• Em Apucarana

    Homem é preso após agredir esposa grávida e derrubar a filha de um ano

    Um episódio de violência doméstica foi registrado na noite da última sexta-feira (03 de julho) em Apucarana, na região norte do Paraná. Conforme informações divulgados pela Tribuna do Norte (TNOnline), um homem agrediu a esposa gestante e, durante a briga, ainda provocou a queda da filha de apenas um ano e quatro, que sofreu um hematoma na cabeça.

    A agressão, conforme relatou a esposa e vítima aos policiais que atenderam a ocorrência, aconteceu depois de o marido passar a tarde toda bebendo e chegar em casa, no Jardim Ponta Grossa, alterado e proferindo diversas ofensas. Em determinado momento, o bêbado empurrou a gestante, que caiu no chão e machucou o joelho esquerdo.

    Vendo a coisa se agravar, o padrasto da vítima tentou interferir na briga. Mesmo estando com a filha do casal no colo, porém, ele também foi empurrado, o que fez com que a criança caísse no chão e batesse a cabeça, tendo de ser encaminhada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

    Acionada, a PM procedeu com a prisão do agressor, que foi levado para a 17ª subdivisão policial de Apucarana.

  • Bizarro

    Polícia prende 'peladão' que corria pelas ruas de Cascavel

    Polícia prende 'peladão' que corria pelas ruas de Cascavel
    (Foto: Reprodução)

    Um episódio um tanto inusitado foi registrado na madrugada deste domingo (5 de julho) em Cascavel, na região oeste do Paraná. Conforme informações divulgadas pela Central Gazeta de Notícias (CGN), um homem de 32 anos acabou sendo detido após ter agredido a própria mãe e, na sequência, ter sido flagrado completamente nu na Avenida Brasil.

    Tudo teve início na madrugada de hoje, quando o homem agrediu a própria mãe no Bairro Canadá e fugiu a pé, completamente sem roupas. Acionada, a Polícia Militar atendeu a ocorrência, mas quem acabou encontrando o suspeito foi uma equipe da Guarda Municipal, que recebeu diversas denúncias de pessoas relatando sobre um 'peladão' andando pela cidade. O homem estava a 16 quadras de distância da residência onde vive com a mãe e caminhou por quase três quilômetros até ser localizado.

    Na sequência, o SAMU foi acionado e realizou os primeiros atendimentos, encaminhando o homem para um hospital. Segundo a mãe, o rapaz estava bastante alterado, possivelmente sob efeito de alguma substância química.

    Esta, porém, foi apenas uma das prisões recentes do rapaz. Até a última sexta-feira, inclusive, ele estava na Cadeia Pública de Cascavel, mas foi liberado na noite daquele dia com o benefício do uso de tornozeleira eletrônica. A liberdade, porém, durou apenas alguns minutos, porque instantes após ser posto em liberdade ele furtou uma motocicleta que estava em frente a Delegacia de Polícia Civil. Ele retirou a placa da moto e empurrou o veículo por cerca de 100 metros, mas acabou flagrado pelo Pelotão de Choque e voltou a ser detido.

    Ainda não está claro, entretanto, o que teria levado à nova soltura do suspeito, uma vez que ele havia perdido o benefício ao uso da tornozeleira eletrõnica.

    Confira no portal CGN o momento em que o suspeito é flagrado correndo nu por uma equipe da GM, em cena flagrada por uma câmera de segurança

  • Tragédia na RMC

    Defesa Civil interdita casas vizinhas ao prédio que desabou em Colombo; cinco pessoas estão internadas

    Defesa Civil interdita casas vizinhas ao prédio que desabou em Colombo; cinco pessoas estão internadas
    (Foto: André Rodrigiues)

    O coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil de Colombo, Josmar Lima Amaral. disse neste sábado (4) pela manhã que o prazo para as investigações sobre as causas do desabamento que deixou cinco pessoas feridas nesta madrugada em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, é de 30 dias. "Qualquer informação antes disso é precipitada. Já estamos com alguns documentos e já sabemos que a obra para fazer o estacionamento no prédio tinha autorização da prefeitura do munícioio", disse ele. Ele também confirmou que a Defesa Civil interditou os imóveis vizinhos ao prédio que desabou por segurança. "Precisamos estabilizar a construção e ter a certeza de que nada vai desabar . Enquanto isso não acontecer é melhor interditar ao redor", afirmou o coordenador.O prédio tinha dois apartamentos, uma academia, um supermercado, que estava desativado há seis meses, e um estacionamento que estava em reforma há 15 dias.

