• Mistério

    Polícia investiga assassinato de pastor em Curitiba

    A Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) investiga o assassinato do pastor João Batista da Silva, 43 anos, morto a tiros no bairro Campo de Santana, em Curitiba, na tarde de terça (5). Segundo informações da polícia, ele foi baleado no braço e no peito, dentro do próprio carro na esquina das ruas Marcos Bertoldi e Maria Luzardi Bertoldi. Imagens de câmeras de segurança revelam outro carro se aproximando do veículo da vítima e atirando. A vítima era casada e deixa três filhos.

  • Combustível

    Polícia Civil prende suspeito de roubar 30 mil litros de óleo diesel na RMC

    Polícia Civil prende suspeito de roubar 30 mil litros de óleo diesel na RMC
    (Foto: Reprodução/PCPR)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) cumpriu um mandado de prisão contra um homem, de 23 anos, suspeito de envolvimento em um roubo de caminhão-tanque carregado com 30 mil litros do óleo diesel, ocorrido no dia 26 de agosto deste ano. A prisão aconteceu na manhã de terça-feira (5), em Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

    Conforme apurado, o veículo teria sido abordado na Rodovia do Xisto, em Araucária, na RMC, por indivíduos que estavam em duas caminhonetes. Um dos criminosos teria entrado no caminhão pela janela e obrigando a vítima a dirigir o veículo por aproximadamente três horas. Em um determinado momento, os indivíduos subtraíram o tanque carregado com o diesel e abandonaram o caminhão e motorista, em Araucária.

    Toda a ação criminosa foi gravada por uma câmera de segurança interna instalada no veículo. Material que contribuiu para identificar o suspeito. As investigações continuam com o intuito de identificar os demais envolvidos no crime, bem como os suspeitos de receptar o produto furtado.

  • 372 cavalos

    PRF estreia viatura Dodgle Challenger durante escolta de Moro em Foz do Iguaçu

    PRF estreia viatura Dodgle Challenger durante escolta de Moro em Foz do Iguaçu
    (Foto: PRF)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) estreou no final da manhã desta quarta-feira (6) em Foz do Iguaçu, o carro Dodge Challenger RT apreendido em 2017 e recém-incorporado à frota de viaturas da instituição.

    A primeira utilização do carro esportivo de luxo ocorreu durante serviço de escolta do ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), entre o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e um hotel, localizado às margens da BR-277. A viatura Dodge Challenger liderou o serviço de escolta, que percorreu pouco mais de 19 quilômetros.

    A cidade de Foz do Iguaçu sedia esta semana um encontro entre ministros das áreas de Justiça e Segurança dos países do Mercosul.

    Apreendido em meados de 2017 durante uma operação contra o tráfico de drogas, o carro foi cedido pela Justiça Federal de Umuarama à PRF, que passa a utilizá-lo na região da fronteira do Brasil com o Paraguai. Como se trata de uma destinação provisória –ainda não existe trânsito em julgado da sentença que decretou o perdimento do bem–, a nova viatura será utilizada prioritariamente em ações educativas da PRF, palestras e eventos institucionais.

    Com 372 cavalos-vapor de potência, o carro foi fabricado em 2010, nos Estados Unidos. O valor de um veículo com características similares ultrapassa R$ 245 mil.

    O confisco de bens apreendidos em decorrência do tráfico drogas afins é estabelecido no artigo 243 da Constituição Federal.

    O carro estava guardado havia mais de dois anos em um pátio de Cascavel. “A utilização do veículo pela autoridade policial certamente será promovida de modo a manter sua conservação, evitando-se a precoce deterioração em virtude da ociosidade e da sujeição dos bens às intempéries e outros desgastes derivados de sua estagnação em depósito”, diz trecho da decisão do juiz José Carlos Fabri, da 1ª Vara Federal de Umuarama, emitida no último mês de fevereiro.

