• Congresso da ABED abordará diversos temas na área de inclusão na EaD

     

     

    Na 24ª edição do Congresso Internacional de Educação a Distância da ABED, que se inicia nesta quarta-feira (03/10) e prossegue até sábado (06/10), em Florianópolis, acadêmicos de instituições de ensino de todo o país, vão apresentar suas pesquisas nas áreas de acessibilidade, incluindo Audiodescrição e Libras.

    Confira alguns desses temas correlatos ao tema da inclusão com seus respctivos acadêmicos e Instituições de Ensino Superior. O Centro Universitário Uninter ea Universidade Positivo estão entre as instituições do Paraná, que abordarão o tema. 

    Programação completa aqui

    Dia 03/10 - 15h39
    A AUDIODESCRIÇÃO DE IMAGENS EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: PROMOVENDO A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL NA EAD
    [A] Deise do Amaral Tyska - IFRS
    Lizandra Brasil Estabel - IFRS

    03/10 - 16h às 18h
    INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
    A demanda por inclusão em todos os níveis educacionais não só é lei, como tem apresentado um aumento considerável de alunos, com cada vez mais pessoas com necessidades especiais solicitando acesso ao Ensino Superior, inclusive na modalidade a distância. Trata-se de um grande desafio para as instituições que devem desenvolver estratégias para garantir o atendimento à diversidade. O Censo EAD.BR, com a expertise de pesquisadoras envolvidas com a inclusão no Ensino Superior, fez um levantamento das práticas efetivas de inclusão na EAD brasileira. A mesa redonda tem por objetivo apresentar uma análise dos dados levantados sobre acessibilidade e inclusão, discutir as conquistas já alcançadas nesta área e identificar as demandas por aperfeiçoamento no atendimento a necessidades especiais pelos programas de EAD no Ensino Superior.
    Betina von Staa – ABED (Coordenação)
    Tatiana dos Santos - UNIVESP
    Karina Nones Tomelin - UP
    Hermínio Kloch - UNIASSELVI
    Waleria Henrique dos Santos Leonel - UNICESUMAR
    Karin Sell Schneider Lima - UNINTER

    03/10 - 16h20
    TRANSMÍDIA E A EXPERIÊNCIA DO ESTUDANTE EM CURSOS PRESENCIAIS OU A DISTÂNCIA NO CONTEXTO DA ACESSIBILIDADE
    [A] Lane Primo – UFSC Vania R. Ulbricht – UFSC
    Luciane M. Fadel – UFSC

    03/10 - 17h
    AUDIODESCRIÇÃO: ACESSIBILIDADE PARA CURSOS EAD
    Brisa Teixeira de Oliveira - TIC TAG Comunicação e Educação Acessíveis
    [A] Andreza Regina Lopes da Silva – IPDAAL

    A ACESSIBILIDADE COMO INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DE UMA REDE INTERNACIONAL DE ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA
    [A] Soellyn Elene Bataliotti - EaD Laureate
    Gabriela Alias Rios – IFSP

    03/10 - 18h às 18h30
    ​​​​​​​EDUCAÇÃO INCLUSIVA NA EAD: OPORTUNIDADES E DESAFIOS A PARTIR DA LITERATURA
    [A] Karina Nones Tomelin - UP
    Marilia Pessanha - UP
    Izabella Romanetto Gonçalves - UP
    Adriana Pelizzari - UP

    04/10 - 16h
    MÍDIAS AUDIOVISUAIS INCLUSIVAS: UMA ABORDAGEM SOBRE A COMUNICAÇÃO ACESSÍVEL A PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL EM CURSOS DE ENSINO À DISTÂNCIA.
    [A] Daniela Cardoso Tavares - NCE /UFRJ /IPLEIRIA
    Filipe Alexandre Santos – IPLEIRIA
    Carla Freire – IPLEIRIA
    Thiago de Melo Ferreira – NCE/ UFRJ
    Marcio Rogério Penha – USP
    José Antonio dos Santos Borges - NCE /UFRJ
    Angélica F.S Dias - NCE / UFRJ
    Sandra de Oliveira – Liberato

     

  • 500 formas de empatia: alunos da Escola Atuação pensam o futuro

    Alunos apresentam trabalhos na Feira do Saber

    Durante dois dias os alunos das duas sedes da Escola Atuação, em Curitiba, apresentaram mais de 500 trabalhos na Feira do Saber. A atividade foi baseada no Projeto Anual da Instituição, que engloba a empatia, gentileza e solidariedades. Alunos do Maternal I ao 9º ano participaram organizaram os processos de produção desde a pesquisa, até o desenvolvimento e apresentação.

    Para a psicopedagoga e diretora da instituição de ensino, Esther Cristina Pereira, a escola precisa reforçar valores. “Trabalhamos muito a questão do caráter, da personalidade, do comportamento, valorizando o ser e não o ter. O aluno Atuação é um ser humano preparado para enfrentar o mundo novo, de trabalho em equipe, de saber se colocar no lugar do outro, de saber calar e falar na hora certa, porque o mundo hoje não valida mais o teu currículo, mas sim tuas experiências”, esclarece a diretora.

    Os alunos do 9º ano da sede do Boqueirão, por exemplo, apresentaram trabalhos abordando a empatia por meio das artes, com exemplos na fotografia, pintura, escultura, teatro, cinema, música e dança. Empatia com os povos refugiados foi o tema de alguns alunos do 6º ano, que apresentaram fotos, dados e a visão deles sobre o assunto. Já as crianças do Jardim 2 desenvolveram os temas de outra forma, como o abraço e a família, oferecendo “abraços grátis” durante a apresentação.

    Além disso, este é um momento de muita aprendizagem, uma vez que o aluno se coloca como o agente de transmissão do conhecimento vivenciado e aprendido. “A atividade de apresentar para o público desenvolve também as habilidades de oratória, comunicação e interação”, avalia a diretora.

    Informações: Assessoria de Imprensa Escola Atuação (V3Com)

  • Encontros Desconcertantes de Priscila Prado será lançado neste sábado (22), no Solar do Rosário

     

    Foto colorida de rosto de Priscila Prado. Tem cabelos médios e encaracolados. Sorri.

    Imagine encontrar-se ao mesmo tempo com: o mundo, o outro, o limite, o tempo, a poesia, a natureza e consigo mesmo. Pode parecer algo impossível, inatingível. No entanto, a obra “Encontros Desconcertantes” (Editora Insight), de Priscila Prado, convida o leitor a buscar esses encontros por meio de 105 poemas ilustrados com fotos da autora. Entre versos e ilustrações, Priscila instiga com um humor sutil a contemplar a beleza, ao mesmo tempo que constata uma realidade – nem sempre bela.

