• Eleições 2022

    Paulo Eduardo Martins recebe apoio de Ratinho Jr na disputa pelo Senado

    (Foto: Divulgação)

    Paulo Eduardo Martins (PL-PR) é o nome escolhido pelo governador Ratinho Junior para a única vaga do Paraná ao Senado nas eleições de outubro. A definição veio neste sábado (30/07), numa coletiva de imprensa um pouco antes de o governador subir ao palco na Convenção estadual do PSD, em Pinhais. “Nós temos uma aliança muito ampla com partidos inclusive que têm candidatos a presidente e senador. Nós respeitamos todos eles porque estão unidos com a gente aqui no projeto do estado. Eu tenho um candidato pessoal que está sendo contruído, que é o Paulo Partins, que ainda está sendo homologada sua candidatura”, declarou Ratinho Júnior. O governador paranaense também confirmou palanque para o presidente da República. “Todo mundo sabe da gratidão que tenho pelo presidente Bolsonaro porque foi o governo que mais investiu no Paraná nos últimos 30 anos, só na parte de obras e infraestrutura foram mais de R$ 2 bilhões. Então como reconhecimento, temos a obrigação de apoiar a candidatura do presidente Bolsonaro”, completou.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições

    PMN escolhe professora como candidata ao governo no Paraná

    (Foto: Divulgação)

    O PMN também fez convenção neste sábado (30) no Auditório do Saint Louis Business Center, na Rua Emiliano Perneta, 725. Solange Ferreira Bueno foi confirmada como candidata ao governo do Paraná.

    Ela é natural de Maringá, no norte do estado, é a primeira vez que disputará um cargo público nas eleições. Tem 55 anos e é professora de música. O partido não terá postulante ao Senado.

  • Eleições

    PSD oficializa candidatura de Ratinho Junior à reeleição no Paraná

    (Foto: Luis Pedruco)

    Cerca de cinco mil pessoas acompanharam na manhã deste sábado (30) a convenção estadual do Partido Social Democrático (PSD) do Paraná, em que foi oficializada a candidatura do governador Carlos Massa Ratinho Junior à reeleição. No mesmo evento, a legenda também formalizou as candidaturas de 55 candidatos a deputados estaduais e 31 deputados federais, à vice-governador, novamente com o empresário e presidente licenciado da FACIAP, Darci Piana.

    O objetivo do PSD é ampliar a sua presença como a maior força política paranaense, que atualmente já comanda 141 prefeituras, mais de um terço do total de municípios do estado, além de 55 vice-prefeitos e 659 vereadores. O partido também tem a maior bancada da ALEP, com 16 deputados estaduais, e seis deputados federais Ratinho Junior está à frente do Governo do Estado desde janeiro de 2019.

    Com alianças já confirmadas com o Partido Progressistas (PP), o Movimento Democrático do Brasil (MDB), o Solidariedade e o Republicanos, além de outros apoios esperados até o fim do prazo para registro das candidaturas, que termina em 15 de agosto, a intenção é contar com amplo apoio em nível estadual e federal. 

     


    Em seu primeiro discurso como candidato oficial, Ratinho Junior disse que a sua missão é manter o ambiente de união política iniciado em 2019 no Paraná para que o estado continue a se desenvolver socioeconomicamente de maneira sustentável. “Depois de 30 anos de brigas políticas, em que governadores e senadores sequer se falavam, nós temos um estado pacificado, com uma ampla base de apoio, o que nos permitiu avançar muito nos últimos três anos e meio”, afirmou o governador.

    “Batemos recordes na geração de empregos e na abertura de novas empresas, atraímos R$ 120 bilhões em investimentos privados para a instalação de novas indústrias e tiramos grandes obras do papel que eram aguardadas há décadas, como a segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai em Foz do Iguaçu, a engorda da orla de Matinhos e rodovia

    “Tiramos grandes obras do papel, como a revitalização da orla de Matinhos, que era falada desde 1996, estamos duplicando a Rodovia dos Minérios e construindo o Hospital Geral de Colombo, que são obras melhoram a vida dos moradores da região metropolitana”, disse Ratinho Junior, citando alguns exemplos do maior pacote de investimentos já feitos em obras nas mais variadas áreas e que abrangem todas as regiões do Paraná.