  • Trânsito

    Duas mulheres ficam feridas após carro furar preferencial no bairro Barreirinha

    Duas mulheres ficaram feridas em um acidente ocorrido nesta manhã de quarta-feira,6, na Rua Professor Leonardo Cobbe, no bairro Barreirinha, em Curitiba. O motorista de um dos veículos fugiu do local, segundo as informações do Polícia Militar (PM). O acidente aconteceu entre as ruas Gustavo Barroso e Assis Brasil.

    O veículo que fugiu furou a preferencial e acertou em cheio o outro, um Fiat Mobi, onde estavam as vítimas. 

    As duas mulheres, uma de 30 e outra de 55, que estavam no carro, tiveram ferimentos moderados e foram encaminhadas, sem risco de morte, ao Hospital Evangélico.

    Uma equipe da PM registrou o boletim de ocorrência. 

  • Violência

    Assaltantes levam carro de motorista de aplicativo e agridem idosa no Alto da Glória. Veja vídeo

    Assaltantes levam carro de motorista de aplicativo e agridem idosa no Alto da Glória. Veja vídeo
    (Foto: Reprodução)

    Assaltantes atacaram na noite desta terça (5), por volta das 20h30 um motorista de aplicativo e a passageira que chegava em casa na Avenida João Gualberto, esquina com a Rua Mauá, no Alto da Glória em Curitiba.

    O vídeo mostra dois assaltantes armados retirando o motorista do carro, um Logan Branco, com violência e agredindo a passageira, uma idosa, que já tinha deixado o carro, para levar a bolsa dela.

    Qualquer informação pode ser repassada para o 190. 

  • Flagrante

    Homem recebe envelope com R$ 520 em notas falsas em agência dos Correios e acaba preso

    Homem recebe envelope com R$ 520 em notas falsas em agência dos Correios e acaba preso
    (Foto: PF)

    Um homem foi preso suspeito de receber R$ 520 em notas falsas de R$ 10 em uma agência dos Correios no bairro Santa Cândida, em Curitiba, na tarde de segunda (4). Segundo a Polícia Federal, o homem trabalha como motorista de aplicativo, e a suspeita é de que ele tenha adquirido as notas falsas pela internet para usar durante o trabalho.

    A encomenda já estava sendo rastreada pela PF e o homem foi detido em flagrante ao receber o envelope.

  • Droga

    BR-277: PRF para e vistoria caminhão com carga de milho e encontra muita maconha

    BR-277: PRF para e vistoria caminhão com carga de milho e encontra muita maconha
    (Foto: PRF)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu pelo menos duas toneladas de maconha na tarde desta terça (5) em Medianeira, na região oeste do Paraná. A droga estava em uma carreta, sob sacos de grãos de milho. A retirada e a pesagem do entorpecente ainda não foram concluídas.

    Os agentes da PRF de plantão na Unidade Operacional Santa Terezinha de Itaipu desconfiaram do veículo, que transitava pela BR-277, e decidiram abordá-lo, por volta das 13 horas.

    Durante a abordagem, o motorista, de 45 anos de idade, apresentou documentos com indícios de falsificação. Ao vistoriar o semirreboque, os policiais rodoviários federais acabaram por encontrar diversos fardos de maconha, escondidos sob a carga de milho.

  • PRF

    Carro-forte é jogado para fora da pista, tomba e dois vigilantes ficam feridos em Terra Roxa

    Carro-forte é jogado para fora da pista, tomba e dois vigilantes ficam feridos em Terra Roxa
    (Foto: PRF)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) atendeu na manhã desta terça-feira (5) um acidente envolvendo um carro-forte na BR-272 em Terra Roxa, região oeste do Paraná.

    Dois vigilantes foram socorridos com lesões graves e encaminhados pelo Samu à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guaíra (PR). Outros dois saíram ilesos.

    O acidente ocorreu por volta das 11 horas, no quilômetro 549 da rodovia. De acordo com os ocupantes do carro-forte, o veículo seguia no sentido Guaíra quando foi ultrapassado por um caminhão. Durante essa manobra de ultrapassagem, o caminhoneiro teria fechado o carro-forte, que saiu da pista e capotou.

    Equipes da PRF e da Polícia Militar permaneceram no local até o transbordo do dinheiro para outro carro-forte. O veículo acidentado já foi removido do local.

    O caminhão, que ainda não foi identificado, seria um Mercedes-Benz 1113 de cor vermelha e carroceria de madeira. Quem eventualmente tiver informações sobre o paradeiro do veículo pode acionar a PRF pelo telefone de emergência 191.

  • Estelionato

    Polícia prende suspeita de fraudar o INSS usando documentos da própria irmã na RMC

    Polícia prende suspeita de fraudar o INSS usando documentos da própria irmã na RMC
    (Foto: Reprodução)

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu em flagrante um mulher de 21 anos pelos crimes de estelionato, apropriação indébita e uso de documento falso, na segunda-feira (4). A suspeita foi presa com documentos e cartões do banco em nome da irmã biológica, no bairro Eucaliptos, no município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

    Uma denúncia anônima informou aos policiais civis que uma mulher estaria utilizando identidade falsa da irmã biológica com o objetivo de fraudar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A partir de trabalho investigativo, a PCPR descobriu que a suspeita usou documentos falsos para receber o benefício de pensão por morte do pai e para contrair empréstimos em instituições financeiras com facilidade.

    Em depoimento, a mulher confessou que fraudava o INSS desde 2017. Ela ainda alegou que o dinheiro era para garantir o sustento da família, uma vez que ela e outras irmãs perderam o benefício ao completar 21 anos. A única que ainda tinha direito à pensão era a irmã mais nova de 21 anos e que acabou sendo vítima dos delitos.

    A suspeita está presa e à disposição da Justiça.

  • Em Piraquara

    Após mais de 20 horas de negociação, agente de cadeia é liberado por presos

    Após mais de 20 horas de negociação, agente de cadeia é liberado por presos
    (Foto: Reprodução)

    Após mais de 20 horas de tensão e negociação, o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) confirmou no começo da tarde desta terça-feira (5 de novembro) que coinseguiu a libertação do agente de cadeia, contratado por Processo Seletivo Simplificado (PSS), que havia sido feito refém por três presos na Casa de Custódia de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. As negociações ocorreram com o auxílio da Polícia Militar e contaram com a presença de representantes da comissão de Direitos Humanos da Ordem de Advogados do Brasil (OAB) e de um juiz da Corregedoria-Geral do Sistema Penitenciário do Estado.

    Tudo começou na tarde de ontem, por volta de 15 horas, quando o agente de cadeia teria sido feito refém ao cumprir um procedimento de rotina em um dos contêineres instalados na Casa de Custódia. As negociações, com apoio do COE, que é a unidade do Bope treinada para atuar em rebeliões, tiveram início ainda na tarde de ontem e foram suspensas já no período da noite, sendo retomadas na manhã de hoje,  por volta das 6 horas.

    Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, não há feridos e tanto o agente como os três presos estão bem. Esses detentos, inclusive, fazem parte de um grupo que no ano passado, em julho, liderou um motim na penitenciária. Eles agora serão encaminhados para a Delegacia de Piraquara, onde serão autuados em flagrante.

    A Casa de Custódia de Piraquara tem cerca de 1.600 presos e apenas 25 agentes (entre servidores de carreira e temporários) para trabalhar na custódia e movimentação da massa carcerária.

    O Sindarspen denuncia a iminência de um colapso do sistema penitenciário do Paraná por causa da falta de servidores. De acordo com o sindicato, desde 2010, o número de pessoas detidas nos presídios do estado subiu de 14 mil para 22 mil, enquanto o número de agentes caiu. Das 4.131 vagas na carreira de agente penitenciário, atualmente, apenas 3.098 estão ocupadas.

    A instituição calcula a necessidade de contratação imediata de 4.300 agentes e de mais 2.100 para trabalharem nas unidades com inauguração previstas pelo governo do estado.

  • Tensão

    Agente penitenciário é mantido como refém na Casa de Custódia de Piraquara

    Já passa das 16 horas que um agente de cadeia é mantido refém dentro de um dos contêineres instalados na Casa de Custódia de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. As negociações foram suspensas na noite desta segunda-feira, 4, e retomadas nesta manhã de terça-feira,5,  por volta das 6 horas. Para colaborar com os procedimentos de negociação, um representante da comissão de Direitos Humanos da OAB e um juiz da Corregedoria Geral do Sistema Penitenciário foram convocados e já estão no local.

    O agente teria sido feito refém ao cumprir um procedimento de rotina. Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, o ele teria entrado nos chamados shelters, um pouco antes das 15h, quando foi retido por três presos da cela. Não há feridos e tanto o agente como os três presos estão bem. Esses detentos, inclusive, fazem parte de um grupo que no ano passado,em julho, liderou um motim na penitenciária.

    As negociações seguem comandadas pelo COE, que é a unidade do Bope treinada para atuar em rebeliões. O agente é um trabalhador contratado pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS).

    O Paraná tem cerca de 1.200 desses agentes temporários lotados em carceragens e presídios. Eles são contratados em caráter temporário e recebem pouco mais da metade do salário de um agente penitenciário estatutário.

    A Casa de Custódia de Piraquara tem cerca de 1.600 presos e apenas 25 agentes (entre servidores de carreira e temporários) para trabalhar na custódia e movimentação da massa carcerária.

    O Sindarspen denuncia a iminência de um colapso do sistema penitenciário do Paraná por causa da falta de servidores. De acordo com o sindicato, desde 2010, o número de pessoas detidas nos presídios do estado subiu de 14 mil para 22 mil, enquanto o número de agentes caiu. Das 4.131 vagas na carreira de agente penitenciário, atualmente, apenas 3.098 estão ocupadas.

    A instituição calcula a necessidade de contratação imediata de 4.300 agentes e de mais 2.100 para trabalharem nas unidades com inauguração previstas pelo governo do estado.

  • Susto

    Aluna de autoescola se envolve em acidente com biarticulado no Centro de Curitiba

    Um ônibus biarticulado e um carro de uma autoescola se envolveram em um acidente na noite desta segunda-feira,4, no Centro de Curitiba. Segundo as informações do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), a instrutora teria passado mal devido ao susto e precisou ser encaminhada a um hospital e a aluna, que foi atendida no local, mas não teve ferimentos.

    A condutora do veículo teria relato estar finalizando a aula quando foi atingida pela lateral pelo ônibus. Ela disse ainda que estava, na mão e teria sinalizado que entraria à direita. O biarticulado simplesmente teria, conforme a condutora, entrado e prensado o carro da autoescola.

  • Trânsito

    Duas pessoas ficam feridas em acidente na Avenida Mariano Torres com a Nilo Cairo

    Duas pessoas ficam feridas em acidente na Avenida Mariano Torres com a Nilo Cairo
    (Foto: Colaboração)

    Um acidente, com capotamento, deixou duas pessoas feridas nesta manhã de terça-feira, 5, na esquina da Avenida Mariano Torres com Nilo Cairo, no Centro de Curitiba. 

    A batida ocorreu por volta das 6h30 e, devido a violência da batida, um dos carros capotou e deixou interditada uma das pista das Avenida Mariano Torres. 

    Equipes da Setran estão no local e aguardam o guincho para fazer a retirada do carro e a liberação da pista. 

    Os motoristas passaram pelo teste do bafomêtro e nada foi constatado.

  • Interior do Paraná

    Empresa de Rolândia é alvo de ação da polícia contra quadrilha envolvida com furto de petróleo

    A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está dando apoio a uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ), que visa desarticular uma associação criminosa envolvida com furto de petróleo e derivados no Norte Fluminense. A ação acontece nesta terça-feira (5).

    No Paraná, a PCPR dá apoio ao cumprimento de um mandado de busca e apreensão em uma empresa situada em Rolândia, no Norte do Estado. Policiais civis da região estão acompanhando a ação desde as primeiras horas do dia.

    As investigações da PCRJ apontam que o bando fazia, em média, de duas a três retiradas por semana, totalizando cerca de 150 mil litros de petróleo e derivados. Os produtos seriam enviados em caminhões bitrens, com capacidade de armazenamento de 50 mil litros, para o Estado do Paraná.

    Equipes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Polícia Civil cumprem hoje (5) sete mandados de prisão e 12 de busca e apreensão contra acusados de integrar uma organização criminosa que rouba petróleo e derivados de dutos da Petrobras, no Rio de Janeiro.

    A Operação Sete Capitães é feita nos municípios de Carapebus, Quissamã e Macaé.  Entre os integrantes da quadrilha, estão um policial militar, lotado no 32º Batalhão (Macaé), e dois vigilantes da empresa Transpetro, contratada pela Petrobras para fazer a segurança patrimonial dos dutos da empresa na região.

    Todos são acusados de organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa e furto qualificado.

    Através de quebra de sigilo bancário e de interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça, as investigações mostraram que o combustível roubado é levado para uma empresa no município de Rolândia, no Paraná.

  • Numa kombi

    Audácia: ladrões roubam playground no Pilarzinho. Veja vídeo

    Audácia: ladrões roubam playground no Pilarzinho. Veja vídeo

    Dois ladrões ousados furtaram um playground de uma loja infantil na Rua São Salvador, no Pilarzinho. O crime aconteceu no sábado (2) pela manhã e foi flagrado por uma câmeras de segurança.  Eles usaram uma kombi para levar um escorregador e um castelo em cerca de 3 minutos. 

    Quem tiver qualquer informação pode ligar para o número 197 Disque Denúncia da Polícia Civil ou através do (41) 99281-7392 ou 3218-6100 da Delegacia de Furtos e Roubos.

  • Sindarspen

    Agente temporário PSS é feito refém na Casa de Custódia de Piraquara

    Agente temporário PSS é feito refém na Casa de Custódia de Piraquara
    (Foto: Reprodução/Depen)

    Um agente de cadeia foi tomado como refém na tarde desta segunda-feira (4/11) por presos de um dos contêineres instalados na Casa de Custódia de Piraquara. Informações preliminares apontam que a ação foi de uma das três facções criminosas que estão na unidade. A informação é do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Parabná (Sindarspen).

    Segundo o sindicato, a vítima é um trabalhador contratado via Processo Seletivo Simplificado (PSS), ou seja, recebe um pouco mais da metade do salário de um agente penitenciário e não conta com a estabilidade de um servidor do Estado. Atualmente, trabalham no Paraná cerca de 1.200 agentes de cadeia, lotados em carceragens e presídios.

    O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná está acompanhando a questão. A entidade volta a suscitar a denúncia que vem sendo feito às autoridades e à sociedade em geral: o sistema penitenciário paranaense está à beira de um colapso por causa da falta de servidores.

    A Casa de Custódia de Piraquara, por exemplo, tem cerca de 1.600 presos e apenas 25 agentes (entre servidores de carreira e temporários) para dar conta da custódia e movimentação de toda essa massa carcerária.

    A mesma deficiência é encontrada em todo o estado. Desde 2010, o número de presos nos presídios do Paraná subiu de 14 mil para 22 mil, enquanto o número de agentes caiu. Das 4.131 vagas na carreira de agente penitenciário, atualmente, apenas 3.098 estão ocupadas.

    Para atender a demanda da segurança pública do estado, há a necessidade de contratação imediata de 4.300 agentes e de mais 2.100 para trabalharem nas unidades previstas para serem inauguradas pelo governo, conforme dimensionamento feito pelo próprio DEPEN.

    Há 6 anos não há concurso público para a área. A falta de agentes penitenciários compromete a segurança dos presídios e de toda a sociedade já que tudo que acontece numa unidade penal tem repercussão direta na prática de crimes nas ruas.

