sintonia com o técnico, Eduardo Batista e outros como o Diretor de Futebol, Augusto, e mais dois auxiliares. Somente com a parcimonia de uma diretoria sem conhecimento da matéria entender que do dia para noite as coisas fossem melhorar. Ledo engano. O que é mais triste e real é que a torcida exigia mudanças radicais já algumas rodadas, Não sei não se essa demora não vá prejudicar o clube até o final dessa temporada. Um tempo perdido e angustiante. 

    O que fazer é simples, e até para não se perder mais tempo, autilização do ex-jogador, Theco, que já está algum tempo na agremiação para dar uma injeção de ânimo na rapaziada. Para dizer a verdade, essa Série B está muito fraca em qualidade técnica e pela fragilidade financeira das equipes que estão participando. Agora, é passar pelos dois adversários jogando fora, Atlético Goianiense e Criciúma.

    Outra equipe paranaense que anda mal das pernas é a do Londrina que já trocou uns 4 técnicos. Perder para o Boa Esporte foi bem desagrádavel. Com isso preconizo que se o time for rebaixada à Série C, o estafe do empresário, Sergio Malucelli, deverá  tirar o time de campo.

    Hoje, lá em Fortaleza, o Atlético terá a chance de mostrar que vem mesmo em recuperação, afinal, vai enfrentar o time do Ceará que está, também, lá embaixo da tabela. Amanhã, o Paraná Clube com urgência precisará somar 3 pontos. Com a corda no pescoço e estando numa encruzilhada sem precedentes, jogando em casa contra o Botafogo terá que ter muito discernimento, principalmente, o seu técnico, Rogério Micale,   

    Os dirigentes do futebol paranaense bem que poderiam ter mais cultura esportiva, pois, os últimos técnicos que andaram por aqui foi de uma sofrência angustiante. Lembrar de: Lisca, Fernando Diniz, Eduardo Batista, mesmo os mais famosos como Marcelo Oliveira, Paulo Autuori, aquele estagiário que passou pelo Furacão que não recordo seu nome, enfim, uma grandeza. 

    Lembre-se que: O melhor da vida é sua história.

     

     

  • 09/08/2018

    Refrão de uma torcida cansada de derrotas,

    A torcida do Paraná Clube, depois da entrevista realizada pelo seu presidente, em emissoras esportivas da capital, deu mostras de que o encaminhamento do clube é adverso e que o clube voltará à Série B, em 2019, ficou bastante descontente, inclusive, entoando um refrão pesado aos jogadores para os próximos jogos. Não será nada salutar. Acho que a paciência esgotou. Pensando bem, não tem mistério, um time que ficou 10 anos na fila para chegar a divisão maior do pais do futebol, só poderia entrar nessa bem desfigurado, ainda mais que o Tricolor da Vila andou precisando entrar no mercado com o pires na mão. Não é tão fácil como muitos imaginam

    Outra bronca pintou na parada, sobretudo, pelo pronunciamento do procurador do atacante, Alecsandro, que últimamente estava relacionado como jogador do Coritiba, onde procurado pela diretoria à procurar outro destino. A decepção maior do empresário foi saber que o atual técnico do Coritiba, Eduardo Batista, quando aqui chegou, ao ver esse rapaz no elenco, dito pelo cujo, passou a ser perseguido, pois, o técnico que foi mandado embora do Palmeiras tinha restrições ao Alecsandro que fazia parte da igrejinha do clube. Minha gente, se já não bastasse os maus resultados do clube, até agora nessa Série B, notícias como essa nos mostra a fragilidade de comando que tem o Coxa. E uma barbaridade.

    A exemplo do Atlético Paranaense que não investe muito em técnico de futebol, os clubes como o Flamengo e Corinthians, só como exemplos, tem em seus comandos esportivos jovens que estão buscando suas oportunidades. São os casos do Loss, no Corinthians e Barbieri, no Mengão. Resta saber se os atuais dirigentes dessas equipes vão aguentá-los com maus resultados. A verdade é uma só, meus parceiros da coluna, quando não se tem um bom time em campo nenhum técnico, mesmo os mais experientes, terá sucesso. Agora, pagar 500 ou mesmo 600 mil reais para um técnico, afirmo ser um absurdo. 