    O livro, que teve seu pré-lançamento, este ano, na 16ª edição da FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, um dos maiores e mais importantes eventos literários do Brasil, terá seu lançamento oficial com sessão de autógrafos, em Curitiba, no Solar do Rosário, dia 22 de setembro, às 10h. Fotografias e poemas, retirados do livro, terão exposição em locais públicos de Curitiba. Além disso, como contrapartida social, haverá "rodas de bate-papo e oficinas" sobre a temática do livro até o final do ano.

    Encontros desconcertantes traz a reflexão de que os encontros do homem no mundo – que é o espaço onde ele se conhece – é desconcertante no que se refere a reconhecer-se no outro; reconhecer seus limites; o desafio do tempo; a beleza, mistério e perigos da natureza; a poesia que tudo permeia e o mais desconcertante dos encontros: encontrar consigo mesmo. O livro foi viabilizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura - Fundação Cultural de Curitiba, com incentivo do Positivo.

    Priscila, que já foi finalista do Prêmio Jabuti, em 2013, traz em seu ofício a “militância poética”. O termo, explica ela, é tornar a poesia mais acessível, espalhando ecos pelo mundo afora e tornando a poesia mais presente no cotidiano das pessoas. Com isso, a obra “Encontros Desconcertantes” ecoa para além das suas 144 páginas e chega no mobiliário público com cartazes espalhados pela cidade de Curitiba, local em que a carioca hoje reside. O livro chegará também em instituições como escolas, bibliotecas e casas de leitura com atividades lúdicas que levarão professores e estudantes a um encontro da poesia com o desafio de ser, agir, pensar e interagir.

    Sobre a autora Priscila Prado Tradutora, transita entre alguns idiomas na busca de sua própria linguagem. Alia ações culturais individuais e participação em coletivos de apoio, valorização e divulgação da literatura e da arte em geral – em particular a de autoria de mulheres. Estreou na literatura com o livro de poemas “A qualquer momento agora” (2005). Foi finalista do  Prêmio Jabuti 2013 com o livro interativo de poesia  ilustrada voltado para o público infantojuvenil  “Preguiça, Coragem e outros bichos” (2012).  Pela Editora Insight é autora também de “No Olho do Paradoxo” (2015). Mais informações: www.priscilaprado.com

    Sobre a Editora Insight: Publica livros que estimulam a imaginação, atuando principalmente nas áreas da literatura infantojuvenil, artes, livros técnicos na área do design e de cunho educacional, entre outras. Diferencia-se pelo cuidado na edição por meio de um design editorial profissional, por meio de uma parceria com a Nexo Design e ilustrações exclusivas. Outra linha de trabalho são os livros sob demanda, que possibilita a publicação de livros que não alcançariam a tiragem de uma editora tradicional. Oferece, por meio do site, serviços de divulgação e venda de livros, apoiando os autores, que poderão comercializar suas obras de uma forma simplificada e eficiente. Mais informações: www.editorainsight.com.br

    Serviço:
    Lançamento e sessão de autógrafos do livro Encontros Desconcertantes
    Autora:
     Priscila Prado Editora: Insight Ano: 2018
    Local:  Solar do Rosário (Rua Duque de Caxias, 04 - São Francisco)
    Dia:  22/09/2018 Horário: das 10h às 13h.

    Páginas: 144 páginas, com fotos.

  • Instituto Rodrigo Mendes e Unicef lançam o curso online “Portas abertas para a inclusão”

    Crianças com e sem deficiência em aula de Educação Física

    No Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, 21 de setembro, o Instituto Rodrigo Mendes (IRM) lança, em parceria com o UNICEF e a Fundação FC Barcelona, o curso Portas abertas para a inclusão na modalidade de educação a distância (EAD). O curso é totalmente gratuito e autoinstrucional, ou seja, não requer presença física nas aulas. Outro destaque é o fato de ser acessível, com recursos de Língua brasileira de sinais (Libras), legendas e audiodescrição.

    Os sete módulos que compõe o Portas abertas EAD podem ser cursados conforme o tempo disponível de cada participante. Com 40 horas de duração total, eles abordam diversos temas da inclusão escolar no Brasil: histórico e legislação, acessibilidades, práticas inclusivas e conceitos de educação física inclusiva. Os conteúdos são independentes e cada cursista pode decidir em que ordem abordá-los e quanto tempo se dedicará a concluir todos eles, com exceção do módulo "Projetos", que deve ser, obrigatoriamente, o último. As aulas do Portas abertas para a inclusão são compostas por vídeos, textos e videoaulas que articulam teoria e prática sobre educação inclusiva. Cumpridas todas as etapas, o Instituto Rodrigo Mendes emite um atestado de participação.

    “Com a versão EAD, o objetivo do Instituto é chegar a todos os municípios brasileiros. Temos evidências sólidas de que a Educação Física, quando trabalhada de maneira inclusiva, transforma a vida da escola, dos professores e, mais importante, dos estudantes, na medida em que amplia muito suas possibilidades de futuro”, diz Rodrigo Mendes, superintendente do Instituto.

    “Com o Portas abertas EAD, contribuímos para que todas as escolas públicas brasileiras possam garantir o direito de aprender a cada menina e cada menino, notadamente aqueles com deficiência”, afirma Ítalo Dutra, chefe de Educação do UNICEF no Brasil. O curso estará disponível a partir do dia 21 de setembro, e os interessados já podem realizar um pré-cadastro no site www.rm.org.br.

    Histórico - Entre 2012 e 2016, o projeto Portas abertas alcançou mais de 91 mil estudantes em 15 estados. Ao todo, 916 educadores participantes do curso foram certificados na modalidade semipresencial. O projeto se relaciona, de sua origem à expansão, com os megaeventos sediados no país nos últimos anos — a Copa do Mundo FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. “O Portas abertas já é projeto reconhecido globalmente. Agora, com a disponibilização no formato EAD, aumenta o impacto que provoca. Cada cursista pode desempenhar papel fundamental para colaborar com a inclusão de mais crianças e adolescentes na escola comum por meio da Educação Física”, diz Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil.

  • EADBOX lança aplicativo para suas plataformas de e-learning

     

    A EADBOX, startup paranaense que oferece plataformas de e-learning para empresas e profissionais, lançou recentemente um aplicativo para facilitar o acesso ao conteúdo dos cursos. No app é possível assistir aulas offline, após baixar os conteúdos. Assim, o aluno acessa quando e onde quiser, sem precisar do acesso à internet para aprender.

