Metropole

Publicidade
Emergencial

Prefeitura de Pinhais distribui kit de alimentação escolar durante a suspensão das aulas

Como forma de para contribuir em suprir as necessidades dos alunos, durante o período de suspensão das aulas, a Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), está conduzindo a entrega de kits de alimentação escolar desde o mês de março. Até o momento, cerca de 45% do total de alunos matriculados já foram atendidos.

Segundo Adriana Rosa Belloy, gerente de Alimentação e Nutrição Escolar, a alimentação escolar oferecida nas Unidades de Ensino Municipais de Pinhais (escolas e CMEIs) é destinada aos alunos durante o período de aula presencial com recursos financeiros federais e municipais, exclusivos para este fim. “O Governo Federal repassa atualmente para compra de alimentos o valor de R$ 0,32 a R$ 1,07 por aluno por dia letivo, dependendo da modalidade de ensino. A prefeitura complementa esse valor consideravelmente para conseguir fornecer alimentação de qualidade aos mais de treze mil alunos da rede municipal de ensino”, complementa.

Em março, com a evolução da pandemia devido ao contágio do coronavírus e previsão da suspensão das aulas, a Semed se mobilizou para fazer um levantamento dos alunos em contextos socioeconômicos mais vulneráveis, e para tanto contou com a ajuda das diretoras e equipe pedagógica das Unidades de Ensino, já que conhecem seu público. “Portanto, naquele primeiro momento, no início da suspensão das aulas, essas famílias receberam em casa um Kit de alimentação escolar destinado, exclusivamente, para colaborar em suprir as necessidades do aluno, durante o período de suspensão das aulas. Essa atitude, bem como a metodologia de seleção dos alunos, foi respaldada pelo Ministério Público e Conselho de Alimentação Escolar, sendo que a ideia foi tentar priorizar os alunos de famílias em vulnerabilidade que não eram atendidas por outros programas sociais naquela época”, explica Adriana.

A partir do mês de abril, houve alteração da legislação federal da alimentação escolar, em caráter excepcional. Com isso, durante o período de suspensão de aulas em razão de situação de emergência ou calamidade pública, há a possibilidade de realizar a distribuição de gêneros alimentícios em forma de kit, aos pais ou responsáveis dos estudantes matriculados nas escolas públicas, de forma universal. Na Rede Municipal de Ensino de Pinhais, a distribuição dos alimentos em estoque está sendo gradativa e equivalente ao valor e quantidade que o aluno comeria ao frequentar a escola normalmente.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES