• 22/04/2017

    Como escrever caracteres especiais no iOS

    Todo dono de iPhone e iPad deve passar pela frustração de não encontrar alguns caracteres especiais no teclado do iOS. Alguns, inclusive, bem comuns e usuais, como o símbolo de grau (º) e de elevação ao quadrado (²).  

    caracteres especiais no iOS

    A solução é adicionar um teclado extra com esses símbolos. Na dica de hoje eu quero apresentar o UniChar. Um app de teclado gratuito (com compras internas). Quando estiver digitando e precisar de um caractere especial que não tem no teclado padrão, basta clicar no botão de globo, ao lado da barra de espaço, e mudar o teclado.  

    teclado unichar

      Também é possível deixar um widget na Central de Notificações que mostra os caracteres mais usados, e assim fica mais rápido copiar os caracteres mais utilizados sem precisar trocar de teclado toda hora.  

    IMG_0418

      Como instalar Baixe o aplicativo na App Store. Após instalado, ative o teclado no iOS. Vá em Ajustes > Geral > Teclados e toque em Adicionar Novo Teclado...  

    adicionar teclado

      O teclado UniChar estará na lista de teclados de terceiros. Toque nele para incluir.  

    adicionar teclado unichar

      A partir de agora o teclado estará disponível no botão de globo que fica ao lado da barra de espaço. Toque nele para trocar de teclado. Aproveitando essa dica, você pode instalar vários teclados diferentes e trocar sempre que necessário. Você provavelmente já deve ter feito isso para adicionar um teclado de Emoji.  

    IMG_0417

      Última dica rápida: tocar no botão do globo muda o teclado para o próximo da lista, uma troca rápida bem útil quando você tem apenas 2 teclados instalados. Ao tocar e segurar o botão do globo, é exibida uma lista com os teclados instalados disponíveis. Útil para quem tem vários teclados instalados e não ficar tocando no botão de globo várias vezes até chegar no teclado desejado.
  • 11/04/2017

    Combinando vários PDFs em um único arquivo

    Dica rápida para quem precisa unir vários PDFs em um único arquivo. Já experimentei vários programas, impressoras de PDF e conversores online, mas o que me agradou pela rapidez, pela confiabilidade do arquivo final e por ser um software gratuito, foi o PDF Architect. O PDF Architect é um leitor de PDF, que, na sua versão gratuita, tem um módulo de criação de PDF a partir do Word, Excel, PowerPoint e outros softwares; também cria uma impressora de PDF; produz PDF a partir de imagens ou diretamente do scanner; e o meu foco aqui: tem a opção de reunir vários arquivos em um único PDF. Todos os outros softwares que já testei, a opção de unir PDFs em um único arquivo é de exclusividade das versões pagas. 1. Baixe e instale a versão gratuita do PDF Architect. 2. Execute o PDF Arquitect e clique em Arquivo > Criar.   criar pdf   3. Você verá as opções de Converter em PDF, criar a partir da Área de Transferência, do Scanner, Combinar arquivos e Importação em lote (quando você quer converter vários arquivos em PDF separadamente). 4. Na opção Combine arquivos, você pode adicionar uma pasta onde estão todos os arquivos que você deseja converter ou selecionar os arquivos individualmente. 5. Ao selecionar os arquivos, você pode definir a ordem em que eles serão unidos. Se preferir, pode também escolher as páginas que vai colocar no arquivo final, se quiser apenas algumas páginas do arquivo original, em vez do arquivo completo.   combine arquivos   6. Escolhidos os arquivos, definida a ordem, clique no botão Combine arquivos. 7. O PDF Architect unirá os arquivos e exibirá o resultado final numa janela do programa. Agora basta clicar no botão Salvar (atalho Ctrl+S) ou no caminho Arquivo > Salvar. Pronto. Você uniu seus arquivos num único PDF.
  • 23/03/2017

    Facebook libera transmissões ao vivo a partir do computador

    Agora você pode fazer uma "live" a partir do computador também. O recurso de transmissão ao vivo do Facebook, até então disponível apenas no aplicativo para smartphones e tablets, agora está disponível em computadores. Segundo o comunicado da empresa, o recurso disponível para computadores e notebooks é benéfico por conta da câmera mais estável do equipamento, ideal para entrevistas, vlogs, tutoriais ou outras aplicações em que a pessoa precisa se locomover ou estar com as mãos livres no vídeo.

    video ao vivo fb

      O funcionamento é o mesmo dos aparelhos móveis. Clique em "Criar uma publicação" e, além das opções que você já conhece, agora tem a opção "Vídeo ao vivo", adicione uma descrição, escolha o público alvo e comece o show.  

    video ao vivo

      Antes já estava disponível para páginas com recursos avançados, como compartilhar telas, inserir gráficos, alternar câmeras ou utilizar equipamentos externos como câmeras profissionais. Agora esses recursos etão disponíveis também para perfis, grupos e eventos.  

    video ao vivo grupos

      Conheço uma galera que vai adorar a novidade para transmitir gameplays a partir do PC via Facebook.  

    video ao vivo jogos

      Confira neste link um passo a passo de como utilizar um software de streaming ou hardware externo para fazer uma transmissão ao vivo direto no seu perfil.
  • 17/03/2017

