Plantão de polícia

Noticiário policial produzido pela equipe do Portal Bem Paraná

Publicidade

PM inaugura memorial em Colombo que homenageia os cães policiais

Uma parceria feita entre a Companhia de Operações com Cães (COC), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), e o crematório de animais Pet Word resultou em um memorial para eternizar e homenagear os cães policiais. A homenagem foi feita na manhã de quinta-feira (13/12), na cidade de Colombo. Estiveram presentes oficiais e praças do BOPE e do Corpo de Bombeiros.

Para o Comandante do BOPE, tenente-coronel Hudson Leôncio Teixeira, essa é uma forma de homenagear e os animais que fazem parte da atividade policial militar. “É uma iniciativa bacana que chega a emocionar os nossos policiais, uma vez que o cão policial é um amigo e parceiro. Essa demonstração de respeito por parte da sociedade enobrece ainda mais a atividade de cinotecnia na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros”, disse.

O major Paulo Renato Aparecido Siloto, Subcomandante do batalhão, que acompanhou todo o processo, destacou a importância de criar um memorial aos cães que fazem, ou já fizeram, parte da Polícia Militar. “É uma contribuição, tanto social, com relação ao meio ambiente, quanto constitucional, porque estamos dando dignidade para esses animais que serviram a Corporação durante anos”, explica.

Para a proprietária do crematório, Leia Consani Penner, é uma forma de retribuir o serviço prestado pela Polícia Militar, principalmente os cães. “Decidimos dedicar uma parte do nosso tempo para esses cães que são heróis enquanto nós dormimos. A partir dessa preocupação decidimos fazer esse memorial para fazer valer esse respeito a eles”, explica.

“Quando um soldado-cão morre a Companhia de Operações com Cães (COC) entra em contato conosco e fazemos todo o processo de despedida e de cremação. Se for do desejo dos policiais colocamos o cão no nosso memorial”, disse Leia. O trabalho é filantrópico e o COC não tem a obrigatoriedade de levar os cães até o crematório.

Memorial – Durante o evento a proprietária explicou as simbologias do espaço. O soldado e o cão em mosaico mostram que não importa o tamanho das peças, pois na totalidade até mesmo a menor equilibra o todo. A parede de concreto simboliza a muralha que os policiais representam para a sociedade e, os jasmins, que crescem atrás, a fragilidade de cada um. A Vossa Oração é colocada ao lado do policial, para que cada pessoa que o fizer possa pedir proteção aos militares que estão nas ruas. Ao redor do memorial está a planta espada de São Jorge, que reforça esse pedido.

“Na nossa Corporação, o cão, após aposentado é monitorado, mesmo que ele tenha sido doado para uma pessoa que não seja militar, e quando esse cão vem a falecer os nossos policiais buscam o animal e fazem a cremação e o registro no nosso memorial que vai ficar eternizado para a Companhia de Operações com Cães (COC), para o BOPE e para a PM’, finalizou o major Siloto.

Quem faz o blog

DESTAQUES DOS EDITORES