    CURRÍCULO – Carlos Massa Ratinho Junior tem 41 anos e é natural de Jandaia do Sul, na região do Vale do Ivaí. Formado em Marketing e pós-graduado em Direito, atuou como empresário no ramo da comunicação até ingressar na vida política, aos 21 anos, quando se elegeu deputado estadual. Depois, foi eleito duas vezes deputado federal e retornou à Assembleia Legislativa, além de ter sido Secretário de Desenvolvimento Urbano do Paraná.

    Em 2018, Ratinho Junior foi eleito governador em primeiro turno por 3,2 milhões de paranaenses, o equivalente a 60% dos votos válidos. Oito levantamentos realizados por cinco diferentes institutos de pesquisa desde março até o momento apontam um cenário parecido para 2022, com possibilidades claras de reeleição do governador em primeiro turno.

    PLANO DE GOVERNO PARTICIPATIVO – Com o intuito de complementar o seu plano de governo, o PSD lançou um aplicativo para smartphones para que os interessados enviem críticas e sugestões em áreas como saúde, segurança, tributação, educação e saneamento, entre outros temas que impactam a gestão pública e a vida das pessoas.

  • Convenção

    Com a presença de Ciro Gomes, PDT lança Ricardo Gomyde ao governo do Paraná

    (Foto: Robson Mafra)

    O PDT Paraná realizou neste sábado a Convenção Estadual, no Clube Dom Pedro II, das 09h às 12h, com a presença do candidato a presidente, Ciro Gomes, e do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Foram lançadas as pré-candidaturas do ex-deputado federal Ricardo Gomyde a governador.  Também foi anunciada pelas lideranças nacionais a pré-candidatura da professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Eneida Desiree Salgado, ao Senado pelo partido.


    O presidente do PDT Paraná, André Menegotto, destacou a apresentação do Plano de Governo do partido, denominado Projeto Paraná, durante a Convenção. “O Projeto Paraná, que vem sendo construído coletivamente há mais de dois anos. Percorremos todas as regiões do estado fazendo um debate ativo sobre ações estratégicas, vocações regionais e para saber quais são as principais demandas dos e das paranaenses”, afirmou.




    A candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República foi homologada em Convenção Nacional do PDT, realizada no dia 20 de julho em Brasília.

     
    O PDT Paraná pretende lançar chapa completa para a Câmara Federal e para a Assembleia Legislativa do Paraná.

     

    Quem é Ricardo Gomyde

    Ricardo Gomyde tem 52 anos, é filho de Gilberto Barreto Gomyde e Neusa Maria Crachineski, e pai de dois filhos. Nascido em Ibaiti, reside em Curitiba desde 1978.
     É advogado, foi vereador por Curitiba, deputado federal e secretário estadual de Esporte. No Governo Federal, assumiu a Secretaria Nacional de Futebol no Ministério do Esporte e foi gestor da Copa do Mundo de futebol em 2014 e dos jogos olímpicos de 2016. Em 2014 foi candidato ao senado fazendo 12,51% (666.438) dos votos do Paraná.

    Quem é Desiree


    Eneida Desiree Salgado tem 47 anos, nascida em Curitiba, filha Enio Celso Salgado e Neuza Belotto Salgado. É mãe da Ana Clara e esposa do João.  Doutora em Direito do Estado e professora de Direito Constitucional e Direito Eleitoral na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Pesquisadora e autora, é a idealizadora do “Política Por/De/Para Mulheres”. “Sempre incentivei as mulheres a participarem dos espaços de poder e da tomada de decisões, com pesquisas e cursos de iniciação à formação política para mulheres. Agora, resolvi sair para a praça e lutar pela igualdade no campo eleitoral”, afirma Desiree.

  • Eleições

    Partido Solidariedade declara apoio à candidatura de Ratinho Jr

    (Foto: Divulgação)


    O Partido Solidariedade realizou na noite desta sexta-feira (29) a sua convenção estadual no Paraná, em que formalizou o apoio à candidatura do atual governador Carlos Massa Ratinho Junior, do Partido Social Democrático (PSD), à reeleição. O evento, que também serviu de lançamento para as candidaturas para deputados estaduais e federais da legenda, aconteceu no Clube Dom Pedro II, em Curitiba.  O Solidariedade é o terceiro partido a formalizar a coligação de apoio à Ratinho Junior, que anteriormente já havia recebido os apoios dos diretórios estaduais do Partido Progressistas (PP) e do Movimento Democrático do Brasil (MDB).