    Aprenda a identificar sites falsos

    Além das notícias falsas que temos que sempre redobrar a atenção para não compartilhar, também estamos sujeitos a entrar em sites falsos, que copiam todo o visual de sites originais com o objetivo de capturar informações e senhas ou disseminar vírus e trojans, sejam sites de notícias, lojas virtuais, sites do governo ou bancos. Às vezes você nem percebe o golpe. Alguns tipos de golpes Você procura por "consulta CNPJ" no Google o site da Receita Federal é o primeiro da lista, mas às vezes pode haver um anúncio pago que aparece antes do Google com o mesmo nome e instintivamente você clica no primeiro, levando a um site clonado da Receita Federal que vai baixar um vírus no seu computador. Essa semana mesmo eu pesquisei o site do Sintegra (Sistema Integrado de Informações sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços) e notei um anúncio como primeiro resultado da pesquisa. Eu sabia que era um erro, mas pelo bem da pesquisa, cliquei no anúncio apenas para verificar. Ele leva para um site clonado do Sintegra, não cliquei em mais nada para não arriscar ver até onde ia.

    sintegra

    Sites clonados de bancos aguardam você preencher todos os dados (número da agência, conta, senha etc.) e então direciona você para o site verdadeiro. Você acha que errou a senha e digita novamente, aí o site entra normalmente e você nem percebeu que a primeira vez que digitou era num site clonado que já gravou suas informações. Como se proteger E-mails, links e encurtadores Se recebeu um e-mail ou link suspeito, mesmo vindo de um amigo ou conhecido, desconfie. De preferência entre em contato com a pessoa antes e pergunte se ela enviou aquele e-mail, aquele link, se é confiável.

    conferelink

    Nesses e-mails ou mesmo em redes sociais, recebemos indicações de "clique aqui" ou links suspeitos, principalmente se forem links encurtados (que escondem o link original, exemplo na imagem acima), sempre desconfie. Bancos até enviam e-mails, mas geralmente para lembrar que existe uma fatura atrasada do cartão ou para divulgar algum serviço, mas nunca com informações sobre sua conta ou com links, portanto nunca clique em nenhum link de e-mail de banco. Se o seu banco lhe enviou uma mensagem para você verificar sua conta urgente, feche o e-mail e digite o endereço do site do banco direto no navegador. Nada de clicar em links no e-mail. Pesquisa no Google Saiba identificar a pesquisa orgânica (resultado da pesquisa padrão) e a pesquisa paga (os anúncios do Google). Sites pagam ao Google para aparecer primeiro no resultado das pesquisas. Normal quando você quer comprar um produto, vão aparecer vários anúncios de lojas virtuais e você pode clicar neles se quiser, mas geralmente sites do Governo, como a Receita Federal, Polícia Federal, Sintegra etc. não anunciam no Google. Se aparecer qualquer resultado com a indicação de "anúncio", não clique! Prefira o resultado da pesquisa orgânica.

    anuncios

    Endereço do site Mesmo com todo o cuidado, ao acessar o site, verifique o endereço do mesmo. Se você está numa loja, verifique o endereço começa com www.nomedaloja.com.br e não algo como www.netstat.com/nomedaloja. O mesmo para bancos. Sites do governo têm a extensão .gov.br. No caso do site da Sintegra, como explicado acima, veja o site original e o site falso:

    sintegraoriginal  sintegrafalso

    Note que os sites são idênticos, mas perceba o endereço. Apesar do site falso dar a impressão de ser o site do Sintegra, pois começa com o nome www.sintegra.icmsbr2.com, ele não tem a terminação .gov.br, obrigatório para todos os sites do Governo Brasileiro. Grave isto também: o domínio de um site é o que vem imediatamente antes da extensão.

    dominio e subdominio

    O domínio vem imediatamente antes da extensão (na verdade, o domínio de um site inclui a extensão, mas aí é mais explicação técnica, vamos nos ater ao essencial). O que vier antes do domínio é chamado de subdomínio. E isso pode ser criado facilmente para qualquer site. Então alguém pode criar um domínio falso tipo www.banco.com e criar vários sites falsos clonados de bancos e colocar em subdomínios como www.itau.banco.com, www.caixa.banco.com, www.bb.banco.com etc. É o caso do site clonado do Sintegra mostrado lá em cima (www.sintegra.icmsbr2.com, "sintegra" como subdomínio de "idmsbr2.com"). Certificado de segurança Principalmente se for um banco ou uma loja virtual ou site que lide com processamento de dados importantes, é bom que o mesmo tenha um certificado de segurança, que garanta que as informações são tratadas com segurança. Esses sites começam com https:// (note o "s" no final do http para indicar que o site é seguro) e também costumam ter um cadeado indicando que possui um certificado de segurança.

    siteseguro

    Com essas dicas você evita a maioria das fraudes mais comuns. Ainda assim estamos propensos a cair em golpes mais elaborados. Fiquemos de olho sempre. Tem alguma história pra contar de sites falsos? Mais exemplos? Mais dicas? Compartilha aí nos comentários! Até a próxima.
  • 10/03/2017