    Além disso, o usuário tem acesso a várias plataformas simultaneamente, acompanhando todo o conteúdo em uma só interface, de maneira organizada e intuitiva. Para Gabriella Muller, head de marketing da EADBOX, as novas facilidades do aplicativo estimulam o conhecimento e aceleram a aprendizagem. “No app, o aluno pode acessar o conteúdo das aulas tanto em vídeo quanto em power point, pdf, áudio e outros formatos”, explica.

     

    Fonte: Assessoria de Imprensa/Literal Link

  • Agosto: mês de incentivo ao aleitamento materno

     
    Banner dividido em duas partes. Na superior, em fundo azul e em letras brancas finas: Pediatra, seu consultório pode fazer a diferença... incentive a amamentação. Na parte inferior: em fundo amarelo uma mulher sorri e amamenta. Ao lado em letras azuis dentro de um coração: Prolongue esta história de amor. No canto inferior direito logo e nome da campanha: Agosto Dourado.
    Estamos no "Agosto Dourado", mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, apenas 38% das crianças são amamentadas exclusivamente conforme recomendações das entidades médicas. Há uma meta global a ser atingida até 2025, que é de pelo menos 50% dos lactentes receberem o aleitamento materno.
     
    O tema para 2018, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, é "Amamentação: a base da vida!" e o objetivo é chamar a atenção para a sua importância na construção de uma saúde com base sólida. Para ter tal repercussão na saúde de um indivíduo, a amamentação deve impactar  em todos os sistemas do organismo, tanto que o tema tem sido explorado nas diversas especialidades médicas. O pediatra é considerado um protagonizador no incentivo ao aleitamento, desde as consultas pré-natal, no parto e nos demais atendimentos. 
     
    No Paraná, uma série de ações vêm sendo realizadas com o objetivo de incentivar o aleitamento materno, todas com a supervisão e o apoio da Sociedade Paranaense de Pediatria. Porque a entidade entende que o leite materno sacia a fome e impulsiona o viver. É, naturalmente, indispensável nos primeiros momentos da existência. É a base da vida. Por tais motivos, recomenda-se que o aleitamento deve ser exclusivo até o seis meses e complementado com adição de alimentos variados até os dois anos ou mais. Afinal, amamentar é um ato de amor sem limites!
  • BPP promove curso de acessibilidade para pessoas com deficiência visual

    Foto de  uma mão virada para cima e segurando um celular. No celular o nome do aplicativo Be My Eyes

    A Biblioteca Pública do Paraná, em parceria com a Secretaria da Família e Desenvolvimento Social e o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, promove o curso “Capacitação sobre a acessibilidade para pessoas com deficiência visual no sistema IOS”. A aula, gratuita, acontece no dia 7 de agosto, das 14h às 18h, na Sala de Reuniões da BPP. Para participar, é preciso enviar nome e telefone para o e-mail coede@seds.pr.gov.br.

    No curso, os alunos têm instruções do sistema operacional móvel da Apple, o IOS, aprendem configurações gerais sobre o aparelho e a como trabalhar com aplicativos que auxiliam pessoas com deficiência visual ou baixa visão. 

    Serviço
    Capacitação sobre a acessibilidade para pessoas com deficiência visual no sistema IOS
    Data: Dia 7 de agosto, das 14h às 18h, na Sala de Reuniões da Biblioteca Pública do Paraná
    Local: R. Cândido Lopes, 133, Centro — Curitiba/PR
    Gratuito
    Mais informações: (41) 3221-4985

  • Apoio às entidades que criticam redução do orçamento da Capes

    Foto de uma livro aberto. Sobre ele barbantes nas cores vermelho e creme formam um coração.O Semesp, entidade que congrega instituições de ensino superior de todo o Brasil, condenou nesta sexta-feira (3) os cortes previstos no orçamento de 2019 para os programas da Capes, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação.

    “Esses cortes representam um retrocesso inadmissível, porque vão interromper a continuidade de pesquisas importantes em todos os estados brasileiros, bem comoa afetar seriamente a expansão e consolidação dos cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todo o país”, afirmou o diretor executivo do Semesp, Rodrigo Capelato.

    Segundo uma primeira avaliação do Semesp, mais de 400 mil alunos bolsistas de mestrado, doutorado e pós-doutorado e de outros programas da Capes serão prejudicados, assim como serão afetadas as iniciativas de cooperação internacional da agência.

    “Os programas de pós-graduação são estratégicos para o desenvolvimento de um país como o Brasil, que precisa dispor de mecanismos para o crescimento econômico via produção de conhecimento”, afirmou Capelato. “As instituições de ensino superior já tem dificuldades atualmente para ter acesso ao auxílio do Governo Federal, para o desenvolvimento de pesquisas. Caso as restrições se confirmem, o país vai sofrer um baque ainda maior no seu processo de inovação”, alertou o diretor do Semesp.

    Capelato disse que espera que o MEC consiga reverter essa situação, “já que os projetos acadêmicos precisam responder aos desafios da sociedade, em especial do setor produtivo, que em face das significativas mudanças registradas dependem da inovação para competir globalmente”.

    Sobre o Semesp
    Fundado em 1979, o Semesp, entidade que congrega um grupo expressivo de mantenedoras de ensino superior do Brasil, tem como objetivos prestar serviços de excelência e orientação especializada aos seus associados, oferecer soluções para o desenvolvimento da educação acadêmica do país, além de preservar, proteger e defender o segmento privado do ensino superior brasileiro. Comprometida com a inovação, a entidade mantém uma estrutura técnica especializada que realiza periodicamente uma série de estudos e pesquisas sobre temas de grande relevância para o setor e promove a interação entre mantenedoras e profissionais de educação. Realiza também eventos como o Fórum Nacional: Ensino Superior Particular Brasileiro, o Congresso Nacional de Iniciação Científica, o Congresso de Políticas Públicas para o Ensino Superior e as Jornadas Regionais pelo Interior de São Paulo, e ainda capacita os profissionais da educação superior por meio da Universidade Corporativa Semesp. Para saber mais, acesse www.semesp.org.br/portal/ e http://uc.semesp.org.br/.

    Mídias Sociais 
    www.facebook.com/semesp/;
    https://www.linkedin.com/company/semesp
    https://www.youtube.com/user/VideosSemesp
    www.instagram.com/semespoficial/

    Fonte: Informações da Assessoria de Imprensa da Simesp

  • Pediatra na Praça aborda cuidados com a saúde na infância e na adolescência

     

    A Sociedade Paranaense de Pediatria (SPP) promove neste sábado, 04, no Parque Barigui, a atividade “Pediatria na Praça”. A iniciativa, que já uma tradição na cidade, vai oferecer orientações à população sobre cuidados com a saúde na infância e na adolescência. O objetivo é levar informações e orientações da Pediatria para a comunidade, em uma conversa informal e amiga, fora do consultório para as famílias paranaenses.