    Cinco pessoas da mesma família ficaram feridas em desabamento de um prédio na Avenida Santos Dumont, no bairro São Gabriel, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba."Nossa primeira preocupação é sempre humanitária. Já sabemos que os feridos hospitalizados não correm risco de morte e que a outra família que vivia no prédio e não se machucou está abrigada", afirmou Amaral.  De acordo com informações do Hospital Evangélico Makenzie, ao meio-dia deste sábado (4), a mulher, de 50 anos, permanecia internada e passava por exames e uma das meninas, de 10 anos, teve uma fratura na perna e a equipe médica avaliava a necessidade de uma cirurgia. A outra garota, de 6 anos, não teve ferimentos,mas estava em observação médica. O homem, de 29 anos está internado em estado estável no Hospital do Trabalhador, assim como a jovem de  25 anos, que teve algumas escoriações. 

    Três caminhões de resgate, três ambulâncias e uma viatura foram deslocados para atender a ocorrência. A equipe do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST), do Corpo de Bombeiros, também foi chamada para apoiar nos resgates.

    "Ouvimos estrondos às 3 da manhã", diz vizinha

    Uma das vizinhas do imóvel, Fátima Aparecida Fiala, 42 anos, contou que por volta das 3 horas, ouviu estrondos e logo depois o barulho pedaços de gesso caindo em cima do seu telhado."Foi quando ouvi as crianças chorando, acordei meu filho, saímos da casa e fomos ajudar" . A casa dela e dos pais estão entre as interditadas pela Defesa Civil.  "Estamos com o psicológico afetado, ainda mais que interditaram a minha casa e a do meu pai. A Defesa Civil nos ofereceu hotel, mas vamos nos ajeitar da casa de parentes até que nossas casas sejam liberadas. Mas foi horrível, a gente fica sensível, chora a todo momento", disse ela.

  • Madrugada

    Cinco pessoas ficam feridas em desabamento de prédio na Grande Curitiba. Veja video

    Cinco pessoas ficam feridas em desabamento de prédio na Grande Curitiba. Veja video
    (Foto: André Rodrigues)

    Cinco pessoas da mesma família ficaram feridas em desabamento de um prédio na Avenida Santos Dumont, no bairro São Gabriel, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada deste sábado (4). Três delas ficaram presas nos escombros e precisaram ser regatada. Os feridos foram levados para  Hospital Evangélico Mackenzie e para o Hospital do Trabalhador.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Norte do Paraná

    Polícia Civil prende cinco pessoas e apreende 20 veículos de organização criminosa

    Polícia Civil prende cinco pessoas e apreende 20 veículos de organização criminosa
    (Foto: Polícia Civil-PR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu temporariamente cinco pessoas e apreendeu 20 veículos de luxo de uma organização criminosa envolvida em lavagem de dinheiro, receptação, adulteração de veículos, estelionato e falsificação de documentos, nesta sexta-feira (3). A ação foi deflagrada em sete cidades do estado e contou com a participação de 70 policiais civis.

    Três homens, de 35, 43 e 46 anos, foram presos em Londrina. Um homem de 32 foi preso em Guaraci e outro de 28 foi preso em Arapongas. Todas cidades do Norte do estado. Além disso, 20 mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos municípios em questão, bem como em Maringá, Paranavaí, Sertaneja e Tamarana.

    A operação foi deflagrada em razão de uma investigação que apura desde o uso de identidades falsas pelos suspeitos até a abertura de empresas fantasmas, abertas para lavar dinheiro ilícito. Os criminosos agiam inclusive na falsificação de documentos públicos.

    Dois dos alvos ainda encontram-se foragidos.

    A operação foi batizada como “Caça-Fantasmas” devido a modalidade criminosa de abrir empresas fraudulentas, chamadas de fantasma.

  • No Interior

    Após perseguição de 5 km, policiais apreendem meia tonelada de maconha no Paraná

    Após perseguição de 5 km, policiais apreendem meia tonelada de maconha no Paraná
    A maconha apreendida (Foto: Divulgação/PRF)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em conjunto com a PM, apreendeu, na madrugada desta sexta (3), em Santo Antonio da Platina (PR), 593 quilos de maconha. Dois traficantes foram presos.

    No final da noite de quinta (2), por volta das 23 horas, no entroncamento das rodovias BR-153 com a PR-439, policiais deram ordem de parada a um motorista que conduzia um Toyota Corolla, com placas de Vitória (ES). Ele desobedeceu e fugiu. Imediatamente, as equipes iniciaram uma perseguição com o objetivo de abordar o motorista, que só terminou no perímetro urbano de Santo Antonio da Platina, após cinco quilômetros. Durante a ação, foi utilizado um equipamento que furou três dos quatro pneus do carro.

    No carro, que era alugado, foram encontrados 593 quilos de maconha sendo transportadas por dois homens. O motorista disse que levaria a maconha de Umuarama (PR) a São Paulo (SP). A dupla mora em Guaíra (PR).

    Diante dos fatos, os traficantes foram presos em flagrante e conduzidos, com a maconha e o carro para a Polícia Civil em Santo Antonio da Platina para o registro do crime de tráfico de drogas tem pena prevista de 5 a 15 anos de reclusão.

    Os nomes não foram divulgados pela PRF.

  • Xaxim

    Polícia prende envolvidos em roubos a motoristas de aplicativo

    Polícia prende envolvidos em roubos a motoristas de aplicativo
    (Foto: Divulgação/PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná prendeu três pessoas em Curitiba, na manhã desta sexta-feira (3), durante ação para apurar roubos a motoristas de aplicativos. As prisões aconteceram nos bairros Tatuquara e Xaxim.

    Um dos suspeitos ainda foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Em sua residência os policiais civis encontraram porções de droga, balança de precisão e dinheiro trocado.

    Os nomes não foram divulgados pela Polícia.

  • Balanço

    No Paraná, Polícia resgata 400 animais no primeiro semestre de 2020

    No Paraná, Polícia resgata 400 animais no primeiro semestre de 2020
    (Foto: Divulgação/PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) resgatou aproximadamente 400 animais, que sofriam maus-tratos ou/e eram mantidos de maneira criminosa em cativeiros, no primeiro semestre de 2020 na capital paranaense e na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

    Destes, 80% referem-se a resgate de animais domésticos, como cães e gatos, além de cavalos. Esses são encaminhados para a Organização Não Governamental (ONG) “O Protetor Independente”, onde ficam disponíveis para adoção. Os outros 20% dos resgates são de animais silvestres, como cobras, tartarugas e algumas espécies de aves. Esses são encaminhados para o Centro de Apoio à Fauna Silvestre da Prefeitura de Curitiba.

    De janeiro a junho a PCPR resgatou, em média, dois animais por dia. O número demonstra que a PCPR não diminuiu a intensidade de seus trabalhos de fiscalizações e atuações especializadas, mesmo diante da pandemia do novo coronavírus.

    A maioria dos cães resgatados não possuem raça definida. No primeiro semestre, foram realizadas 78 operações e somente três delas tiveram como alvo criadores. “Isso mostra que o principal alvo não é o criador, mas sim o bem-estar animal como um todo”, salienta o delegado da PCPR responsável pelas ações, Matheus Laiola.

    MAIOR OCORRÊNCIA DO PERÍODO – Apenas em uma das operações, que aconteceu em abril deste ano, a PCPR resgatou cerca de 80 cães em um canil clandestino, em Bocaíuva do Sul, na RMC. “Essa foi a nossa maior ocorrência e houve uma força-tarefa para encaminhar os animais para recuperação e posteriormente para adoção”, relembra Laiola.

    O delegado da PCPR diz ainda que naquela ocasião, os policiais civis chegaram a encontrar animais mortos, que estariam sendo servidos de alimento para outros cachorros. “Os cães estavam em péssimas condições, com feridas e até mesmo sujos de urina e fezes”, conta.

    No local também foram encontradas medicações usadas de forma inadequada e aplicadas pela própria tutora, sem qualquer especialização, documentação ou autorização para fazer isso. A mulher foi autuada em flagrante pelo crime de maus-tratos.

    A ação contou com o apoio da Organização Não Governamental SOS 4 Patas, de médicos veterinários e o do Instituto de Criminalística.

    INTERIOR – Laiola explica que é comum surgirem denúncias de ocorrências de municípios situados no Interior do Paraná. Nesses casos, é iniciada a investigação pela unidade especializada da PCPR e posteriormente encaminhada para as unidades locais darem prosseguimento.

    Segundo o delegado, a equipe especializada PCPR já conduziu investigações de casos ocorridos em Londrina e Maringá, no Norte do estado, bem como em Cascavel, no Oeste.

    PENALIZAÇÃO – Os tutores dos animais resgatados são autuados por crimes previstos na Lei Ambiental e assinam Termo Circunstanciado, podendo responder ao processo em liberdade. Se condenados, estão sujeitos a multa e em casos mais graves podem, inclusive, pegar até 1 ano de prisão.

    SOCIAL – Além do trabalho de polícia judiciária, a PCPR também atua em diversas ações sociais, em prol dos animais e tutores dos mesmos que estejam em situações vulneráveis. Voluntariamente, os policiais civis ajudam a entregar alimentos para cachorros comunitários e cestas básicas para os tutores dos mesmos.

    DENÚNCIAS – As denúncias sobre crimes ambientais praticados contra animais podem ser feitas pelo telefone 181 ou pelo site www.181.pr.gov.br.

  • Igreja

    Homem morre ao cair de telhado danificado pelo temporal de terça em São José dos Pinhais

    Homem morre ao cair de telhado danificado pelo temporal de terça em São José dos Pinhais
    (Foto: Divulgação / Prefeitura SJP))

    Um homem morreu na manhã desta quinta-feira (2) quando consertava o telhado de um barracão, ao lado de uma igreja, danificado pelo temporal de terça-feira (30), em São José dos Pinhais. O homem caiu do telhado.

    Segundo a Polícia Civil, tratou-se de um acidente, mas ainda assim um inquérito policial deve ser aberto. O barracão fica no bairro Guatupê.

    De acordo com a Guarda Municipal e Defesa Civil de São José dos Pinhais, o ciclone extratropical destelhou 60 residências no município e a região mais afetada pela chuva e rajadas de vento foi o bairro Afonso Pena.

    O número de destelhamento pode aumentar porque as equipes da GM e Defesa Civil ainda realizaram atendimentos durante a quarta-feira (01/Julho).

  • Patrulha

    Em seis meses, Guarda de Curitiba prende mais de 600 pessoas; destes 105 foragidos

    Em seis meses, Guarda de Curitiba prende mais de 600 pessoas; destes 105 foragidos
    (Foto: Pedro Ribas/SMCS)

    Passam de 100 os foragidos da Justiça presos pela Guarda Municipal em abordagens a pessoas suspeitas no Centro da cidade. Em seis meses, foram encontrados pelo Grupo de Pronto Emprego Operacional (GPEO) da corporação 105 indivíduos com mandado de prisão em aberto. Outros 505 foram conduzidos à delegacia de polícia após terem sido flagrados em atividades suspeitas e flagrantes de crimes, também no Centro.

    Balanço divulgado pelo GPEO nesta quinta-feira (2/7) aponta para um total de 4.086 ocorrências atendidas de janeiro a junho - uma média de 23 por dia.

    Mais de duas mil referem-se a abordagens a suspeitos em praças e ruas. Na sequência aparecem mais de 500 orientações diversas prestadas e cerca de 240 apoios ao cidadão. Porte e uso de drogas lideram as naturezas criminais reprimidas: somadas, elas totalizaram 366 registros no Centro, no período.

    O relatório do GPEO mostra ainda o atendimento das equipes a 84 situações de roubo e de tentativa de roubo, 83 de furto e de tentativa de furto, 24 de dano e pichação e 23 de tráfico de drogas.

    Criado em 2018 para ter mais efetividade nas ações e ampliar o programa de policiamento de proximidade - lançado pela atual administração municipal - o GPEO é composto por mais de 100 guardas municipais que contam com viaturas, motocicletas e módulos móveis, além do patrulhamento a pé pelas principais praças e ruas, 24 horas por dia. O GPEO conta ainda com equipes de ciclopatrulha (com bicicleta) e com a Patrulha de Proteção Animal.

    A coordenação dos trabalhos fica a cargo do supervisor Antônio Flausino. “A intenção é que as equipes de guardas estejam mais atuantes e pró-ativas na prestação de socorro e atendimento às mais diversas situações ao cidadão aqui no Centro”, acrescenta ele.

    Principais crimes
    De janeiro a junho, por toda a cidade, guardas municipais atenderam a 2.064 ocorrências para atender a solicitações do cidadão que aciona o Centro de Operações 153 (telefone de emergência) que se referem a furto, roubo, drogas e foragidos. Somente com o recorte dessas principais modalidades criminais, foram 668 pessoas presas e 83 adolescentes apreendidos.

  • No Sudoeste

    Traficante se passa por vítima de assalto e é preso pela PRF no Paraná

    Traficante se passa por vítima de assalto e é preso pela PRF no Paraná
    (Foto: PRF)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio da Polícia Militar (PM) apreendeu, na noite de quarta (1), 197,5 quilos de maconha em um carro que capotou, após uma perseguição, que começou na BR-277 e terminou na BR-158, em Marquinho (PR). O motorista fugiu, mas pela manhã, apresentou-se na PRF alegando ter sido assaltado e foi preso. O carro era roubado.

    Por volta das 19h30, agentes da PRF deram ordem de parada a um motorista que conduzia um Kia Sportage na BR-277, em Laranjeiras do Sul (PR). Ele fugiu e foi perseguido, acessando a BR-158 no trevo de Marquinho. Após cerca de 20 quilômetros de perseguição em alta velocidade, com o motorista trafegando na contramão, colocando a vida de usuários da rodovia em risco, bem como a dos policiais e da sua própria vida, ele perdeu o controle do carro em uma curva, saiu de pista, colidiu com algumas árvores e capotou, caindo em um barranco às margens da rodovia.

    Junto ao carro, documentos pessoais foram encontrados em uma carteira. O carro havia sido roubado em Cascavel, em abril.

    Foi acionado o apoio da PM nas buscas mas o motorista conseguiu fugir. Dentro do carro estavam 11 fardos de maconha, que pesaram 197,5 quilos. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil em Laranjeiras do Sul.

    Nesta manhã de quinta (2), por volta das 10 horas, um homem se apresentou aos policiais na Unidade Operacional da PRF em Laranjeiras do Sul, alegando ter sido vítima de assalto no dia anterior e que passou a noite amarrado em uma mata. Como os policiais estavam com a documentação deixada no carro apreendido, os dados foram checados e confirmados pelo próprio traficante, que foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e receptação de carro roubado, além de dirigir colocando a vida de outras pessoas em risco.

  • Resgate

    Polícia autua médica veterinária por maus-tratos a Pitbulls

    Polícia autua médica veterinária por maus-tratos a Pitbulls
    (Foto: Divulgação/ PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) resgatou três cães da raça Pitbull em uma residência, no bairro Mossunguê, em Curitiba, na noite de quarta-feira (1). Os animais estavam sofrendo maus-tratos. A tutora era uma médica veterinária. Ela e seu marido foram autuados em flagrante pelo crime.

    A PCPR chegou até o casal após receber um vídeo em que apreciam os três cães, sendo um deles gravemente atacado pelos outros dois. Este foi encaminhado em estado grave ao hospital veterinário. Os outros dois foram para a Casa do Produtor de Curitiba, para receberam os devidos cuidados. 

    No local, além de encontrar os cães machucados, os policiais civis se depararam com um ambiente extremamente sujo. O cachorros estavam sem água e sem comida nenhuma. 

    A médica veterinária e seu marido foram levados para Delegacia da PCPR, onde foram autuados e assinaram Termo Circunstanciado pelo crime de maus-tratos. 

  • Resgate

    Polícia autua médica veterinária por maus-tratos a Pitbulls

    Polícia autua médica veterinária por maus-tratos a Pitbulls
    (Foto: Divulgação/ PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) resgatou três cães da raça Pitbull em uma residência, no bairro Mossunguê, em Curitiba, na noite de quarta-feira (1). Os animais estavam sofrendo maus-tratos. A tutora era uma médica veterinária. Ela e seu marido foram autuados em flagrante pelo crime.

    A PCPR chegou até o casal após receber um vídeo em que apreciam os três cães, sendo um deles gravemente atacado pelos outros dois. Este foi encaminhado em estado grave ao hospital veterinário. Os outros dois foram para a Casa do Produtor de Curitiba, para receberam os devidos cuidados. 

    No local, além de encontrar os cães machucados, os policiais civis se depararam com um ambiente extremamente sujo. O cachorros estavam sem água e sem comida nenhuma. 

    A médica veterinária e seu marido foram levados para Delegacia da PCPR, onde foram autuados e assinaram Termo Circunstanciado pelo crime de maus-tratos. 

  • Operação Ankle

    Polícia Militar mira o tráfico de drogas no litoral do Paraná

    Polícia Militar mira o tráfico de drogas no litoral do Paraná
    (Foto: Divulgação/ PMPR)

    As equipes da Polícia Militar estão nas ruas de Matinhos e Guaratuba desde as primeiras horas desta quinta-feira (02/07) para o cumprimento de 20 mandados de Busca e Apreensão, por meio da Operação Ankle. Os alvos são pessoas que integram uma organização criminosa que operava no Litoral do estado. 

    A coordenação das ações é do 6°Comando Regional da PM (6°CRPM) e do Serviço de Inteligência da PM. Os cumprimentos judiciais envolveram, também, as equipes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e uma aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA). 

    Até às 8h as equipes já tinham feito 3 prisões e a apreensão de 500 gramas de maconha e de 22 buchas de cocaína. 

    Os trabalhos da PM se iniciaram desde o final do verão, quando foi descoberta a atuação de um grupo envolvido com o tráfico de drogas. Os pontos de venda dos entorpecentes foram identificados e, com apoio do Poder Judiciário, solicitada a emissão dos mandados de Busca e Apreensão.

  • Bons de faro

    Cães apreendem mais drogas neste ano no Paraná que a soma de 2018 e 2019

    Cães apreendem mais drogas neste ano no Paraná que a soma de 2018 e 2019
    (Foto: Polícia Civil-PR)

    Cães da Polícia Civil do Paraná (PCPR) auxiliaram na apreensão de 2,577 toneladas de drogas nos primeiros cinco meses de 2020, volume superior à soma das apreensões com atuação dos animais em 2018 e 2019, quando foram interceptados apenas 2,3 quilos e 2,552 toneladas, respectivamente. O total nos últimos dois anos inteiros foi de 2,554 toneladas, ou seja, 22,9 quilos menos que de janeiro a maio deste ano.

    De acordo com a Polícia Civil, os resultados mais expressivos das operações com cães foram impulsionados pelo planejamento estratégico implantado pela PCPR no início de 2019. Isso levou a uma maior integração entre todas as unidades da instituição, que passaram a solicitar e a contar com o apoio dos policiais civis especializados que atuam com os cães altamente treinados.

    Esse salto de efetividade, ainda segundo a Polícia Civil, trouxe uma maior visibilidade às operações com cães da PCPR, que passaram a ser muito mais acionados para prestar apoio a outras forças de segurança, entre federais, estaduais e municipais.

    EFICIÊNCIA - Os cães da PCPR são treinados para encontrar drogas e armas através do faro, além de localizar cadáveres e capturar fugitivos durante operações policiais. Os cachorros passam por treinamentos diários que ajudam no aperfeiçoamento e permitem que estejam aptos para trabalhar em ações em combate ao tráfico de drogas.

    No preparo feito por policiais civis os animais são ensinados através de técnicas de adestramento a encontrar odores específicos, seja de pessoas ou substâncias ilícitas.

    Durante o processo, os profissionais ensinam como o cão deve agir em uma operação – ele entende que o cheiro que deve detectar trará uma recompensa. A partir do momento em que identifica o odor, passa a fazer o movimento ensinado pelo adestrador para mostrar que há algo no local.

    Os policiais civis que auxiliam nestes treinamentos também estão em processo constante de capacitação e atualização, participando de cursos e palestras com o objetivo de melhorar cada vez mais o desempenho.

    INFRAESTRUTURA – Segundo a Polícia Civil, um fator relevante para aumento das apreensões de drogas durante operações com cães treinados deve-se a melhorias feitas na infraestrutura ofertada para adaptar a participação dos cachorros nos trabalhos policiais. Novas viaturas com espaço especial para transportar os animais durante as ações possibilitam que fiquem confortáveis e, consequentemente, mais tempo nas ruas.

    A PCPR possui 18 cães policiais – 14 deles em atuação e quatro em treinamento. As raças variam entre pastor holandês, labrador e bloodhound. Eles são escolhidos em ninhadas geradas no local ou comprados, quando adultos, de espaços especializados.

  • Madrugada de terça

    Suspeito de matar colega a facadas e abandonar o corpo na calçada é preso em Curitiba

    Suspeito de matar colega a facadas e abandonar o corpo na calçada é preso em Curitiba
    (Foto: Fabio Dias/PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu o suspeito pela autoria do homicídio de Luiz Fernando Mascarello, de 51 anos, ocorrido na madrugada de terça-feira (30), no bairro Guaíra, em Curitiba. O suspeito tem 36 anos e foi detido três horas após o crime, no bairro Santa Quitéria, na Capital. 

    De acordo com as investigação, a vítima e o suspeito eram colegas e moravam juntos a pouco tempo. Ambos tinham o hábito de usar drogas e fazer uso excessivo de álcool. Na madrugada em que ocorreram os fatos, os homens haviam brigado.

    Conforme apurado, Mascarello foi agredido e na sequência ferido até a morte por diversos golpes de faca. Após o crime, o suspeito teria levado o corpo da vítima até a calçada em frente a residência que moravam e na sequência fugido em um Fiat azul.

    Em depoimento, o homem alegou que agiu em legítima defesa. Ele já possui passagens por porte de arma de fogo de uso restrito, ameaça, lesão corporal leve, posse de drogas para consumo pessoal e dirigir sob influência de drogas e/ou álcool.

  • PCPR

    Polícia Civil prende estudante de Medicina suspeito de manter a mãe em cárcere privado

    Polícia Civil prende estudante de Medicina suspeito de manter a mãe em cárcere privado
    (Foto: Polícia Civil-PR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu em flagrante um estudante de medicina, de 27 anos, suspeito de manter a própria mãe, de 52, em cárcere privado, em Foz do Iguaçu, região Oeste do estado. O indivíduo foi preso em flagrante naquele município.