    Notícias dando conta que na próxima convocação para dois amistosos da seleção brasileira, o técnico, Tite, a pedido da própria CBF, irá se utilizar de jovens promessas. Com isso fica escancarado que a comissão técnica, que teve todo apoio nesse último mundial, perdeu forças. Aliás, alguns integrantes já foram liberados.

    Próximas atrações e com necessidades prementes de vitórias:  Coritiba x Sampaio Correa; Ceará x Atlético Paranaense e o Paraná Clube enfrentando o time do Botafogo. Não há mais tempo para maiores delongas, ou seja, ganhar. Se isso não acontecer, bye bye.

    Lembre-se que: O melhor da vida é sua história. 

    .

  • 08/08/2018

    Encruzilhada alviverde.

    Seria uma grande coincidência essa recuperação do time atleticano? Nenhuma meus caros amigos, afinal, a insistência que falavamos a respeito da demora em mandar embora o técnico, Fernando Diniz, foi uma grandeza. A demonstração de que o barco atleticano estava a deriva os próprios resultados mostravam a ineficiência coletiva que vinha sendo prejudicado por um processo de invenção chamado "Tic-Tac", arrebentando com vários jogadores que já não sabiam qual função adotar. A demora, também, criticada por nós sobre a teimosia, onde a diretoria atleticana quis de certa maneira entrar num braço de ferro com os conselheiros, sócios e simpatizantes. Mudou, sim, para melhor.

    Havia um personagem dentro da agremiação, Tiago Nunes, que chegando de mansinho vendo a soberba da organização clubística aceitou de pronto dirigir um time alternativo envolvendo jogadores reservas e da própria base. Com excelente campanha, aliás, ganhando o Campeonato Estadual, já notavamos sua facilidade nas explicações após jogos, e também, por não se utilizar das mesmas características do regime adotado no time profissional.

    Depois de algum tempo, desde o início da Copa do Mundo até sua parte final, ainda existia dúvidas no procedimento da liberaração do ex-técnico, Diniz, pois, o próprio homem forte do clube, Mário Petráglia, vinha sendo muito intransigente. Enfim, veio à imprensa para dizer de sua contráriedade dizendo sair da sua área de atuação. Será que agora está dando mão a palmatória? 

    Ontem, tivemos o início do 2º turno da Série B, com a 20ª rodada do brasileirão. Claro, que a preocupação tem sido enorme quanto ao momento Coxa que está localizado na tabela numa zona intermediária- 9ª lugar, com 28 pontos, e distante da necessidade de chegar a meta necessária, ou seja, 63 a 64 pontos para a subida a Série A. Será uma luta de difícil prognóstico, ainda mais, se a diretoria do Coritiba não demitir o atual técnico, Eduardo Batista. Falando sério, diria, tomar a mesma medida que tomou o Atlético, que , ontem, em Montivideo, ganhou de goleada (4x1) o respeitável time do Peñarol, valendo Sulamericana. 

    Contudo, se demorarem para tanto, meus amigos, como fizeram com o Kleber e Alecsandro, Simeão e outros, não será nesse ano que o Coritiba subirá. Mudar para melhor deve ser esse o fato novo alviverde, pois, é tão nítido o problema que a torcida já vem se manifestando com vaias. É uma encruzilhada. 

    Lembre-se que: O melhor da vida é sua história.

     

     

  • 06/08/2018

    Está virando esse técnico do Coxa.