    Aprenda a identificar um boato ou notícia falsa na internet

    A News Media Association (NMA), do Reino Unido defendeu nesta quinta (9) uma "investigação urgente" do Google e Facebook, por estimular a disseminação de notícias falsas.  A dinâmica das redes sociais faz uma notícia se espalhar rapidamente na internet. Se for polêmica, então... O problema é que isso vale tanto para notícias verdadeiras como falsas. Você sabe identificar uma notícia falsa antes de espalhar? Espalhar boatos na internet, além de improdutivo, pode colocar a vida de pessoas em risco! Como a de Carlos Luiz Batista. Uma mensagem, acompanhada de sua foto, dizia que ele era “estuprador e sequestrador de crianças”. A essa altura, a história pode até ser desmentida, mas o boato continuará se espalhando. O rapaz continua recebendo ameaças e tem medo de sair de casa. Em 2014, Fabiane Maria de Jesus foi espancada até a morte no Guarujá, litoral paulista, depois de ser acusada, em boatos em redes sociais, de que estuprava e sequestrava crianças. Você pode até ter tido uma boa intenção ao espalhar uma (falsa) notícia, mas como diz o velho ditado: de boas intenções, o inferno está cheio. Que tal aprender algumas práticas que lhe ajudarão a filtrar melhor o conteúdo da notícia e saber se vale a pena compartilhá-la? Checar no Google A primeira dica é bem óbvia. Chegou até você uma notícia polêmica? Antes de compartilhar apenas porque o seu amigo compartilhou, que tal verificar no Google? Jogue palavras-chave da notícia e veja se outros sites (de preferência, confiáveis e bem conhecidos) já falaram dela. Se a única fonte é o post do seu amigo ou um site (estranho) apenas, desconfie. Se encontrar várias fontes, mas todas elas são cópias da mesma notícia (e quase sempre de sites duvidosos), também desconfie. Buscar a fonte original ou ver se a fonte é de confiança Se a imagem que você viu tem um trecho de uma entrevista de uma celebridade citando um jornal/site conhecido como fonte. Vá ao site em questão e veja se existe a notícia/entrevista. Se a notícia for um link, veja se o link não aponta para um site falso que apenas copia um site conhecido. Hoje em dia é muito fácil criar um blog ou site com cara de site de notícias. Sites de notícias falsas Hoje existem sites feitos exclusivamente para criação e disseminação de notícias falsas, seja para enganar, seja por motivos humorísticos. É bom estar atento. Alguns dos mais conhecidos são: Sensacionalista, Diário Pernambuco, G17, Joselito Müller. Busca pela imagem Muitos boatos espalhados pelas redes sociais acompanham imagens para ajudar a propagar a polêmica. Mas é possível pegar a imagem e jogar no Google Imagens para uma busca pela foto. Assim você descobre se essa foto realmente faz parte da notícia ou se foi roubada de outro lugar. Ver se o boato já foi checado Existem sites dedicados a pesquisar boatos na internet. É sempre bom verificar nesses sites se a notícia que você quer compartilhar já foi checada e desmentida lá. Os mais conhecidos são o E-Farsas e o Boatos.org. Leia a notícia É muito fácil compartilhar uma notícia e modificar o título, fazendo com que muita gente acabe compartilhando somente pelo título, sem verificar de fato a notícia. Não caia nessa. Recentemente um site norueguês passou a fazer um questionário que as pessoas devem responder para confirmar se realmente leram a notícia antes de compartilhar. Cadê a fonte? Desconfie de toda e qualquer informação que receba sem uma fonte verificável. Já dizia Clarice Lispector: "não acredite em tudo que lê na internet, só porque tem uma foto com uma citação ao lado dela." Na dúvida, não compartilhe Não é só sobre notícias. Muita gente cai no velho conto do sorteio e das promoções e acabam compartilhando com a desculpa de "na dúvida, vai que eu ganho...". Ou no caso de espalhar a foto de alguém que dizem ser um estuprador. Na dúvida, melhor não compartilhar.
  • 07/03/2017

    Extensões úteis para o Google Chrome

    Se você utiliza o Google Chrome, acredito que conheça e já deva ter instalado algumas extensões no seu navegador. Se não conhece, lhe faço esse convite. Os navegadores mais populares (Firefox e Chrome) ganharam ainda mais adeptos ao permitir que desenvolvedores adicionassem funções extras aos programas, desde funções simples como mudar a for do Facebook a aplicativos extremamente úteis como gerenciadores de senhas e produtividade. Neste artigo quero falar das extensões que eu utilizo no meu dia-a-dia e algumas outras indicações. Todas para o Google Chrome, que é meu navegador principal. Mas se você preferir o Firefox, para todas estas extensões deve haver uma versão para Firefox ou uma extensão semelhante. Utilidades The Great Suspender Já que estamos falando de Google Chrome e sabemos como nosso querido navegador é famoso pelo alto consumo de memória...

    chrome_ram  chrome-gif-ram

    E eu sou um acumulador de abas e janelas. Imaginem três janelas do Chrome abertas ao mesmo tempo com umas vinte abas cada uma? De todos os tutoriais, medidas, soluções e gambiarras que já tentei nada resolvia satisfatoriamente, até que eu descobri essa excelente extensão. A função da ferramenta é pausar (suspender) as abas que você não está utilizando no momento. Por padrão a extensão suspende a aba após uma hora de inatividade, mas você pode configurar esse tempo, como também pode suspender manualmente. Também pode configurar uma lista branca de abas que não devem ser suspensas automaticamente. Quando a aba está suspensa, ela não consome memória e isso faz uma baita diferença! Quando quiser usar aquela aba novamente, basta abri-la, clicar em “Reload” e ela será carregada novamente, do jeito que estava antes. Um presente de extensão!

    thegreatsuspender

    TabCloud Às vezes estamos trabalhando com várias abas e, por mais que você salve essas páginas nos favoritos para depois abri-las, procurar nos favoritos para abrir novamente cada um dá trabalho. Ou quando você está trabalhando com suas vinte abas abertas e o Chrome trava e fecha, e quando abre novamente, você perdeu as abas... No meu caso, gosto de vasculhar a internet em busca de inspiração ou para reunir informações sobre determinado assunto, quando estou criando algo, e lá se vão várias abas com resultado de pesquisas no Google, blogs abertos, tutoriais etc. Gosto de reunir essas abas em uma janela do Chrome e salvá-las para quando for trabalhar nessa tarefa novamente eu abro as mesmas abas onde parei da última vez. O TabCloud me ajuda nessa tarefa. E os grupos de abas ficam salvos na minha conta do Google, então eu posso abrir de qualquer computador que eu esteja usando o Chrome logado na minha conta.

    tabcloud

    Ad Block Plus Claro que eu tinha que falar de extensões que bloqueiam anúncios. A Ad Block Plus já tem sua fama, filtra banners e blocos de anúncios, pop-ups, propagandas no Facebook e até aquelas propagandas no início dos vídeos do YouTube. Se você, assim como eu, não tem grandes problemas com anúncios nos sites, mas odeia aqueles 5 segundos perdidos quando quer ver um vídeo no YouTube, pode instalar a extensão Adblock para YouTube, específica para esse caso. Google Tradutor Um tradutor a um clique de distância é sempre bom né? Instale o Google Tradutor e com um clique você tem a tradução de sites e trechos, evitando o trabalho de copiar o trecho de um artigo, abrir o site Google Tradutor, colar o trecho e ver a tradução. Awesome Screenshot Fiquei na dúvida se colocaria essa extensão entre Utilidades, Produtividade ou para Desenvolvedores. Mas acho bacana mesmo para o usuário padrão, então coloco aqui na frente. Você nunca teve vontade de tirar o print de um site e marcar um detalhe para enviar a alguém? Ou tirar um print de todo o site, incluindo a parte que só vemos quando rolamos a página? Essa extensão permite tudo isso.

    awesome screenshot

    LastPass Hoje temos dezenas, senão centenas de contas espalhadas na internet (contas de e-mail, redes sociais, sites de compra, banco) e senhas de fora que gostaríamos de guardar (senha do cartão, da portaria do condomínio, do atendimento eletrônico, do alarme de casa etc.). Se você segue as dicas dos especialistas em segurança e cria uma senha diferente para cada serviço, sabe como dá um certo trabalho lembrar de todas elas... O LastPass é um sistema de gerenciamento de senhas, onde você guardará todas as senhas num só lugar seguro, protegidas por uma senha mestra. Assim você só precisa lembrar de uma única senha (por favor, não vá esquecer a senha mestra!!). Existe também o aplicativo para iOS e Android, mas você precisa de uma conta Premium para utilizar o mobile (mas é possível acessar o site lastpass.com pelo navegador do seu celular e ter acesso às senhas também, só não vai ter integração para o serviço preencher as senhas automaticamente). O bacana do LastPass é gravar suas senhas e também digitar para você. Você entra num site que a senha está gravada no LasPass, só precisa lembrar da senha mestra do LastPass e ele preenche seus dados para o site. Eu estou testando o LastPass, por conta de conseguir acessar o site no mobile e ter acesso às senhas no celular. O visual é bacana, a utilização bem simples, é bem integrado com o Chrome, mas particularmente eu gosto do software gratuito KeePass, que também tem integração com os navegadores, mas não é uma extensão do Chrome, por isso não está nessa lista, mas isso é assunto para outro artigo, onde pretendo escrever sobre senhas e gerenciamento de senhas. Encurtadores de URL Extensões que facilitam o encurtamento de URLs, os endereços dos sites. Esses encurtadores surgiram e ganharam destaque com o advento do Twitter, pois escrever um post com apenas 140 caracteres ficava inviável quando precisávamos adicionar um link como: http://www.bemparana.com.br/noticia/490461/personal-nerd-da-a-dica-de-como-guardar-arquivos-na-nuvem Só nesse link já foram 100 caracteres. Aí você encurta o link para algo como: goo.gl/TEmXY6 Agora com apenas 13 caracteres. Existem diversos encurtadores e eles também têm suas extensões para o Chrome, facilitando o trabalho de encurtar o endereço do site com apenas um clique, em vez de copiar o endereço, abrir o site encurtador, colar, mandar encurtar e copiar o resultado. Listo aqui as extensões dos principais encurtadores: → goo.gl URL Shortener - o encurtador do Google → Bitly - o famoso Bitly → Migre.me - encurtador nacional, criado pelo Jonny Ken Itaya Desprotetor de links Sabe aqueles sites de download chatos, que você clica em dezenas de links até conseguir chegar no link certo? Aí um link pede para você preencher um formulário com número do celular ou que você clique em uma propaganda para poder liberar o download? Normalmente a URL desses chatos são endereços protegidos (criptografados). Essa extensão ajuda a desproteger esses endereços. Não funciona em 100% das vezes, mas funciona na maioria das vezes, vale ter instalado. Inverse URL Assim como alguns links são protegidos, tem outros que são apenas invertidos. Algumas URLs de sites de download também pedem registros ou exigem que você clique em uma propaganda antes de abrir o link final, mas a URL está tipo assim: http://sitechato.com/?download=rb.ten.drenlanosrep.www//:ptth Para evitar de clicar na propaganda ou preencher algum formulário, bastaria você copiar a parte invertida do endereço, mas fazer isso na mão não é nada produtivo, daí a extensão para salvar o dia. Área de trabalho remota do Google Chrome Acesso remoto. Temos softwares para esse fim, mas também temos uma extensão para ajudar principalmente usuários menos experientes ou para um acesso rápido e descomplicado. Vai que você está com dificuldades no computador e pede que um amigo Personal Nerd acesse remotamente seu computador para dar uma força... Produtividade Evernote’s Web Clipper O Evernote é um grande aliado na organização e produtividade. Se você utiliza essa ferramenta, com certeza vai querer ter a extensão do Evernote para ter acesso rápido. Gostou de algo? “Clipe” e mande-o diretamente para a sua conta do Evernote. Add to Wunderlist Nos mesmos moldes do Evernote, o Wundelist é uma ferramenta bem conhecida. Com a extensão, é possível criar listas de tarefas, receber notificações diretamente na Área de Trabalho etc. Todoist O Todoist foca em listas de tarefas a serem executadas. A extensão do Chrome permite você fazer isso diretamente no navegador, sem precisar abrir uma aba nova para verificar as listas e pode sincronizar suas tarefas com outras plataformas, como seu smartphone, desktop, navegador, Gmail, tablet etc. (Evernote e Wunderlist também têm essa sincronização) Save to Pocket Como as ferramentas de produtividade acima, o Pocket pode conectar o seu computador com dispositivos móveis, facilitando a integração de listas entre todos os aparelhos diferentes. A ideia central do Pocket é guardar links da internet para você ler depois. E se você for tão procrastinador como eu, em pouco tempo terá uma lista enorme de itens para ler depois... mas nunca lidos, hahaha, mas terá tudo organizado... ¯\_(ツ)_/¯ Quick Note Como o Pocket, uma extensão simples, mas útil, eu gosto da Quick Note para anotações rápidas. As notas ficam sincronizadas no Diigo, que também tem uma extensão própria, mas a Quick Note, como o nome diz, é para notas rápidas. A organização também é bem simples e prática. Feedly Gosta de acompanhar o RSS dos seus sites favoritos? Lembra do Google Reader? Eu também fiquei triste com o fim dele, mas o Feedly está aí para salvar os leitores de RSS. O serviço reúne seus feeds de forma bem bonita, com imagens grandes e tudo, direto no seu navegador. Kill News Feed Não se distraia com o Facebook! Essa extensão mata o feed de notícias do Facebook. Perfeita para quem precisa se concentrar no trabalho ou em uma tarefa, mas perde o foco facilmente quando abre o notebook e entra naquele eterno rolar da página, vendo os últimos posts de amigos e páginas. O Kill News Feed apenas bloqueia o feed de notícias, você ainda tem acesso às notificações, pode postar, usar o chat, visitar páginas e perfis de amigos, tudo normal, você só não vai mais se distrair com as histórias se amontoando na página inicial do Facebook, clicando nos links, imagens, notícias, vídeos de gatinhos, curiosidades, memes etc.

    kill news feed

    Às vezes, por conta do trabalho, precisamos estar com o Facebook aberto (para notificações, chat, gerenciar páginas etc.), mas a página inicial do Facebook é o nosso grande consumidor de tempo. Garanto que dá um aumento de produtividade tremenda. Eu tenho a extensão instalada e ativa há 4 anos no Chrome, me ajudando a focar no trabalho ou noutras atividades, só vejo o feed pelo celular, quando me permito mergulhar no Facebook. Entretenimento Netflix Party Sua namorada viajou? Não é desculpa para não ver mais aquela série junto com ela. Ou que tal juntar a galera para ver um filme juntos, cada um na sua casa? Com a extensão Netflix Party, você abre uma sessão da Netflix e compartilha com outra(s) pessoa(s) (que também tenha(m) conta na Netflix) e vocês podem assistir ao filme ou àquele episódio ao mesmo tempo, com chat integrado (que pode ser desabilitado), podendo pausar a sessão e tudo.

    netflix party

    Minha namorada viaja muito, mas continuamos assistindo nossas séries "juntinhos" todas as noites, graças à Netflix Party.
  • 28/02/2017

    Software barato para sair da pirataria

    Dicas para quem quer sair da pirataria gastando pouco. É bom ficar de olho nas promoções da Microsoft, que de vez em quando faz algo para facilitar a aquisição do Windows, principalmente quando é lançada uma nova versão. Quando foi lançado o Windows 8, ele ficou disponível por apenas R$ 29,00. Quando foi lançado o Windows 10, a Microsoft permitiu que usuários migrassem de qualquer versão do Windows para o novo Windows 10 Pro gratuitamente. Neste artigo, trago dicas quentes para comprar bem barato softwares comerciais bastante utilizados: Microsoft Office, CorelDRAW e Adobe Photoshop. Microsoft Office Se você comprar hoje o Microsoft Office 2016, da forma que fazia antes (comprar a caixa fechada) vai desembolsar R$ 1.079,00 pela versão Home & Business com os aplicativos básicos (Word, Excel, PowerPoint, OneNote e Outlook) ou R$ 1.699,00 pela versão Professional com todos os aplicativos. E quando for lançada uma nova versão, você vai ter que gastar isso de novo pela atualização. Em 2011, a Microsoft lançou o Office 365, uma versão de assinatura do Office, onde você paga mensalmente ou anualmente, por um preço muito mais cômodo, pode instalar todos os aplicativos do Office (equivalente ao Office Professional) e ainda acompanha 1 TB de armazenamento no OneDrive (veja meu artigo sobre armazenamento em nuvem) mais 60 minutos mensais de ligações no Skype. Vem com duas versões: Office 365 Personal Pode ser instalado em 1 PC + 1 Mac + 1 tablet + 1 telefone e acompanha 1 TB de espaço no OneDrive e 60 minutos de ligações mensais no Skype. Custo: R$ 239,00 por ano ou R$ 24,00 por mês Office 365 Home Pode ser instalado em até 5 PCs/Macs + 5 tablets + 5 telefones, 5 TB de espaço no OneDrive (1 TB por instalação/usuário) + 60 minutos de ligações no Skype também para cada usuário. Custo: R$ 299,00 por ano ou R$ 29,00 por mês. Agora imagine compartilhando esta assinatura com mais 4 amigos? Cada um de vocês pagando apenas R$ 59,80 por ano ou R$ 5,80 por mês. É menos de duas passagens de ônibus por mês para ter o Office completo mais 1 TB de espaço no OneDrive, simplesmente não dá pra continuar na pirataria com essa oferta. Detalhe: é uma assinatura, portanto, sempre que novas versões do Office forem lançadas, você terá acesso a elas, sem precisar comprar uma nova caixa para instalar. O seu Office será sempre atualizado automaticamente. → Link para o Office 365 CorelDRAW Graphics Suite A versão atual completa do CorelDRAW (X8) custa no site R$ 2.399,00. Se você tiver uma versão anterior, pode atualizar para o X8 por R$ 899,00, ainda assim é uma bela grana. A Corel também trabalha hoje com sistema de assinaturas e você pode assinar o CorelDRAW por R$ 899,00 por ano (o preço de adquirir uma atualização do CorelDRAW). Mas para batalhar contra a pirataria, a Corel tem um programa de "anistia". E vende a versão anterior do CorelDRAW com desconto de até 91%. Neste link você consegue comprar o CorelDRAW X7 por apenas R$ 199,00. Dá até para economizar se você preferir a versão atual completa: em vez de pagar R$ 2.399,00 pelo CorelDRAW X8, você compra o X7 por R$ 199,00 e faz atualização para o X8 por R$ 899,00, gastando R$ 1.098,00 no total pelo CorelDRAW mais recente. Adobe Photoshop Em comparação com os preços acima, o Photoshop e outros softwares Adobe ainda não estão tão baratos assim, mas é possível assinar por preços melhores do que os antigos valores de compra na caixa. Uma assinatura do pacote de fotografia, com os softwares Lightroom CC e Photoshop CC sai por R$ 35,00 por mês. O que eu considero a melhor opção, pois se comprar o Photoshop sozinho vai custar R$ 71,00 por mês. O pacote Creative Cloud completo com todos os softwares sai por R$ 175,00 por mês. Veja os preços de assinatura dos softwares da Adobe. Conhece alguma outra oferta legal de software barato? Indica aí nos comentários pra gente! Qualquer dúvida sobre estes ou outros softwares, deixa aí nos comentários que seu Personal Nerd procura as informações para você.
  • 27/02/2017

    Guarde seus arquivos na nuvem

    Sabe quando o seu computador dá problema e você tem que procurar um profissional de informática para formatar seu equipamento e a maior preocupação é com os arquivos? Quando o sistema está cheio de vírus ou lento, tudo bem, ainda não é tão grave. Seu amigo técnico vai plugar ali um HD externo e fazer o backup das suas coisas, ou tirar fisicamente o disco e colocar em outra máquina para esse trabalho. Dependendo da quantidade de arquivos e da facilidade — ou não — de achá-los na máquina, isso pode levar algumas horas... Quando o problema é especificamente no HD, aí complica um pouco mais. Numa empresa especializada — e por um preço nada barato — você pode TALVEZ conseguir recuperar seus arquivos, dependendo do quão danificado esteja o seu disco rígido. Acredite em mim, eu já passei por este segundo cenário nada divertido. Toda uma vida digital perdida (desde arquivos pessoais, fotos, músicas, filmes, arquivos de trabalho) num HD de 500 GB por conta de uma queda boba. Uma empresa me orçou o valor de R$ 2.500,00 para recuperar o HD, ainda sem garantir 100% de eficácia. Ok. Historinha triste contada, vamos ao que interessa. Desde o meu incidente pessoal, eu tenho trabalhado apenas com arquivos na nuvem, sincronizados com o computador. E aqui vem a mágica. Sempre que falo de armazenamento em nuvem, eu gosto de lembrar da facilidade de acesso e a possibilidade de recuperação instantânea. Se o meu notebook é roubado ou sofre alguma pane, eu tenho todos os meus arquivos armazenados na nuvem. Posso acessar de qualquer outro computador. Sem falar que eu posso sincronizar em mais de um equipamento, então todos os arquivos que eu tenho em casa, eu tenho também no trabalho, isto é, estão todos na nuvem, mas sincronizados no meu notebook pessoal e no computador do trabalho. Eu salvo um arquivo em casa e quando chego no trabalho, ele está lá também. E não só isso! Com apps para smartphone, eu tenho acesso aos meus arquivos também no celular. Ajudando a escolher um serviço de armazenamento em nuvem Eu gosto de analisar as seguintes informações para escolher um serviço de armazenamento em nuvem: Capacidade total de armazenamento Dependendo da quantidade disponível, às vezes vale espalhar seus arquivos entre os serviços, colocando as músicas e vídeos no OneDrive e os documentos no DropBox, por exemplo. Eu utilizo o OneDrive como recurso principal, por ser um dos serviços mais completos, além de estar plenamente integrado ao Windows 10. Quando o serviço foi lançado, a Microsoft ofereceu bastante espaço gratuito para quem assinasse o OneDrive (na época SkyDrive), portanto eu tenho bastante espaço disponível. Além disso, se você assina um pacote do Office 365, tem direito a utilizar 5 contas. São 5 instalações do Office mais 1 TB de espaço no OneDrive para cada conta. Vale muito a pena!! Alguns serviços oferecem também aumento de espaço gratuito quando você indica pessoas a utilizarem o serviço. Para cada novo indicado que se cadastrar e utilizar, você ganha mais 500 MB de espaço gratuito no OneDrive e no DropBox, por exemplo. Tamanho máximo por arquivo De que adianta guardar seus arquivos na nuvem, se você não pode fazer o upload daquele vídeo de 750 MB? Seus filmes de 1,5 GB? Sincronização no PC Armazenamento em nuvem não tem que significar que você vai fazer upload de seus arquivos para a nuvem o tempo todo. Um bom serviço de armazenamento em nuvem tem que ter um software de sincronização. Assim você tem uma pasta no computador onde você coloca os arquivos e eles serão sincronizados automaticamente com a nuvem. Você modifica o arquivo e automaticamente ele é sincronizado com a nuvem, sem que você precise, toda vez que editar um arquivo, abrir o navegador, acessar o serviço de nuvem e fazer o upload do arquivo novamente. App para smartphone Cada vez mais estamos substituindo o computador pelos celulares e tablets. Ter acesso aos nossos arquivos nesses aparelhos também é crucial. Compartilhamento Às vezes precisamos enviar um arquivo grande pra alguém, e nem sempre o serviço de e-mail consegue enviar arquivos grandes, com 20 MB ou mais. Já existem serviços de compartilhamento de arquivos grandes, como o WeTransfer, WeSendit e outros, mas seus arquivos já estão na nuvem! Basta clicar com o botão direito nele e escolher a opção de compartilhar. Você recebe o link e envia ao seu amigo, simples assim, e ele vai baixar o arquivo diretamente da sua nuvem. Comparação dos principais serviços disponíveis Numa pesquisa rápida na internet, podemos encontrar facilmente pelo menos uns 20 bons serviços de armazenamento em nuvem, gratuitos ou pagos e focados em perfis de consumo diferentes, como empresas, pessoas físicas, ou apenas para compartilhamento de arquivos. Minha intenção é indicar aqui os serviços gratuitos que considero melhores e mais populares, citando suas principais vantagens e desvantagens. Microsoft OneDrive Armazenamento Gratuito: 5 GB. Espaço extra gratuito: até 10 GB. Tamanho dos arquivos: dependendo do navegador, pode carregar arquivos de até 10 GB. Plataformas: Web, Windows, MacOS, Android, iOS, Windows Phone. Vantagens: versão web do pacote Office, pré-instalado no Windows 10, compartilhamento fácil. Desvantagens: Sem aplicativo para Linux. Google Drive Armazenamento Gratuito: 15 GB. Tamanho dos arquivos: pode salvar arquivos de até 5 TB. Plataformas: Web, Windows, MacOS, Android, iOS. Vantagens: integração com Google Apps, ferramentas de edição, compartilhamento fácil. Desvantagens: sem aplicativo para Linux. DropBox Armazenamento Gratuito: 2 GB. Espaço extra gratuito: até 16 GB. Tamanho dos arquivos: não há limites para arquivos enviados pelo aplicativo de desktop ou por dispositivos móveis, se enviado pelo navegador, o limite é de 20 GB. Plataformas: Web, Windows, MacOS, Linux, Android, iOS, Windows Phone. Vantagens: integração com o Office 365, compartilhamento fácil. Desvantagens: não possui ferramentas de edição. Box Armazenamento Gratuito: 10 GB. Tamanho dos arquivos: para a conta gratuita, o limite por aquivo é de 250 MB. Plataformas: Web, Windows, MacOS, Android, iOS, Windows Phone, BlackBerry. Vantagens: integração com vários serviços, deixa embutir arquivos em sites. Desvantagens: sem aplicativo para Linux, somente em inglês. pCloud Armazenamento Gratuito: 10 GB. Espaço extra gratuito: até 25,5 GB. Tamanho dos arquivos: ilimitado. Plataformas: Web, Windows, MacOS, Linux, Android, iOS, Windows Phone. Vantagens: é possível fazer cópias de segurança de outras contas no pCloud, como Google Drive, DropBox, OneDrive, Facebook e Instagram. Desvantagens: não possui ferramentas de edição. Se ficar sem usar a conta por 12 meses, ela é desativada e os arquivos excluídos. Minha experiência Eu utilizo o OneDrive como armazenamento principal, e também tenho uma conta do Office 365, então tenho 1 TB de espaço disponível. Utilizo ainda o Google Drive. Ambos com sincronia no notebook de casa e no computador do trabalho. Gosto do Google Drive para utilizar e compartilhar facilmente documentos e planilhas do Google. Apesar de ter o Office disponível online no OneDrive, ainda prefiro utilizar os aplicativos instalados, pois têm mais recursos. Tenho os aplicativos no iPhone onde posso acessar rapidamente um documento, música ou vídeo nos serviços em nuvem. Tenho ainda contas no Mega, pCloud, DropBox e Box, mas apenas como recurso de emergência. Como tenho espaço de sobra no OneDrive, acabo não utilizando as outras contas. Se tiver alguma dúvida sobre estas ou outras contas de armazenamento em nuvem, sobre como utilizar, como configurar, pode postar nos comentários ou me enviar um e-mail. Ficarei muito feliz em ajudar.
  • 23/02/2017