    A PCPR recebeu uma denúncia informando que havia uma senhora em situação de maus-tratos naquela residência. Os policiais civis foram até o local para apurar o fato, e constataram o relato.

    Os policiais civis foram recebidos pelo estudante. Ela estava seminua na cama, sem lençóis e suja de urina. O cômodo cheirava um forte odor de fezes. As janelas estavam fechadas e cobertas com papel alumínio. A mulher aparentava fraqueza e desnutrição.

    Além disso, a senhora estava com hematomas no rosto, o qual o filho justificou ser consequência de quedas sofridas na residência.

    Diante do fato, os policiais civis encaminharam a senhora ao hospital, onde ela permanece internada. Já o filho irá responder pelo crime de cárcere privado.

  • Golpe velho

    Polícia Civil prende casal suspeito de aplicar golpe do bilhete premiado em Curitiba

    Polícia Civil prende casal suspeito de aplicar golpe do bilhete premiado em Curitiba
    (Foto: PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu um casal suspeito de aplicar golpes do bilhete premiado, em Curitiba. As prisões aconteceram em cumprimento de mandado de prisão temporária, em São José dos Pinhais, na manhã desta terça-feira (30). Ao todo, seis ordens judiciais foram cumpridas.

    Durante as buscas em endereços relacionados aos suspeitos, os policiais civis apreenderam documentos e um veículo utilizado na prática criminosa, um Pegeout 306 prata.

    Conforme apurado, os suspeitos agiam nos bairros Água Verde, Batel e Centro de Curitiba. A PCPR suspeita de que o casal faça parte de uma organização criminosa especializada em aplicar golpes. As investigações continuam a afim de identificar demais pessoas envolvidos no crime.

    O casal preso irá responder por estelionato, associação criminosa e falsificação de documento particular.

    GOLPE – A prática criminosa acontece geralmente próximo aos bancos, com vítimas idosas e que estão fazendo uso de joias. Os suspeitos se aproximam dizendo que estão perdidos, tentam ganhar a confiança da vítima, dizem que estão com um bilhete premiado e que precisam trocar, mas não sabem como.

    No momento seguinte, outro suspeito aparece e oferece ajuda, este indivíduo geralmente se passa por um advogado. Eles falam em uma divisão do prêmio e então a vítima é ludibriada e acaba caindo no golpe.

  • Sudoeste do Paraná

    PM apreende carro abarrotado de maconha e cigarros contrabandeados

    PM apreende carro abarrotado de maconha e cigarros contrabandeados
    (Foto: Divulgação/ Polícia Militar do Paraná)

    Mais de 100 quilos de maconha e 999 maços de cigarros foram apreendidos por policiais militares do 21º Batalhão de Polícia Militar (21º BPM), pertencente ao 5º Comando Regional da PM (5º CRPM). A ação policial aconteceu na tarde de segunda-feira (29/06) na cidade de Realeza, no Sudoeste do estado.

    De acordo com a unidade, os policiais militares estavam em patrulhamento quando avistaram dois veículos em atitude suspeita. Após oito quilômetros de acompanhamento tático, o motorista abandonou o carro e correu a pé, não sendo localizado.

    Ao fazer buscas, a equipe policial encontrou 999 maços de cigarros contrabandeados e 102 quilos de maconha. O carro e os ilícitos foram apreendidos e encaminhados para as medidas cabíveis.

  • Armas falsas

    Tentativa de assalto com reféns acaba com quatro suspeitos presos no Capão Raso

    Tentativa de assalto com reféns acaba com quatro suspeitos presos no Capão Raso
    (Foto: Colaboração)

    Uma tentativa de assalto a uma panificadora com reféns acabou com quatro suspeitos presos na noite desta segunda (29) no bairro Capão Raso, em Curitiba. Segundo informações da Polícia Militar, os assaltantes usavam na verdade simulacros de armas. Três pessoas foram feitas reféns no local, e nada sofreram.  Os quatro suspeitos foram encaminhados ao 8º Distrito Policial. 

Quem faz o blog

DESTAQUES DOS EDITORES