    Segundo o presidente do diretório estadual e pré-candidato à reeleição, deputado federal Luizão Goulart, o partido conta com uma chapa forte para as eleições de 2022, com a meta de conquistar as primeiras cadeiras na Assembleia Legislativa e ampliar seu espaço na Câmara dos Deputados. “O Solidariedade tem um compromisso com o crescimento do nosso Estado e a nossa chapa reflete isso. São candidatos e candidatas empenhados em fortalecer a boa política e fazer a diferença com suas atuações”, disse.

    “Nós acreditamos que o Paraná está no caminho certo, o do desenvolvimento. O governador e seu time estão preparando o estado para o futuro e nós queremos continuar ajudando o seu governo a ser o melhor de todos os tempos”, garantiu Goulart.

    Em seu discurso, o atual governador agradeceu a confiança e o apoio dos membros do Solidariedade e disse que pretende fazer um segundo mandato de união em prol da população paranaense, o que tem tornado o Paraná uma referência em áreas como infraestrutura, saúde, economia e sustentabilidade.  

  • Eleições 2022

    Paraná tem 1.726 políticos ou agentes públicos com contas irregulares e que podem ficar inelegíveis

    Lista foi entregue pelo presidente do TCE, Fábio Camargo, ao presidente do TRE, Wellington de Moura
    Lista foi entregue pelo presidente do TCE, Fábio Camargo, ao presidente do TRE, Wellington de Moura (Foto: Marcelo Lancia/Divulgação TCE-PR)

    O Paraná tem 1.726 políticos e agentes públicos com contas julgadas irregulares e que podem ficar inelegíveis para as eleições de outubro deste ano. A lista foi entregue nesta quinta-feira (28) pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PR), Fábio Camargo, ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR), desembargador Wellington de Moura. A relação servirá de base para a Justiça Eleitoral analisar os pedidos de registro de candidaturas às eleições de outubro, validando-as ou não.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições 2022

    PDT do Paraná faz convenção no sábado e deve lançar Gomyde para o governo

    Gomyde: ex-deputado federal foi lançado para o governo por Ciro Gomes
    Gomyde: ex-deputado federal foi lançado para o governo por Ciro Gomes (Foto: Franklin de Freitas)

    O PDT do Paraná faz convenção estadual no sábado em Curitiba, com a presença do candidato a presidente, Ciro Gomes, e do presidente nacional do partido, Carlos Lupi. A legenda deve confirmar a candidatura do ex-deputado federal Ricardo Gomyde ao governo do Estado e de Desiree Salgado ao Senado.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições 2022

    'Contra polarização entre Alvaro e Moro, há espaço para candidatura de esquerda ao Senado', diz ex-prefeita de Curitiba

    (Foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

    A ex-vice-prefeita de Curitiba e pré-candidata ao Senado pelo PT,  a advogada Mirian Gonçalves, afirmou nesta quinta (28) em entrevista ao Bem Paraná que a polarização da disputa pelo Senado entre o senador Alvaro Dias (Podemos) e Sérgio Moro (União Brasil) pode abrir espaço para uma candidatura da esquerda no Paraná que faça o contraponto.

    "Alvaro Dias e Sérgio Moro representam o mesmo seguimento da sociedade, conservador, de direita à extrema direita. Além deles há outras candidaturas na mesma linha como Paulo Martins, Pessuti e Guto Silva. Desse modo, não tenho qualquer dúvida de que há espaço para uma candidatura que reúna o campo da esquerda, que defenda a democracia e os direitos sociais.  O Paraná tem a possibilidade de optar por quem faça o contra-ponto a eles", afirmou Mirian.  "O ex-deputado Dr Rosinha fez mais de 463 mil votos para governador e eu 600 mil para o Senado Federal, numa conjuntura muito adversa, com Lula, impedido de ser candidato em uma campanha sem precedentes contra o PT. Todos os partidos da Federação têm condições de indicar um bom candidato", disse ela.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições 2022

    Justiça manda Requião apagar publicação com 'fake news' contra Ratinho Jr

    Requião (PT): ex-governador já havia sido multado na terça-feira por propaganda eleitoral negativa antecipada
    Requião (PT): ex-governador já havia sido multado na terça-feira por propaganda eleitoral negativa antecipada (Foto: Franklin de Freitas)

    O juiz auxiliar auxiliar Roberto Aurichio Junior acatou pedido de liminar do PSD – partido do governador e pré-candidato à reeleição, Ratinho Júnior – e determinou que o ex-governador e candidato do PT ao governo, Roberto Requião, apague publicação no twitter com informações falsas contra seu adversário, sob pena de multa de R$ 10 mil. Na publicação, feita em 25 de julho, Requião escreveu um trecho de sua entrevista concedida à Rádio Clube FM 94.1, nestes termos: “O Governo do Rato não investiu no Paraná. É o investimento mais baixo da história do estado. O Paraná é o 20º estado em investimento, sendo o 4º maior estado em PIB. O dinheiro está indo para fora, só negociata”.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Mei

