Política em Debate

Política em Debate

Publicidade
Política em Debate

Ratinho Jr quer que Copel e governo Cida suspendam reajuste de 15,99% na tarifa de energia

Ratinho Jr quer que Copel e governo Cida suspendam reajuste de 15,99% na tarifa de energia
(Foto: Sandro Nascimento/Alep)

O deputado estadual Ratinho Júnior (PSD) anunciou que pretende mobilizar as bancadas do PSD e do PSC e outros aliados para barrar o aumento médio de 15,99% das tarifas da energia elétrica que passa a valer a partir de domingo. Para o deputado, o aumento penaliza a sociedade e dificulta a atividade econômica no estado, diminuindo a geração de emprego e renda.

A estratégia de Ratinho Jr é apresentar na sessão da Assembleia Legislativa da próxima segunda-feira (25), um requerimento solicitando à Copel e ao governo estadual a revisão do reajuste.

O aumento passa a valer já neste domingo para 4,5 milhões de unidades consumidoras do Paraná. Consumidores residenciais e de comércios de pequeno porte terão reajustes de 15,3%. Os consumidores industriais e de estabelecimentos de grande porte terão elevados em 17,55%.

Segundo o diretor executivo da Associação Brasileira de Produtores de Proteína Animal(ABPA), Ricardo Santin, esse reajuste vem em péssima hora. “A energia é o insumo básico para praticamente toda cadeia do setor produtivo e o aumento vai impactar no aumento dos custos e no produto final”. Ele explica que no caso dos frigoríficos o problema é ainda maior.

“Os frigoríficos de médio porte gastam entre R$ 600 mil a R$ 800 mil por mês com energia. Imagine que 17,55% pode representar algo em torno de R$ 150 mil a mais na planilha de custos. E na produção intensiva de aves há a ainda a necessidade da ambiência, que nada mais é que a garantia de conforto térmico para maximização dos resultados. Nesta época de inverno, principalmente na região Sul onde está o Paraná, a demanda aumenta naturalmente, em função da predominância do frio”, destaca.

 

DESTAQUES DOS EDITORES