por Fernando Francischini

Segurança Pública

Saidinha! Até quando vamos permitir que bandidos tirem férias da cadeia?

A saidinha de detentos já mostrou por diversas vezes que os criminosos não aprenderam nada com a prisão e, se foram colocados lá, era para no mínimo, cumprirem suas penas. Não para passear!

Até quando iremos colocar o cidadão de bem em risco pelo o bem-estar “digno” dos bandidos presos?

Só em São Paulo, 37 mil detentos, inclusive “celebridades do mal” como a Suzane Richthofen, Ana Jatobá, a Elize Matsunaga, ganharam liberdade, férias remuneradas e pagas por nós.

No Norte do Espírito Santo, uma menina de 13 anos foi estuprada por um detento, parente da madrastra da garota, que estava hospedado na casa dela durante a “folga” da cadeia.

A família foi ameaçada pelo criminoso para não denunciar e diante do estado avançado da gestação, não havia mais como interrompê-la.

Imaginem o psicológico dessa criança, que teve a inocência roubada, além do trauma que levará pela vida à frente.

O que mais precisa acontecer para mudarmos isso?

Atuei na Câmara dos Deputados para acabar com essa perigosa regalia. Hoje, há um projeto de lei nos mesmos moldes que tramita pela Casa mas ainda não saiu do lugar.

Enquanto isso, o trabalho da polícia cai por terra e a sociedade paga o preço pelas leis que passam a mão na cabeça de bandidos.

https://youtu.be/K1kZ9IcL1PQ

Foto: internet

https://youtu.be/K1kZ9IcL1PQ