As 5 mais do Capitão

Capitão Hidalgo

Publicidade
As 5 mais do Capitão

O QUE MOSTRA, NA VERDADE, O ESTATUTO DO CORITIBA.

Muitas duvidas estão sendo questionadas pelos torcedores, do Coritiba, quanto ao que esclarece o Estátuto do Clube, afinal, ningúem sabe o caminho a tomar com tantas notícias, e  em especial, na condução verdadeira da possibilidade de um impechment do atual presidente do clube. Sabe-se que mais de noventa conselheiros aderiram a ideia da retirado do dirigente que foi incapaz de dirigir com segurança o clube nessa dispura de retorno a divisão maior do futebol brasileiro. Ontem, inclusive, numa coletiva, salientava esse dirigente que não reza nada no estatuto e que maus resultados em campo não podem lhe atingir, pois, o que regea saída do clube e se houvesse uma malversação de valores. Engraçado é que ninguém fala se houve esse lado ilícito no clube, e sim, falta de capacidade para gerir o clube. Não esqueçam, senhores, poderia dizer que também há limites de derrotas.

Jogando, hoje à noite, na Arena, o Atlético Paranaense em vencendo ao time corintiano que não anda nada bem nesse certame, ficará com tudo alinhavado em chegar pelo Brasileirão/2018, à Libertadores de América. Por outro lado, correndo por outra linha, em vencendo o Fluminense, outra equipe caindo pelas tabelas, chegará na parte final da Copa Sulamericana. Portanto, está em duas pontas

Jogando numa cidade próximo à Londres, mais uma vez a equipe canarinha brasileira não agradou nem a gregos e muito menos a troianos. Amistoso para cumprir compromisso, ontem, contra a "poderosa" seleção de Camarões, venceu sem convencer por 1x0. Com isso vai o técnico, Tite, lutando para ter melhores dias junto ao selecionado, haja vista, que perdeu pela parte do torcedor nacional mujito de sua confiança.

Nessa situação caótica que vive o alviverde paranaense, não sei onde isso vai parar, mesmo com a corda no pescoço vem alardenado o atual mandatário que contratou um advogado para fazer sua ampla defesa. É de se perguntar se suas últimas atitudes são coerentes ao querer mostrar que vai lutar até o fim para permanecer no cargo, pois,vem contratando e mandando embora um mundaréu de gente da sua administração. O certo seria aguardar pela definição do processo de impechment que corre dentro do clube.

É imperioso afirmar que o futebol brasileiro deveria passar por uma mudança geral em suas áreas de comando, tanto nas administtrações clubísticas, como também, a Lei Pelé, que nos dias de hoje vem prejudicando e enfraquecendo os clubes brasileiros. Nesse ano, minha gente, nada está sobrando.

Lembre-se que: O melhor da vida é sua história.

 

 

 

DESTAQUES DOS EDITORES