    A partir das 14h até às 18h estão programadas brincadeiras com as crianças, distribuição de folders sobre a importância dos cuidados com a saúde e orientações pediátricas. Pais poderão levar a carteirinha de vacinação do seu filho para ser atualizada. O Pediatria na Praça será dividido em estações: Estação do Dente, Pulmão e Coração, Vacina, Bullying, Pele, Alimentação e Brincadeira.
    O Pediatra na Praça é a última atividade do 17º Congresso Paranaense de Pediatria, realizado desde quinta-feira, 2, na Associação Médica do Paraná. O evento na praça contará com a participação voluntária de pediatras e acadêmicos das ligas de Pediatria do Paraná

     
    Serviço:
    Pediatria na Praça
    Local: Parque Barigui
    Data: 04 de agosto, das 14h às 18h
    Realização: Sociedade Paranaense de Pediatria (SPP)

  • Compliance no mundo corporativo será tema de palestra

    O Departamento de pós-graduação do Centro Universitário Opet realiza hoje (01/08), das 19 às 21 horas, no auditório do Câmpus Centro Cívico (Rua Nilo Peçanha, 1635), um workshop aberto ao público com o tema “Compliance: uma mudança de comportamento?”. O foco do evento é debater como o compliance, um dos temas centrais do mundo corporativo, pode fazer a diferença para as empresas.

    O objetivo também é aproximar o público dos temas abordados pelos cursos de pós-graduação presencial e à distância da UniOpet relacionados ao tema, como o curso presencial “MBA em Gestão de Risco e Compliance” e o curso à distância “MBA em Governança, Risco e Compliance”. 

    O evento contará com as palestras de Atílio Augusto Segantin Braga, professor no Curso de Especialização em Direito Empresarial e Professor tutor no MBA em Governança, Riscos e Compliance no EAD do Grupo UniOpet, membro da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs e mentor do InovAtiva Brasil, além de Ronald Fast, Especialista em Compliance no Banco Bradesco e coordenador do MBA em Governança, Risco e Compliance (EAD) na UniOpet. A mediação do debate ficará por conta da advogada Silvia Locatelli.

    “Compliance é um assunto muito atual e presente nas organizações, principalmente depois que a Operação Lava Jato tomou corpo perante a sociedade e passou a entender seus desdobramentos. As empresas atualmente estão preocupadas em fazer a Gestão de Riscos e prezar pela integridade corporativa para que seu negócio se torne referência no mercado e prospere”, explica Juliana Saito, coordenadora de pós EAD da UniOpet.

    Fonte: Informações da assessoria de imprensa da UniOpet - Talk Comunicação

  • Encontros Desconcertantes de Priscila Prado terá pré-lançamento na FLIP

    ​​​​​​Capa do livro Encontros Desconcertantes

    Imagine encontrar-se ao mesmo tempo com: o mundo, o outro, o limite, o tempo, a poesia, a natureza e consigo mesmo. Pode parecer algo impossível, inatingível. No entanto, a obra “Encontros Desconcertantes” (Editora Insight), de Priscila Prado, convida o leitor a buscar esses encontros por meio de 105 poemas ilustrados com fotos da autora. Entre versos e ilustrações, Priscila instiga com um humor sutil a contemplar a beleza, ao mesmo tempo que constata uma realidade – nem sempre bela.

    O livro, que terá o seu pré-lançamento no próximo domingo, dia 29, na 16ª edição da FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, um dos maiores e mais importantes eventos literários do Brasil, traz a reflexão de que são desconcertantes os encontros do homem no mundo – que é o espaço onde ele se conhece; é desconcertante reconhecer-se no outro; reconhecer seus limites; o desafio do tempo; a beleza, mistério e perigos da natureza; a poesia que tudo permeia e o mais desconcertante dos encontros: encontrar consigo mesmo.

    Priscila, que já foi finalista do Prêmio Jabuti, em 2013, traz em seu ofício a “militância poética”. O termo, explica ela, é tornar a poesia mais acessível, espalhando ecos pelo mundo afora e tornando a poesia mais presente no cotidiano das pessoas. Com isso, a obra “Encontros Desconcertantes” ecoa para além das suas 144 páginas e chega no mobiliário público com cartazes espalhados pela cidade de Curitiba, local em que a carioca hoje reside. O livro chegará também a escolas públicas e, junto com ele, atividades lúdicas levarão professores e estudantes a um encontro da poesia com o desafio de ser, agir, pensar e interagir.

    Sobre a autora Priscila Prado: Tradutora, transita entre alguns idiomas na busca de sua própria linguagem. Alia ações culturais individuais e participação em coletivos de apoio, valorização e divulgação da literatura e da arte em geral – em particular a de autoria de mulheres. Estreou na literatura com o livro de poemas “A qualquer momento agora” (2005). Foi finalista do Prêmio Jabuti 2013 com o livro interativo de poesia ilustrada voltado para o público infantojuvenil “Preguiça, Coragem e outros bichos” (2012). É autora também de “No Olho do Paradoxo” (2015) e de “Alas, Pétalas & Labaredas” (2016). Mais informações: www.priscilaprado.com

    Sobre a Editora Insight: Publica livros que estimulam a imaginação, atuando principalmente nas áreas da literatura infantojuvenil, artes, livros técnicos na área do design e de cunho educacional, entre outras. Diferencia-se pelo cuidado na edição por meio de um design editorial profissional, por meio de uma parceria com a Nexo Design e ilustrações exclusivas. Outra linha de trabalho são os livros sob demanda, que possibilita a publicação de livros que não alcançariam a tiragem de uma editora tradicional. Oferece, por meio do site, serviços de divulgação e venda de livros, apoiando os autores, que poderão comercializar suas obras de uma forma simplificada e eficiente. Mais informações: www.editorainsight.com.br

    Serviço:
    Pré-lançamento livro Encontros Desconcertantes
    Autora:
    Priscila Prado Editora: Insight Ano: 2018
    Local: FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty
    Dia: 29 de julho – das 11h às 14h30

    Páginas: 144 páginas, com fotos.