    Assembleia rebate críticas a projeto que permite ao Paraná receber lixo de outros estados

    Veto do governador Ratinho Jr foi derrubado com votos dos deputados da base do governo
    Veto do governador Ratinho Jr foi derrubado com votos dos deputados da base do governo (Foto: Franklin de Freitas)

    A Assembleia Legislativa divulgou ontem nota rebatendo as críticas ao projeto aprovado pela Casa que permite ao Paraná receber lixo de outros estados. Na segunda-feira, os deputados da base do governo derrubaram veto parcial do governador Ratinho Júnior (PSD) à proposta.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Diap

    Paraná tem sete parlamentares entre os 'cabeças' do Congresso

    Congresso: 'cabeças' são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades descritas na publicação
    Congresso: 'cabeças' são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades descritas na publicação (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

    Sete parlamentares do Paraná estão na lista dos 100 'cabeças' do Congresso do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). São eles os deputados Enio Verri (PT), Gleisi Hoffmann (PT), Gustavo Fruet (PDT), Luisa Canziani (PSD), Ricardo Barros (PP), Rubens Bueno (Cidadania) e o senador Alvaro Dias (Podemos).

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Senado

    Reforma tributária deve ficar para 2023

    A reforma tributária não foi aprovada pelos senadores no primeiro semestre de 2022. E com a corrida eleitoral do segundo semestre, a reformulação do sistema tributário nacional pode acabar ficando para 2023.

    O ano de 2022 começou com otimismo: o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Davi Alcolumbre (União-AP), prometeu que a reforma tributária teria prioridade na comissão. Foi o próprio Davi que apresentara a PEC da Reforma Tributária no Senado (PEC 110/2019).

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições 2022

    Requião é multado por propaganda eleitoral negativa antecipada

    Requião (PT): justiça acatou ação do PSD do governador Ratinho Jr
    Requião (PT): justiça acatou ação do PSD do governador Ratinho Jr (Foto: Franklin de Freitas)

    O ex-governador e candidato do PT ao governo do Estado, Roberto Requião, foi multado ontem em R$ 5 mil pela Justiça por propaganda eleitoral negativa antecipada contra o governador Ratinho Júnior (PSD). O juiz auxiliar Roberto Aurichio Junior acatou ação do PSD de Ratinho Jr contra publicações em redes sociais por Requião contra o governador.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Ministério Público

    Gaeco cumpre 6 mandados de prisão em Guarapuava contra suspeitos de corrupção no DER

    (Foto: Divulgação Gaeco PR)

    O Ministério Público do Paraná, por meio dos núcleos de Guarapuava do Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), prendeu preventivamente seis pessoas acusadas de crimes contra a administração pública. Os mandados, cumpridos nesta quarta-feira, 27 de julho, incluiam ainda outros 19 mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Fora de Área.

    São investigados os crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro possivelmente cometidos por organização criminosa com atuação a partir de contratos mantidos pelo Departamento de Estradas de Rodagens do Paraná (DER). As ordens judiciais foram expedidas pela 2ª Vara Criminal de Guarapuava.

    Com os suspeitos foram apreendidas armas de fogo, R$ 6 mil e R$ 10 mil.; 

    Funcionamento

    De acordo com apuração do MPPR, uma empresa contratada pela autarquia estadual para serviços variados, que incluíam desde roçada a obras de engenharia, executava trabalhos incompletos ou irregulares sem que houvesse efetiva fiscalização, nem pelos servidores do próprio DER, nem por empresa terceirizada contratada em 2018 especialmente para essa finalidade. As investigações demonstraram, inclusive, que houve falsificação de algumas medições, o que teria motivado atuação do Tribunal de Contas do Estado do Paraná. As apurações do MPPR identificaram ainda a existência de relações mantidas por funcionários do DER com a empresa a partir de contratos firmados em 2012.

    Em um contrato de 2018 mantido pelo DER para a duplicação da PR 466 em Guarapuava, a auditoria do TCE estimou prejuízo de R$ 4.246.057,58 em razão da qualidade inferior do pavimento aplicado. O dinheiro teria sido desviado em benefício de servidores e de um grupo empresarial sediado em Guarapuava, com filiais em Francisco Beltrão e Cascavel e no Paraguai. Na auditoria, o TCE apontou que o órgão estadual deveria ter rejeitado a execução do contrato por deficiência.