    Dizia durante a semana passada, que a rodada seguinte seria de muitas dificuldades, claro, pelo aspecto duvidoso, onde o futebol paranaense está conflitado e vivendo perigosamente com seus objetivos. Cheguei , inclusive, afirmar que tem sido sombrio esse momento. Pois bem, A começar pelo Coritiba, que no sabado na capital cearense, mais uma vez foi um desastre jogando contra o um Fortaleza que tem sido melhorzinho nessa competição. Vai de mal a pior o Verdão Paranaense. Já o Atlético Paranaense, que continua na zona do agrião, vem dando mostras que após a mudança de técnico melhorou, em que pese, ainda esta lá embaixo da tabela. E o Paraná Clube? Difícil sua trajetória de recuperação nessa Série A.

    Antes de comentar a atuação pífia do atual técnico no comando do futebol Coxa, é notar quando existe um conhecimento acima da média, como tem sido do técnico uruguaio, Aguirre, ao pegar o time sãopaulino e mudar de forma absurda e chegar nesse preciso momento em primeiro lugar na tabela da Série A.

    Aprendi nos muitos anos de atuação como jogador de futebol e comentarista esportivo, de quem não tem cão caça como o gato. Claro, que para me expor a esse fato, é que participei de vários elencos e técnicos de futebol, e cada um com sua demonstração de competência. Aliás, futebol não é para qualquer curioso. 

    Observando nesse prisma, meus amigos, vejo a inoperância do técnico do Coritiba, Eduardo Batista. Falando o português claro, quando um time não tem o privilégio de ter um bom elenco e esse é o caso do Coritiba, pelo menos alguma coisa tem que sair do técnico do clube. Mudar um elenco é muito mais difícil.sim, então que se mude o técnico. A diretoria do Coxa, penso, está demorando demais para tomar essa atitude onde não se vê nenhuma evolução. Esse rapaz está totalmente perdido, sobretudo, suas escalações que saem erradas do vestiário e piorando mais ainda quando tenta fazer modificações.

    Portanto, o quadro é irreversível se mudanças não acontecerem, pois, é so entender que o Paraná Clube terá que ganhar 10 jogos no returno;. o Coritiba se não tirar esse técnico irá de mal a pior, restando o Atlético, que ainda respira por aparelho. Que tal?

    Lembre-se que: O melhor da vida é sua história.

      

     

     

     

      

  • 03/08/2018

    Será um final de semana com panorama sombrio?

    Final de semana cheio de esperança para os desportistas da capital, afinal, os jogos serão prá lá de complicados, sobretudo, pela necessidade das somas de pontos. Vejam os senhores o caso do Paraná Clube, que vive um momento de não poder perder pontos, principalmente, nessas duas partidas futuras, sendo uma contra o Ceará, neste domingo em Vila Capanema, e da mesma forma no jogo seguinte contra o Botafogo/Rio, que anda sem técnico, e que também está convivendo com seus problemas, Portanto ao Tricolor da Vila espera-se 6 pontos e depois jogar a última desse turno em Porto Alegre frente ao Internacional dos Pampas.

    Em relação ao Furacão, também, com os mesmo 13 pontos do Paraná Clube, terá a meu ver uma missão espinhosa, afinal irá à São Paulo para enfrentar o time do Corinthias. Se já bastassse a necessidade de vitória, terá na sequência um jogo valendo pela Sulamericana contra o Peñarol. Depois, vai a Fortaleza jogar contra o desesperado Ceará.  E o Coritiba, meus amigos? No meu ponto de vista andou perdendo muito tempo nesta etapa inicial da Série B, devido é claro, que nos jogos que ganhava por 2x0 permitiu o empate Sim. Isso por algumas vezes, uma contra o CSA e outras partidas, jogando em casa contra contra  os times do São Bento e Ponte Preta. 

    Tenho plena convicção que a partida entre o Fortaleza x Coritiba, amanhã às 16.30 horas, na capital cearense, venhamos a ter o maior público presente ao estádio, sobretudo, pela panorama que está sendo registrado nas mídias esportivas que dão ao Coxa e ao time do técnico, Rogério Ceni, perspectivas de classificação ao final desse campeonato. Este é considerado o clássico da 2ª Divisão. 