  • Operação Finados

    Mesmo com um dia a menos, feriado teve mais mortes nas rodovias estaduais do Paraná

    Mesmo com um dia a menos, feriado teve mais mortes nas rodovias estaduais do Paraná
    (Foto: PMPR)

    Nos três dias de feriado de Finados, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) autou na Operação Finados. O trabalho iniciou-se na sexta-feira (01/11) e encerrou-se à meia-noite de domingo (03/11), com quatro prisões por embriaguez ao volante e mais de 1 mil autuações lavradas por infrações de trânsito. Durante o feriado houve 65 acidentes, com 69 feridos e seis óbitos.

    Em comparação com o mesmo feriado de 2018, que foi mais longo que este ano, houve um aumento de 18,8% nos acidentes (de 55 para 65), de 50% de pessoas feridas (de 46 subiu para 69) e de 50% nas mortes (de 4 para 6).

    A fiscalização intensa das equipes rodoviárias policiais focou a incidência de embriaguez ao volante e o excesso de velocidade, com abordagens a motoristas, operações bloqueio, aplicação de radares móveis em pontos estratégicos e, também, testes etilométricos. O resultado foi de quatro prisões por embriaguez ao volante, mais oito autuações pelo artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), além de 1.130 imagens de radar e 1.043 autuações de infração de trânsito.

    LITORAL – Um dos destinos mais visados pelos paranaenses por conta do forte calor, o Litoral do estado teve três acidentes, e uma pessoa ferida, sem registro de óbito. Mesmo assim, houve casos de excesso de velocidade nas rodovias estaduais da região. As equipes policiais fizeram 211 imagens de radar, que depois foram enviadas ao Departamento de Estradas e Rodagem (DER) para serem analisadas.

  • Só um preso

    PM acaba com festa regada a drogas e bebida nas areias de balneário no Litoral do Paraná

    PM acaba com festa regada a drogas e bebida nas areias de balneário no Litoral do Paraná
    (Foto: Colaboração)

    Policiais militares e guardas municipais acabaram com uma festa clandestina que acontecia nas areias da praia do Balneário Rivieira 2, em Matinhos, no Litoral paranaense, na madrigada de domingo (3). Mais de 100 pessoas foram abordadas e os agentes flagraram cocaína, maconha, LSD, e até um frasco de lança perfume.  Quando os policiais chegaram, várias pessoas jogaram drogas na rola marítima. Apenas uma pessoa foi presa por porte de drogra. Ele  foi encaminhado ao Cartório da 2ª Companhia PM, para ser ouvido em Termo Circunstanciado.


  • Contrabando

    PRF apreende van 'abarrotada' de cigarros ilegais no oeste do Paraná

    PRF apreende van 'abarrotada' de cigarros ilegais no oeste do Paraná
    (Foto: PRF)

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 60 mil carteiras de cigarro na madrugada desta segunda-feira (4) em Francisco Alves, município da região oeste do Paraná.

    Contrabandeada do Paraguai, a carga era transportada em um furgão Renault Master. Por volta das 5 horas da madrugada, uma equipe da PRF que fazia ronda pela BR-272 percebeu a van em atitude suspeita, e resolveu abordá-la.

    O motorista desobedeceu a ordem de parada e, mais à frente, ingressou em uma estrada de terra. Ele acabou por abandonar o veículo e ainda não foi localizado.

    A PRF encaminhou a ocorrência para a Receita Federal em Guaíra.

  • Susto

    Casa de madeira é destruída por fogo no bairro Água Verde

    Uma casa de madeira pegou fogo na manhã desta segunda-feira,4, na Rua Silveira Neto, no bairro Água Verde, em Curitiba. Segundo a vizinhança, o morador teria ateado fogo na própria residência, mas apenas a perícia poderá apontar o que aconteceu.

    De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros houve um chamado para um princípio de incêndio em residência no endereço Foi feita uma busca na casa para verificar se havia alguém dentro da casa e ninguém foi encontrado. 

DESTAQUES DOS EDITORES