    Proteja suas contas na internet contra golpes e hackers

    Resumindo, o golpe funciona assim: um funcionário de alguma operadora de telefonia desativa a linha de telefone da vítima e reativa em outro chip, já de posse de outro membro da quadrilha. Com o número de celular ativado no novo chip, o fraudador abre o WhatsApp e tem acesso ao backup de contatos e conversas, já que na configuração padrão, a segurança do WhatsApp verifica a conta somente pelo número do telefone. Com acesso a esse valioso conteúdo, o fraudador dá uma lida e escolhe algumas vítimas.

    Até aqui veio a parte técnica, agora entra o golpe propriamente dito. Ele inventa uma desculpa qualquer e pede que amigos e familiares da vítima depositem urgentemente dinheiro numa conta que ele vai passar.

    É um sistema complexo, mas algumas pessoas já caíram no golpe. É sempre bom redobrar a atenção para não cair nesse tipo de golpe (como aquele em que um bandido liga dizendo que sequestrou seu filho ou que você ganhou um prêmio), mas a dica de hoje do Personal Nerd é para você não deixar suas contas desprotegidas, evitando que invadam seu e-mail, Facebook, ou WhatsApp para roubar informações ou aplicar golpes.

    WhatsApp

    O WhatsApp lançou recentemente o sistema de verificação em duas etapas, oferecendo uma segurança adicional ao usuário, exigindo um código de acesso quando você registrar o número de telefone no WhatsApp novamente (quando trocar de aparelho ou quando um golpista clonar o seu número, por exemplo).

    Com esta verificação em duas etapas ativada, o golpe acima não funciona.

    Para ativar é muito fácil: No iPhone, abra o WhatsApp na tela inicial e vá em “Ajustes”.

    img1

    No Android, toque no ícone que expande o menu (os três pontinhos) e vá em “Configurações”.

    Toque então na opção “Conta” e no item “Verificação em Duas Etapas”.

    img3 

    Toque então em “Ativar” para configurar seu código de seis dígitos. Na tela seguinte, será pedido para confirmar o código.

    img5 

    Por fim, o aplicativo pede o seu e-mail, o qual será usado para redefinir seu código, caso você o esqueça.

    Pronto. Verificação em duas etapas do WhatsApp ativada.

    Facebook

    Já faz algum tempo o Facebook, dono do WhatsApp, também tem o recurso de verificação em duas etapas. Evite que seu perfil seja invadido pelos trolls da internet. No Facebook, o recurso é chamado de “Aprovações de login”.

    Acessando via computador, clique na seta das configurações de conta e no item “Configurações”.

    img7

    No menu à esquerda, clique em “Segurança” e clique então na opção “Aprovações de login”.

    Aqui você ativa a “Autenticação de dois fatores” com uma camada adicional de segurança, além da senha: pode cadastrar o seu celular para receber um código sempre que fizer login numa máquina diferente; adicionar chaves de segurança a um pendrive; configurar o gerador de códigos do aplicativo móvel do Facebook; ou gerar códigos de recuperação para guardar com você para o caso de precisar acessar em algum lugar sem estar com o celular à mão.

    img8

    Google/Gmail

    É sempre bom evitar também que alguém acesse sua conta de e-mail, ou a conta do Google. Mesmo que alguém mal-intencionado saiba a sua senha, a verificação em duas etapas pode ajudar a proteger sua conta.

    Sempre que sua conta é acessada em um novo computador, um código é enviado ao seu celular via SMS, mensagem de voz ou pelo aplicativo do Google. Também é possível ter uma chave de segurança num pendrive ou gerar códigos reserva para utilizar quando não tiver com o celular à mão.

    img9

    Acesse sua conta. Clique sobre sua foto no canto superior direito e no botão “Minha conta”.

    img10

    Na caixa “Login e segurança”, clique na opção “Verificação de Segurança”.

    img11

    A partir daqui o Google guia você, siga o processo passo-a-passo de configuração. Quando terminar, você será direcionado à página de configurações da verificação em duas etapas. Revise as configurações e adicione números de telefone alternativos. Na próxima vez que fizer login, você receberá uma mensagem de texto com um código de verificação.

    Reforce a proteção de suas contas contra trolls, golpistas, hackers e o(a) namorado(a) ciumento(a) ¯\_(ツ)_/¯. Ficou alguma dúvida? Quer saber mais como reforçar a proteção de outras contas e aplicativos? Comenta aí que eu te ajudo. Tem outras dúvidas tecnológicas? Seu Personal Nerd está aqui para ajudar, sugira o assunto do próximo post nos comentários. Até!

DESTAQUES DOS EDITORES