  • Shopping São José promove oficinas de Minecraft Modding, Youtuber e Programação de Games

    Shopping São José promove oficinas de Minecraft Modding, Youtuber e Programação de Games

    O Shopping São José e a Happy Code, Escola De Tecnologia e Educação Digital, com sedes em São José dos Pinhais e Curitiba, promovem as Oficinas Gratuitas de Minecraft Modding, Youtuber e Programação de Games neste sábado e domingo (23 e 24), em diversos horários – das 10h30 às 19h30.  “Os jovens e crianças estão cada vez mais antenados na tecnologia e no mundo online. Por isso antecipamos a programação de férias reunindo os temas que eles mais adoram, aliando diversão e aprendizado”, explica a gerente de marketing, Talita Dallmann.

    Para participar das oficinas, as inscrições são online e devem ser confirmadas presencialmente até meia hora antes da oficina de interesse. As oficinas serão realizadas na loja 277, ao lado da Livrarias Curitiba, Piso L2. É obrigatória a presença dos pais ou responsáveis durante o evento e só será permitida a participação de alunos entre 06 e 12 anos (para Minecraft e Programação de Games) e 8 a 17 anos (para Youtuber). Mais informações e o regulamento completo no site do Shopping São José (http://www.shoppingsaojose.com.br/eventos) e na fanpage: facebook.com/ShopSaoJose. O Shopping São José está localizado na rua Izabel A Redentora, 1434 - Centro São José dos Pinhais (PR).

    Confira mais sobre as oficinas:

    Oficina de Minecraft Modding: os participantes irão personalizar o seu próprio Mod e algumas configurações programando no Minecraft.

    Oficina de Youtuber: nesta oficina será criado um vídeo, personalizando a vinheta e incluindo som, dando início à carreira de Youtuber.

    Oficina de Programação de Games: os participantes irão aprender conceitos básicos de lógica de programação e conseguirão criar uma fase de um jogo.

    SERVIÇO
    Inscrições: https://www.sympla.com.br/oficinas-gratuitas-de-minecraft-youtuber-e-programacao-de-games__306517
    Público: Entre 06 e 12 anos (para Minecraft e Programação de Games) e 8 a 17 anos (para Youtuber)
    Data: 23 e 24 de junho
    Horário: 10h30 às 19h30
    Local: Shopping São José - loja 277, ao lado da Livrarias Curitiba, Piso L2

  • O lugar do inglês na escola

    O lugar do inglês na escola
    (Foto: Assessoria de Imprensa Edify)

    Historicamente, a língua inglesa se manteve como um saber acessível principalmente por meio de cursos complementares. Se há alguns anos o ensino dela era pouco cobrado em escolas regulares e pouco exigido pelos próprios pais, hoje é um pré-requisito que tem se tornado cada vez mais essencial para preparar para o mundo. E, se tudo puder ser oferecido no mesmo ambiente, melhor ainda. Iniciativas como a adoção de programas bilíngues por escolas mostram a busca por se adaptar a essa tendência.

    Algumas poucas décadas atrás, apenas pais estrangeiros procuravam escolas internacionais para matricular seus filhos, uma maneira dos filhos não perderem o contado com a língua materna. Hoje, isso mudou, pais brasileiros procuram cada vez mais as escolas bilíngues, um crescimento de 20% , principalmente nos estados do Sul e Sudeste. O que os pais querem é que os seus filhos desde cedo tenham contato com o inglês, e aprender desde pequenos e brincando tem sido prática comum em muitas escolas de todo país.

    Apesar de ser reconhecido na Base Comum Curricular como disciplina obrigatória, com habilidades listadas como necessárias a serem ensinadas, o inglês tradicional na escola não tem sido suficiente para alavancar o Brasil em rankings de proficiência no idioma. Além de proporcionar a comodidade aos pais e alunos de ter acesso a todas as soluções em um mesmo espaço, os programas bilíngues representam um rompimento com aulas que consistem em tradução, memorização, repetição e muita gramática. 

    Para a diretora do programa bilíngue Edify, Marina Dalbem, se apenas a carga horária é ampliada ou ajustada para incluir o inglês, o bilinguismo está sendo banalizado. Para ela, a partir do momento que atividades que apresentam outras situações e trabalham habilidades socioemocionais, o idioma é levado para a vida do aluno. 

    Para saber mais, acesse, reportagem do R7 sobre o tema:

    Aumenta o número de escolas bilíngues no Brasil, diz pesquisa  
    http://entretenimento.r7.com/hoje-em-dia/videos/aumenta-o-numero-de-escolas-bilingues-no-brasil-diz-pesquisa-22022018

    Fonte: com informações da Assessoria de Imprensa do programa bilíngue Edify

  • Colombo Park Shopping é o novo polo de educação a distância do Centro Universitário UniOpet

    Foto da biblioteca do Polo com estante de livros nas laterais e ao centro da biblioteca duas mesas redondas brancas com cadeiras laranjas envolta delas.
    Biblioteca do novo polo da UniOpet, no Colombo Park Shopping.

    A Educação a Distância cada vez mais se expandido! Agora é o Centro Universitário UniOpet (UniOpet), que comemora o novo polo credenciado para os cursos de graduação e pós-graduação, no Colombo Park Shopping. A parceria visa trazer mais comodidade aos alunos que moram em Colombo e cidades próximas, que agora poderão utilizar a estrutura do Shopping.

     

    Segundo o diretor de Ensino Superior a Distância do UniOpet, Pedro Andriolli, as aulas serão virtuais e o polo no Colombo Park Shopping será uma extensão da estrutura da instituição de Curitiba. “Os alunos dos cursos a distância receberão as orientações necessárias, realizarão as avaliações presenciais e a apresentação e defesa do trabalho de conclusão”, explica.

     

    Na graduação as formações disponíveis são: Licenciatura, Pedagogia e Pedagogia – 2ª Licenciatura, Bacharelado em Administração, Bacharelado em Ciências Contábeis, Tecnologia em Gestão Comercial, Tecnologia em Gestão Financeira, Tecnologia em Gestão Pública, Tecnologia em Logística, Tecnologia em Marketing, Licenciatura em Pedagogia, Tecnologia em Processos Gerenciais e Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.

     

    Já na pós-graduação as opções são as especializações em Educação a Distância, Metodologia para Educação Bilíngue, Psicopedagogia Clínica e Institucional e os cursos de MBA em Finanças e Controladoria, Governança, Risco e Compliance, Executivo em Gestão de Negócios e Gestão Estratégica em Transporte Rodoviário de Cargas.

     

    Vestibular no UniOpet é gratuito e agendado conforme a necessidade do candidato. O processo de inscrição pode ser feito online e o centro universitário entrará em contato com o interessado. O Colombo Park Shopping fica na Rua Dorval Ceccon, 664, no Jardim Nossa Senhora de Fátima.