    Os assuntos atinentes a desencontros de opiniões dentro dos clubes deveriam, na verdade serem tratados na própria agremiação. Essas trocas de farpas envolvendo o ex-presidente do clube, Vilson Ribeiro de Andrade, dando um troco ao atual presidente , Samir Adur, só prejudicam a agremiação, afinal é um assunto que deveria ser tratado em uma reunião do próprio Conselho Deliberativo, pois, esse vem comentando que as gestões passadas o estão atrapando dando a devida conotação que ele não tem culpa em nada até agora em seu mandato.

    Antevendo, simplesmente, que o técnico da seleção brfasileira de futebol, Tite, ao renovar o contratro para seguir no comando do time canarinho deva vir com uma proposta total de renovação no elenco dos selecionáveis. Penso que nesses dois amistosos já marcados para Setembro, nos Estados Unidos,deva já estar estabelecido com a ordem do comando, da CBF, para o aproveitamento de vários jogadores que estão brilhando nos clubes  brasileiros. . O início da recuperação será na próxima Copa América que acontecerá em Junho/2019, em nosso país.

    Lembre-se que : O melhor da vida é sua história.

     

     

  • 30/07/2018

    O erro do Furacão foi exercer contrariedade.

    Pode até ser uma previsão otimista, mas, convenhamos que a orientação técnica do time do Atlético Paranaense mudou para melhor com a fixação do técnico interino, Tiago Nunes. Aquela teimosia da direção do clube quanto a permanência do ex-técnico, Fernando Diniz, na verdade estava levando a agremiação ao insucesso. Como disse acima, vejo melhoras, e acentuadas, nessa nova metodologia de trabalho com um significado que vem dando resultados. As vitórias contra o Peñarol (2 x 0 ), pela Sulamericana, e a de ontem, valendo Campeonato Brasileiro Série A , vencendo por goleada ( 4 x 0 ) ao time do Vitória da Bahia, dão bem o exemplo que afiançamos acima. Nunca, também, deixaremos de criticar a demora dessa inversão de valores, pois, era nítida a intolerância da diretoria do clube em querer exercer contrariedade.

    No sábado, com uma boa platéia no Alto da Glória, o que poderia ser um avant-premiere de outros grandes resultados, na verdade não passou de mais uma decepção, sobretudo porque o time Coxa esteve irreconhecível dos pés a cabeça; O empate em 0x0, contra a Ponte Preta, mostrou mais uma vez o que já estamos cansados de saber: falta de qualidade do elenco, como também,  ressaltar que o técnico, Eduardo Batista, vem colaborando para isso. Erros nas escalações iniciais e depois aquele desastre nas substituições. A diretoria Coxa bem que poderia providenciar uma mudança no comando técnico.

    A vida do Paraná Clube, em sua volta à 1ª Divisão do Futebol Brasileiro, não está muito fácil, diria mais, complicadíssimo. A sua saída para os jogos, em Belo Horizonte contra o Galo Mineiro e depois em São Paulo, contra o Palmeiras, nada lhe rendeu, e pelo contrário, além de não somar pontos trouxe na bagagem mais 5 gols contras. Não há milagre que possa tirar o Tricolor da Vila dessa situação, pois, pensando, e analisando bem uma agremiação que ficou por 10 anos na Série B, sofreu um desgaste que fragilizou todas as suas estruturas. ortanto, nesse caso não há técnico de futebol que resolva.

    A desclassificação, antecipada, da Seleção Brasileira nessa última Copa do Mundo, tirou todo o foco dos torcedores sôbre a renovação de contrato do técnico Tite, para sua permanência no comando do futebol. Acostumados aos grandes títulos o torcedor nacional mais ferreno se frustrou, de modo que o péssimo resultado o fez perder o entusiasmo e que essa notícia de permanência do corpo técnco vem passando ao largo.

    Esta semana será para as equipes classificadas que estão disputando a Copa do Brasil e Sulamericana, e somente no sábado e domingo, jogos estipulados dentro do Brasileirão/2018.

    Lembre-se que: O melhor da vida é sua história.

      

DESTAQUES DOS EDITORES