    Os valores repassados em benefício dos servidores teriam sido dissimulados por meio de transferências (feitas pela empresa contratada pelo DER e por seu proprietário) para uma empresa de fachada. Foram identificados repasses de valores (entre janeiro de 2017 e dezembro de 2018) pela empresa contratada pelo DER e por seu proprietário para empresa do marido de uma servidora, que totaliza R$ 1,145 milhão – valores que em seguida eram transferidos para contas de empresa familiar ou de familiares. Apura-se também como pagamento de propina para um servidor o recebimento de um veículo, além de pagamento das despesas pessoais em um supermercado de Guarapuava.

    Mandados – Os alvos dos mandados de prisão cumpridos nesta quarta-feira (27) são o proprietário e dois funcionários do grupo empresarial investigado, dois servidores do DER responsáveis pela fiscalização dos contratos suspeitos e o marido de uma servidora. Os mandados de busca são cumpridos em nove residências (sete em Guarapuava, uma em Ponta Grossa e uma em Pitanga), três salas de trabalho no DER (uma em Guarapuava e duas em Ponta Grossa) e sete empresas (seis em Guarapuava e uma em Ponta Grossa).

    O nome da operação faz alusão ao fato de que, de acordo com as apurações, os servidores do DER, embora recebendo semanalmente diárias para locomoção até as rodovias para a fiscalização de obras e serviços, permaneciam em suas residências ou na sede da autarquia onde estavam lotados. O recebimento indevido das diárias, que caracteriza crime de peculato, gerou, somente em 2019, prejuízo aos cofres públicos estimado em pelo menos R$ 14 mil.

  • Eleições 2022

    UFPR cancela evento político no Teatro da Reitoria

    (Foto: Divulgação/ UFPR)
    A Universidade Federal do Paraná (UFPR) cancelou a realização do  lançamento do 'Comitê Popular de Luta da UFPR' no Teatro da Reitoria, evento que  estava previsto para acontecer no fim da tarde desta terça-feira (26). A decisão foi tomada pelo reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, e comunicada publicamente em entrevista ao jornalista Roger Pereira, do jornal Gazeta do Povo.

    A suspensão ocorreu após pedido formal de cancelamento pela ex-estudante de Direito da UFPR e pré-candidata à deputada estadual pelo Partido Novo, Anne Dias. Em ofício protocolado na manhã desta terça, ela argumenta que o lançamento do 'Comitê Popular' seria ilegal por desrespeitar o Regimento Geral da universidade, que proíbe a realização de atividades político-partidárias nos espaços da UFPR. O evento era organizado por entidades sindicais e estudantis e previa participação de três pré-candidatas ao cargo de deputada pelo Partido dos Trabalhadores (PT): Carol Dartora, Professora Josete e Ana Júlia, sendo duas delas vereadoras em exercício.

    "A Reitoria da UFPR demonstrou bom senso, postura de diálogo e atitude para proteger a universidade de quem pretende transformá-la em palanque eleitoral. Quero reforçar que estarei de olho para outras situações como essa e incentivo que as pessoas fiscalizem e denunciem o uso de espaços institucionais e públicos para interesses pessoais ou partidários. O preço da liberdade é a eterna vigilância, já diz uma frase atribuída a Thomas Jefferson", afirmou Anne Dias. O lançamento do 'Comitê Popular' ocorreu na calçada, em frente ao Teatro da Reitoria, sem utilizar o espaço interno da universidade.

    Regimento Geral
    O artigo 176 do Regimento Geral da UFPR diz que "A representação estudantil terá por objeto promover a cooperação da comunidade acadêmica e o aprimoramento da instituição, vedadas atividades de natureza político-partidárias." O evento do 'Comitê Popular de Luta da UFPR', como estava previsto, contrariava a determinação legal da universidade. "O PT queria criar um comitê de campanha dentro da UFPR, às vésperas das eleições. Isso é ilegal. O evento era claramente partidário. Além das pré-candidatas do partido, o cartaz de divulgação traz um L em referência ao Lula, e uma estrela do PT. Em 2018, tentei organizar um evento com o Henrique Meirelles, na época pré-candidato à Presidência, e fui barrada pela universidade com base no Regimento Geral, que proíbe atividades político-partidárias", afirmou Anne Dias.