     

    Confira todas as opções no site.


    #pracegover Foto da biblioteca do Polo com estante de livros nas laterais e ao centro da biblioteca duas mesas redondas brancas com cadeiras laranjas envolta delas.

  • Bett Educar 2018 apresentará as tendências da educação do futuro

    Imagem retangular do banner do evento. Fundo azul com visitantes de edições anteriores e ao centro escrito bett educar em fundo branco. Abaixo da palavra educar: 8 - 11 DE MAIO SÃO PAULO EXPO

    A Bett Educar, evento inspirado na Bett Show Londres, referência global do segmento. presentará em sua 25ª edição diversas novidades para o setor educacional brasileiro, desde conteúdo pedagógico, experiências tecnológicas, até macrotendências para a educação de hoje e do futuro. A Bett Educar 2018 será realizada de 8 a 11 de maio, no Expo São Paulo (Rod. dos Imigrantes, km 1,5, SP), na capital paulista.

    As palestras do Congresso Bett Educar são um espelho dos temas centrais com destaque para as políticas educacionais: a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a Reforma do Ensino Médio e outros temas da atualidade protagonizados por educadores e influenciadores de excelência da área de educação do Brasil. Os conteúdos do Congresso foram estruturados em quatro eixos: Aprendizagem, Práticas de Sala de Aula, Formação de Professores e Gestão.

    Saiba mais no site oficial:  http://www.bettbrasileducar.com.br/home
    Programação Oficial Congresso Bett Educar 2018: https://www.bettbrasileducar.com.br/agenda-congresso

  • Pais, alunos e professores do Colégio Adventista Portão recebem Hamilton Werneck

    Foto colorida do professor Hamilton Werneck lendo a carta de Paulo, o apóstolo, no anfiteatro de Éfeso.

    “Quem decide pode errar, quem não decide já errou” foi o tema da palestra ministrada pelo professor, pedagogo, escritor e palestrante Hamilton Werneck, para pais, alunos e professores do Colégio Adventista do Portão. Hamilton é autor de 26 livros publicados e já ministrou mais de 2300 palestras nos últimos 24 anos. Professor para o Ensino Superior, ex-secretário municipal de Educação de Nova Friburgo (RJ) e ex-conselheiro do Conselho Estadual de Educação do Rio de Janeiro, durante sua vinda para Curitiba tive o privilégio de entrevistá-lo. Em sua palestra ele falou sobre a importância de uma boa relação e do diálogo frequente entre pais, filhos e escola. Também destacou que tanto a escola como os pais e filhos precisam perceber sobre a importância da dedicação à formação afetiva das pessoas.

    Confira entrevista:

    Hoje em dia com a crise que passamos, como é possível manter o foco profissional e investir na formação permanente?
    Apesar de todas as crises e mesmo sem elas, a formação permanente é condição para que o profissional possa enfrentar os desafios das transformações da sociedade. As parcerias entre escolas para buscar profissionais que as atendam, pode diminuir os custos e beneficiar as equipes.

    Como o senhor vê isso ocorrer com a classe acadêmica?
    A classe acadêmica tem consciência tal de seus saberes que pode cair no erro de não aceitar participar de um processo de atualização. Vejo muitas resistências sobretudo a partir do grau de licenciatura. Mais resistência ainda, entre os professores das chamadas disciplinas exatas que no campo das disciplinas humanas. As escolas apresentam preocupação com a necessidade de formação continuada sobretudo diante das crises de perdas de alunos e aumento dos índices de reprovação.

    Como que colegas de trabalho e a própria instituição podem ajudar?
    A instituição precisa ter um programa de formação permanente, com calendário de reuniões e temática discutida entre ela mesma e seus docentes e colaboradores. Este calendário deverá atender às principais necessidades de mudança e adequação a novas situações, sejam acadêmicas, sejam de tecnologia educacional. Muitos profissionais que trabalham na escola podem estar muito bem formados num campo do saber e trocar experiências com seus pares, passando para os colegas, dentro desse calendário temático, os conhecimentos que dominam.

    Quais são os mais variados perfis de pais e quais que predominam?
    Há quatro perfis clássicos de pais: os controladores que interferem em tudo, inclusive no desnecessário. O típico controlador cria conflitos desnecessários e é autoritário. O controle deve ser discreto e os erros percebidos dentro de algum desvio de conduta objeto de diálogo. Os permissivos cometem o grande erro de pensar que a criança pode tudo fazer porque um dia sofrerá na vida. Com todas as permissões, certamente sofrerá, sim, porque não aprendeu a viver e a estabelecer seus próprios limites. Os protetores tudo fazem pela criança, impedindo seu crescimento como pessoa e atrofiando a personalidade. Finalmente os pais educadores tem um perfil equilibrado entre pulso forte e coração que ama. Estabelecem limites, apresentam e debatem regras claras com os filhos e são parceiros no ato de educar, evitando ao máximo a contradição entre eles.

    Como tem sido o diálogo dos pais com a escola? Tem havido alguma evolução nesse relacionamento?
    Nas muitas escolas em que faço palestras, sejam públicas ou particulares, onde há um planejamento do tipo Escola de Pais a participação é maior porque há interesse nos temas elencados. A definição dos temas surge da percepção da escola e das propostas dos pais após consulta. Na escola pública é mais difícil este tipo de organização, no entanto, a maior participação encontra-se nas reuniões com temas definidos que naquelas dedicadas, tão somente, a entregar boletins de notas e passar normas da escola.

    Muito comum encontrar escolas e professores um colocando a culpa no outro, transferindo responsabilidades. Como isso vem ocorrendo e qual a melhor forma de mudar esse quadro?
    Há uma cultura no mundo atual de transferir as responsabilidades. Na educação não é diferente. Daí a importância das reuniões pedagógicas e das avaliações de desempenho para que, cada um, possa perceber seus acertos e erros e começar a corrigi-los.

    Para que haja mesmo uma equipe de sucesso entre a escola, pais e filhos, o que precisa acontecer?
    Basicamente, diálogo entre as partes. Além disso, no ato da matrícula inicial é importante que a família conheça a escola, conheça a proposta pedagógica, no caso, de uma escola adventista que segue um conjunto de procedimentos pedagógicos dentro do paradigma bíblico da cosmovisão do homem, das leis e dos princípios que norteiam a cultura. Muito importante que seja uma escola acolhedora com todos, manifestação de um amor para com os seres criados, dentro de uma perspectiva de que fazemos parte da mesma árvore, onde Cristo é “a videira e nós os ramos”.