    O reitor Ricardo Marcelo Fonseca concordou com a argumentação do ofício de Anne Dias e cancelou a autorização já dada para o evento. "Ocorre que, depois, analisando as características da divulgação interpretamos a possibilidade de controvérsia sobre a existência ou não de um viés partidário e, com base nisso, e para que não haja o risco de quem alguém diga que a universidade tem lado ou que está ofendendo a lei eleitoral, houvemos por bem chamar os organizadores e dizer que era melhor não fazer no Teatro da Reitoria", declarou o reitor em entrevista ao jornalista Roger Pereira.

  • Eleições 2022

    Partido de Sergio Moro fecha apoio à reeleição de Ratinho Jr

    Ratinho Jr (PSD) e Moro (União Brasil): juntos no mesmo palanque
    Ratinho Jr (PSD) e Moro (União Brasil): juntos no mesmo palanque (Foto: reprodução/Facebook/Ratinho Jr)

    O União Brasil – partido do ex-juiz Sergio Moro – fechou hoje acordo para apoiar a reeleição do governador Ratinho Júnior (PSD). A aliança foi anunciada nas redes sociais pelo presidente estadual da legenda, deputado federal Felipe Francischini.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições 2022

    PSD oficializa candidatura à reeleição de Ratinho Jr no sábado

    Ratinho Jr (PSD): partido também formalizará candidaturas à Assembleia e Câmara Federal
    Ratinho Jr (PSD): partido também formalizará candidaturas à Assembleia e Câmara Federal (Foto: Franklin de Freitas)

    O Partido Social Democrático (PSD) do Paraná oficializa no próximo sábado (30) a candidatura do governador Ratinho Junior à reeleição ao governo do Estado. No evento, que acontece no Expotrade Convention Center, em Pinhais, também serão formalizadas as candidaturas do partido à Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições 2022

    MDB do Paraná confirma apoio à reeleição de Ratinho Jr e lança Pessuti para o Senado

    Ratinho Jr (PSD) e Pessuti (MDB) na convenção do MDB: aliados
    Ratinho Jr (PSD) e Pessuti (MDB) na convenção do MDB: aliados (Foto: divulgação)

    Em convenção na noite de ontem, em Curitiba, o MDB do Paraná aprovou o apoio do partido à reeleição do governador Ratinho Júnior (PSD). A legenda também homologou os candidatos a deputado federal e estadual e a candidatura do ex-governador Orlando Pessuti ao Senado.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Meio ambiente

    Assembleia derruba veto e permite que Paraná receba lixo de outros estados

    Veto do governador Ratinho Jr foi derrubado com votos dos deputados da base do governo
    Veto do governador Ratinho Jr foi derrubado com votos dos deputados da base do governo (Foto: Franklin de Freitas)

    A Assembleia Legislativa derrubou ontem veto parcial do governador Ratinho Júnior (PSD) a projeto aprovado pela Casa que trata do gerenciamento de resíduos e aterros sanitários no Paraná. Com a derrubada, a lei passa a permitir que o Paraná receba lixo de outros estados, além de dispensar a geração de energia com o manejo dos aterros sanitários. O veto foi derrubado por 29 votos a 13. Os votos pela rejeição do veto vieram da própria base do governo na Casa, enquanto a oposição votou para mantê-lo.

    Clique aqui para ler esse post completo.

  • Eleições 2022

    PSD faz convenção para oficializar candidatura de Ratinho Junior à reeleição no Paraná

    O Partido Social Democrático (PSD) do Paraná vai oficializar a candidatura do governador Carlos Massa Ratinho Junior à reeleição ao Governo do Estado. No evento, que acontece no Expotrade Convention Center, em Pinhais, a partir das 10 horas deste sábado, 30 de julho, também serão formalizadas as candidaturas do partido à Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

    A convenção contará com a presença da direção estadual da sigla, além dos deputados estaduais e federais, vereadores e lideranças políticas que postulam cargos nestas eleições. Além da escolha da chapa, o partido também irá definir as estratégias a serem utilizadas até a votação, marcada para o dia 2 de outubro.

    O PSD detém o comando de 141 prefeituras, 55 vice-prefeitos e 659 vereadores. O PSD Paraná também possui atualmente a maior bancada da ALEP, com 16 deputados estaduais, e seis deputados federais que defendem os interesses dos paranaenses em Brasília.

    SERVIÇO

    Convenção partidária do PSD Paraná
    Data: 30 de julho (sábado)
    Horário: 10 horas
    Local: Expotrade Convention Center - Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel, 10454 - Vila Amélia, Pinhais