  • Dia Mundial da Criatividade, em Curitiba, destaca que o melhor da vida é simples e de graça

     

    Jean Sigel com as filhas Giulia e Giovanna e com a mulher Tatiana. Todos mostrando o livro e sorrindo.
     

    No último sábado, 21 de abril – Dia Mundial da Criatividade, o polo gastronômico Mercado Sal, em Curitiba, foi palco do lançamento do livro “O melhor da vida – simples e de graça” de autoria de Jean Sigel. A data é comemorada todos os anos, desde 2014, em mais de 50 países do mundo. O evento também contou com um bate-papo entre os convidados e os protagonistas da obra: o autor, sua mulher e as duas filhas do casal, e com a intervenção artística do ator Hique Veiga.

     

    O livro, que leva o selo da Escola de Criatividade, reúne relatos, reflexões e dicas com foco nas brincadeiras infantis que dependem pouco, ou nada, de dinheiro. Tomar banho de chuva ou de rio, casa da árvore, encontrar minhoca na terra, contar histórias, se fantasiar, desenhar, dar um abraço, apreciar o pôr do sol, brincar na lama, caça ao tesouro, semear plantinhas na horta, são apenas alguns exemplos que o livro apresenta, destacando, além da diversão, a importância de uma relação próxima e cercada de afeto entre pais e filhos.

     

    A ideia surgiu em 2011, quando as filhas de Jean e de Tatiana Sigel – Giulia e Giovanna – tinham 5 e 2 anos de idade (hoje com 12 e 9, respectivamente). “Certo dia postei nas redes sociais uma brincadeira que fiz com minhas filhas em um gramado onde escorregávamos de caixa de papelão ladeira abaixo. Descrevi o que divertia tanto pais e filhos de maneira simples e que não custava absolutamente nada. Muita gente curtiu, comentou, compartilhou. E dali por diante, toda brincadeira que realizávamos fora de casa, ou dentro em dia de chuva, numa viagem, na praça ou na praia, que fosse simples e de graça, eu postava e mais gente seguia, comentava e se inspirava”, recorda Jean. Os registros foram publicados no formato de série no Facebook e gerou muitas curtidas e compartilhamentos. “Amigos e pessoas que acompanhavam os posts me falavam: Jean, faça um livro dessa série logo”, lembra o autor. No evento de sábado, Jean destacou que foram mais de 200 histórias e brincadeiras para a família selecionar, resultando em 40 publicadas.

     

    “O melhor da vida – simples e de graça” é interativo e leva o leitor a um universo divertido que estimula a criatividade na infância e as relações familiares, colaborando para a criação e o fortalecimento do senso de pertencimento, da liberdade e da memória. O autor ainda enfatizou que acredita que toda criança tem direito a uma infância livre e que proporcione a ela a autenticidade e simplicidade de ser criança. O livro pode ser comprado pelo link http://www.escoladecriatividade.com.br/blog/2018/04/livro-o-melhor-da-vida-simples-e-de-graca/

     

    Financiamento coletivo

    Entre a série do Facebook e o lançamento, a obra passou pelo processo de crowdfundig – financiamento coletivo (conhecido também como “vaquinha digital” entre amigos, familiares, parceiros e amigos de amigos). Foi o caminho que Jean e Tatiana encontraram para viabilizar o livro. A campanha durou 60 dias (com início dia 08 de dezembro de 2017) e arrecadou o valor suficiente para a impressão do material àqueles que apoiaram a iniciativa e ainda foi possível rodar unidades para doação a instituições de proteção de apoio à leitura.

     

    Sobre o autor

    Jean Sigel é pai da Giulia e Giovanna, marido da Tatiana, montanhista, viajante, empreendedor por natureza e escritor em evolução. Especialista em Marketing, Comunicação e Inovação, palestrante, curador do Prêmio Brasil Criativo. Co-fundador da Escola de Criatividade, atua em projetos voltados à educação corporativa e à educação para a criatividade, economia criativa e empreendedorismo.

     

    FICHA TÉCNICA

    O melhor da vida – simples e de graça

    Editora: Selo Imagine da Escola de Criatividade

    Autor: Jean Sigel | Criação: Tatiana Sigel

    Capaprojeto gráfico e diagramação: Studio Bild
    Ilustração: Marcela Grassi

    Revisão: Lívia Kohiyama e Guilherme Fernandes

  • Prefeito, vice-prefeito e vereadores tomam posse na Cidade Mirim do Colégio Opet

    cidade-mirim

    Os governantes da Cidade Mirim, do Colégio Opet, em Curitiba tomam posse das suas responsabilidades na cidade educativa na próxima terça-feira (3). O projeto criado há 44 anos ensina política e cidadania para crianças de todas as idades. Os novos gestores têm entre sete e dez anos e terão a oportunidade de gerenciar uma cidade e vivenciar cidadania e política na prática. A Cidade Mirim é uma minicidade estruturada dentro do ambiente escolar. A eleição do prefeito, vice-prefeito e vereadores ocorreu em 30 de novembro. Eram seis meninas e meninos nas chapas candidatas à Prefeitura e 21 pequenos e pequenas candidatos às vagas na Câmara dos Vereadores. Alunos da educação infantil e ensino fundamental I conheceram os seus governantes no dia 1º de dezembro. Após dois dias de expectativa, o resultado apontou a eleição do novo prefeito Luiz Otávio Ferreira, então aluno do 4º ano. O vice-prefeito eleito foi Murilo Sabatin Machado, também do 4º ano. Ambos hoje estão no 5º ano. O aluno Francisco Carvalho Oliveira Neto, do 2º ano, foi o vereador mais votado e eleito o presidente da Câmara de Vereadores. Ele será responsável por gerenciar o legislativo com 12 nomes eleitos entre vereadores e vereadoras. Após a homologação dos governantes mirins eleitos, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná promoveu a diplomação dos eleitos do pleito municipal da Cidade Mirim em 27 de março. O processo é parte do Programa Informando o Cidadão, da Escola Judiciária Eleitoral do Paraná (EJE-PR). A coordenadora da Cidade Mirim, Santina Brandalize, explica que a posse é o momento para assumir as responsabilidades e iniciar a trajetória de aprendizado. “Brincando de gente grande, as crianças estão na verdade experimentando na prática importantes conceitos de cidadania. Dessa forma, elas reconhecem seu papel dentro de uma sociedade, para que no futuro ajam e contribuam como cidadãos responsáveis, conscientes e críticos.” Eleição e mandato Todos os alunos do Infantil até o 5° ano vivenciam na prática os conteúdos trabalhados em sala, como trânsito, sistema monetário e frações, por exemplo, além das experiências de cidadania, e votam nas eleições com o acompanhamento das professoras e a orientação dos pais sobre as melhores propostas. Os políticos mirins são eleitos entre os alunos do 2.º e 3.º ano (vereadores) e 4.º (prefeitos) para mandato no próximo ano letivo. As reuniões do legislativo e executivo ocorrem durante o ano na Câmara de Vereadores para debater e avaliar o andamento das propostas. Prefeito e vice-prefeito permanecem na prefeitura durante alguns recreios para atender a população. Cidade gerida pelas crianças A cidade tem ruas sinalizadas e semáforos que permitem que os alunos possam dar os primeiros passos da cidadania. A estrutura conta com Prefeitura, Câmara de Vereadores, fórum, centro comercial, banco, rádio, posto de saúde, bosque, centro cultural e brinquedoteca. O prefeito ou prefeita recebe uma cota orçamentária. O objetivo é fazer com que o valor seja multiplicado a partir do planejamento de ações que envolvam a comunidade escolar. Há também sessões no fórum para discutir assuntos relevantes para a gestão da cidade e a aprovação de projetos propostos pelos governantes mirins. Fonte: Assessoria de Imprensa - Talk Comunicação
  • Gabriel Metzler lança “Um Novo Olhar para a Vida”, nesta terça (20)

    Capa-livro-grabriel-matzler   "Um Novo Olhar Para a Vida" é o título do livro selado pela prestigiada Literare Books, que o palestrante Gabriel Metzler lançará no dia 20 de março, a partir das 19h, na Livraria Cultura do Shopping Curitiba. Até às 21h30, o autor estará no local para a sessão de autógrafos, um bate-papo e um abraço nos leitores. O ingresso é livre - saiba mais em http://gabrielmetzler.com/ Em 1998, Gabriel perdeu totalmente a visão do olho direito e parcial do esquerdo, depois de grave acidente com explosivos. Em 2015, perdeu também a visão do olho esquerdo e a despeito disso, a obra é uma chance para que qualquer pessoa, cega ou não, passe a enxergar a vida através de um novo olhar. A deficiência não tirou de Gabriel a vontade de viver. Pelo contrário. Seu canal no YouTube é um sucesso. Tem vários seguidores, quase 100 vídeos, um postado a cada semana. Gabriel é também sucesso em outras mídias. Recentemente, uma postagem sua, intitulada "Seja meus Olhos” foi compartilhada por Ricardo Amorim em suas redes sociais. O número de visualizações chegou a mais de cinquenta mil. No vídeo, Gabriel faz menção ao aplicativo "Be My Eyes", desenvolvido pelo dinamarquês Hans Jørgen Wilberg. Além de antenado nas redes sociais, Gabriel ministra palestras em empresas para um extenso portfólio de clientes. Com os vídeos e as palestras, procura ajudar pessoas e empresas a superar dificuldades. O livro "Um Novo Olhar Para a Vida" é a extração das melhores lições de tudo o que Gabriel já vivenciou. "Quero, com a obra, oferecer uma vida melhor para o leitor, ensiná-lo a vivenciar coisas novas com um novo olhar. O prefácio do livro é assinado pelo aclamado mestre e Doutor em Educação José Luiz Tejon, administrador com ênfase em Marketing pela Pace University (EUA) e MIT University (EUA). Para ele, Gabriel "nos contempla com poderosas janelas de visões, acima e além dos sentidos" Destaca ainda que "a alma enxerga, escuta, sente, pensa e dialoga conosco... nos eleva a um patamar de comunicação superior ao das dimensões física, química e material do planeta". Tejon finaliza afirmando que, "quem quiser entrar em contato e auscultar a legítima comunicação, terá nos 36 olhares apresentados por Gabriel, lupas, telescópios e microscópios poderosos, úteis para tudo na vida". Gabriel é engenheiro civil, MBA Internacional na Fundação Getúlio Vargas e The George Washington University (Washington, EUA) e curso em Harvard. A partir de março, passa a fazer parte do rol de autores brasileiros que se destacam por um conteúdo forte, vibrante e transformacional. Fonte: Assessoria de Imprensa - Jorge Javorski Audiodescrição da Imagem: #pratodosverem #pracegover Capa do livro de Gabriel Metzler. Imagem retangular com fundo preto. Acima em cores brancas o nome do autor. Na sequência um óculos com fundo em cores vivas rosa, laranja, azul, verde refletindo a imagem de uma estrada com montanha e de um céu colorido. Abaixo o título do livro: "Um novo olhar para a vida". Abaixo do título, lê-se: Amplie suas expectativas. Você irá muito além do que pensa ser possível! Ao final, ao centro na parte inferior do livro, teê-se o nome da editora: Literare Books International e abaixo lê-se: Brasil Europa USA Japão.
  • Faculdade promove ações sobre o Imposto de Renda 2018

      Palestra IR Algumas faculdades em Curitiba estão dando assistência gratuita no auxílio à comunidade para declarar o Imposto de Renda. Uma delas é a Faculdade Estácio Curitiba  (Av. Souza Naves, 1715), que fará uma palestra gratuita, na próxima segunda-feira, 19, às 19h30. Celso José de Oliveira,  mestre em Ciências Contáveis e professor da instituição, falará sobre os principais cuidados que as pessoas devem ter no momento de separar os documentos, evitando erros que podem atrasar o processo. Oliveira também vai listar as principais mudanças ocorridas para este ano, as quais quem declara precisa ficar atento. A iniciativa envolve também um mutirão, que irá atender o público, gratuitamente, no dia 7 de abril, das 9h às 17h também nas dependências da Faculdade Estácio. Podem participar desta ação quem irá declarar até 60 mil reais anuais em 2017. Professores e alunos do curso estarão de plantão na Faculdade para atender à comunidade, tirando dúvidas e também ajudando a preencher as declarações dos contribuintes. Quem levar toda documentação completa poderá sair de lá com sua declaração feita e enviada para a Receita Federal, desde que tenha o perfil do atendimento. Para este evento também não será necessário fazer inscrição prévia para receber o auxílio. Audiodescrição da Imagem #pracegover #pratodosverem Foto de um leão de perfil olhando para o lado direito e no lado oposto está escrito A Estácio vai ajudar você no IRPF. Fonte: Informações da Assessoria de Imprensa da Faculdade Estácio - Talita Vanso (Zigg Comunicação)

Quem faz o blog

DESTAQUES DOS EDITORES